2001-12) BIOS, CMOS Setup e baterias

Volta ao índice de Dúvidas

1) Problema com BIOS
2) Atualização de BIOS
3) Bateria descarregada
4) Troca de BIOS
5) BIOS e atualização do processador
6) Bateria misteriosa
7) Troca de BIOS entre placas diferentes
8) Bateria falhando
9) CMOS no RTC
10) Atualização de BIOS x desempenho
11) CMOS Setup
12) Bateria fraca
13) Problemas no CMOS
14) Relógio atrasando
15) Upgrade de BIOS
16) Senha no Setup
 

1) Problemas com BIOS
Quando ligo meu PC, ele apita três vezes e não inicia. Aparecem aquelas mensagens comuns: como a marca da bios (AMI), marca do HD etc...e logo abaixo a mensagem CMOS SETUP batery Low ou então CMOS cheksum bad e após uma dessas duas mensagens aparece: Press F1 for Setup. Então eu aperto a tecla F1 e ele entra no setup. Lá eu encontro todas as informações sobre o meu PC totalmente modificadas(como se fosse uma bios nova dando o primeiro boot),a data é  alterada para 3/06/99, hora desconfigurada, os parâmetros do hd, cd e disquete desconfigurados, etc. O meu PC foi comprado apenas à um ano e quatro meses. Configuração:K6-2 350Mhz, placa mãe PC-100 com vídeo e som On-board,32mb Dimm,HD sansung 4.3Gb, modem 56k PC-TEL,cd 44x.

Resposta:
A mensagem “CMOS Setup Battery Low” ou “CMOS Checksum Error” indicam que os dados do CMOS estão corrompidos devido a problemas de tensão baixa na bateria. É preciso substituir a bateria da placa de CPU. Trata-se de uma bateria de lítio, em formato de moeda. Vários fabricantes a produzem com o nome de “CR2032”, e pode ser encontrada com facilidade em lojas de produtos de informática e até em lojas que trocam baterias de relógios. Quando a bateria esta fraca, os dados do CMOS ficam realmente corrompidos, e o BIOS preenche esses dados com uma configuração automática. Em alguns casos o relógio ainda continua funcionando, apesar de apresentar problemas de atraso ou adiantamento. Em outros casos, até o relógio é afetado, passando a registrar data e hora erradas. Não é preciso tomar atitudes drásticas como reinstalar o Windows ou formatar o disco rígido. Basta trocar a bateria da placa de CPU e tudo voltará a funcionar.

Volta ao topo da página

2) Atualização de BIOS
Tenho um Bios Award 586 Pnp de 1995 e recentemente comprei uma placa da Asus P5AB e estou querendo fazer uma experiência de gravação no Bios que tenho de reserva usando minha placa atual. Gostaria de saber se é possível executar um boot com o Bios antigo e fazer essa gravação sem causar danos a minha placa-mãe atual e saber quais são os riscos e restrições dessa operação.

Resposta:
A atualização de BIOS é sempre uma operação arriscada. É mais arriscada ainda quando envolve o uso de uma segunda memória, como é o seu caso. Cada BIOS deve ser “casado” com a sua placa de CPU. Não só a memória Flash ROM deve ser do mesmo tipo (algumas são programadas com +5 volts, outras com +12 volts, portanto ao fazer uma troca, você pode ligar +12 onde deveria ter +5 e queimar o chip). Além disso o arquivo imagem do BIOS deve ser obtido diretamente no site do fabricante da placa de CPU, caso contrário não funcionará. O BIOS da placa P5AB só serve para a P5AB, e assim por diante. O boot com o BIOS antigo só poderá ser executado se ele utilizar o mesmo chipset da P5AB. Isto garante o funcionamento da placa de CPU no modo MS-DOS e da interface de disquetes, o que é suficiente para a leitura do arquivo imagem do BIOS e do programa de gravação. Muitos técnicos realizam o boot com o BIOS normal, depois retiram o BIOS com o computador ligado (o que é muito arriscado), colocam a outra memória e fazem a gravação. Normalmente funciona, mas este procedimento só deve ser adotado em último caso. Não faça experiências com gravações de BIOS se não tiver necessidade, você poderá perder a sua placa de CPU.

Volta ao topo da página

3) Bateria descarregada
Possuo um micro Blaster Pentium II. MMX de 300Mhz, 32 Mb de memória principal, HD de 4.1 giga, CD-Rom de 32X. Ultimamente, depois de ligá-lo, após a detecção do "Secondary Slave- CDR8320b", aparece a mensagem :"Cmos Checksum Error- Defaults Loaded. Press F1 to continue, Del to enter setup.". Já reinstalei o Windows mas o problema continua.

Resposta:
Neste tipo de problema, não adianta reinstalar o Windows. Trata-se de um problema de hardware, aliás bastante típico. Também é de solução bastante fácil, e mesmo um técnico inexperiente poderia resolvê-lo. Ocorre porque a bateria da placa de CPU está descarregada. A maioria das placas de CPU atuais usa uma bateria de lítio, em forma de moeda. Ela dura de 2 a 5 anos, dependendo da placa de CPU. Esta bateria é encontrada facilmente em lojas de hardware, mas também pode ser encontrada em lojas que vendem baterias para relógios. Trata-se de uma bateria CR2032 ou similar. Existem modelos da Panasonic e Maxwell, bastante comuns no Brasil. A tensão é de 3 volts. Você pode abrir seu computador (desligue-o da tomada) e procurar esta bateria na placa de CPU, ela parece uma moeda. Leve-a na loja para comprar uma igual. Instale a bateria e ligue o computador. Novamente aparecerá a mensagem “CMOS Checksum error – defaults loades”, mas depois disso não ocorrerá mais, pois a bateria irá manter os dados do CMOS.

Volta ao topo da página

4) Troca de BIOS
Caro Laércio, através de seus grandes conhecimentos em uma das áreas que é informática, gostaria de saber se você poderia me dar uma ajuda : Tenho um Pentium 233 com BIOS do ano de 1997. Gostaria de saber se posso colocar uma BIOS de outro computador no Pentium 233. Essa BIOS é mais recente, da mesma marca e que apresenta as mesmas opções de configuração (essa BIOS era de um K6-II-350). Estou querendo trocar porque irei instalar um HD de 20GB.

Resposta:
Realmente será preciso instalar um novo BIOS, pois as versões de 1997 e anteriores não reconhecem discos com mais de 8 GB. Entretanto a troca não se faz desta forma. O BIOS de uma outra placa de CPU não necessariamente funcionará. Os chipsets das placas não são iguais, e nem os chips conhecidos como Super I/O, portanto a chance de que o outro BIOS funcione é bem pequena. O procedimento correto é descobrir a marca e o modelo da sua placa de CPU (para isso use o programa CTBIOS, encontrado em www.wimsbios.com), fazer o download da nova versão de BIOS para a sua placa a partir do site do fabricante e gravar esta nova versão (esta operação se chama atualização de BIOS). Lembro que a atualização de BIOS é uma operação que pode em alguns casos não funcionar e resultar em perda da placa de CPU. Uma opção mais segura, que não requer atualização de BIOS, é usar um software como o Disk Manager, encontrado no site do fabricante do seu disco rígido. Esses softwares atualizam as funções de acesso ao disco rígido sem alterar o BIOS. As atualizações ficam armazenadas na trilha zero do disco rígido.

Volta ao topo da página

5) Bios e atualização do processador
Possuo um PC Pentium III 500 Mhz baseado em uma placa mãe Asus P3B-F. recentemente, atualizei a BIOS da revisão 1004 para a 105 e logo em seguida, para a revisão 1006. Gostaria de saber se com essa atualização poderei atualizar meu computador até um Pentium III 800 Mhz (antigamente, o máximo era um Pentium III 600 Mhz) e usar o FSB em 133 Mhz, como está apresentado no site da Asus.

Resposta:
Você poderá utilizar qualquer versão do Pentium III, desde que seja com barramento externo de 100 MHz. O mais veloz é o de 850 MHz. Use ainda um modelo que tenha encapsulamento de cartucho (SECC2), próprio para o Slot 1, existente na sua placa de CPU. Se você comprar um Pentium III FC-PGA, incompatível com a sua placa, terá que liga-lo através de um adaptador de Socket 370 para Slot 1. O uso do barramento de 133 MHz não é permitido na sua placa de CPU. Ela usa o chipset i440BX, que suporta clock máximo de 100 MHz. Atualizações de BIOS não podem fazer com que ele funcione a 133 MHz. Para este modelo, o uso de 133 MHz seria overclock. Uma técnica que nem sempre funciona, além de ser perigosa para o computador. É uma espécie de “envenenamento”, aumentando a velocidade de funcionamento do processador e do chipset acima de suas especificações.

Volta ao topo da página

6) Bateria Misteriosa
Tenho um PC que ao ser ligado apresenta a seguinte mensagem: "CMOS cheksun error defaults loaded CMOS baterry failed" Verifiquei no manual da placa e não encontrei nenhuma informação sobre a bateria, ela não aparece nem no diagrama da mesma. Fiz uma verificação visual na própria placa e não encontrei nada que se pareça com uma bateria, seja as cilíndricas ou as de formato de moeda. Encontrei um chip onde está escrito DALLAS REAL TIME. A bateria poderia estar aí dentro? Após pesquisar na internet, consegui descobrir que a placa é uma Pcchips M530, porém não encontrei nenhuma informação sobre ela no site do fabricante. Consegui uma outra cópia do manual em alemão que não esclarece a questão da bateria. Onde ela está e como trocá-la?

Resposta:
Este chip produzido pela Dallas é um CMOS (armazena os dados do CMOS Seutp) com relógio permanente e bateria embutida. Por isso você não encontrou bateria, ela fica integrada no próprio chip. Normalmente esta bateria dura dez anos, portanto a sua placa de CPU não deveria apresentar este problema. Este chip não é encontrado à venda no comércio para substituição, portanto não é possível resolver o problema por troca. Acho difícil que a carga da bateria tenha acabado em tão pouco tempo, este PC deve ter menos de 2 anos. É provável que tenha sido desligado algum jumper relacionado com a bateria interna, verifique no manual da placa de CPU. Alguns chips com NVRAM, como é o caso do seu, podem ser ligados a uma bateria externa, em caso de falha na bateria interna. É uma operação trabalhosa que pode ser feita por um técnico cuidadoso e paciente. Se for o caso, será preciso obter o manual do chip, em www.dalsemi.com. Evitem comprar placas de CPU com chips NVRAM, como os da Dallas, Xicor e Catalyst. Elas não usam bateria, e em caso de defeito, não permitem a substituição.

Volta ao topo da página

7) Troca de BIOS entre placas diferentes
Gostaria de saber se poderia aproveitar uma BIOS Award Software 1995 - PCI/PNP 586 no lugar da BIOS AMIBIOS 1993 - American Mega Trends – 486 PCI ISA. O processador que uso é um AMD 5x86-P75 133 Mhz. E gostaria de saber também as vantagens e desvantagens entre um AMD Athlon e Duron.

Resposta:
Não podemos retirar o BIOS de uma placa de CPU e instalar em outra, por várias razões. A primeira é o chipset. Se não forem idênticos, o outro BIOS não funcionará. O outro problema é o tipo de ROM utilizada. Existem versões com capacidades diferentes, incompatíveis entre si. BIOS não se troca. Processadores Athlon e Duron têm arquiteturas similares, mas com algumas diferenças. O Duron possui apenas 64 kB de cache L2, enquanto o Athlon tem 256 kB. O Duron é fabricado com clocks até um certo valor, e o Athlon é produzido com clocks mais elevados. Por exemplo, quando o Athlon mais veloz era o de 1200 MHz, o Duron era produzido em versões de até 850 MHz. O Athlon destina-se ao uso em computadores mais velozes (como o Pentium III e o Pentium 4), enquanto o Duron se destina a PCs mais baratos (como o Celeron). As placas de CPU para esses processadores são as mesmas. O usuário de um PC equipado com o Duron pode mais tarde instalar um Athlon de clock mais elevado.

Volta ao topo da página

8) Bateria falhando
Ao iniciar o computador aparece "CMOS checksun error - Defaults loaded", "CMOS battery failed" e "Press F1 to continue or Esc to run Setup". Se rodo o setup, não consigo acertar data e hora; se teclo F1, o Windows carrega a hora e data da última vez que corrigi pela tela de Configurações acrescida do tempo que utilizei o PC.

Resposta:
A mensagem “CMOS Checksum error – Defaults loaded” indica que o CMOS não está recebendo alimentação da bateria quando o computador é desligado. Provavelmente a bateria está gasta, será preciso trocá-la. A maioria das placas de CPU atuais usa baterias de lítio em forma de moeda, tensão de 3 volts, modelo CR2032. Essas baterias são encontradas com facilidade nas lojas de hardware para PCs e até em lojas que trocam baterias de relógios. Mesmo assim é preciso antes abrir o computador para verificar o tipo correto de bateria que ele usa. A maioria dos PCs antigos usa um outro tipo de bateria, em forma de cilindro. É uma bateria de níquel-cádmio que precisa também ser trocada, entretanto a troca é mais difícil, pois requer soldagem. Seja como for, qualquer técnico de manutenção de PCs terá condições de corrigir o problema.

Volta ao topo da página

9) CMOS no RTC
Estou com problema de falha na bateria do CMOS. Encontrei em seu site, na seção Dúvidas/CMOS (nº 3) CMOS Checksum Error, um caso igual (Intel i430VX). Abrindo a máquina, não localizei a bateria (moeda ou cilíndrica). Estaria no Real Time Clock? Em caso afirmativo, como substituí-la? O soquete é encaixado ou soldado? Está disponível no mercado?

Resposta:
Placas que possuem chip RTC com tecnologia NVRAM são muito ingratas. Este chip é um CMOS com relógio permanente e bateria embutida. A carga da bateria dura vários anos, mas quando termina, não permite substituição, já que esses chips não são vendidos no Brasil, e além disso são soldados na placa de CPU. Procure bem pela bateria em forma de moeda, pois este tipo de bateria é usado em mais de 90% das placas. É possível que esteja escondida sob algum cabo ou placa. O RTC NVRAM tem o aspecto mostrado na figura, e se for o caso, a única solução é checar no manual da sua placa de CPU se existe uma forma de conectar uma bateria externa para alimentar este chip quando a bateria interna termina. 


Chip RTC NVRAM

Volta ao topo da página

10) Atualização de BIOS x desempenho
Uma atualização do BIOS melhoraria o desempenho de micro Pentium MMX-233 ou o risco não compensa?

Resposta:
Lembro que as atualizações de BIOS não devem ser feitas de forma indiscriminada. Servem apenas para resolver problemas específicos de dispositivos que devem funcionar sem o Windows carregado (discos rígidos, placa de vídeo em modo texto – lembra-se do problemas das últimas linhas faltando, em modo DOS?), problemas no gerenciamento de energia. Faça atualizações apenas se o fabricante da placa de CPU indicar que ela é a solução para problemas específicos. Muitos fazem atualizações de BIOS como uma tentativa de resolver problemas que não têm relação alguma com o BIOS. Por exemplo, atualizar o BIOS porque a conexão com a Internet está caindo. As atualizações de BIOS não têm influência alguma no desempenho do computador. O risco de problemas na atualização sempre existe. Se ocorrer um travamento ou queda de energia elétrica no instante da atualização, a placa de CPU ficará com BIOS corrompido e não poderá mais funcionar. A recuperação de um BIOS corrompido é uma operação ainda mais perigosa. Para saber o que pode ser feito para melhorar o desempenho do seu processador, consulte meu artigo a respeito, em www.laercio.com.br.

Volta ao topo da página

11) CMOS Setup
Gostaria de saber a respeito do Setup do Computador

- Definição
- Em que tarefas ele é utilizado
- Opções do Advanced CMOS Setup
- Opções do menu principal
- Fabricantes do Setup

Resposta:
O Setup do computador (mais conhecido como CMOS Setup) é um programa de configuração que define diversas modalidades de funcionamento do BIOS e do hardware. Ele é o responsável por fazer um rápido check-up assim que o computador é ligado, depois inicia o carregamento do sistema operacional, e finalmente fica à disposição dos programas e do sistema operacional para executar funções de acesso ao hardware. Os principais fabricantes de Setup e de BIOS são a AWARD e a AMI. Você pode encontrar explicações detalhadas sobre os comandos do CMOS Setup na área de artigos de www.laercio.com.br.

Volta ao topo da página

12) Bateria fraca
Tenho um Pentium 3 - 850 MHz com barramento de 100 MHz, 128 MB de memória 30 GB de HD da Quantum, placa de vídeo AGP 4X de 32 MB e chipset nVIDIA Riva TNT2, placa de som Sound Blater Live! Value da Creative, placa de fax modem de 56 K padrão V.90 da US Robotics e um drive de CD-ROM de 56X da Cyber Drive, tudo isso com o sistema operacional Windows Me. Só que desde o primeiro dia venho enfrentando vários problemas. Quando eu resolvo um problema, "Me" aperece outro. O último que "Me" está fazendo perder a paciência é que quando eu ligo meu computador,  na sua inicialização após verificar os drives, o sistema para dando a seguinte mensagem de erro :

CMOS checksun error  -  Defaults loaded 

Quando eu aperto F1 o computador se reinicia, só que agora eu tenho que escolher o modo de inicialização (normal, boot, modo de segurança ...) aí eu escolho o normal. Agora recebo uma mensagem do Norton Antivírus numa tela azul com um retângulo vermelho no centro dizendo que o Auto-Protect está desabilitado (disabled), depois eu tenho que atualizar dia, mês, ano e o horário do Windows, e so depois de tudo isso, é que o sistema começa a funcionar. Detalhe, não consigo habilitar o Norton novamente. 

Resposta:
Seu computador está claramente com problemas na bateria que alimenta o CMOS. Isto é caracterizado pela mensagem “CMOS Checksum Error” e pela necessidade de acertar novamente o relógio. Compre uma bateria de lítio, tipo CR2032, com tensão de 3 volts. Depois de instalada, a mensagem de erro aparecerá mais uma vez, e você precisará acertar novamente o relógio. A partir daí não mais ocorrerá o problema quando o computador for ligado. Se o problema persistir, verifique no manual da sua placa de CPU se existe um jumper para habilitar o funcionamento da bateria. Normalmente os fabricantes deixam este jumper desabilitado para não ocorrer o descarregamento da bateria enquanto a placa não é instalada. Cabe ao integrador (ou seja, a pessoa que monta o computador) habilitar este jumper para que a bateria funcione corretamente.

Volta ao topo da página

13) Problemas no CMOS
Possuo computador com placa-mãe¨PC133 M756LMRT+ com processador 750. Recentemente instalei uma placa de vídeo Diamond Stealth III S540. Como não sei desabilitar a outra placa de video on borad Toda vez que inicializa aparece a mensagem "CMOS/GNPV checksum bad" e pede para teclar F1 para Setup ou F2 pra ler valores defalut. Teclo F1 e verifico no "AMIBIOS - CPU PnP SETUP que a CPU  Speed está como 300HZ, a CPU/DRAM Freq. é 66/66Mhz e a CPU Pmultipler Freg. é X3, aí corrijo para 100/100Mhz e X7.5 e a CPU Sfpeed passa para 750Hz aí o processo inicia normalmente, voltando a ocorrer o problema na nova inicialização.
Utilizo o Windows 2000.

Resposta:
As anomalias no CMOS Setup independem do sistema operacional, mas eu realmente prefiro que os leitores sempre passem o máximo de informações. A mensagem “CMOS Checksum Bad” ocorre quando existem problemas na bateria que mantém os dados do Setup, bem como a data e a hora. Não tem relação alguma com a presença de duas placas de vídeo. Você terá que trocar a bateria por uma nova. A maioria das placas de CPU utilizam uma bateria de lítio, de 3 volts, modelo CR2032. Pode ser encontrada com facilidade nas lojas de peças de reposição para computadores. Muitas placas de CPU permitem desabilitar totalmente o vídeo onboard, outras não. Nos casos em que o vídeo onboard não pode ser desabilitado, existe pelo menos no CMOS Setup um comando para indicar qual é o vídeo primário e qual é o secundário. Por exemplo, a M756 não tem slot AGP, mas seu vídeo onboard é ligado internamente ao processador através do barramento AGP interno. Existem dois slots PCI, e em um deles está instalada a sua placa de vídeo. No CMOS Setup você encontrará um comando para escolher se o vídeo primário é o PCI ou o AGP (ou seja, a placa ou o vídeo onboard).

Volta ao topo da página

14) Relógio atrasando
Tenho um computador Pentium 200 comprado em 98 'que de uns 3 meses para cá apresenta o problema de atraso no relogio em dias e horas. Perguntei a uma pessoa que conserta computadores e ele disse que era um problema de BIOS do computador e que não tem conserto. ou seja todo dia preciso ao ligar o PC atualizar o dia e horário. Realmente é assim ou posso conseguir arrumar este problema? O que é BIOS?

Resposta:
Note que o problema surgiu de 3 meses para cá. Antes disso o relógio do seu PC funcionava corretamente. O BIOS que ele tem hoje é o mesmo BIOS que tinha antes de começar o problema. Portanto não existe problemas com o seu BIOS. O problema está na bateria que alimenta o chip CMOS da sua placa de CPU. Quando esta bateria está com tensão baixa, o relógio normalmente reduz a velocidade e acaba atrasando. Trocar a bateria por uma nova resolverá o seu problema. A maioria das placas de CPU possui uma bateria de lítio, em forma de moeda, encontrada facilmente no comércio (CR2032 ou similar, com 3 volts). Você mesmo pode fazer a troca desta bateria, basta retirar a antiga, que é encaixada, e instalar a nova. Será preciso reconfigurar o CMOS Setup, que é apagado quando a bateria antiga é retirada. Placas de CPU mais antigas utilizavam um outro tipo de bateria, em forma de cilindro. Esta bateria é de níquel-cádmio, e é soldada na placa de CPU. Será preciso que a troca seja feita por um técnico. Este tipo de bateria é recarregável. O PC precisa ficar ligado durante algumas horas até que ele fique com plena carga. Em ambos os casos, o relógio do seu PC voltará a funcionar normalmente após a troca. Existe apenas um tipo de “bateria” que não pode ser trocada. É a NVRAM, que nada mais é que um chip CMOS ligado a uma bateria, ambos no mesmo encapsulamento. Este chip é soldado e precisaria ser trocado, mas não é encontrado no comércio. 


Bateria de níquel-cádmio, bateria de lítio e NVRAM

Volta ao topo da página

15) Upgrade de BIOS
Como devo me proceder para conseguir um Up-Grade de minha bios? Possuo um K6II - 450 asus, Vídeo on-board Obs: Gostaria que me guiasse passo -a- passo, pois sou leigo em algumas partes sobre o assunto bios... Dados:  Award Modular Bios V.4.51 PC / ID- String - 03/10/99 - sis-530 - P5S-VM -  Asus P5S - VM ACPI Bios Revision 1001 ETA 021.

Resposta:
Nos sentimos muito honrados quando vemos nosso jornal sendo lido em todo o Brasil, e não somente em São Paulo. Mas aproveito para lembrar que aí também em Goiânia, no jornal O Popular, tenho minha coluna semanal respondendo dúvidas dos leitores. Quanto ao upgrade de BIOS, não recomendo que seja realizado por usuários inexperientes. Uma coisa é explicar passo a passo uma operação não destrutiva, como transmitir um e-mail ou listar um arquivo. Outra coisa é explicar uma operação extremanente delicada que pode, em caso de erro, inutilizar a placa de CPU. Atualizar BIOS não é como atualizar um driver de software. Deve ser feito apenas para solucionar problemas cuja solução recomendada pelo fabricante da placa de CPU seja a atualização de BIOS. A versão 1004, por exemplo, resolve problemas na interface USB e na programação da voltagem do K6-2 ao operar com 2,5 volts. A versão 1005 dá suporte a discos com mais de 32 MB e resolve problemas de ligamento automático indevido (ou seja, o computador sai do estado de espera sem motivo). Sua versão é a 1001, portanto outros problemas podem existir nela e nas versões 1002 e 1003, não documentadas no site. Para fazer a atualização é preciso entrar em www.asus.com, selecionar Products / Motherboards / Socket 7 / P5S-VM  e BIOS. Faça o download do arquivo P9VM1005.ZIP, que contém o BIOS a ser gravado. Para fazer a gravação, use o programa AFLASH.EXE, encontrado no CD-ROM que acompanha a sua placa de CPU. Este programa também pode ser obtido no site da Asus. Clique em Products / Motherboards / BIOS para obtê-lo. Nesta página existem explicações passo a passo sobre como usar o programa.


O programa AFLASH

Volta ao topo da página

16) Senha no Setup
Para evitar utilização de pessoas estranhas na máquina (Pentium III 1000), foi colocada uma senha para acessar BIOS. Quando ligamos e acionamos DEL aparece uma tela pedindo a senha, senha esta que não recordamos. Como fazer para acessarmos BIOS e colocarmos a nova senha?

Resposta:
Senha é coisa muito séria. Quando criamos, achamos que não vamos esquecê-la, mas muitas vezes acabamos esquecendo. Por isso é indispensável anotar a senha em um local seguro. Quando esquecemos a senha precisamos desconectar a bateria que alimenta o CMOS. Os dados do CMOS serão apagados e todo o Setup será desfeito, inclusive a senha. Ao ligarmos o computador será apresentada a mensagem “CMOS Checksum error – defaults loaded”. O setup será então refeito automaticamente com valores default, mas será preciso detectar o disco rígido e corrigir a data e a hora. A maioria das placas de CPU atuais possui um jumper para a descarga do CMOS, sem que seja preciso retirar a bateria fisicamente. Consulte o manual da sua placa de CPU para identificar este jumper. Mesmo quando a placa não possui este jumper, podemos retirar a bateria, caso ela tenha formato de moeda. É preciso retirá-la (é claro, tudo com o computador desligado), esperar alguns minutos e colocá-la novamente. Se a bateria for soldada, do tipo níquel-cádmio, em forma de moeda (este tipo atualmente é mais raro), a descarga é feita encostando um objeto metálico nos dois terminais da bateria. Use por exemplo um pedaço de fio. Este curto deve durar alguns segundos, e depois disso o computador já pode ser ligado.

Volta ao topo da página

       

Copyright (C) Laércio Vasconcelos Computação
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem o consentimento do autor. Apenas
usuários individuais estão autorizados a fazer download ou listar as páginas e figuras para
estudo e uso próprio e individual, sem fins comerciais.