Home » Artigos arquivados » FlaskMPEG e DIVX

FlaskMPEG e DIVX

Autor: Laércio Vasconcelos
Data: 18/out/2007

Sinopse:
A conversão de filmes de DVD para AVI não é a única opção para assistir filmes no computador. Existem opções interessantes como duplicar o DVD (Ex: DVD Shrink) ou simplesmente baixar filmes na Internet. Em muitos casos entretanto, ter os filmes compactados no formato AVI é uma opção interessante. Este pequeno artigo é um tutorial básico sobre o programa FlaskMPEG, um dos muitos que executa essa conversão.

Extraído do livro “Manutenção de micros na prática”

 

Convertendo filmes de DVD para CD

É possível armazenar um filme de duas horas, obtido de um DVD, usando um CD-R, graças à codificação MPEG-4. A codificação MPEG-2 é usada por DVDs, TV digital por satélite e aplicações que exigem alta qualidade. O padrão MPEG-4 foi criado para possibilitar a transmissão de vídeo via Internet. Apresenta uma taxa de compressão maior que a oferecida pelo MPEG-2, com uma perda de qualidade de imagem quase imperceptível. A figura 37 mostra uma cena obtida diretamente após a conversão para MPEG-4, a partir de um original em DVD. O arquivo final fica muito menor, a ponto de poder ser armazenado em um único CD-R, e a perda de qualidade é bastante pequena.

Figura 37

Cena de um vídeo em MPEG-4.

Entre os mais populares programas para conversão de DVD para MPEG-4, citamos a dupla FlaskMpeg e Divx. O Divx é um software que contém além de um player e outros utilitários, um CODEC para compressão e descompressão em MPEG-4. O FlaskMpeg é um programa capaz de abrir o conteúdo de um DVD, selecionar uma trilha de áudio e um idioma para legendas, e gerar um arquivo de vídeo, utilizando qualquer CODEC instalado no sistema. No nosso caso, escolhemos o CODEC MPEG-4 do Divx.

Figura 38

Conversão em andamento, feita pelo FlaskMPEG.

Depois de convertidos para o formato DIVX, os filmes poderão ser assistidos no computador, bastando para isso que tenham o CODEC DIVX instalado. Como é possível comprimir um filme de duas horas para que o arquivo final fique com 700 MB, podemos gravá-lo em um CD-R e visualizá-lo em outro computador. É possível visualizar esses filmes em um DVD Player, desde que possua suporte para DIVX. Da mesma forma como muitos CD Players atuais já reconhecem arquivos MP3, muitos DVD Players já estão operando com arquivos em DIVX. Podemos citar por exemplo o D-680, da Gradiente (figura 39). Ao comprar um DVD Player compatível com DIVX, verifique se existe no seu painel frontal o logotipo DIVX VIDEO, como mostra a figura 39.

Figura 39

DVD Player compatível com DIVX (Gradiente D-680).

A conversão para MPEG-4 é bastante demorada. No painel apresentado pelo FlaskMPEG, é indicado o número de frames convertidos por segundo (FPS). Um processador Pentium 4 de 2.4 GHz faz a conversão na taxa de 15 a 20 FPS. Como o filme tem 30 frames por segundo, significa que para cada 1 segundo de filme são gastos de 1,5 a 2 segundos para a conversão. Um filme de duas horas levará de 3 a 4 horas para ser convertido por um Pentium 4 de 2.4 GHz.

Apesar de ser demorada, a conversão feita pelo FlaskMpeg tem uma vantagem: é feita em background (segundo plano), aproveitando o tempo em que o processador está ocioso. Se estivermos por exemplo digitando um texto, os milésimos de segundo entre teclas consecutivas são aproveitadas para o FlaskMpeg na realização do seu trabalho. Desta forma o processador fica 100% do tempo ocupado, mas não notamos redução no desempenho para outras tarefas. Para isso basta programar a opção Priority settings como Normal ou Idle.

O FlaskMpeg pode ser obtido em:
http://www.flaskmpeg.net/ e http://www.download.com

O Divx pode ser obtido em:
http://www.divx.com e http://www.divxmovies.com

Usando o FlaskMpeg

A utilização do FlaskMpeg é relativamente simples. Usamos o comando File/Open Media. Acessamos então a unidade de DVD e o diretório VIDEO_TS. Devemos então selecionar o arquivo de informações do filme, que normalmente é o VTS_01_0.IFO, que é o arquivo raiz do conteúdo do DVD. Isto permitirá acessar o DVD inteiro. Em alguns DVDs o VTS_01_0.IFO não é o arquivo de informações sobre o filme, e sim, relativo a trailers e extras existentes no DVD.

Figura 40

Abrindo um DVD.

Para saber qual é o arquivo de informações correto, clicamos na lista de arquivos com o botão direito do mouse e marcamos a opção Exibir / Detalhes. Encontraremos um grupo de arquivos com aproximadamente 1 GB cada um, que formam o filme propriamente dito. Cada um desses arquivos tem cerca de 30 minutos de filme. O arquivo de extensão IFO imediatamente anterior a este grupo é o arquivo que devemos abrir. No exemplo da figura 40, vemos que o filme está distribuído entre os arquivos VTS_03_1 e VTS_03_5. O arquivo a ser aberto então é o VTS_03_0.IFO.

O DVD será identificado e será apresentado um quadro como o da figura 41. Devemos selecionar a trilha de áudio desejada (neste exemplo temos inglês e português, mas existem DVDs com várias trilhas de áudio em línguas diferentes) e as legendas (nesse caso podemos deixar sem legendas, já que existe áudio em português). Note que os arquivos de vídeo não possuem legendas. O FlaskMpeg adicionará aos arquivos de vídeo, as legendas eventualmente selecionadas. Terminadas essas escolhas clicamos em Flask this DVD.

Figura 41

Selecionando o idioma e as legendas.

Fazemos agora algumas configurações:

1) Options / Select Output Format / AVI Output
2) Options / Output format options
3) Options / Advanced Options

Vejamos o que fazer em cada um desses comandos.

1) Options / Select Output Format / AVI Output

Ao escolhemos o formato de saída como AVI, poderemos escolher o CODEC a ser usado. No nosso caso, usaremos o CODEC Divx.

2) Options / Output format options

Com o comando Output format options temos acesso ao quadro da figura 42. Podemos então selecionar os CODECs para vídeo e áudio. No caso do CODEC de vídeo, selecionamos o Divx e usamos o botão Configure. No quadro de configurações do Divx (figura 43) podemos escolher o bit rate de saída. Com 780 kbits/s temos uma boa qualidade de imagem e um arquivo resultante com cerca de 700 MB para duas horas de filme.

Figura 42

Opções de formato de saída.

Figura 43

Configurações do Divx.

Também devemos selecionar o CODEC de áudio. O ideal é escolher o MP3, pois irá compactar bastante o som sem perda perceptível de qualidade.

3) Options / Advanced Options

O comando Advanced Options apresenta o quadro da figura 44. Podemos escolher as dimensões do arquivo de vídeo (o padrão nos DVDs é 720×480) e o frame rate (os DVDs usam 29,97 ou 23,976 FPS).

Figura 44

Opções de projeto.

Note que o FlaskMPEG apresenta na verdade duas janelas, sendo uma de configuração, mostrada nas figuras anteriores, e um painel de controle, mostrado na figura 45.

Figura 45 – Painel de controle do FlaskMPEG.

O Painel de controle no nosso exemplo mostra que o DVD opera com 29,97 FPS, mas o filme foi originalmente codificado em 23,976 FPS. Ao fazermos a conversão para AVI, podemos escolher a taxa de 23,976 FPS, resultando em uma redução de cerca de 20% no tamanho final do arquivo.

Ainda no quadro da figura 44, selecionamos a guia Audio, na qual devemos marcar a opção Decode audio. Clicando na guia Files podemos selecionar nome do arquivo de saída.

Terminadas as configurações usamos o comando Run / Start conversion. Agora é só esperar as várias horas de processamento. Processadores maie velozes fazem o trabalho em tempo menor. São cerca de 4 horas se o seu processador tiver clock na faixa de 2 GHz, ou cerca de 8 horas se for de 1 GHz, ou 16 horas se for de 500 MHz. Processadores superiores a 3 GHz fazem o trabalho entre uma e duas horas.

Como já citamos, será possível continuar usando o PC para outras tarefas enquanto o FlaskMpeg faz o seu trabalho em segundo plano. Se o seu micro não é tão veloz, então é melhor deixar que a conversão seja feita durante a noite, e no dia seguinte o filme estará pronto.

DVDs protegidos

Nem todos os DVDs podem ser copiados com o FlaskMpeg. Existem vários mecanismos de proteção e codificação que bloqueiam a cópia e mesmo o acesso por programas como o FlaskMpeg. Existem entretanto programas similares ao FlaskMpeg, porém com recursos para “escapar” da proteção usada pela maioria dos DVDs. Podemos citar como exemplo o DVDX.

Outra opção para escapar dos mecanismos de proteção é usar um programa para copiar o conteúdo do DVD para o disco rígido, removendo as proteções existentes. Podemos citar o DVD Decrypter e o DVDFab Decryter (www.dvdidle.com), que inclusive é gratuito. A cópia armazenada no disco rígido por esses programas não tem proteção, e podemos convertê-la para AVI facilmente com o FlaskMpeg.

Melhorando a qualidade

A taxa de 780 kbps para o DIVX resulta em uma qualidade que lembra as fitas de vídeocassete. Se quisermos uma qualidade equivalente à de um DVD, devemos usar uma taxa maior, em torno de 1500 kbps. O problema é que um filme convertido para AVI com DIVX usando essa taxa resulta em um arquivo de cerca de 1,3 GB. Se quisermos gravar esse filme em CD-R, temos que usar duas mídias. Para isso indicamos ao FlaskMpeg quais trechos do filme, em segundos, devem ser processador em cada etapa. Cada etapa resultará em um arquivo AVI, gravamos então cada arquivo em um CD-R.

Já se você possui um gravador de DVD, poderá gravar 3 filmes de duas horas cada em uma mídia de DVD-R. Isso é uma grande vantagem para quem tem um DVD Player na sala, compatível com DIVX. Três filmes em um único DVD.

Se você não tem gravador de DVDs, então tem duas opções para gravar filmes:

1) Usar taxa de conversão de 780 kbps (qualidade equivalente a VCR) e gravar um filme de duas horas em um único CD-R.

2) Usar taxa de conversão de 1500 kbps (qualidade equivalente a DVD) e gravar um filme de duas horas em dois CD-Rs.

Figura 46 – Usando o painel de controle para dividir o trabalho em várias partes.