Home » Artigos arquivados » 2003 – Placas de CPU e processadores (Perguntas e Respostas)

2003 – Placas de CPU e processadores (Perguntas e Respostas)

1) Indicações de placas
1 – A placa SOYO – SY-KT400 Dragon Ultra(Platinium Edition) é uma boa placa-mãe?
2 – Até qual processador (Athlon XP) ela suporta?
3 – Existe alguma placa compatível ou melhor?
PLACA DE VÍDEO
1 – Qual(is) a(s) melhor(3es) placa(s) de vídeo, com aceleração 3D e captura e saída de vídeo existentes hj no mercado?
2 – Se possível, qual o valor dessas placas, ou existe algum link onde eu possa saber?
Resposta:
Sim, esta é considerada uma placa de primeira linha e é bastante avançada. Suporta até processadores Athlon XP 3000+ e memórias DDR400. É baseada no chipset VIA KT400. Outros fabricantes de primeira linha também produzem placas de CPU equipadas com este chipset. Você poderá encontrar modelos equivalentes da MSI, Asus, Soyo, etc. Atualmente as placas de CPU de alto desempenho são também acompanhadas de chips Promise que contém duas interfaces IDE capazes de operar em modos RAID. São interfaces IDE terciária e quaternária, e podem operar tanto no modo ATA (no caso desta placa, a velocidade máxima é ATA-133, a 133 MB/s), chegando ao máximo de 8 dispositivos IDE (dois em cada interface), ou em modos RAID. As melhores placas de vídeo, em termos de qualidade, são as da ATI, Asus, Hercules e MSI. O problema é que quanto melhores são, maior é o preço. As placas podem ser conhecidas nos sites dos fabricantes. Você encontrar ainda na área de links de www.laercio.com.br, uma série de sites com informações técnicas sobre hardware, incluindo muitos dedicados a placas 3D. Quanto aos preços, você poderá encontrar boas placas equipadas com chips Nvidia Geforce4, na faixa de 400 reais, e alguns modelos mais baratos com chips Geforce 2 ou Geforce3. As placas mais avançadas, com chips mais rápidos, mais memória e funções de digitalização de vídeo chegam à faixa de 1500 reais.

2) Unidade de ponto flutuante
O que faz a unidade de ponto flutuante qual sua importância?
Resposta:
A unidade de ponto flutuante (FPU – Float Point Unit) é uma parte do processador encarregada de realizar operações matemáticas complexas. Opera com números reais ou inteiros de alta precisão, executa funções algébricas e trigonométricas, como seno, cosseno, logarigmos, raízes quadradas, exponenciais, logarítmicas e hiperbólicas. No passado apenas programas científicos e de engenharia necessitavam dessas funções. Os PCs que fossem usados nessas aplicações deveriam ter instalado um chip chamado processador aritmético, que era opcional e extremamente caro. Por exemplo, o processador 80386DX tinha como processador aritmético, o 80387DX. A partir do 80486, a unidade de ponto flutuante passou a ser embutida no próprio processador. Hoje todos os processadores tem esta característica. Os programas que usam a unidade de ponto flutuante não são mais apenas os voltados para engenharia e ciências em geral. Todos os programas que operam com som, vídeo, imagens tridimensioanais e processamento gráfico em geral fazem uso intensivo da unidade de ponto flutuante existente no processador.

3) Problemas com o Cyrix M-II
Tenho um Cyrix M II de 233 Mhz, já fiz de tudo e cheguei ao ponto de formatar meu HD (28 Ghz) e instalei o Windows 98(antigamente era o ME), mas o meu Pc continua dando erro de operação ilegal no explorer e falha no windows do tipo fatal. O que eu faço agora?
Resposta:
Este processador é o Cyrix M-II/300, que pode operar com 233 ou 225 MHz. Verifique se o processador está realmente operando com 233 MHz, ou seja, 66 MHz externos e multiplicador 3,5x. O Cyrix M-II/300 também pode operar com 225 MHz, usando o clock externo de 75 MHz e multiplicador 3x. Entretanto a maioria das placas de CPU que suportam o Cyrix M-II não funcionam de forma confiável com barramento de 75 MHz, e suas memórias nem sempre suportam esta velocidade. Esta tem sido a razão de problemas de mau funcionamento com processadores Cyrix, ou seja, o fato de usarem barramento de 75 ou 83 MHz em placas cujos chipsets foram feitos para operar a 66 MHz. Não posso garantir com certeza se este é o problema que está ocorrendo com seu computador, mas esta é a causa mais provável. Além disso pode estar ocorrendo outros problemas que tipicamente resultam em travamentos, como defeito na memória, placas danificadas por eletricidade estática, defeito na fonte, mau contato, etc. Recomendo que seu computador seja revisado por um bom técnico.

4) Comprar ou montar um PC?
Gostaria de saber se e melhor comprar um computador completo já montado De uma empresa como a Dell, ou comprar parte por parte com os produtos de Sua escolha,e montar pessoalmente… Sera que na segunda opcao tera bastante chance de ocorrer conflitos entre Os hardwares… Qual seria a melhor opcao em questao de economia.. Agredeco a atencao…
Resposta:
Se for para comprar um PC com “tudo onboard”, é melhor comprar um já pronto, e preferencialmente de marca de renome, pois os PCs muito baratos e sem nome estão cada vez piores. Se a intenção é ter um bom PC, com espaço para expansões, peças de boa qualidade, sem som, vídeo, modem e rede onboard, então a opção do micro montado será mais econômica que comprar um PC de boa marca com todas essas placas. As incompatibilidades de hardware podem ocorrer com qualquer um que monta um computador, apesar de serem bastante raras. Para evitar este problema, sugiro que as peças sejam compradas em conjunto, em um fornecedor que venda tanto as peças avulsas quanto o micro já montado com essas peças. Assim ele poderá assegurar melhor a compatibilidade das peças que oferece.

5) Suporte a processador Athlon XP
Estou montando meu micro e já possua os seguintes hardwares…
– Motherboard Fastfame 6VHF
– Placa de vídeo Geforce 2 com 64 mb
– HD 20 GB 5.400 rpm
– Placa fax modem lucent 56 kbps
– Gabinete 350W 4 baias
– Teclado
– Monitor LG
– 256 MB memória DDR

A pergunta é… No manual da placa diz…
Padrão ATX Processadores Suportados Processador Duron(600 a 850 Mhz, Athlon Thunderbird e Palomino (700 a 1.4 Ghz)

Porém, alguns conhecidos me disseram que já utilizaram nessa placa até Athlon 1900. Eu pretendo ser mais humilde… Posso colocar um processador Atlhon XP 1600 ou 1800??? Qual seria a diferença ( em percentual de performance ) entre o Atlhon XP 1600 e 1800? Pretendo instalar o Win XP Profissional. Por favor… estou aguardando uma posição sobre a indicação do processador para finalizar a montagem.. HELP
Resposta:
Palomino era o nome provisório do Athlon XP. Naquele tempo (início de 2001), sua velocidade era medida em MHz. Hoje o Athlon XP não tem a velocidade indicada em MHz, e sim por um índice comparativo com o Pentium 4. Por exemplo, o modelo de 1,4 GHz é o Athlon XP 1600+, o de 1,533 GHz é o Athlon XP 1800+. Portanto pelo manual da sua placa, é garantido pelo menos o Athlon XP 1600+. Normalmente são suportados processadores mais velozes que os anunciados na placa, desde que operem com o mesmo clock externo, como é o caso de todos os processadores que você citou. No site do fabricante (www.fastfame.com.tw) está indicado que a placa opera com processadores Athlon XP de 1,4 GHz e superiores. Não esqueça de obter os drivers mais novos para Windows XP, de todos os seus dispositivos de hardware, inclusive a placa de CPU.

6) Novo computador
Tenho hoje um PIII 933Mhz / 133Mhz, com HD de 40 porém com apenas 5.400 RPM ATA/100, memória DIMM 253 PC-133, placa mãe SOYO SY-7VBA 133 com apenas som on-board mas desabilitado na própria BIOS, CD-ROM Sony 52, DVD-ROM Sony 16x40x, placa de som Creative Live+MP3, placa de rede Realtek, modem USRobotics 56 V.90 Data/Fax/Voice PnP, vídeo de 32MB ASUS GeForce2 MX200 MAGIC – AGP, boa ventilação na CPU e Monitor 17’Philips + caixas de som com sub-woofer de 1.200 PMPO (5 caixas). Quero migrar para um P4 1.6 com Rambus e motherboard Intel ou Athlon XP 1900 motherboard Soyo, mas andei lendo algumas reportagem onde contas a inferioridade do P4 comparado ao Athlon XP sendo que só agora a Intel com o novo processador de 2.2 conseguiu ser um pouco superior a AMD.

1 .ME DIGA A VERDADE, qual das duas máquinas é superior e mais recomendada adquirir? Há realmente grande inferioridade da Intel? Em que ponto um é melhor que o outro? Se puder descreva com mais detalhes. Vale a pena sair de meu PIII?

2 .O PIII 933/133 é superior ao P4 1.5 com memória DIMM ?
Resposta:
Não é verdade que o Pentium 4 seja inferior ao Athlon XP. Ambos os processadores são de mesma classe, apresentando desempenhos bastante parecidos. O que ocorre na verdade é que o Athlon XP de 2,2 GHz é mais veloz que o Pentium 4 de 2,2 GHz. Por isto o Athlon XP de 2,2 GHz é indicado como 2800+, apresentando desempenho similar ao de um Pentium 4 de 2,8 GHz. Para todos os efeitos, o Athlon XP 2000+ equivale ao Pentium 4 de 2 GHz, o Athlon XP 2200+ equivale ao Pentium 4 de 2,2 GHz, e assim por diante. Não recomendo entretanto que você use memórias DIMM/168 (SDRAM PC133), pois sua taxa de transferência é bem inferior à necessária para ambos os processadores. Escolha uma placa de CPU com Athlon XP e memórias DDR, ou uma placa de CPU para Pentium 4 com memórias DDR. Se quiser pagar um pouco mais para ter um desempenho melhor, use para o Pentium 4, memórias RDRAM. O Pentium 4 de 1,5 GHz será mais rápido que o Pentium III/933, mesmo utilizando memória SDRAM. Como já vi que você gosta de um micro bem configurado, escolha uma placa de CPU de boa marca, como Intel, MSI, Soyo, Supermicro, Asus ou FIC.

7) Configuração para Athlon
Gostaria de uma sugestao sua quanto ao upgrade que pretendo realizar em meu computador. pretendo passar para um atlon de 2.0 giga e estou em duvida quanto a melhor (ou mais indicada) placa mae entre as abaixo:

1 – SOYO K7V-DRAGON Plus
2 – Placa Mãe ASUS A7S333
3 – MSI KT3 Ultra-ARU
esta e a configuracao do meu computador atual

Processador atlon 1.0 giga
Placa mae asus A7S-VM
Gravador de Cd LG 8 x 4 x 32
DVD LG 16 x
Placa de Som Creative Live 5.0
Hd 20 giga
Placa de rede 10 / 100, Drive de Disquete
Fax modem US Robotics
Gabinete ATX de 4 baias
Mouse, Caixa de som, Teclado, Monitor, Impressora etc.
Placa de video vodoo 3dfx 16 mb (será substiuída pela placa abaixo)
Placa de Vídeo Geforce II AGP (MX 400 64 MB) comprei para instalar após o up-grade. qual seria a placa mae mais indicada?
Resposta:
Quanto à placa de CPU, sugiro como primeira opção a MSI, como segunda a Soyo, e como terceira a Asus. Será preciso usar memórias DDR333, adequadas às placas que você citou. Você poderá manter as demais peças do computador, exceto as atuais memórias, processador e placa mãe. A placa Voodoo 3DFX funcionará, mas já está ultrapassada para os padrões atuais. Lembre-se que a 3DFX não existe mais, portanto não existem mais novos modelos de placas e chips Voodoo somente os antigos que ainda sobraram no comércio. Eu tenho um modelo desta placa MSI, porém um pouco mais antigo, uma KT2 Ultra, e a considerei bastante avançada, de alto desempenho e confiabilidade. Depois que tiver feito o upgrade de placa mãe e de placa de vídeo, recomendo que pense na instalação de um novo disco rígido, com maior capacidade. Você ficará com uma super máquina.

8) Indicação de processador
Pretendo comprar uma maquina com a seguinte configuração: Memória 256DDR, HD 60Gb 7200rpm Maxtor, Gravador de Cd/Leitor de Dvd Combo Lg 40x/12x, Placa de Vídeo Geforce 4 Ti4200 DDR TV. Como pôde perceber, tenho dúvidas entre qual processador e placa mãe escolher:
– Verifiquei nas lojas de Goiânia o preço do Pentium 4 1.8 Mhz, com placa mãe Pentium e achei muito salgado.
– O que você me diria quanto ao Athlon XP +2000 e qual seria a melhor placa mãe para ele. Já tive noticias de que ele esquenta muito, então o que poderia fazer para resolver isto?
– A performance dos dois processadores se equivalem em quais modelos?
Resposta:
O Athlon XP 2000+ compete em desempenho com o Pentium 4 de 2 GHz, e seu preço é menor. É verdade que esquenta muito, por isso é preciso usar um bom cooler e um gabinete espaçoso para facilitar a circulação de ar. Aliás, também pelo fato de usar um gravador de CDs e uma placa 3D de alto desempenho, a refrigeração do gabinete será crítica. É preciso usar um gabinete grande e instalar um cooler frontal, fazendo o ar frio entrar no gabinete pela parte frontal. O ar quente sairá pela parte traseira do gabinete. Compre uma placa mãe de boas marcas, como MSI, Soyo, Asus, Intel ou FIC, com suporte ao processador que você vai utilizar e também suporte a memórias DDR266. Já existem modelos mais novos com suporte a memórias DDR333, mas são mais caros. Tenho em meu laboratório vários processadores Athlon, Athlon XP e Pentium 4. Ao comparar, por exemplo, o Pentium 4/1.6 GHz com o Athlon XP 1600+, os desempenhos obtidos são bem parecidos.

9) Placas de CPU alternativas
Parabéns pela sua coluna. Gostaria de saber se as motherdoards da Epox e Ecs são boas alternativas para quem esta procurando produtos com qualidade? Os Chipsets da Nvidia podem ser comparados aos da intel em relação ao desempenho e qualidade?
Resposta:
Placas Epox têm boa reputação, porém são mais raras no Brasil. Placas ECS são fáceis de encontrar no Brasil, porém são quase tão ruins quanto as da PC Chips. Placas ECS são na verdade placas PC Chips produzidas com (segundo a própria PC Chips), componentes de melhor qualidade. Ainda assim não chega a ser considerada uma marca de média qualidade. Você pode consultar o site www.sysopt.com e clicar em User Reviews. Lá você encontrará opiniões de milhares de usuários sobre suas placas e demais produtos de hardware. Assim podemos facilmente consultar o sentimento real dos usuários sobre suas boas e más experiências com os produtos de diversas marcas. Na minha opinião não devemos economizar na placa mãe, pois esta não é apenas uma placa qualquer do computador. A placa mãe é o computador. O restante dos componentes são o gabinete, placas de expansão, acessórios e periféricos. Portanto a confiabilidade e o desempenho de um PC estão diretamente dependentes da placa mãe.

10) Overclock
Comprei um processador Athlon Xp 2000+, meus amigos compraram um 1700+ e fizeram o overclock deixando o processador deles muito superiores em desemprenho ao meu. Tentando fazer o mesmo com o meu ( XP 2000+ ) não foi possivel chegar nem perto onde eles chegaram em desempenho utilizando o Athlon XP 1700+ ( eles estão com o desempenhos superiores ao Atlhon 2400+ ). Eles precisaram tambem melhorar a refrigeração um pouco e estão trabalhando com estabilidade e sem problemas de aquecimento ou travamento, isso a um custo até o momento muito inferior a aquisição de um Atlhon XP 2400+, 2600+ ou 2800+. Ai Eu pergunto. Fazer isso não é muito mais interessante doque desembolsar um absurdo em um processador Athlon 2400+ 2600+ ou superior?? E qual o risco que eles estão correndo ??? E se esse melhor desempenho é só aparentemente ????
Resposta:
Realmente o overclock é uma tentação, porém o seu funcionamento é uma questão de sorte. Pode funcionar, pode travar, ou ainda pode fritar o processador. Uma das providências necessárias é usar um super cooler para dissipar o calor extremo que é gerado quando o processador está com overclock. Muitos se enganam pensando que o overclock funcionou pelo fato do computador não estar travando. Quando estamos simplesmente usando comandos básicos do Windows, ou usando programas simples (Word, Excel, acesso à Internet), o processador trabalha pouco e o aquecimento não é extremo. Se usarmos um programa que faça o processador trabalhar com 100% da sua capacidade, o aquecimento será máximo. Aí o processador poderá travar ou fritar, e vemos então os verdadeiros resultados do overclock. Você encontrará informações detalhadas sobre o “técnica” do overclock em www.sysopt.com e www.tomshardware.com.

11) FSB do Pentium 4
O FSB é o barramento ou melhor é a frequência com que trabalha o processador e a placa-mãe. Então quando o processador for P IV 2.4GHZ FSB 400 MHZ, eu tenho que usar uma memória DDR 400 apenas? E quando for P IV 2.4GHZ FSB 533, eu uso duas memórias DDR 266?
Resposta:
O ideal é que as memórias sejam tão rápidas quanto o FSB, mas isso não é obrigatório. É obrigatório que o FSB da placa mãe seja igual ao FSB do processador. Por exemplo, existem processadores Pentium 4 com FSB de 400, 533 e 800 MHz, e a placa mãe deve ter FSB equivalente. As mais antigas só suportam 400, as mais recentes são de 533/400, e as lançadas no útimo mês já são de 800 MHz (também suportam 533 e 400). Já as memórias podem ter velocidade menor. Isso resulta em redução de custo e também do desempenho. Por exemplo, a placa de CPU que usei no curso de montagem tem P4 com FSB de 400 MHz, mas as memórias são DDR266. O ideal seria usar memórias de 400 MHz, seria o maior desempenho. Mas memórias de maior desempenho são mais caras, e as placas de CPU que as suportam também são.
Placas de CPU com o chipset Intel i765 já suportam Dual Channel DDR. Nessas placas, duas DDR 200 iguais operam juntas, resuntando em desempenho equivalente a 400 MHz. Da mesma forma, duas memórias DDR266 iguais operando juntas em duplo canal resultam em desempenho equivalente a 533 MHz. Com este recurso, conseguimos uma memória tão rápida quanto o FSB do processador (o que não é obrigatório, mas é altamente desejável) e sem arcar com o custo alto de uma memória mais veloz. Nas placas de CPU mais recentes, que já suportam FSB de 800 MHz, encontramos o recurso DDR de duplo canal com dois módulos de 400 MHz (DDR400), resultando em 800 MHz, o mesmo FSB dos processadores Pentium 4 mais novos. Esses processadores têm seus clocks indicados como 2.4C, 2.6C, 2.8C e 3.0 e 3.2.
Em relação aos modelos mais simples do Pentium 4, você pode escolher uma placa que suporte apenas DDR266 ou DDR333 em canal simples. O custo será menor e ocorrerá uma pequena queda no desempenho. Isso é aceitável para quem compra os modelos mais baratos do Pentium 4, abaixo de 2 GHz. Mas para quem quer pagar mais caro por um Pentium 4 acima de 2 GHz, o gasto adicional será colocado a perder devido à queda de desempenho resultante do uso de memórias mais simples. Por isso é tecnicamente correto usar memórias velozes (DDR em duplo canal) para essas versões mais velozes do Pentium 4. Senão um P4 de 2.4 GHz pode ficar com desempenho igual ao de um P4 de 2 GHz.
2003_8
Placa para Pentium 4 com Dual Channel DDR

12) Qualidade da placa mãe
Ola Laércio, venho por meio desta lhe agradecer. Toda quarta-feira eu compro o jornal O Popular justamente por causa de sua ótima coluna. VC me livrou de uma fria quando eu li a duvida de um leitor sobre as placas-mães ECS, eu ia comprar uma e o “vendedor” disse que esta placa-mae é uma maravilha, eu quase comprei por causa do preço ser muito bom. Eu te agradeço muito pelo esclarecimento. Até quando vamos ficar sendo ludibriados pelos vendedores ?
Resposta:
Realmente este é um assunto polêmico. As placas PC Chips e ECS são as mais baratas, e de qualidade menor. Não vale a pena pagar 100 ou 200 reais a menos e ter um micro de qualidade sofrível. Um PC nada mais é que uma placa mãe dentro de um gabinete e acrescido de placas de expansão e periféricos. Uma placa ruim resultará em um PC ruim. Como dá muito trabalho explicar isso para os clientes, e nem todos ficam convencidos, é mais fácil para os lojistas adotar logo as placas mais baratas. Aproveito para lembrar que em www.sysopt.com/userreviews existem informações sobre a qualidade de milhares de produtos de informática, de acordo com seus próprios usuários. Lá podemos constatar a péssima reputação da PC Chips e da ECS (esta é um pouco melhor, pois as placas ECS são na verdade placas PC Chips feitas com componentes de melhor qualidade, segundo os próprios fabricantes).

13) Placa Intel D865
Adquiri uma placa Intel D865 GBF com placa de video “on board”. Ouvi dizer que é uma placa muito boa mas queria saber o seguinte: vou perder em desempenho com essa placa “on board”Vale a pena desabilitá-la e instalar uma outra?Ela vai me “roubar memória” da placa? Pretendo colocar 512 de memória ddr. Obrigado pela atenção
Resposta:
O que as placas equipadas com os chipsets 865 e 875 Intel têm de excepcional é o suporte a memórias DDR operando com duplo canal. Você poderá assim instalar um Pentium 4 HT com FSB de 800 MHz. Os novos processadores Pentium 4 a serem lançados terão esta característica. Se você tivesse uma placa com FSB de 400 MHz, não conseguiria dentro de um ou dois anos, instalar um processador Pentium 4 mais veloz. Ocorre que esses chipsets também possuem vídeo integrado, o Intel Extreme Graphics. Sempre é possível obter um vídeo em placa avulsa com desempenho melhor que o onboard. Entretanto a Intel tem tradição de produzir vídeos onboard de desempenho bastante elevado, acima da maioria dos vídeos onboard baseados em outros chipsets. Estou atualmente testando uma placa D865GBF. Instalei alguns jogos e tive desempenho muito bom. Recomendo que você fique inicialmente utilizando este vídeo onbaord, e que futuramente, se quiser desempenho ainda maior, instale uma placa 3D. Não fiz testes ainda, mas acho difícil que as placas 3D mais baratas (como os modelos mais simples da família GeForce) sejam muito mais rápidas que o Intel Extreme Graphics. A memória de vídeo é compartilhada, ou seja, é obtida de parte da memória do processador.
2003_04
Placa Intel D865

14) FSB de processadores AMD
Adquiri recentemente uma placa ASUS A7N266-VM com processador Duron 1200. Lendo o datasheet do processador, descobri que o mesmo suporta FSB máx de 200MHz. Minha placa possui 2 jumpers que estipulam o “external clock” tanto da CPU quanto da memória (essa placa suporta apenas DDR 1600 ou 2100), para valores de 100MHz ou 133MHz, tendo-se portanto 4 configurações possíveis. Minha dúvida é a seguinte: qual a relação entre o FSB de 200MHz do processador e os valores de “external clock” da CPU e memória em 100MHz e 133MHz? Mais, como configurar corretamente esses parâmetros tendo-se esse processador de modo a não lhe causar “overheating”?
Resposta:
Os processadores Athlon (inclusive o XP) e o Duron operam com clock dobrado (DDR, ou Double Data Rate). Por exemplo, os modelos mais novos do Athlon XP operam com clock real de 166 MHz, porém fazem dois acessos a cada período de clock, o que resulta em desempenho equivalente a 333 MHz. É como um carregador desempilhando caixas de um caminhão, pegando duas caixas de cada vez. Se faz 10 operações por minuto, e em cada uma delas leva duas caixas, o resultado serão 20 caixas por minuto. Da mesma forma, os processadores Duron e as primeiras versões do Athlon operam com 100 MHz e DDR (não estou me referindo a memórias DDR, e sim ao seu barramento externo, que também é DDR) resultam em desempenho equivalente a 200 MHz. A maioria das versões do Athlon e do Athlon XP (exceto as mais novas) operam com 133 MHz dobrados, resultando em 266 MHz. Portanto o seu AMD Duron é identificado pelo clock de 200 MHz, mas o clock indicado pela placa mãe será de 100 MHz. Tudo se passa como se fosse realmente um clock de 200 MHz, para efeitos de desempenho. Da mesma forma, as versões do Pentium 4 usam clocks de 100 e 133 MHz, mas como fazem 4 operações a cada clock, resulta em FSB de 400 e 533 MHz, respectivamente. De um modo geral, o fabricante da placa mãe indica sempre o valor mais baixo, e o fabricante do processador indica o clock maior, que resulta na multiplicação por 2 (no caso do Athlon e Duron) ou por 4 (no caso do Pentium 4 e das novas versões do Celeron, acima de 1,7 GHz). Configure portanto a sua placa mãe para 100 MHz, e o Duron funcionará corretamente com seus “200 MHz”.

15) Pentium 4 e Athlon XP
Leio bastante matérias sobre processadores de computadores os do topo são o pentium 4 e o athlon xp, o pentium 4 tem recursos como assistir filmes em dvd em tela cheia, o athlon xp também tem esse recurso? ou todos os recursos que tem no pentium 4 o athlon xp também tem todos?
Resposta:
Os processadores Pentium 4 e Athlon XP são os principais da Intel e AMD, dois grandes fabricantes e concorrentes na indústria de chips. Exibir filmes de DVD em tela cheia é uma questão de velocidade, tanto do processador quanto da placa de vídeo. Se você possui uma placa de vídeo moderna, ou mesmo uma placa de CPU com vídeo onboard, poderá assistir filmes de DVD em tela cheia, bastando usar um processador veloz. Desde o tempo em que os processadores mais velozes operavam entre 500 MHz e 1000 MHz, era possível assistir filmes de DVD em tela cheia. Dependendo de diferenças na velocidade e tamanho da memória cache e da velocidade das memórias, alguns processadores entre 500 MHz e 1000 MHz podem não conseguir realizar esta tarefa. Mas isso diz respeito a modelos antigos. Todos os processadores modernos, superiores a 1000 MHz, poderão exibir filmes de DVD em tela cheia sem problemas.

16) Manual de placa para Pentium III
Gostaria de saber como posso conseguir o manual da placa-mãe Asus P3V133 com chipset da VIA VT 82C 596 B e VT 82C 693 A. Tenho um computador com esta placa, toda offboard, adquirido em meados de 2000, com processador Pentium III 600 Mhz em Slot 1. Desejo mudar este processador mas não sei como fazer o jumpeamento. Você pode me ajudar neste achado e tambem mandar sua opinião sobre esta placa e se vale a pena mudar o processador?
Resposta:
Para descobrir quais processadores são suportados por uma placa Asus, vá ao endereço:
http://www.asus.com.tw/support/cpusupport/cpusupport.aspx
Se não encontrar (endereços podem deixar de ser válidos quando é alterado o designo do site), comece por www.asus.com, clique em Support e CPU Support. Você deverá então indicar o tipo de soquete (no seu caso, Slot 1) e o modelo da placa (no seu caso, P3V133). Será apresentada uma lista atualizada de todos os processadores suportados. No seu caso, constatei que o processador mais veloz suportado é o Pentium III/1000 com Slot 1. Se você só encontrar o Pentium III com Socket 370, será preciso usar um adaptador de Socket 370 para Slot 1 (como o modelo S-370 DL, da própria Asus), nesse caso o modelo mais rápido que pode ser instalado é o Pentium III/800. Não creio que você conseguirá grandes melhoramentos no desempenho com a instalação deste processador. De 600 para 800 MHz é difícil notar diferença. De 600 MHz para 1000 MHz a diferença já é perceptível. Como esses processadores são muito difíceis de encontrar, já que saíram de linha, acho mais recomendável manter o atual processador e fazer uma expansão de memória. Você pode usar o programa Monitor do Sistema para fazer um gráfico do uso do processador e da quantidade de memória física livre. Se nos principais programas que você utilizar, a quantidade de memória física livre chegar a zero, significa que você vai melhorar o desempenho se instalar mais memória. Melhor ainda será o ganho se o seu processador ainda não estiver totalmente utilizado, ou seja, com utilização abaixo de 100% no gráfico do Monitor do sistema.

17) Identificação do Athlon XP 2000+
Gostaría de saber porque o windows reconhece meu processador Athlon XP 2000+ como Duron no painel de controle/sistema. A placa mãe é Asus a7V133-C e O Cloque máximo do processador é 1800 e está operando a 1666. No início do micro aparece certo com Athlon XP 2000+. Ao rodar um programa de diagnóstico HWINFO32 aparece certo lá também. Obrigado.
Resposta:
O clock do processador está correto. O Athlon XP 2000+ não opera com 2000 MHz, e sim com 1666 MHz. A AMD alterou a classificação dos processadores para criar uma equivalência com o Pentium 4. O desempenho do Athlon XP 2000+ é similar ao do Pentium 4 de 2 GHz. Quanto à indicação como Duron, este também é um fato comum. O Windows 98SE foi criado em 1999, época em que foi lançado o Athlon, seguido pelo Duron. Não existia Athlon XP naquela época, por isso não é identificado corretamente. Se você tentar instalar o Windows 95, provavelmente o processador poderá ser identificado como um Pentium, ou até mesmo como 486, mas isso não traz problema algum para o funcionamento. Programas mais novos como o Hardware Info identificam corretamente o processador, desde que sejam também usados em uma versão nova. Processadores não informam seus “nomes” corretos. Os programas de identificação é que fazem a leitura de certos registradores e podem através dos resultados, indentificá-los levando em conta os processadores “conhecidos” pelo programa. Mas nunca poderá ser feita a identificação correta de um processador novo usando um programa antigo.

18) Atualizando os drivers da placa mãe
Tenho um PC AMD de 1 GHz, 256 de ram, 15 de hd, 16 de vídeo (compartilhada), placa mãe Chaintech 7AIV, win 98. No CD da placa-mãe, que tem o nome da placa vem vários programas, mas não vem os drives da mesma, somente programas então uso outro cd para instalar os drives de vídeo e som. O fax e separado, intel(R) 536EP instalo com o cd que o acompanha. Como faço para instalar os drives do chipset desta placa, se no cd eu não o reconheço, exemplo eu não sei com qual nome ele pode estar no cd, ou se no instalar os demais drives ele se instala automaticamente? Sei que o chip é Via VT8365 prosavage km133, no programa AIDA que da as especificações da placa mãe, me redireciona para um site em em tailandês como não consigo entender não consigo os drives adquado ou atualizado. Se eu deixar o micro ligado fazendo um download ele entra em hibernação e muito das vezes ele não volta parecendo que foi desligado, isto é problema no chipset ou falta de driver mesmo e você conhece esta placa mãe?
Resposta:
O site do fabricante é http://www.chaintech.com.tw/. Na página principal escolha “United States” para entrar no site em inglês. Clique em DOWNLOAD, Feature Drivers e selecione o modelo da placa mãe. Você encontrará o link para fazer o download do “Via 4 in 1 drivers”. Também é possível obter esses drivers diretamente no site da VIA Technologies, www.via.com.tw. Mas não se preocupe, pois todos esses fabricantes sediados em Taiwan oferecem sites em múltiplos idiomas. O inglês está sempre presente, já o português é bem raro.

19) Drivers do chipset
Eu gostaria de saber se existe um recurso no windows xp de retirar a senha do administrador para no momento da reinicialização ele não pedir mas a senha. Tenho um computador atlon xp 1 .8 com uma placa mãe Asus A7S333 o CD de drive da placa eu não consigui achar o driver de instalação do chipset sis 745 como devo proceder para alterar a interface IDE.
Resposta:
Quanto à questão da senha, entre no Painel de controle, clique em contas de usuários. Clique em “Alterar a forma pela qual os usuários fazem logon e logoff”. Marque a opção “Tela de boas vindas”. O Windows não irá mais pedir nome e senha, passará a apresentar a tela de boas vindas, com os ícones que representam os usuários. Basterá clicar no ícone do usuário desejado. A senha será pedida somente caso tenha sido cadastrada uma senha para o usuário. Para instalar os drivers do chipset, simplesmente coloque o CD-ROM no drive. Entrará um AUTORUN que apresentará um menu. O primeiro item deste menu é normalmente a instalação dos drivers do chipset. Você também pode obter os drivers novos no site da Asus. Infelizmente os drivers do chipset não estão lá, uma falha da Asus. Mesmo que não existissem drivers mais atualizados, deveriam pelo menos ter colocado a versão existente no CD-ROM, para o caso de pessoas que perderem seus CDs. Procurando no site da SiS encontramos dois arquivos de drivers do chipset: IDE203.ZIP e AGP116A.EXE. São os drivers do chipset relativos ao funcionamento das interfaces IDE e do slot AGP. Você pode experimentá-los, mas recomendo que use antes o comando de Recuperação do Sistema do Windows XP. Crie um ponto de restauração antes de instalar os drivers. A seguir instale os drivers e faça testes exaustivos no vídeo (experimente alguns jogos) e nas interfaces IDE (faça algumas cópias de arquivos entre o disco rígido e o drive de CD-ROM). Se ficar tudo bem, mantenha esses drivers. Se ocorrerem problemas, use a Restauração do sistema para voltar à configuração anterior.

20) Problemas com o Pentium MMX
Laércio gostaria que vc me desse uma explicação, tenho um cliente que vive reclamando do seu PC que é Pentium 200 MMX, Placa Vídeo 2mbPCI, 64 MB Dimm e seu mondem é Modio AD1821 ISA 56 KBps com win98SE. Ele esta sempre reclamando que o seu PC vive reiniciando, quando esta na internet e tenta acessar algum tipo de pagina OBS :. Somente algumas paginas, mais o problema não ocorre somente quando ele esta conectado, quando tenta instalar algum jogo compatível ao seu PC e roda executável do jogo o PC reinicia, isto támbem ocorre quando ela abre Outlook Express 5.5 dos seu Internet explore 6.0 e ele possui 3 cooler. Gostaria que vc me explicasse o que poderia esta acontecendo.
Resposta:
Isso pode ocorrer pelo fato da placa mãe não estar configurada corretamente para o Pentium MMX. Quando este processador foi lançado, muitos usuários os instalaram em placas originalmente projetadas para o Pentium. A principal diferença é que o Pentium trabalhava com voltagens interna e externa iguais (3,3 volts), enquanto o Pentium MMX usava 3,3 volts externos e 2,8 volts internos. Ao não fazer esta configuração (ou instalá-lo em uma placa de CPU que não permite usar voltagens diferentes para o interior e o exterior do processador), o Pentium MMX operaria internamente com 3,3 volts, resultando em diversas anomalias, como travamentos e resets.

21) Processador queimado
Tudo bem, eu sou o nunes estou com um problema com meu pc, ele ja queimou dois processadores num praso de 2 meses, não sei o que esta acontecendo, ja mme disserão tantas coisas, falaram que erra a frequencia da minha memoria e do meu processador que não estão comfiguradas corretamente, se vc poder me ajudar eu agradeço. minhas configurações:
Placa mãe Shuttler AK 32
Processador Athlon xp 2000
Memoria 256 DDR 266mhz
placa de video Gf2 mx 200
Resposta:
Não é comum acontecer queima de processador. Pode ocorrer em problemas extremos de aquecimento. A primeira coisa é a temperatura interna do gabinete, que deve ser de no máximo 42 graus. Gabinetes inadequados podem resultar em temperaturas acima de 60 graus, e assim o processador pode realmente fritar, pois chegará próximo de 100 graus. É preciso que os gabinetes para o Athlon XP e o Pentium 4 sejam do tipo “midi torre”, com 50 cm de altura. Gabinetes compactos resultam em maior aquecimento. É preciso também que o computador tenha instalado um ventilador adicional. Pode ser na parte frontal do gabinete, puxando o ar frio para o seu interior, ou na parte traseira do gabinete, puxando o ar quente para fora. Também devemos organizar os cabos flat no interior do gabinete para que não atrapalhem o fluxo de ar. Use o programa de monitoração de temperatura que vem no CD-ROM que acompanha a sua placa mãe. Monitore a temperatura do gabinete (System temperature), que deve ser inferior a 42 graus. Se ainda estiver alta, instale mais um cooler no gabinete. O processador também esquenta muito É preciso usar um cooler de bom tamanho. Na caixa do cooler deve ester indicado que o mesmo é para Athlon XP 2000+. O cooler deve ser acoplado ao processador através de pasta térmica. Aquela “etiqueta da garantia” que algumas lojas colocam no processador é um verdadeiro absurdo. Sendo colocada na parte frontal do processador, esta etiqueta prejudica a transferência de calor para o cooler, resultando em superaquecimento. Recomendo finalmente que você faça uma atualização no BIOS da sua placa de CPU. Não sei se este é o caso da sua placa, mas existe casos relatados de queima do processador devido a um bug no BIOS que resultava em uso de tensão elevada (Placa Asus A7V).

22) Pentium III e Celeron Tualatin
Laercio, gostaria de saber se pode me ajudar, o problema é o seguinte minha placa mãe Soyo- 7vba 133 que trabalha a 66/100/133Mhz será que Suporta um dos processadores Celeron 1.1 Ghz que trabalha a 100 ext. 128 cache L2 0.18 micron ou um celeron 1.1 Ghz que trabalha a 100 ext. 256 cache L2 e 0.13 micron, gostaria ainda de salientar que no manual da placa mãe menciona suportar celeron 400-700 Mhz trabalhando ext. a 66Mhz, Pentium III 500-850Mhz trab. ext. a 100Mhz e Pentium III 533-1.13Ghz trab. 133Mhz todos com estrutura de 0,18 microm.A minha dúvida é o porque do manual especifica esta placa aceita um pentium de até 1.13Ghz e não vai aceitar um Celeron de 1.1Ghz. Será que este celeron foi lançado após o lançamento desta placa mãe? Agradeço desde já sua colaboração.
Resposta:
Infelizmente esta placa não suporta os novos processadores Intel Celeron e Pentium III Tualatin, com clocks mais elevados, preços menores e tecnologia de 0,13 micros. O motivo da incompatibilidade é o uso da nova voltagem externa para esses processadores. Até então eram usados 3,3 volts externos. Esses processadores exigem 2,5 volts e portanto só podem ser instalados nas placas de CPU mais novas que têm esta previsão de voltagem (as novas suportam tanto 2,5como 3,3 volts). Isso é muito ruim e impede que usuários de PCs Pentium III e Celeron façam upgrade para esses novos processadores. A única forma é trocar também a placa de CPU, mas nesse caso vale mais a pena adotar a família do Pentium 4.

23) Jumpers de voltagem para K6-2
Meu nome e junior tenho uma placa mae pc chips MB577, ela tem RATIO 5,5, o VCORE tem 2.1v,2.2v, 2.5v, 2.7v, 2.8v, 2.9v, 3.2v, 3.3v, 3.5v, CPU de 100, SDRAM 100, p54c, p55c,mas estou com uma duvida comprei um AMD k6/2 550mhz, 2.3v CORE/3.3 i/o, como faço a configuração dos jumpers ?
Resposta:
Esta placa, assim como outras contemporâneas suas, possui quatro jumpers para indicação de voltagem. Com eles é possível gerar voltagens de 2,0 volts até 3,5 volts. Cada jumper representa uma tensão que é somada a 2,0 volts para chegar à voltagem final. Quando os quatro jumpers são removidos, são gerados 2,0 volts. Um desses jumpers adiciona 0,1 volt, outro adiciona 0,2 volt, outro adiciona 0,4 volt e o outro adiciona 0,8 volt. A partir desta informação, o levantamento da tabela completa de voltagens torna-se um exercício simples de matemática. No seu caso, são quatro jumpers, indicados como A, B, C e D. O manual dá as seguintes configurações:
2,1 volts = A
2,2 volts = B
2,5 volts = A, C
2,7 volts = A, B, C
2,8 volts = D
2,9 volts = A, D
3,2 volts = C, D
3,3 volts = A, C, D
3,5 volts = A, B, C, D
Se os jumpers A, B, C e D representam voltagens de 0,1, 0,2, 0,4 e 0,8 volts que são somados à tensão básica de 2,0 volts, concluímos que A representa 0,1 volt, B representa 0,2 volt, C representa 0,4 volt e D representa 0,8 volt. Para gerar 2,3 volts é preciso formar 2,0 + 0,2 + 0,1, ou seja, devemos ligar os jumpers A e B. Assim podemos construir a tabela completa, que o fabricante deveria ter apresentado no manual para evitar dúvidas dos usuários. Ligue os jumpers A e B e deixe C e D desligados, assim você terá os 2,3 volts que o seu processador exige. Note que nem todo processador K6-2 exige 2,3 volts, a maioria dos modelos opera com 2,2 volts. O correto é checar a indicação da voltagem na parte superior do processador, como você fez.

24) Numeração de processadores AMD
O que significa cada letra ou numero estampado no processador Athlon? Por exemplo, AXDA2200DKV3C.
Resposta:
AXD indica Athlon XP modelo 8; A indica que o processador é para desktop (não portátil); 2200 é o índice de velocidade (2200+); D é o encapsulamento do chip; K é a voltagem interna, 1,65 volt; V é a temperatura máxima, 85 graus; 3 é o tamanho da cache L2, 256 kB; C é o clock externo, 266 MHz. De um modo geral, depois do indicador de velocidade existem mais 5 dígitos. Os quatro últimos na seguinte ordem, têm os seguintes valores possíveis:
Voltagem interna: L=1,50; U=T=1,60; K=1,65; P=1,70; M=1,75; N=1,80
Temperatura máxima: Q=60ºC; X=65ºC; R=70ºC; Y=75ºC; V=85ºC; T=90ºC; S=95ºC
Tamanho da cache L2: 1=64 kB (Duron); 3=256 kB; 4=512 kB.
Clock externo (FSB): B=200 MHz; C=266 MHz; D=333 MHz; E=400 MHz

25) Pentium 4 HT
Caro Laercio, meu nome é Sergio Mendonça. Estou para comprar um PC topo de linha, mas ao pesquisar nos sites dos diversos fabricantes não soube escolher devido à grande variedade de modelos. A configuração que pretendo fazer á a seguinte:
Pentium 4 de 2.4 GHz
Placa Mãe ?
256 MB de memória DDR Samsumg DDR 400Mhz
Placa de vídeo MSI FX5800
Placa de som Sound Blaster Audigy 2
HD 60 GB Maxtor ATA 133 7200 RPM
CD ROM LG COMBO
Cooler Micro Forged P4
MODEM US ROBOTICS V.92
Teclado + mouse óptico sem fio ( combo)
Webcam PC CAM 550 Creative Labs
Não consegui achar a placa-mãe ideal, você poderia indicar-me uma ou duas placas? Desde já, grato pela atenção.
Resposta:
Recomendo que você use o Pentium 4 HT (com Hyper Threading Technology), o topo de linha da Intel. Este processador tem barramento externo de 800 MHz e seu interior equivale a dois processadores Pentium 4, em um só encapsulamento. É preciso usar um sistema operacional que reconheça dois processadores, como o Windows XP Professional. Ao usar programas profissionais, como os de editoração de imagens e vídeo, este processador será encarado como uma dupla de processadores, e os programas dividirão a carga de trabalho entre os dois. O resultado ficará pronto em cerca da metade do tempo. Os programas que não estão preparados para operar com múltiplos processadores também serão beneficiados, já que o próprio sistema operacional dividirá o trabalho entre os dois. A placa de CPU também deve ser apropriada para suportar Hyper Threading Technology. Recomendo placas da Intel equipadas com chipsets i865 ou i875. Existem ao todo 7 modelos disponíveis, todos com suporte ao novo Pentium 4 e a memórias DDR400 operando em duplo canal. Para conhecer essas placas, vá ao site da Intel (www.intel.com) e clique em Products / Desktop boards. Essas placas são encontradas com facilidade no Brasil, nos revendedores da Intel.

26) Manual da TX Pro-II
Tenho uma Placa Mãe TX Pro-II, um Processador Pentium 133 Mhz e quero saber se é compatível. Não tenho manual da Placa Mãe TX Pro-II, porque meu tio ganhou essa Placa Mãe TX Pro-II, o Processador Pentium 133 Mhz e me pediu que o montasse. Queria saber como que faço para configurar a Placa Mãe TX Pro-II com o Pentium 133 Mhz. Também gostaria de saber onde posso arrumar esse MANUAL (que site posso pegar) e se você tiver esse manual mande para mim.
Resposta:
Esta placa é igual à PC Chips modelo M571. Como a PC Chips não oferece suporte para modelos antigos, é preciso procurar em sites de terceiros. Um bom site é o da Amptron (www.amptron.com), um distribuidor de placas PC Chips que mantém um bom site com informações técnicas sobre os modelos antigos da PC Chips. Com certeza esta placa suporta o Pentium de 133 MHz. É preciso configurar a voltagem para 3,5 volts, o clock externo para 66 MHz e o multiplicador para 2x, o que resultará em 133 MHz. Se precisar de drivers para esta placa, você também os encontrará no site da Amptron.

27) Mudança de DURON para PENTIUM 4
Minha máquina: Microcomputador Duron 950MHZ com 64MB, HD 20 GB, Fax 56K, CD60X. Gostaria de mudar minha máquina para Pentium 4, o que devo fazer?
Resposta:
Este computador provavelmente é com “tudo onboard”, como ocorre com a maioria dos PCs equipados com o Duron. Para trocar o processador será preciso trocar também a placa mãe. Você poderá manter gabinete, monitor, disco rígido, drive de CD-ROM, fonte, teclado e mouse. Se tiver placas de expansão (modem e rede, por exemplo) também poderão ser mantidas. E por favor, não compre uma placa de CPU PC Chips. Essas placas são a de pior reputação no mercado, como pode atestar qualquer especialista em hardware e qualquer técnico que tem a triste tarefa de consertar PCs que usam essas placas.

28) Placa de CPU desconhecida
Precisei trocar o HD da minha máquina, e quando instalei o windows 98, ele não conseguiu reconhecer minha placa mãe. Rodei um programa chamado CTBIOS que verificar o modelo da placa e obtive a seguinte resposta:
BIOS-Info, c’t/Andreas Stiller, 10/97
Computer ID : FC, Type : AT
BIOS Date : 07/15/95
AMI-BIOS found : Version 05.05, Date 15.07.95
OEM ID : 9999
URL : ????
Chipset : 000000
Por gentileza, onde posso encontrar algum programa que reconheça minha placa mãe ?
Resposta:
O CTBIOS não deve ser usado sob o Windows. Deve ser usado após um “boot limpo”, feito com um disquete de inicialização, ou seja, este programa funciona apenas no modo MS-DOS. Usado desta forma, o programa identificará normalmente o fabricante da placa mãe, mas nem sempre identifica o modelo. Informações melhores sobre a identificação podem ser obtidas em www.wimsbios.com. Lá existem tabelas que ajudam a identificar a marca e o modelo da placa a partir dos códigos que são indicados na parte inferior da tela durante o boot. No seu caso, vejo que o BIOS é da AMI. Você encontrará no site citado, o programa AMIMBID.EXE, que identifica placas de CPU equipadas com o BIOS AMI.