Home » Uncategorized » Matemática para concursos públicos – 200 Exercícios e Questões + teoria – Curso completo 30 horas

Matemática para concursos públicos – 200 Exercícios e Questões + teoria – Curso completo 30 horas

Matemática para concursos Públicos – 200 Exercícios e Questões + teoria – Curso completo 30 horas

Na verdade são muito mais de 200 exercícios. A primeira parte de matemática básica, com vídeos no total de 30 horas de duração, gratuitos, tem entre 200 e 300 exercícios e problemas, dentre os quais a maioria formada por questões de prova caídas em concursos. Já a segunda parte, tem inicialmente 25 horas de aula gratuitas no youtube, e mais de 250 exercícios. O número exato de exercícios e de horas de aula vai aumentando, pois novos vídeos estão sendo adicionados. Recomendamos que inicialmente você estude toda a primeira parte, antes de passar para a segunda parte.

Estude matemática básica e passe a ter um ótimo rendimento nos estudos de matemática de seus concursos. As aulas são baseadas nos capítulos dos livros:

LIVRO MATEMÁTICA PARA VENCER: (MATEMÁTICA BÁSICA – I): 30 horas de aula, gratuitas.

LIVRO O ALGEBRISTA: (MATEMÁTICA BÁSICA – II): 25 horas de aula, gratuitas

Os links para acesso direto às aulas no youtube estão no final deste post.

 

 

O que é matemática para concurso público?

Não é muito diferente da matemática aprendida na escola, ou da matemática para vestibulares, concursos para escolas técnicas e concursos para escolas militares. As diferenças não estão no conteúdo, mas na forma e nas circunstâncias.

 

Uma das diferenças está nos enunciados. Por exemplo, o problema abaixo:

Dividir o número 60.000 em partes proporcionais a 2, 3 e 5. 

poderia ser enunciado na forma:

A Secretaria de Educação da Prefeitura de Santa Rita do Rio Alto recebeu recursos federais no montante de R$ 60.000,00 do Plano Nacional de Aparelhamento das Escolas de Ensino Fundamental, para ser distribuído entre suas escolas de ensino fundamental, visando a compra de equipamentos de informática. A distribuição da verba deve ser feita de forma proporcional ao número de alunos de cada escola. A cidade tem 3 escolas, com 200, 300 e 500 alunos, respectivamente. Qual valor será destinado a cada escola?

Essencialmente trata-se do mesmo problema matemático enunciado em um contexto de administração pública, entretanto os cálculos de ambos são feitos com o mesmo princípio matemático: a divisão proporcional. Ambos os problemas apresentam os mesmos resultados: 12.000, 18.000 e 30.000.

Sendo assim, para aprender o conteúdo matemático para resolver uma questão com enunciado com estilo de “administração pública”, não é preciso que as aulas, ou o material didático, apresentem tais situações: podem se restringir a enunciados matemáticos simples. É claro que, eventualmente, um problema com enunciado matemático simples pode ser seguido por um outro equivalente, com um enunciado da “vida real”, mas não necessariamente voltado para uma situação de administração pública.

Um erro comum é a uma afirmação como:

“Vou fazer concurso para a câmara municipal, então essa questão que caiu no concurso do Banco do Brasil não me interessa…”.

Está errado, pois o que importa é o conteúdo, o conceito matemático envolvido em uma questão, e não a sua origem.

Quem tem boa formação matemática…

Algumas pessoas têm uma excelente formação matemática, muito acima dos concursos que irão prestar. É o caso de engenheiros que prestam concurso para áreas que não são de ligadas às ciências exatas, ou para concursos que exigem nível médio, quando o formação que possuem é de curso superior. Essas pessoas levam vantagem, pois na verdade nem mesmo precisam estudar a matemática, mas sim outras matérias do concurso. Já aqueles que apenas “lembram da matemática que aprenderam na escola”, e estudam algumas partes para relembrar o que esqueceram, e depois passam a estudar resolvendo problemas de matemática que caíram em concursos públicos, poderão até mesmo conseguir a aprovação, mas dificilmente poderão disputar vagas com aqueles que vêm de uma boa formação matemática e levam uma vantagem considerável.

Enfrentar os problemas de matemática “de igual para igual”?

Se você estuda apenas o necessário e suficiente para resolver os problemas que cairão no seu concurso, ou seja, enfrentar os problemas “de igual para igual”, em alguns casos você vencerá o problema, em outros casos o problema é que irá derrotá-lo. Estudar apenas o suficiente para resolver as questões é uma abordagem apropriada na escola, porque lá você só precisa obter uma nota mínima para passar de ano (ex: 5.0). Já em um concurso, obter uma nota mínima não é o suficiente. Você precisa, além de tudo, competir com os demais candidatos. Além de superar a nota mínima de aprovação, você precisa também superar as notas da maioria dos candidatos do concurso, para ficar dentro das vagas. Sendo assim, é preciso que você estude para tirar um notão na prova, e não somente uma nota mínima da aprovação como era exigido na escola. Não se contente em estudar para obter uma nota 7.0, você precisa acertar todo aquilo que estudou: precisa mirar na nota 10.0. Caso não consiga, uma nota 9.0 ou 8.0 poderá garantir sua aprovação, mas mire sempre em acertar tudo: estudo todo o conteúdo do programa e também resolva problemas mais difíceis que os que tipicamente aparecem no seu concurso público. Dessa forma você não estará enfrentando as questões “de igual para igual”, mas estará “atirando do andar de cima”, e assim terá muito maiores chances de sucesso. Estudar nunca é demais.

A matemática dos concursos militares

As aulas de matemática do nosso canal foram originalmente criadas para atender alunos que prestam concursos para o Colégio Militar, Colégio Naval, EPCAR. Tipicamente os concursos militares não se destinam a preencher cargos de servidores. Destinam-se a preencher as vagas das escolas de formação das forças armadas. A matemática exigida nesses concursos é mais difícil, com programa extenso e cobrado em todos os seus assuntos. Além do preparo matemático mais exigente, as escolas militares ministram mais cadeiras de matemática. Normalmente um militar entra para as forças armadas visando seguir a carreira, mas vários deles saem e prestam concurso público para  uma carreira civil. Esses militares, devido à sua formação em matemática, geralmente têm sucesso nos concursos que realizam. Isto ocorre em todos os níveis, com militares provenientes das academias militares (Escola Naval, AMAN, AFA), das escolas preparatórias (Colégio Naval, EPCAr) e demais escolas de vários níveis (EFOMM, EEAR, ESA, etc.). Também têm mais facilidade na matemática os alunos que cursaram o Colégio Militar.

Enquanto um estudo para concurso público baseado em um conteúdo mínimo e suficiente e questões de concursos anteriores dá uma chance de aprovação, a habilidade matemática dos militares, baseada nos seus concursos, no seu curso profissional e na atuação em áreas técnicas dá a eles uma vantagem ainda maior ao disputar uma vaga em um concurso público.

Estratégia

Nossa estratégia para que você obtenha maior desempenho na matemática é utilizar a preparação própria dos concursos militares. Não se tratam de problemas que envolvem navios, aviões, canhões e similares, mas sim, problemas de matemática normal, como no exemplo dado aqui (Dividir o número 60.000 em partes proporcionais a 2, 3 e 5.), ou seja, trata-se de uma matemática “civil” , apesar de mais exigente.

Quem só viu até hoje, apenas a matemática aprendida na escola, não adianta relembrar partes esquecidas e fazer questões de concursos. Lembre-se que o objetivo da escola não é preparar para concursos, é ensinar o aluno a pensar, formar o cidadão, etc. Na maioria dos casos, a formação matemática da escola tem grandes deficiências. Então não é o caso de relembrar assuntos esquecidos, é preciso aprender novamente toda a matemática e seus fundamentos. Não é o caso de estudar apenas tópicos pedidos nos concursos públicos (ex: porcentagem, juros, matemática financeira) e preencher as lacunas com regras e macetes. Os macetes podem ser usados, mas para chegar ao sucesso total, é preciso fundamentar o funcionamento da matemática para executar qualquer problema com toda segurança, rapidez e precisão. Lembre-se, nosso objetivo é “matar” os problemas, “atirando do andar de cima”.

As aulas de MATEMÁTICA BÁSICA – I

A matemática básica é ferramenta fundamental para a compreensão de toda a matemática dos concursos públicos até o nível médio. O curso de MATEMÁTICA BÁSICA = I aborda: Sistema decimal, divisibilidade, MMC, MDC, números primos, fatoração, frações, expressões, números decimais, potências e raízes, porcentagem, conjuntos, sistema métrico, são assuntos típicos da matemática básica. A grande dificuldade que a maioria das pessoas têm em matemática é a falta de conhecimentos seguros da matemática básica. O aluno avança na escola sem aprender bem esses tópicos, e passa a se “arrastar” de ano em ano, com dificuldades cada vez maiores.

Nosso curso da matemática básica – I consiste em cerca de 30 horas de aula correspondentes aos capítulos do livro MATEMÁTICA PARA VENCER. A aquisição do livro não é obrigatória, apesar de recomendável para um máximo rendimento. As aulas são livres para qualquer pessoa. Nem mesmo é preciso fazer cadastro ou inscrição. Apenas vá direto aos vídeos do youtube, usando os links que estão no final desta página. Esses vídeos contém, além de toda a teoria, mais de 200 problemas correspondentes aos tópicos ensinados, problemas estes extraídos do livro.

A aquisição do livro não é obrigatória pois as aulas já tem uma quantidade de problemas (+200) que permitem um bom entendimento da teoria. O aluno pode usar outros livros ou apostilas que já possua, por exemplo, seus livros escolares. A aquisição do livro é recomendável, para que o aluno faça uma quantidade maior de problemas e exercícios.

Apesar de ser básico para estudos posteriores da matemática, estes sim voltados para o programa do concurso pretendido, o CURSO DE MATEMÁTICA BÁSICA já permitirá a realização de inúmeros questões do seu concurso.

É recomendável ainda que ao final do curso de MATEMÁTICA BÁSICA – I, o aluno assista às resoluções (e tente realizá-las antes) das provas do COLÉGIO MILITAR 6o ano, existentes no nosso canal.

As aulas de MATEMÁTICA BÁSICA – II

Depois de estudar todas as aulas de matemática básica e fazer os exercícios, você poderá passar para o curso de MATEMÁTICA BÁSICA – II. Aborda números inteiros, números racionais, reais, irracionais, expressões algébricas, produtos notáveis, fatoração, MMC e MDC de expressões algébricas, frações algébricas, equações do 1o grau, sistemas do 1o grau, problemas do 1o grau, tópicos da análise, inequações do 1o grau, equações do 1o grau, cálculo de radicais, equações redutíveis ao 2o grau, sistemas do 20 grau, inequações do 2o grau, trinômios do 2o grau, polinômios, funções.

Para a maioria dos concursos públicos, a primeira parte da matemática básica (MATEMÁTICA BÁSICA – I) citada acima é fundamental. Mesmo quando o concurso cobra mais matemática (álgebra, por exemplo), é fundamental que o aluno tenha o embasamento necessário, provido pela matemática básica. Quando o programa do concurso cobra a parte de álgebra, é preciso estudá-la também. Tal estudo é fornecido pelas nossas aulas de MATEMÁTICA BÁSICA – II, também encontradas no nosso canal do Youtube. Esta parte da matemática é ainda mais exigente e encontra-se em expansão. Seu link também é encontrado no final desta página, e já conta com 25 horas de aula e o equivalente a 250 exercícios e questões de alto nível. Essas aulas correspondem aos capítulos do livro  O ALGEBRISTA. Este livro é uma continuação natural do livro anterior, O livro tem 5400 exercícios e 1300 questões de concursos, e seu enfoque excede o exigido pelos concursos públicos que cobram a matéria álgebra. Assim como no caso do outro livro, a aquisição do livro O ALGEBRISTA não é obrigatória. Os estudos podem ser feitos com livros de matemática da escola, com a matéria de 6o ao 9o ano do ensino fundamental, e 1o ano do ensino médio. O aluno pode ainda optar por baixar gratuitamente os três primeiros capítulos do livro, disponíveis neste site.

É recomendável ainda que ao final do curso de MATEMÁTICA BÁSICA – II, o aluno assista às resoluções (e tente realizá-las antes) das provas do COLÉGIO NAVAL,  EPCAr e COLÉGIO MILITAR (ENSINO MÉDIO), existentes no nosso canal.

Os livros MATEMÁTICA PARA VENCER e O ALGEBRISTA podem ser adquiridos neste site, na loja virtual.

 

 

ACESSO AO CONTEÚDO NO YOUTUBE:

MATEMÁTICA BÁSICA – I: LIVRO MATEMÁTICA PARA VENCER: 30 horas de aula, gratuitas.

Calcule rápido

Números

As 4 operações

Divisibilidade, MMC, MDC, números primos, fatoração

Frações

Números decimais

Potências

Porcentagem

Conjuntos

Sistemas de medidas

Medidas geométricas

Noções sobre equações

 

MATEMÁTICA BÁSICA – II: LIVRO O ALGEBRISTA: 25 horas de aula, gratuitas

Aulas de álgebra

 

Bons estudos!