Home » Artigos arquivados » 2003 – WinTOP: Um programa para monitorar processos em execução

2003 – WinTOP: Um programa para monitorar processos em execução

Autor: Laércio Vasconcelos
Abril/2003

O usuário preocupado em resolver problemas no Windows, como travamentos e baixo desempenho, freqüentemente precisa saber quais são os programas que estão em execução. Um desses programas pode ser o causador do problema. O programa WINTOP, da própria Microsoft, ajuda na solução desses problemas.

O usuário preocupado em resolver problemas no Windows, como travamentos e baixo desempenho, freqüentemente precisa saber quais são os programas que estão em execução. Um desses programas pode ser o causador do problema. A barra de tarefas do Windows mostra os aplicativos em execução, mas não mostra todos. Programas internos, usados pelo sistema operacional e não diretamente pelo usuário, não são mostrados na barra de tarefas.

Para quem usa o Windows 2000 ou o Windows XP, isto não é problema. Basta pressionar Control-Alt-Del e clicar em Gerenciador de Tarefas. Será mostrado o quadro da figura 1, no qual podemos obter várias informações. A guia Aplicativos mostra uma cópia da barra de tarefas.

03007_01
Figura 1 – Aplicativos em execução

Selecionando a guia Processos, obtemos uma lista com todos os processos em execução naquele instante. Um único aplicativo pode estar desmembrado em vários processos. Aqui também são mostrados os processos internos do sistema operacional que não aparecem na barra de tarefas. Várias informações importantes são apresentadas, como o nome do usuário que disparou o processo, a porcentagem de tempo que o processador dedica a cada processo, e a quantidade de memória consumida. Essas informações podem ser muito úteis para quem precisa diagnosticar problemas de lentidão e falta de memória, e até de travamentos.

03007_02
Figura 2 – Lista de processos e o uso do processador e da memória.

O processo chamado IDLE ou Tempo ocioso do sistema representa o tempo que sobra para o processador. Quando deixamos um computador parado, sem executar comando algum, este processo tende a ocupar 99% do tempo total do processador. Significa que praticamente todo o seu tempo está livre para ser utilizado pelos demais processos, assim que for necessário.

Selecionando a guia Desempenho vemos um gráfico de uso do processador e da memória virtual ao longo do tempo. Podemos assim identificar situações em que o processador está sobrecarregado, e situações em que a memória está em falta. Observe que entre as diversas informações da figura 3, encontramos “Memória física – Disponível”. Neste exemplo estamos com cerca de 215 MB livres. Quando este valor é muito reduzido, significa que devemos fazer uma expansão de memória, ou então usar de forma mais moderada, o hábito de abrir muitos programas ao mesmo tempo. Na lista da figura 2 vemos a quantidade de memória usada por cada processo, o que pode ajudar bastante nesta tarefa.

03007_03
Figura 3 – Gráfico de uso do processador, memória virtual e quantidade de RAM disponível

O Windows 98, o Windows 98 e o Windows ME não possuem um gerenciador de tarefas igual ao do Windows 2000/XP, mas possuem programas semelhantes. Um deles é o Monitor do sistema, encontrado no menu de ferramentas do sistema juntamente com o Scandisk e o Desfragmentador de disco. Se não estiver presente, faça a sua instalação através do Painel de Controle. O monitor do sistema pode fazer gráficos de uso do processador, uso da memória e diversos outros eventos, como a taxa de transmissão e recepção de dados em uma conexão Dial-Up.

03007_04
Figura 4 – Monitor do sistema (Windows 9x/ME)

O monitor do sistema não dá informações detalhadas sobre os processos em execução. Para isso devemos usar um programa mais versátil, o WINTOP. Ele não faz parte do CD de instalação do Windows, mas pode ser encontrado no site da Microsoft. Ele faz parte do pacote Kernel Toys. Acesse o link:

http://www.microsoft.com/windows/downloads/default.asp

Selecione Windows 95 e na extensa lista de downloadas apresentada, você encontrará o Kernel Toys. Faça o download, execute-o em um diretório vazio e entre os programas descompactados, lá estará o WINTOP.

Se você não conseguir o Kernel Toys no site da Microsoft, use a cópia que está na área de programas de www.laercio.com.br.

03007_05
Figura 5 – Lista de processos mostrada pelo WINTOP

O WINTOP mostrará uma lista de processos ativos, similar à do Gerenciador de tarefas do Windows 2000/XP. Notamos no exemplo da figura 5 que a maior parte do tempo do processador está ocupada pelo processo IDLE, ou seja, o computador está desocupado. Usando o comando View/Always on Top, a janela do WINTOP ficará sempre visível, e assim poderemos acompanhar a porcentagem de uso do processador para cada um dos processos.

03007_06
Figura 6 – Propriedades de um processo – Uso da memória

Selecionando um processo e usando o comando Process/Properties, é apresentado um quadro como o da figura 6. Nele podemos checar a quantidade de memória em uso por cada processo. Selecionando a guia Priority vemos a prioridade de uso do processador.

03007_07
Figura 7 – Propriedades de um processo – Prioridade

As prioridades são as seguintes:

Idle: Executado com última prioridade, apenas quando nenhum outro processo requerer o uso do processador.
Normal: Usado pela maioria dos processos, em um sistema de “rodízio”.
High Priority: Para processos que não podem pausar. Eles “furam a fila” entre os demais processos
Real Time: Para processos executados em tempo real.