Home » Artigos arquivados » 2003 – BIOS e CMOS Setup (Perguntas e Respostas)

2003 – BIOS e CMOS Setup (Perguntas e Respostas)

1) Relógio não funciona
Tenho um pentium III 733 e win XP, formatei o pc por conta própria e ajuda de alguns amigos e instalamos o XP. A príncipio tudo bem, mas um cara resetou minha BIOS e desde então ela não consegue guardar as configurações data/hora da CMOS. Já troquei a bateria e conferi os plugues. Gostaria de saber se há alguma configuração especial que faz com que ela se auto-salve ou se pode haver algum problema nos plugues da placa-mãe.
Resposta:
Normalmente as placas de CPU possuem um grupo de 4 pinos relacionados com a alimentação do CMOS. Um jumper deve ser instalado para funcionamento normal ou para desativar a bateria, o mesmo que usar o comando “Clear CMOS”. Este jumper pode estar ligado de forma errada, ou então o seu colega pode ter danificado o CMOS com eletricidade estática quando “resetou o BIOS”. Não existem configurações adicionais para o relógio, como o “auto-salve” citado. Ainda assim você pode fazer alguns testes usando programas de diagnóstico. Um programa muito bom é o PC-Check, que apesar de ser muito caro, está disponível em versão DEMO em www.eurosoft-uk.com. Ele é capaz de comandar o relógio do CMOS e verificar o seu funcionamento.

2) Setup escondido
Por favor, gostaria de saber se poderiam me esclarecer quanto a uma dúvida. Tenho um pentium 4, placa mae da intel d850 para p4, 256 mb, com windows xp. Gostaria de saber se poderiam me informar como eu faço para entrar no setup cmos do meu pc. Nesse pc, não aparece aquela tela tradicional, informando teste de memória e opções para entrar no setup e tudo mais, ele entra direto na tela do pentium 4. Por favor me ajudem !!!
Resposta:
Normalmente os micros apresentam, durante a contagem de memória, a mensagem “Press DEL to enter Setup”. Entretanto muitos PCs atualmente mostram neste momento, ao invés da contagem de memória, uma tela gráfica. As placas de CPU fabricadas pela Intel, por exemplo, apresentam um desenho do processador, no seu caso, o Pentium 4. Podemos comutar entre a tela gráfica e a tela de texto tradicional, na qual encontramos a contagem de memória e a mensagem “Press DEL to enter Setup”. Para isso basta pressionar TAB, fazendo a comutação entre as duas telas.

3) Bateria com problemas
Ok, minha placa mãe tem um ploblema. Sempre que ligo o PC aparece uma menssagem na tela em DOS: Mias ou menos assim; Cheksum cmos error, defaltds loaded. Daí pede p/ teclar F1 para abrir o win/98 ou qualquer outra tecla p/ entrar no setup da placa mãe. No caso o relógio não consegue sustentar a hora, pois toda vez que disligo o PC da tomada ou houver falta de energia, o relogio do windows “zera”. O que fazer nesse caso. A minha placa mãe é uma ASUS TUXV processador pentium III 1.1 Gigahertz 128 MB men ram. Ficarei grato se me responder.
Resposta:
Este é um dos problemas mais típicos nos PCs: bateria fraca. Os PCs modernos possuem uma bateria de lítio, com tensão de 3 volts, cuja duração varia entre 2 e 5 anos, dependendo da placa. Em alguns casos entretanto a duração pode ser ainda menor. Acho estranho que este problema esteja ocorrendo no seu PC, pois esta placa de CPU é relativamente nova. Seja como for, compre uma bateria de lítio, modelo CR2032 e faça a troca. Se você não tem intimidade com hardware, é melhor não fazê-lo, peça a um colega mais experiente. É preciso retirar a bateria original, soltando a alça que a prende, usando uma chave de fenda. Depois encaixe a bateria nova no soquete. Os problemas que você citou (Checksum error, relógio inoperante) serão resolvidos com esta troca. É bom lembrar que existem casos em que o técnico que monta o computador e esquece de habilitar a bateria. Normalmente as placas de CPU saem da fábrica com a bateria desabilitada para que não haja consumo enquanto a placa não é vendida. Se um computador tem este problema desde que foi comprado, é possível que o técnico ou montador tenha esquecido de habilitar a bateria.

4) Upgrade de BIOS
Venho pedir-vos ajuda num assunto para o qual ainda não consegui encontrar resposta. Desejo fazer um update á minha Bios mas não consigo encontrar informação nem sei como faze-lo. Atravez de um aplicativo da Andreas stiller os daods referentes são:
Bios Date:11/11/99
Bios Type: Award Modular Bios v4.51PG
Bios ID: 11/11/1999-693-596A-CD-2A6LG D4 FC
Chipset: VIA 82C691 rev 68
Será q me poderiam indicar como faço o update e onde posso descarregar?
Resposta:
A melhor forma de fazer upgrade de BIOS é começar pelas informações de www.wimsbios.com. Clicando em BIOS Numbers e em Award BIOS Numbers você descobrirá o que significam os códigos apresentados. A seqüência 2A6LG identifica o chipset (no caso, VIA Apollo Pro Plus); o “D4” identifica o fabricante da placa, no caso, a DFI. O endereço do fabricante é www.dfi.com. Essas informações identificam o fabricante, e a placa é identificada pelo código final (no seu caso, “FC”). Não é possível entretanto chegar ao modelo somente usando esses números, pois são de uso interno de cada fabricante, e podem ser usados significados diferentes, a critério de cada fabricante. Seja como for, este é o ponto de partida para você identificar a sua placa. Você deve então obter o arquivo de BIOS correto para a sua placa de CPU, mas observe que no caso de placas antigas, o fabricante pode já não oferecer mais este tipo de suporte. Se precisar, existe um artigo em www.laercio.com.br que explica passo a passo como fazer a atualização do BIOS, mas é preciso que você antes identifique a sua placa e obtenha o arquivo correto. Também é importante lembrar que a atualização de BIOS não é uma operação de rotina a ser feita quando o usuário deseja. Deve ser realizada apenas quando o fabricante dá instruções específicas para que o faça visando resolver problemas. Um caso comum é o reconhecimento de discos rígidos de capacidades elevadas. BIOS antigos podem reconhecer no máximo 4 GB, ou 8 GB, ou 32 GB, ou valores menores, dependendo da sua data.

5) Atualização de BIOS
1) Olá Gostaria de saber qual o melhor modo para atualizar a BIOS. Tenho uma placa PC100 (onboard) Slot1/Socket370 M748LMRT.
2) Bom dia!!! Gostaria de saber se posso atualizar a bios de meu pc para melhorar um pouco seu desempenho, já que ele não é aquela maravilha tenho um pentium 200 mmx com 128 mb e a placa é um pchips sis 5597 txproii ?? E onde consigo essa atualização.
Resposta:
A MESMA RESPOSTA SE APLICA AOS DOIS LEITORES
O BIOS deve ser atualizado apenas quando o fabricante da placa mãe recomendar este procedimento para solucionar problemas específicos. Por exemplo quando um HD de 40 GB é reconhecido com apenas 32 GB, a atualização do BIOS corrigirá este problema. Não devemos “arriscar o palpite” que uma atualização de BIOS possa resolver problemas como quedas de conexão na Internet, lentidão do computador, travamentos, etc. Esta operação não soluciona problemas de desempenho baixo, portanto desista dela se esta for a sua intenção. A atualização deve ser feita apenas com o arquivo de BIOS correto para a sua placa mãe. Se for usado o arquivo de outra placa, esta poderá ficar danificada. Se faltar energia elétrica durante a atualização, a placa de CPU também ficará inutilizada. Técnicos experientes conseguem reverter uma atualização de BIOS indevida ou problemática, mas a recuperação nem sempre é possível. Você deve ir ao site do fabricante da sua placa mãe (www.pcchips.com ou www.amptron.com) . Faça o download do arquivo de BIOS mais recente e do programa de gravação. Gere um disquete de boot e grave nele esses dois arquivos. Inicialmente comande uma cópia do seu BIOS atual para um arquivo em disco. Depois abra o novo arquivo de BIOS e faça a gravação na ROM. Você encontrará um artigo sobre atualização de BIOS em www.laercio.com.br.

6) CMOS Checksum error
Tenho um computador Pentium III 733Mhz, com windows 98, o windows não está iniciando normalmente, pede que pressione o F1 para iniciar o windows ou o Del para entrar no setup, e aparece a mensagem “CMOS CHECKSUM ERROR”, o windows sempre inicia com a hora incorreta, e ao desligar o computador, ele informa que o computador está salvando as informações, mas não desliga completamente, é necessário desligar o equipamento diretamente pela energia. O que posso fazer?
Resposta:
Esta mensagem é apresentada quando a bateria da placa de CPU está com pouca carga. A solução é fazer a sua substituição. A maioria das placas de CPU utiliza uma bateria de lítio (Panasonic CR2032 ou similar), em forma de moeda. Pode ser encontrada com facilidade em lojas especializadas em hardware, ou mesmo em lojas de relógios. Você mesma poderá fazer a troca, se tiver um pouco de habilidade com hardware. Sugiro a leitura dos meus artigos sobre montagem de PCs, em www.laercio.com.br, caso você queira conhecer um pouco mais sobre o assunto. Nesses artigos você encontrará fotos e explicações sobre todas as peças do PC, inclusive a placa de CPU e a sua bateria.

7) Disco de sistema inválido
Quando inicio o computador aparece uma msg “Verify DMI Pool Data”, após esse procedimento aparece a msg “Disco Sist. invalido”, já tentei dar um “Load Bios Default” e ele não carrega o windows. Qual o Procedimento que devo adotar?
OBS: O PC acima citado é um K6-2 500mhz.
Resposta:
Esta mensagem de erro indica que não foi encontrado o setor de boot no disco rígido. Pode estar defeituoso, ou então declarado de forma errada no CMOS Setup. Use no Setup o comando Detect IDE para que sejam reconhecidos os parâmetros corretos (número de cabeças, cilindros e setores). Se você usar o comando Detect IDE e o disco não for reconhecido, então está defeituoso, ou os cabos podem estar mal conectados, ou mesmo pode existir um defeito nas interfaces IDE da placa mãe. Se for reconhecido, ainda assim pode estar defeituoso, com comportamento intermitente. Lembro ainda que discos novos (ex: 40 GB e superiores) normalmente requerem um upgrade de BIOS nas placas com o K6-2, pois os BIOS dessas placas normalmente suportam no máximo discos de 32 GB. Este problema também pode ocorrer em alguns casos, quando o disco rígido é formatado em um computador e “transplantado” posteriormente para outro. Se for o caso, precisa ser reformatado no computador destino.

8) Atualização de BIOS para suporte a novos processadores
Tenho 1 micro com placa mãe Soyo K7VTA PRO com um processador Athlon 900 MHz. No site da Soyo tem disponível uma atualização de Bios que faz ela aceitar até Athlon XP 2000+. 1) Você aconselharia esta atualização para que eu possa trocar o processador (o processo de atualização parece ser simples se correr tudo bem)? 2) Esta placa usaria a plena capacidade do processador XP2000+ ? 2) Se der errado eu perco a minha placa-mãe? 3) Quanto tempo demora? Obs.: minha placa-mãe não tem o programa de atualização dentro da Bios.
Resposta:
Você tem sorte em ter uma K7VTA PRO. Eu tenho uma K7VTA-B, e a diferença é que a minha opera no máximo com FSB de 200 MHz, a sua opera com 200/266 MHz, e por isso suporta o Athlon XP. A minha placa também o suporta, mas fica limitado ao FSB de 200 MHz, reduzindo também o seu clock interno. Você poderá instalar um Athlon XP até 2200+, segundo o site da Soyo. Atualizar o BIOS é sempre uma operação delicada, existe um pequeno risco de perder a placa mãe (por exemplo, se faltar energia elétrica durante a gravação). Os casos de perda de BIOS são entretanto bem raros, e ocorrem mais quando o usuário usa uma versão errada do BIOS. Use a versão oficial, obtida diretamente no site da Soyo. Lá existe também o programa de gravação necessário. A gravação dura menos de 1 minuto, e com ela você poderá usar um processador bem mais veloz. O desempenho não será 100% do obtido por um Athlon XP em uma placa de CPU mais moderna, pois a sua suporta apenas memórias SDRAM, e não DDR. Ainda assim considero que vale muito a pena esta atualização.

9) BIOS de um PC antigo
Tenho um Pentium MMX-233 (Chipset M1531/42) e a Bios é uma Eprom, acho que é esse o nome, e ela não aceita atualização. Coloquei um HD de 30 GB, como já veio formatado, o Windows reconhece, mas a Bios não. Posso trocar a Bios por uma outra mais moderna? No caso, seria trocar fisicamente o componente. Tentei um contato com a AMI-BIOS, mas, não tive resposta. Ou que outra solução seria possível. Pois não quero me desfazer dessa máquina por motivos sentimentais e lógico financeiro.
Resposta:
A atualização do BIOS resolve problemas de não reconhecimento da capacidade correta do disco rígido, mas nem sempre pode ser feita. Por exemplo, no caso de máquinas antigas, para as quais o fabricante da placa mãe não dá mais suporte. No tempo do Pentium MMX.233, os BIOS normalmente reconheciam no máximo HDs de 8 GB. A solução alternativa é usar um programa para atualização por software, através do setor de boot do disco rígido. Ao invés de programar as novas funções de acesso a disco de maior capacidade no BIOS, essas funções são gravadas no setor de boot, como se fosse um vírus. Todos os fabricantes de discos rígidos oferecem programas para tal. A Seagate, por exemplo, oferece o programa DISK WIZARD. Acesse o site do seu fabricante e faça o download do utilitário de instalação. Lá estará explicado que este utilitário deve ser usado quando o BIOS é antigo e não reconhece a capacidade total do disco rígido.

10) Tempo para apagamento do CMOS
Minha dificuldade é saber o que sustenta a placa depois que tiro a bateria para apagar o setup. Bem, é que eu vi uma materia que dizia que o setup apagava em 5 minutos, mas as minhas maquinas tem tempo diferentes, uma 45 minutos, outra 24 horas e assim por diante. sera que existe algum tipo de memória acoplado a placa para sustentar o setup.
Resposta:
O chip CMOS consome uma corrente muito pequena, por isso as baterias duram tanto. Quando retiramos a bateria, o CMOS continua “misteriosamente” funcionando. É porque existem capacitores em paralelo com a bateria. Esses capacitores ficam carregados com a tensão da bateria e conseguem manter o CMOS funcionando durante um bom tempo. Este tempo é imprevisível, depende do valor dos capacitores (capacitância) e da corrente exigida pelo CMOS. Quanto maior é a capacitância e menor é a corrente exigida, mas tempo o CMOS poderá funcionar sem a bateria. Isso é bom para quem precisa trocar a bateria. Se demorarmos poucos minutos entre a retirada de uma bateria antiga e a colocação de uma nova, o Setup não será perdido. Se o objetivo é “zerar” o Setup, visando remover uma senha esquecida, remover a bateria não é solução. É preciso usar um jumper normalmente chamado “CLEAR CMOS”, existente na maioria das placas de CPU. Este jumper deixa o CMOS sem energia e sem capacitores acoplados, sendo então “zerado” instantaneamente.

11) Atualização de BIOS para reconhecer o novo HD
Estou fazendo um curso avançado de hardware. Eu possuo um HD Seagate 4.0GB, estou querendo comprar um novo, um de 60GB. Mais comecei a pesquisar sobre o assunto e descobri que computadores antigos podem trabalhar com até 8.0Gb. Não sei se devo atualizar minha BIOS. Tenho um Pentium II 400MHZ Mother Board PC-Chips M748LMRT
Resposta:
É verdade que quanto mais antigo é o PC, menor é a capacidade máxima reconhecida pelo BIOS para o disco rígido. PCs com BIOS entre 1996 e 1998 realmente podem ter um limite máximo de 8 GB. Os produzidos até 2000 já tinham como limite 32 GB. A partir daí o limite passou a ser 128 GB. Se existir uma versão nova do BIOS da placa de CPU, a atualização pode ser feita. No seu caso, o BIOS novo é encontrado em www.pcchips.com e www.amptron.com. Leia ainda o artigo sobre atualização de BIOS, na área de artigos de www.laercio.com.br.
Uma outra solução que evita a atualização do BIOS é usar um programa fornecido pelo fabricante do disco rígido que vence a barreira de capacidade imposta pelo BIOS. Os discos da Seagate (www.seagate.com), por exemplo, usam o programa Disk Wizard.

12) Identificação de BIOS para obter drivers
Tenho um Pentium II de 300mhz, código da bios é 62-0125-009999-00101111-071595. Ele é onboard. Eu tive que trocar o hd e perdi a configuração da placa de vídeo e som. Como faço para saber o nome do fabricante para baixar os drives?
Resposta:
Me parece uma placa de CPU com BIOS inválido. Assim como aqui no Brasil temos venda de softwares “a 10 real”, existem alguns fabricantes de placas de CPU na Ásia que pirateiam o BIOS para usar nas suas placas de CPU. Você encontrar uma tabela completa dos códigos de BIOS AMI (o seu caso) e Award em www.wimsbios.com. Também existem informações para identificação da placa mãe em http://www.ami.com/support/bios.cfm. Lá você encontrará o programa AMIMBID.EXE, que identifica placas de CPU com BIOS AMI, quando possível. Sabendo esta informação você localizará a marca e o modelo da placa de CPU, e assim poderá obter os drivers do som e vídeo onboard. Existe entretanto a possibilidade do fabricante ser desconhecido e nem ter site na Internet. Nesse caso, recomendo que você use o programa Hardware Info (www.hwinfo.com). A versão para Windows (HWINFO32) é mais fácil de usar. Entre outras informações, este programa informa o modelo dos dispositivos de som e vídeo encontrados. A partir daí você poderá procurar diretamente os fabricantes dos respectivos chips para obter os drivers necessários.

13) PC não reconhece HD de 40 GB
Comprei um HD de 40 GB para meu pc IBM Aptiva mas o BIOS não reconhece todo o HD, apenas 22 GB. Fiquei sabendo que existe um programa que faz com que a BIOS reconheça HDs de maiores capacidade, mas não consegui achar esse programa. Minha placa mãe é de 07/09/1999 (Award Modular BIOS v4 51pc). Já tentei com o suporte da IBM mas eles não respondem meus e-mails.
Resposta:
Realmente PCs produzidos até aproximadamente 1999 não reconhecem discos com mais de 32 GB. Para instalar seu HD de 40 GB é preciso fazer uma atualização de BIOS, ou então instalar um software que ultrapasse esta barreira. Os fabricantes de discos rígidos oferecem este programa. Vá ao site do fabricante do seu disco rígido e procure pelo software. Para discos da Seagate (www.seagate.com), use o programa DiskWizard, para discos da Maxtor e Quantum (www.maxtor.com) use o programa MaxBlast 3, para discos da Western Digital (www.wdc.com) use o software Data Lifeguard Tools, para discos Samsung (www.samsung.com) use o programa Disk Manager. De um modo geral, obtenha sempre o software de instalação no site do próprio fabricante do disco. Outra solução tecnicamente melhor é a atualização do BIOS da placa de CPU. O problema é que nem todos os fabricantes disponibilizam BIOS novos para suas placas de CPU que já saíram de linha. Além disso, a atualização do BIOS pode ser uma operação perigosa. Se o computador travar ou se faltar energia elétrica durante a gravação do BIOS, este ficará corrompido e a placa de CPU ficará inoperante.

14) Bateria fraca
a) Por favor! eu preciso de ajuda. Quando eu ligo o computador, logo após o memory test aparecem as seguintes mensagens:
Detecting HDD Primary Master… QUANTUM FIREBALLI CT 20 20
Detecting HDD Primary Slave…None
Detecting HDD Secondary Master…None
Detecting HDD Secondary Slave…LTN301
CMOS checksum error – Defeaults loaded.
Também estou tendo problema com a data, que sempre volta para janeiro de 1997. O que pode estar ocorrendo? O que tenho que fazer para consertar e não ter mais problemas com a data?

b) Eu estou com um problema com o meu PC. Ele não liga de jeito nenhum e fica com a luz vermelha acesa freqüentemente. Quando chega a ligar acusa uma mensagem cuja esta é “Batery Low”. Gostaria de saber se a Equipe PC World, teria a solução para o meu problema.
Resposta:
As mensagens “CMOS Checksum Error” e “Battery Low” aparecem pelo mesmo motivo: a bateria da placa mãe está fraca. As placas atuais usam uma bateria de lítio com 3 volts, modelo CR2032. Pode ser encontrada à venda em algumas lojas de informática especializadas em hardware, ou então em qualquer loja que venda baterias para relógios. Basta trocar esta bateria e o problema será resolvido. Depois da troca, aparecerá somente mais uma vez a mensagem “CMOS Checksum Error – Defaults loaded”. Serão carregados valores default, e a partir daí o CMOS não será mais apagado e o relógio não irá mais atrasar.

15) Problema com o relógio
Quando eu ligo o computador, logo após o memory test aparece a seguinte mensagem:
CMOS checksum error – Defeaults loaded.
Também estou tendo problema com a data, que sempre volta para janeiro de 1997. O que pode estar ocorrendo? O que tenho que fazer para consertar?
Resposta:
Este problema é bastante simples e já o abordamos inúmeras vezes, mas é bom sempre lembrá-lo, pois é muito comum. Isto ocorre porque a bateria da sua placa de CPU está danificada. Se for uma bateria de lítio, em forma de moeda (modelo CR-2032), é fácil comprá-la e trocá-la. Muitas lojas de informática vendem esta bateria. Também podemos encontrá-la em lojas de relógios. Desligue o computador da rede elétrica e faça a substituição. Se tiver dificuldades pode pedir ajuda a um amigo mais experiente ou a um técnico.