Home » Artigos arquivados » 2001 – Placas de som, CDs, multimídia, DVDs (Perguntas e Respostas)

2001 – Placas de som, CDs, multimídia, DVDs (Perguntas e Respostas)

1) Sem som nos CDs de áudio
Tenho um computador Pentium II, 350MHz, com Kit Multimídia 44x MAX. Quando ouço músicas no formato MP3 o áudio funciona corretamente, entretanto quando insiro no drive um CD comum adeus som! O que estará acontecendo, será um problema apenas de configuração?
Resposta:
O som dos CDs de áudio pode ficar desativado caso o montador do PC tenha esquecido de fazer a ligação interna do cabo de áudio entre o drive de CD-ROM e a entrada CD-IN da placa de som. Placas de CPU com som onboard também têm uma entrada CD-IN similar. Quando ouvimos músicas MP3, é feita a leitura dos arquivos armazenados no CD, através da interface IDE, a seguir os dados são descomprimidos e enviados à placa de som. No caso dos CDs de áudio, o som analógico é transferido diretamente à placa de som através do cabo de áudio, portanto quando este cabo não está ligado não haverá som, é preciso verificar esta conexão. Também é preciso que a opção “Áudio de CD” esteja habilitada no Mixer do Windows. Para isso dê um clique duplo no alto falante da barra de tarefas e no quadro apresentado, ajuste o controle deslizante correspondente ao “Áudio de CD”, e deixe desmarcada a opção “Sem áudio”. Se não existir este controle, use o comando Opções/Propriedades, selecione Reprodução e marque a opção “Áudio de CD”.

2) Ligações com DVD
Comprei o kit DVD Creative Labs PC DVD Encore 8x. Só que eu não estou sabendo como conectar a saida de som da placa decodificadora Dxr3 em meu Mini System AIWA modelo NSX-AV90 Dolby Pro logic.
Resposta:
A saída sonora da placa DXR3 deve ser ligada na entrada CD-in da sua placa de som. Na DXR3 existem conexões para você ligar os cabos de áudio do drive de CD-ROM e do drive de DVD-ROM. Na decodificadora os sons de CDs provenientes de ambos os drives (caso você utilize os dois) são somados e enviados à entrada CD-In da placa de som. Desta forma você ouvirá os sons de DVD da mesma forma como ouve sons de qualquer outro programa. A saída Line Out da placa de som será usada para levar os canais sonoros esquerdo e direito para o Mini System Aiwa. Não existe problema em usar um cabo muito longo, mas para não ocorrer perda de qualidade, ambos devem ser de boa qualidade, com blindagem. Lojas especializadas em som comercializam este tipo de cabo.

3) Processamento de áudio
Possuo um estúdio de música baseado em PC e rodo programas de áudio que me mostram (creio eu) o acesso às memórias Ram e ao HD. Meu caso, excutando o programa vários arquivos wav são “tocados” ao mesmo tempo, como canais de um gravador multipista ex.: baixo, guitarra, voz, etc. Durante a mixagem de todos os tracks adiciono plugins para processar o áudio ex.: equalizadores, compressores, reverb… Bom! Ao monitorar a Ram observo picos em torno de 35 MB, e os acessos ao Disco às vezes chegam em 100%. Fazendo algumas alterações no buffer do programa (até 2 segundos) A leitura muda. Lógicamente o acesso à RAM aumenta (60MB) e o acesso ao disco cai consideravelmente (20%). Tenho problemas ao adicionar vários canais (wav) e plugins. O computador começa a “engasgar” o áudio e mesmo com essas modificações não resolvo totalmente o problema (ameniza bastante). Minha configuração.: PIII 550, Mboard ASUS P3V133(VIA), 256 / 133 RAM, HD Sansung (sistema) QFireball (slave) com defrag diário. Gostaria de saber se o problema é o clock ou se há uma forma de utilizar toda a RAM (ouvi dizer que este CPU não utiliza toda). Outra questão! Ao adquirir a Pmãe exigi ao vendedor uma ASUS com Chipset Intel mais atual possível. Pois tenho outra máquina com a P3BF (PII 350) e sou muito satisfeito com ela mas já fora de linha. Bom! Gostaria de saber se o Chipset VIA é compatível ou melhor que o INTEL. Muito obrigado!
Resposta:
Pelo que me parece o programa que você usa permite reduzir a quantidade de acessos a disco, desde que exista bastante memória disponível. A situação ficará ainda melhor se você configurar o seu PC para utilizar mais a memória para acelerar o disco. Um PC pode ter seu sistema de arquivos configurado de três formas: Sistema móvel (pouca memória), Computador pessoal (média) e Servidor (muita memória). Para PCs a partir de 32 MB, configurar com a opção Servidor traz melhores resultados. Para fazer esta configuração use Painel de Controle / Sistema e clique na guia Desempenho, e finalmente no botão Sistema de Arquivos. Selecione agora a guia Disco rígido e no campo “Função deste computador” escolha “Servidor de rede”. Depois que o Windows for reiniciado as alterações terão efeito. Esta configuração faz com que o Windows use toda a memória livre como cache de disco. À medida em que os programas necessitarem de memória, áreas antes usadas como cache de disco serão liberadas. O seu computador tem acesso a toda memória instalada, mas é preciso que o seu programa utilize esta memória, isto não depende da placa de CPU. Como você tem muita memória, a opção “Servidor de rede” vai melhorar bastante o desempenho do disco. O seu processador pode ou não ser capaz de manipular um número elevado de canais, depende das operações que são realizadas sobre cada canal. Quanto mais complexas são as operações, mais trabalho terá o processador. Você pode confirmar se o seu processador está sobrecarregado utilizando o gráfico do programa Monitor do Sistema. Escolha a opção Núcleo / Uso do processador. Se chegar perto de 100% quando o número de canais for muito elevado e os problemas começarem, provavelmente instalar um processador mais veloz vai melhorar a situação. Quanto aos chipsets da VIA, todos os modelos atuais são melhores que o Intel i440BX, usado na placa P3B-F.

4) FAKECD
Baixei da internet os arquivos Fakecd.exe e fakedr, versões 1,3 e 0,9 respectivamente, mas não consegui fazer nenhum dos dois funcionar. Possuo um Pentium 100, com 32MB de memória, HD de 1,2 GB, Windows 95 e drive CD-Rom de 8x. Não sei se fiz a edição correta do Autoexec.bat e Config.sys para que o fakecd funcione junto com Windows 95.
Resposta:
Imagine poder gravar o conteúdo de um CD-ROM em diretório do disco rígido, guardar o CD e utilizar o software que está no disco rígido, seu utilizar o CD-ROM. Vários programas permitem fazer isso, instalar o software e guardar o CD, mas a maioria dos jogos exige que o CD-ROM esteja presente no drive, uma forma de dificultar as cópias ilegais. Se fosse possível executar pelo disco rígido esses programas protegidos, seria uma boa coisa. A leitura de dados do HD é muito mais rápida que a de um CD. O CD original ficaria guardado em local seguro e protegido de arranhões. Você não teria o trabalho de guardar um CD, pegar o CD que você deseja e colocar no drive. Jogos para o MS-DOS poderiam ser executados sem precisar do MSCDEX.EXE e do ATAPI.SYS, deixando mais memória convencional livre. Realmente são muitas as vantagens, mas obviamente só vale a pena fazer isso com os CD que você usa mais e se tiver espaço suficiente no disco rígido. Isto pode ser feito com o programa FAKECD (FAKE=falso). Basta adicionar no arquivo AUTOEXEC.BAT o comando:
LH FAKECD C:\DIRET /L:E
Neste exemplo, C:\DIRET é um diretório qualquer para o qual deve ser copiado o conteúdo do CD-ROM original. O parâmetro L:E faz com que o drive de CD-ROM virtual use a letra E, mas você pode escolher outra qualquer. O FAKECD ocupa apenas 8 kB de memória. Feita a instalação, aparecerá na janela Meu Computador o novo “drive” de CD-ROM. O Windows e o MS-DOS realmente pensam que é um drive de CD-ROM. O programa FAKECD é um freeware que pode ser obtido em vários sites de programas grátis. Na área de programas de www.laercio.com.br você encontra também o FAKECD, acompanhado de um manual em português.

5) Erro ao formatar CD-RW
Tenho o gravador HP 8200 serie cd-writer plus, uso o software que vem com o gravador (adaptec) e estou tendo problemas para formar 2 cd-rw da marca DISC (eu acho, só aparece esse nome na capa dos CDs). Ao formatar no modo rápido, quando passa de 2 minutos de 30 segundos, o software diz que não é possível formatá-lo. Isso acontece nos 2 cds-rw. No modo mais lento, a formatação também não funciona. Tenho 1 cd-rw que veio com o gravador e ele formata certinho.
Resposta:
Se você está conseguindo formatar corretamente o CD que veio com o gravador, então está utilizando os comandos corretos. Ao usar esses mesmos comandos com ou CDs de marca duvidosa, a formatação é abortada. Isto pode ocorrer com muitos CDs, por serem inadequados ao gravador, ou por serem de baixa qualidade. Nem todos os CDs são totalmente compatíveis com todos os gravadores. Você pode até conseguir alguma marca de CDs de baixo custo que funcionem bem com o seu gravador, não significa que todos os discos de baixo custo apresentarão problemas no seu gravador. Ao identificar uma marca que funcione bem, passe a utilizá-la. Verifique no manual que acompanha o seu gravador, quais são as marcas de discos compatíveis.

6) Som trava o micro
Meu micro é um Pentium Cellerom 466 mhz, 64 ram, HD de 10GB quantum, MB 758 onbord, com controladora de som é CMI8738/C3DX. Trabalhava com o windows 95 OSR2 e posteriormente instalei os Sistema Windows ME. Anteriormente o equipamento funcionava com precisão, apenas com falha de som no Programa Show de Milhão volume 2, com cortes no som. Agora este programa funciona corretamente, só que quando o micro processa músicas em software educativos ou mesmo, quando acessa um site de música na internet, ocasiona problemas de travamento. É estranho pois a musica continua a sair nas caixas de som normalmente e o HD fica como se estivesse trabalhando, mas no entanto o sistema não responde ou quando dou contra alt del, pede para fechar mas não fecha. Por favor me dê uma solução, pois estou resentando diariamente o micro e isto pode me causar maiores prejuizos.
Resposta:
Seu micro não parece ter problemas de hardware, pois estava funcionando bem. Apenas o referido programa apresentava cortes no som, mas qual é o micro no qual 100% dos programas funcionam bem? A instalação do Windows ME trocou os drivers de som antigos por novos, que se por um lado consertaram o som do CD do Silvio Santos, causaram travamentos em outros programas sonoros. É possível que a instalação de novos drivers de som, obtidos no site do fabricante da placa de CPU (www.pcchips.com) resolva o seu problema, e esta é uma tentativa que vale a pena ser feita. Se isto não resolver, a solução empregada por qualquer laboratório de manutenção é formatar o disco rígido e instalar o Windows a partir do zero. É claro que neste caso você deve fazer backup dos seus dados importantes. Normalmente é necessário instalar a seguir os “drivers da placa de CPU”, obtidos no site do fabricante. Esses drivers permitem que funcione corretamente o gerenciamento de energia, o gerenciamento de recursos de hardware, as interfaces IDE e o barramento AGP. O Windows ME já possui drivers nativos para vários modelos de placas de CPU, mas para certos modelos pode ser necessário usar drivers próprios. O fabricante da placa de CPU avisa no seu site quando é necessário instalar drivers à parte. Será preciso a seguir instalar os drivers de som, vídeo, modem, etc. Tudo deve ser testado, e se estiver tudo funcionando, pode ser feita a instalação e o teste dos aplicativos. Não recomendo que você faça tudo isso se não tem experiência com o assunto. Neste caso será melhor contar com os serviços de um bom técnico. Às vezes o usuário dá sorte e a simples atualização de um driver resolve os problemas. Às vezes isto não resolve, e é preciso instalar tudo a partir do zero.

7) Sem som no modo MS-DOS
Como fazer para que todo som emitido pelo computador saia pelas minhas caixas acústicas multimídia? Atualmente os sons de jogos em MS-DOS e os sons característicos originados na ligação telefônica para conexão à Internet são emitidos pelo auto falante que tem dentro da CPU, se não me engano na placa de fax-modem.
Resposta:
Os sons relativos à Internet são emitidos pelo pequeno alto falante existente no modem, os dos programas no modo MS-DOS estão sendo emitidos pelo PC Speaker, que é um pequeno alto falante existente na parte frontal do gabinete do PC, no seu lado interno. Para que os sons de programas no modo MS-DOS sejam reproduzidos pelas caixas acústicas (ou seja, pela sua placa de som), é preciso que a placa de som seja configurada para funcionar no modo MS-DOS. Além disso é preciso configurar cada programa do MS-DOS que utilize sons, para que os envie para a placa de som, e não mais para o PC Speaker. Isto nem sempre pode ser feito. Placas de som compatíveis com a Sound Blaster em geral possuem um utilitário que as configuram para funcionar no modo MS-DOS. Este utilitário é adicionado automaticamente quando é feita a instalação da placa de som. Para saber se este utilitário está instalado (caso exista), use o comando Desligar / Reiniciar em modo MS-DOS. Será executado o arquivo DOSSTART.BAT, onde em geral é feita a ativação da placa de som no modo MS-DOS. Use o comando SET. Se entre as informações apresentadas existir uma iniciando com “BLASTER”, então a sua placa de som está disponível para o modo MS-DOS. Bastará agora configurar os programas com as informações ao lado da variável BLASTER. Você encontrará exemplos de configurações como esta no meu artigo “Configurando sons para jogos no modo MS-DOS”, em www.laercio.com.br.

8) Drive de CD-ROM não lê
Meu drive de CD estava com problemas pois não lia os cds, dai troquei o drive por outro da MAX com velocidade de 52X mas ainda está com problemas para ler os cds, as vezes ele lê alguns cds mas na maioria das vezes não. O que devo fazer?
Resposta:
Creio que o seu drive de CD-ROM não é de marca “MAX”. Todos os drives de CD-ROM modernos operam com velocidade linear variável, e velocidade angular constante (CAV), e por isso apresentam uma taxa de transferência nas trilhas externas cerca de 2 vezes maior que nas trilhas internas. Sendo assim, os fabricantes indicam a velocidade máxima, por exemplo, 52x Max significa que a velocidade máxima é 52x, e não que o fabricante é “MAX”. Se você está com problemas para ler CD-ROMs e o drive é novo, provavelmente ele está defeituoso. Por outro lado, se você está com problemas para ler CDs gravados (CD-R ou CD-RW), saiba que provavelmente o problema está nas mídias utilizadas. Nem todas as mídias são de boa qualidade, e nem todas podem ser lidas em qualquer drive. As mídias douradas são as melhores, e é recomendável que a gravação seja feita em velocidade baixa (1x ou 2x) quando ocorrem problemas. Se o CD-R foi gravado em velocidade alta e com uma mídia de baixa qualidade, podem ocorrer problemas de leitura, não importa a marca do drive de CD-ROM que você usar. Como o seu drive às vezes lê e às vezes não lê, ele está corretamente instalado. O problema está realmente na mídia ou na qualidade do drive.

9) Placa de som desconhecida
Nao tenho os drivers de som do meu novo computador. tambem nao sei qual a marca da placa. sera que existe algum serviço na internet onde se possa, online, detectar qual a minha placa de som e, em seguida, me dar o caminho para o download dos respectivos drivers, ou, pelo menos, achar qual a marca da minha placa de som para, daí em seguida, correr atrás dos drivers?
Resposta:
Abra o seu computador e verifique se ele possui uma placa de som avulsa. Se possui, retire-a para checar as informações existentes no seu chip. Se não possui, ou seja, se está embutida na placa de CPU, descubra sua marca e modelo, para chegar ao site do fabricante. Neste site você encontrará os drivers de som. Se o computador possui uma placa de som avulsa, verifique se existe alguma inscrição. Veja o número ou nome indicado no seu chip principal. Este número pode ser usado como objeto de uma busca na Internet. Por exemplo, se existir um chip cujo nome é HT1869A, faça uma busca pela expressão +HT1869A+drivers. Fatalmente você acabará chegando ao site do fabricante de hardware. Você também pode descobrir alguma coisa através do Gerenciador de Dispositivos. Observe que pode ser uma tarefa difícil para um leigo, descobrir informações como essas, mas é uma tarefa fácil para um técnico experiente. Talvez seja o caso de contratar os serviços de manutenção de um técnico, e aproveite para pedir a ele que determine os fabricantes das suas placas, para que você possa chegar aos drivers.

10) Criando CDs de áudio
Minha empresa possui uma gravadora de CD-ROM HP CD-Writer Plus 7200, que faz gravações em até 2 velocidades. O software utilizado para gravação é o sugerido pelo fabricante, que grava CD´s de áudio a partir do formato .WAV. É possível utilizar um outro programa de gravação que não seja do fabricante (Nero, por exemplo), para criar CD´s de áudio a partir do formato .MP3?
Resposta:
Sim, isto pode ser feito. A princípio qualquer programa de gravação de CDs pode ser utilizado com qualquer gravador de CDs, exceto em alguns casos. Por exemplo, programas antigos podem não ser compatíveis com gravadores novos. Certos programas que acompanham gravadores são configurados para funcionar apenas com aquele gravador. Por exemplo, o Nero Burning Room, que acompanha os drives da Creative Labs, é uma versão especial que funciona exclusivamente com este gravador. Para funcionar com qualquer gravador, é preciso adquirir o programa completo. Em geral a aquisição pode ser feita pela Internet, e o fabricante informa quais são os modelos de drivers compatíveis. Por outro lado, muitos desses programas de gravação são fornecidos em versão completa, para uso irrestrito em qualquer gravador. É o caso de testar.
A gravação de CDs de áudio a partir de MP3 pode ser feita de forma manual. Utilize um programa para fazer a conversão de MP3 para WAV. Existem vários deles em www.mp3.com. Armazene em um diretório os arquivos WAV, todos em formato estéreo, 16 bits e 44 kHz. Ao usar o seu programa de gravação de CDs, use o comando para criar CD de áudio e especifique o local onde estão os arquivos WAV a serem usados como faixas sonoras.

11) Placa Creative não funciona
Eu tenho um computador K6 II 500, placa-mãe SOYO sem nada on-board, MONITOR AOC 1024 x 768, 0.28 ne . Eu comprei uma placa de vídeo da CREATIVE LABS COM 32 M PCI chamada SAVAGE 4, mas a placa de vídeo não funciona de jeito nenhum no WINDOWS 98. Depois de configurada a placa, o computador é reiniciado e trava com a tela preta. O que eu posso fazer para que ela funcione?
Resposta:
A placa pode estar com defeito, peça que seja testada na loja, em outro computador. Utilize drivers mais novos, pois os drivers que acompanham as placas quase sempre são desatualizados, e muitos deles podem apresentar problemas. Obtenha os drivers mais recentes em www.soundblaster.com. Finalmente, experimente utilizar outro slot PCI. Cada slot utiliza uma linha de IRQ. O Windows é capaz de gerenciar corretamente essas IRQs, mas caso não esteja fazendo isto corretamente (por problemas ou ausência dos drivers da placa de CPU responsáveis por este gerenciamento), um conflito de IRQs pode realmente impedir a placa de funcionar. Aproveite para obter no site da Soyo, os drivers mais recentes para a sua placa de CPU.

12) PC para ver DVD
Laércio, estou montando um computador Pentium III 1 GHz e gostaria que você me ajudasse. Qual placa de vídeo com saída para TV você me indicaria. Se eu quiser ver um filme em DVD no computador essa placa de vídeo transmitiria uma imagem boa para a tv? A placa-mãe Intel D815EEAZ com vídeo e o som on-board posso usa-la em off-board. Se não que placa-mãe você me indicaria? Desde já meu muito obrigado!
Resposta:
Os primeiros kits de DVD eram acompanhados de uma placa decodificadora MPEG. Essas placas têm duas grandes vantagens: oferecem melhor qualidade de imagem e podem ser usadas para conexão com uma TV. Exemplos típicos são os kits de DVD da Creative Labs, compostos de drive e placa decodificadora. Essas placas decodificadoras são capazes de operar em conjunto com qualquer modelo de placa de vídeo. Hoje em dia é comum encontrar drives de DVD vendidos de forma avulsa, sem placa decodificadora. As placas de vídeo, por sua vez (e muitos desses drives também) são acompanhadas de um software decodificador para DVD. Com este software, a placa decodificadora é dispensada, mas a qualidade de imagem não é tão boa, e perdemos a comodidade de ter saída para TV. Se você quer ver TV no micro, assistindo canais normais de TV convencional e TV a cabo, sugiro uma placa ATI All-in-wonder. Esta placa pode ser usada para assistir DVD, usando decodificador por software. Para ter imagem melhor e saída para TV também no caso de DVDs, sugiro que você use o kit DVD da Creative, que tem placa decodificadora própria.

13) Problemas com som
A cerca de Trinta dias comprei um AMD K6-2 500 processador 3D , Placa de vídeo Direct 3D AGP On-board, Placa de Som on-board, HD Quantum Firebal 10 GB, 64 MB Memória Ram, Fax moldem Motorola Off-board.
Estou em dúvidas se ela realmente é PC 133 iagual consta no CD de instlação ou outra. Meu sistema operacional é o Windows Milenio Edition Passado uma semana após a compra, começaram a surgir problemas com o sistema de som, já o levei a loja onde o comprei, o som foi reenstalado, passado 4 dias o problema tornou a se repetir, eu mesmo reenstalei o sistema com o software que veio no CD de instlação e o Windows me deu a seguuinte mensagem “Este software não foi testado pela Microsoft e para manter a confiabilidade do sistema o software não será instalado”. Então voltei a loja e peguei um CD e drives e instelei o VIA AC’97 Audio Controler (WDM), ele instalou normalmente sem questionar e observando erá o que estava instalado anteriormente, más passado 2 dias o mesmo problema, o som parece de uma fita K7 pesado enrolando, esse problema é notado somente quando vou ouvir Músicas de Cd ou Mp3, ou video-clips. O que devo Fazer?
Resposta:
Temos aqui dois pontos fracos na sua compra. O primeiro é que o K6-2 já saiu de linha há muito tempo, os que existem são ponta de estoque. Não será possível fazer upgrades de processador no seu PC. Sistemas operacionais e softwares novos precisarão de processadores cada vez mais rápidos, e o K6-2 terá cada vez mais dificuldades para executá-los. O segundo ponto fraco é que quase todo PC com K6-2 usa aquelas placas de CPU altamente problemáticas, produzidas pela PC Chips, que quase sempre dão dores de cabeça ao usuário. No seu caso, você está tendo dores de cabeças devidas ao som. Pode ser que o problema esteja sendo causado por softwares que você está usando, mas também pode ser que exista um defeito de hardware sério na placa, nos circuitos de som. É preciso que os drivers de som sejam removidos e que seja feita a instalação dos drivers corretos para a sua placa de CPU. Se forem instalados drivers errados, de outra placa, poderão realmente ocorrer problemas. É preciso identificar a marca e o modelo da sua placa de CPU, acessar o site do fabricante e fazer o download dos drivers corretos. O pessoal da loja onde você comprou o computador deveria fazer isso e entregar um computador confiável. Se existem problemas nos sons de CDs de áudio, algo de errado há com o drive de CD-ROM ou com os circuitos de som, pois deveria ser um som de alta qualidade, e o que os circuitos de som fazem no caso é simplesmente transmitir para as caixas de som o sinal de áudio que vem diretamente do drive. Já no caso de MP3 e vídeo, o som pode ficar ruim devido à lentidão do processador. Essas operações envolvem processamento, e com vídeo onboard o desempenho do processador é mesmo reduzido. Quando é feita conexão com a Internet, a coisa piora, pois este modem também rouba tempo do processador. Experimente ouvir MP3 sem utilizar outros programas e verifique o que ocorre com a qualidade do som.

14) Gravador de CDs
Possuo um gravador de CD Creative 8x4x32x. Ao fazer a formatação dos CDR e CD-RW que comprei, somente consigo obter 511 MB, nunca 640 MB ou 650 MB, como a capa do CD descreve. Já utilizei diversas mídias diferentes. Utilizo os programas Nero-Burning Rom 5.5 e Prassi 1.5 para formatar os CDs, programas esses que vieram junto com o gravador. Além disso, todas as vezes que inicio o programa, aparece a mensagem “Warning: Nero could not disable your UDF packet wrinting software”. Que devo fazer para resolver o problema? Possuo um Pentium III 600MHz, 128MB RAM e Win98.
Resposta:
Existem duas formas de gravar CDs. A primeira é usando programas como o Nero, o WinonCD, o Easy CD Creator e similares. Esses programas apresentam uma árvore de diretórios, e devemos indicar quais deles devem ser transferidos para o CD. É criada uma imagem do CD no disco rígido, que a seguir é transferida para a mídia. Também é possível fazer cópias de CDs. Nesta modalidade, a capacidade do CD é 650 MB. A outra forma de gravar CDs é usando um driver UDF, como é o caso do Prassi. Com esses drivers instalados, é possível formatar o CD com 511 MB e usá-lo como se fosse um disquete de alta capacidade. O uso torna-se mais fácil, mas a capacidade é menor. Programas como o Nero e Prassi convivem bem. Se você conseguir usar o Nero para gravar um CD (não é preciso formatar, se você já formatou use o comando Erase Disk do Nero), simplesmente ignore a mensagem apresentada.

15) Assistindo filmes em DVD
Tenho um Pentium III 800 Mhz com DVD e gostaria muito de assistir a filmes através dele na minha televisão que está ligada em um home theater da Gradiente. Já procurei informações nas casas de eletrônica, mas me aconselharam a não fazer isso, pois posso danificar o computador. Não consegui comprar os cabos corretos pois todas as casas não têm certeza o que devem vender. Gostaria da sua ajuda.
Resposta:
Existem computadores “com DVD” que possuem apenas o drive de DVD-ROM, e a exibição é feita exclusivamente na tela, a descompressão de vídeo é feita pelo processador da placa de CPU. Existem outros que, além do drive de DVD-ROM, possuem ainda uma placa decodificadora. Além de oferecer imagem melhor e não sobrecarregarem o processador, essas placas possuem ainda uma saída de vídeo composto NTSC. Muitos aparelhos de TV modernos possuem entrada de vídeo composto NTSC, algumas possuem apenas no sistema PAL-M. Se o seu PC possui uma placa decodificadora (como a DXR3, da Creative Labs), pode usar a sua saída de vídeo composto para ligar diretamente na TV. Mas se sua TV só aceita entrada em PAL-M, as imagens ficarão em preto e branco. Você precisará usar então um transcodificador de vídeo composto de NTSC para PAL-M. Este aparelho é encontrado com facilidade nas lojas de equipamentos para som, rádio e TV.
2001_01
Drive de DVD da Creative Labs

16) Problemas com o microfone
Tenho um micro Sound Blaster Itautec Pentium 300 com tudo funcionando perfeitamente. Acontece que não consigo gravar sons pelo microfone, eu ouço perfeitamente os sons e a reprodução de arquivos é perfeita. Já tentei utilizar outros programas gravadores mas não funcionou. Verifiquei em Propriedades de Audio do Gravador do Windows que o item gravação não está habilitado (está cinza). O que devo fazer? Tenho que reinstalar o Windows?
Resposta:
A primeira coisa a fazer é habilitar o microfone no Controle de Volume do Windows (clique no alto falante ao lado do relógio). Repita a instalação dos drivers da placa de som. Normalmente essas providências resolvem os problemas, mas em último caso, pode ser realmente necessário reinstalar o Windows. Há alguns dias passei por um problema como este, fiz de tudo e não consegui fazer aparecer o comando de configurações de áudio no Painel de Controle, que sempre ficava cinza e inativo. A única solução foi reinstalar o Windows, mas para isso não é preciso formatar o disco rígido. Basta instalar o Windows “por cima” do diretório C:\Windows já existente. Não será preciso reinstalar os drivers de outros dispositivos que já estão funcionando, e eventuais arquivos corrompidos ou em falta que estejam causando problemas serão repostos, resolvendo o problema.

17) Drive de CD-ROM deixou de funcionar
Gostaria de saber que procedimentos tomar quando um PC (Pentium 233 – 32 MB de RAM) que funcionava em perfeitas condições sem qualquer alteração repentina por conta do usuário ele passa a nao reconhecer o driver de CD-Rom, por exemplo 8x da Creative.
Resposta:
O problema pode ser de configuração do Windows ou um defeito de hardware. Para checar se é defeito de hardware, devemos fazer um teste sem o Windows. Usamos para isso um programa de diagnóstico, como o PC-Check (www.eurosoft-uk.com). Se quiser ter menos trabalho pode executar um boot com um disquete de inicialização do Windows e escolher a opção “Boot com suporte a CD-ROM”. Se mesmo nesses testes o drive de CD-ROM não funcionar, o problema poderá ser de hardware. O próximo passo é checar os cabos, e em um caso extremo, experimentar ligar o drive em outro computador. Se por outro lado o drive de CD-ROM funcionar nos testes mas não funcionar no Windows, o problema pode estar na própria configuração do Windows. Existem formas de investigar o problema, checando drivers e forçando a reinstalação do drive, mas uma forma mais garantida é reinstalar o Windows sobre o mesmo diretório (não é preciso formatar o HD nem reinstalar programas).

18) Gravador LG
Estou querendo comprar um Gravador de CD-ROM e não entendo muito, mas queria saber se o da marca LG que grava 12X 8X 32X é bom se posso ficar tranquilo, por que gostei do preço é mais barato que o da Creative de 8X 4X 32X. Posso Comprar???
Resposta:
Os gravadores da LG têm sido bem falados, eu mesmo estou prestes a comprar um. Apenas tome cuidado com a procedência do gravador. Compre em um fornecedor de sua confiança, pois já tive notícias de que existem versões falsificadas deste gravador.

19) Chiado nas caixas de som
Tenho um computador Pentium III 800Mhz, 256 MB Ram HD de 40GB, placa de som Creative Live X Game e um conjunto de caixas de som da Cambrige SoundWorks. Quando as caixas estão ligadas elas ficam com um barulho estranho, um chiado que não pára nunca. Ele só para quando ligo algum programa de som, tipo o Napster , ou então quando coloco um CD para tocar. Gostaria de saber qual o problema, se é das caixas de som ou da placa que está com defeito?
Resposta:
Somente você pode descobrir se o zumbido está sendo gerado pela placa de som ou pelas caixas de som. Experimente ligar as caixas de som e um outro computador e verifique se existe ruído. Como este conjunto de caixas tem 4 canais (2 dianteiros e 2 traseiros), você precisará testar 2 de cada vez, a menos que a placa de som do outro PC também tenha saídas para 4 canais. Da mesma forma, conecte outro jogo de caixas de som, mesmo simples, para verificar se também existe chiado. Existe ainda uma configuração que você pode fazer, e que se não for feita pode realmente resultar em zumbido. Utilize o mixer da Creative Labs e desative todas as entradas sonoras que estiverem sem uso. A Sound Blaster Live tem muitas entradas, e normalmente usamos apenas a do microfone, em alguns casos a Line IN, e a entrada de CD. O zumbido pode estar sendo gerado por uma dessas entradas sem uso. Para desativar uma entrada, reduza totalmente o “potenciômetro” de controle no mixer, ou então marque o quadro “sem áudio” na entrada correspondente.

20) Gravando de LPs para CDs
Possuo um PC Pentium 233 Mhz com 64 MB de memória, dois HDs com respectivamente 5 e 15 GB, gravador de CD Sony CRX 145 E. Gostaria de transferir para CD as minhas fitas K-7 e vinil. Podem me aconselhar o que seria necessário para realizar essa transferência, como placa de som, software, cabos etc ?
Resposta:
O seu aparelho de som, no qual você pode reproduzir LPs e cassetes, deve ter saídas de áudio com conectores RCA. É a saída do pré-amplificador, que normalmente é ligada no amplificador, no qual ficam ligadas as caixas de som. Esta saída de baixa potência pode ser ligada diretamente na entrada LINE IN da sua placa de som. Use para esta ligação, um cabo estéreo contendo em uma extremidade um plugue P2 estéreo e na outra, dois plugues RCA, compatíveis com a saída do seu pré-amplificador. Regule a entrada LINE IN no mixer do Windows até que consiga ouvir com boa qualidade pelo PC, os sons gerados pelo seu aparelho de som. Neste ponto você poderá utilizar programas de gravação, como os que acompanham a sua placa de som, para realizar as gravações de suas antigas músicas. Grave os arquivos no formato WAV, com 16 bits, estéreo e 44 KHz. Este é o formato utilizado pelos CDs de áudio. Seu programa de gravação de CDs poderá então compor um CD de áudio a partir das faixas representadas por esses arquivos WAV.
OBS: Será preciso usar também softwares para filtragem dos ruídos resultantes dos arranhões dos discos. Existem alguns programas de shareware e freeware na Internet que fazem esta conversão. Um deles é o Diamond Cut32, encontrado em www.enhancedaudio.com. Outro é o Dart Pro 32, (www.dartpro.com), mas a versão DEMO tem limitações na duração das músicas. Posso ainda citar um programa brasileiro, o DePopper, encontrado em (www.download.com). Se você tem o Sound Forge, pode usá-lo nesta conversão, mas é preciso fazer ajustes nos filtros para que não atenuem demais os agudos. A remoção de cliques e arranhões é baseada na filtragem de agudos, e deve ser feita apenas na intensidade mínima para melhorar a música, pois se usada em excesso, a filtragem afeta a qualidade sonora dos sons agudos.

21) CD explode
Um dia desses me aconteceu algo que me deixou muito intrigado. Estava configurando um computador Pentium III 550 Mhz, Placa Asus, 64 Mb Ram, enfim, um micro normal caseiro. Quando coloquei o CD-Rom de instalação e configuração, a unidade leitora Creative 52x começou a ler o CD-Rom e este simplesmente explodiu dentro do drive, espalhando cacos do CD por todo o quarto. Foi um barulho muito estranho e os fragmentos ficaram pequenos, como quando se quebra um pára-brisas. Passado o susto, desmontei o drive, retirei a sujeira (fragmentos do CD-Rom), montei e o drive e ele funcionou perfeitamente. O que pode ter
acontecido?
Resposta:
A história é mesmo interessante, à primeira vista parece até brincadeira. Este é o CD-ROM que eles usam no filme “missão impossível” – esta mensagem se auto-destruirá dentro de 5 segundos… Já sobe um ou outro caso de CD rachando dentro do drive, mas não ao ponto de partir em milhares de pedacinhos. Elevada temperatura, aliada à alta velocidade de rotação, pode eventualmente causar um problema como este. O CD que você utilizou provavelmente era frágil, ou passou por um choque térmico (estava em um local frio e foi colocado no calor do interior do drive). Se depois da limpeza o drive funcionou corretamente, é provável que não estrague outros CD-ROMs. Ainda assim, levando em conta que é um PC que vai ser entregue ao um cliente, seria altamente recomendável trocar este drive. Dê ao cliente um drive idêntico, mas que não tenha passado por esta dolorosa explosão, e fique com este drive sofrido para seu uso próprio. É melhor assim, você não correrá o risco de perder o cliente por problemas resultantes desta “explosão”.

22) Autorun não funciona no Windows 2000
Possuo um CD Rom 52 x genérico, driver Atapi MS 5.0. O Auto-Run funcionava normalmente no Windows 98, mas ao instalar o 2000, ele não funciona mais. Já o habilitei em propriedades cdrom inserir notificação automatica, experimentei habilitar o DMA, mas ainda assim não funciona. O que pode ser? Tenho 2 HDs, um utilizo para o Linux, mas com a instalação do Windows 2000 tive que colocar o Linux no 1º Master, pois só assim que o Lilo funcionou sem dar problemas.
Resposta:
Já observei este problema no Windows ME, mas não no Windows 2000. Drives de CD-ROM Creative, LG e Sony, que antes executavam a função Autorun perfeitamente no Windows 98, passaram a ora executar, ora não executar o AutoRun. À vezes é preciso usar o comando Atualizar (F5) para que o drive seja acessado, atualizado e o AutoRun entre. Estou investigando o problema, mas gostaria que outros leitores que passam por problemas semelhantes enviam a informação para esta coluna. Pode ser que isso seja um problema do Windows ME/2000.
No caso específico do Windows 2000, experimente fazer o login como Administrador. O Windows NT/2000 pode impedir usuários comuns de instalar softwares e o AutoRun pode não funcionar.

23) Programa em CD não funciona no disco rígido
A minha dúvida é a seguinte: instalei um um curso multimídia em meu micro e copiei todos os arquivos do CD, inclusive os ocultos, para uma pasta no drive C. No entanto, ao iniciar o aplicativo do curso, ele busca automaticamente no drive C os arquivos, sem me dar opção de direcionar a busca para a pasta que criei. Gostaria de saber se é possível eu direcionar para a pasta que eu criei e como fazer isso.
Resposta:
Quando temos bastante espaço livro no disco rígido e utilizamos com muita freqüência certos programas que exigem CD-ROM, temos uma grande chance de conseguir fazê-los funcionar diretamente com o disco rígido, usando uma cópia do conteúdo do CD-ROM. O método que você utilizou, simplesmente copiando o CD para o HD nem sempre funciona, pois os programas exigem a presença do CD-ROM. Existe entretanto um outro método que quase sempre funciona, que é usar o programa FAKECD, encontrado na área de download de www.laercio.com.br. Este programa faz com que um diretório do disco rígido funcione como um CD-ROM. Ele “engana” os programas, informando que este diretório é na verdade um CD-ROM. Com exceção de alguns programas que utilizam métodos especiais de proteção contra cópias, o FAKECD pode realmente fazer programas para CD funcionarem apenas com o disco rígido. Note que o programa exige sua ativação no AUTOEXEC.BAT (pelo menos a versão existente no meu site, a qual chegei a testar bastante), portanto não poderá funcionar no Windows ME, que ignora os arquivos CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT.

24) Função Autorun
Tenho um computador AMD K6-2 500 Mhz , placa mãe Asus PS5-B, CD-Rom Genérico 56X Rodeo Drive e sistema operacional Windows Me (portugues). Estou tendo problemas com a função AutoRun da unidade de CD-Rom. Toda vez que insiro um CD de áudio, aparece a sequinte mensagem: “O Windows não pode acessar o dispositivo, caminho ou arquivo especificado. Talvez você não tenha as permissões adequadas para acessar o ítem.” Qual é a solução para este problema?
Resposta:
Provavelmente existe algum problema com este drive de CD-ROM. Tenho em meu laboratório um computador semelhante, com a mesma placa de CPU, mas drives da Creative, Sony e LG, e em todos eles os CDs de áudio funcionam perfeitamente. Utilizo o drive C na interface IDE primária, configurado como Master, e o drive de CD-ROM também configurado como Master, ligado na interface IDE secundária. Tudo funciona bem, tanto no Windows ME como no Windows 98SE. Experimente ainda utilizar CD-ROM, use outros CDs de áudio, sobretudo originais (os gravados em CD-R podem apresentar problemas como este). Lembro ainda que no que se refere a CDs de áudio, a reprodução automática chama-se “Autoplay”, na qual o música toca automaticamente. O Autorun é a execução automática de programas existentes em CD-ROM. Ambos precisam que o drive de CD-ROM esteja corretamente instalado e em boas condições de funcionamento.

25) Fugindo do som onboard
Acabei de fazer um upgrade de uma máquina onboard de 96MB de RAM e processador AMD 450MHZ para um AMD Duron 700 MHZ de 128 de RAM e vídeo Voodoo 3 3000 de 16 MB. A placa de som ainda é onboard, pois não achei uma placa mãe que não tivesse o som assim. Sei que posso habilitar uma outra placa de som mas queria uma placa mãe “sem nada”. O meu evendedor afirma que é uma jogada da indústria para todo mundo comprar o Subwofer (que é mais de cem paus!!). Como eu me livro dessa palavra tirada do livro do inferno de Dante chamada onboard?!
Resposta:
A coisa não é tão feia assim. Apesar do vídeo e do modem onboard na maioria das vezes serem de baixo desempenho, o som onboard não atrapalha o desempenho do computador e sua qualidade é boa. Por mais simples que seja, o som onboard tem características semelhantes às da antiga placa Sound Blaster 16, que operava com as mesmas características do som de um CD de áudio: 16 bits, estéreo, 44 kHz. Por isso, mesmo as placas de CPU de alto desempenho possuem som onboard. É um som muito bom, apenas não tem (em geral) características sofisticadas encontradas em placas como a Sound Blaster Live: som quadrifônico, polifonia em múltiplos canais, som ambiental, síntese MIDI por wave table. Mesmo sem tudo isso, é um som mais que satisfatório para a maioria das aplicações. A questão do subwoofer está errada, ou talvez não tenha sido exatamente isso o que o vendedor quis dizer. Você pode ligar caixas de som comuns, de 15 reais, ligadas no conector verde (Line Out) existente na parte traseira da sua placa de CPU, utilizando o som onboard. Mesmo assim, caso você queira instalar uma placa de som avulsa, basta desabilitar o som onboard no CMOS Setup. Note entretanto que as placas de som de baixo custo não são melhores que o som onboard. Vale a pena abrir mão do som onboard se você quiser instalar uma placa de som mais sofisticada, como a Sound Blaster Live.

26) Gravação de CDs de áudio
Possuo um Pentium III 500 Mhz, 96 MB de Ram e placa de som genérica 16 bits. Adquiri um gravador da marca Acer, pois tenho a intenção de gravar CDs de áudio. Testando a gravação em um CD-RW verifico que as músicas são executadas mas as duas ou três primeiras faixas estão comprometidas com sons parecidos com pequenos estalidos, como se fosse um disco velho. As músicas mp3 no disco rígido estão perfeitas (128 Kbps, 44100 Hz ). Sei que o CD-RW não é reconhecido pelos aparelhos som comuns, mas o problema é que a execução das músicas deveriam ser perfeitas no computador. É problema da placa de som? A mídia escolhida foi incorreta? O que posso fazer para resolvê-lo?
Resposta:
Realmente você pode tentar utilizar outra mídia de boa marca, como Sony, Basf, TDK, Kodak ou Maxwell. Assim você não vai quebrar a cabeça sem necessidade. Experimente fazer as gravações de CDs de áudio em baixa velocidade (1x) e não execute outras tarefas no computador enquanto as gravações estiverem em andamento. Finalmente, experimente utilizar um outro programa de gravação de CDs, ou então uma versão mais recente do seu atual programa. Sugiro ainda que você leia meus artigos sobre gravação de CDs e sobre resolução de problemas em gravadores em CD-R e CD-RW, na área de artigos de www.laercio.com.br.

27) Problemas ao gravar CDs de áudio
Adquiri um gravador de CD-RW LG CED8120B. Após instalá-lo em um K6-2 333, 32 MB RAM e som onboard, fiz vários testes e comprovei que ele fazia duplicações de CD de dados, mas quando é para áudio ele não grava. Sempre exibe a mensagem “erro no dispositivo de saída”. Fiz várias mudanças na configuração acionando o modo DMA tanto no HD quanto no drive do gravador, mas não resolveu. Uso o Easy CD Creator v.4.02c da Adaptec. O que mais posso fazer para verificar se o problema é com a configuração ou com o gravador?
Resposta:
Acione a gravação em velocidade simples (1x). Use opções como “Test and Write” e desative a gravação “on the fly”. Na área de artigos de www.laercio.com.br existe um artigo sobre resolução de problemas com gravadores de CDs, vale a pena consultar. Experimente utilizar outras mídias, principalmente a dourada, de melhor qualidade. A gravação de CDs de áudio não é uma tarefa que exija muito do processador, por isso um K6-2/333 tem plenas condições de realizá-la. Na verdade, até mesmo um Pentium-133 dá conta do recado. Lembro que a gravação de CDs deve ser feita preferencialmente de forma exclusiva, ou seja, não use outros programas enquanto estiver fazendo uma gravação. Finalmente uma tentativa que vale a pena ser feita é usar um outro programa de gravação. Você pode experimentar o programa que é fornecido junto com o gravador de um colega, ou mesmo tentar obter outro programa com o seu revendedor. Finalmente, recomendo que, caso o custo não seja fora de suas possibilidades, seja feita uma expansão de memória, pois 32 MB é muito pouco, e pode acarretar problemas com muitos softwares.

28) Jogo estraga o som
Possuo um Pentium 133, 16MB RAM, com Windows 95. Quando iniciei o jogo “Time Comando”, que já estava instalado, todo o sistema ficou mudo, afetando o multimídia e atrapalhando a execução de outros programas sonoros. O próprio Windows emudeceu de repente. Resolvi o problema eliminando todos os arquivos instalados do jogo e desligando e ligando novamente o sistema. Existe uma maneira para que isso não aconteça de novo? Será que foi o jogo, com algum problema, que provocou este incidente de som?
Resposta:
Time Commando, um jogo muito bom, tem aquela parte depois de matar o dragão na idade média japonesa, em que é preciso girar um vaso verde para entrar na sala secreta (cuidado, ela está cheia de ninjas). É, um leitor já enviou esta pergunta para a Ciranda Cibernética: O que fazer depois de matar o dragão? Tive que pedir ajuda ao meu filho… Veja bem, este jogo faz a instalação do DirectX 2.0. O DirectX não era parte integrante do Windows 95, por isso todos os jogos passaram a incluir este pacote. O Windows 98 e versões mais novas já são acompanhados do DirectX, mas os jogos continuam trazendo este pacote para instalação opcional. Depois que a instalação do jogo termina, é perguntado se o usuário deseja instalar o DirectX. Caso deseje, o programa de instalação checa a versão existente e instala a do CD apenas se for mais nova. Mas você está usando o Windows 95, que não tinha o DirectX, e está instalando o DirectX 2.0 (muito antigo) que acompanhava o Time Commando. Sugiro então que você busque a versão mais nova em www.microsoft.com/directx/ e faça a sua instalação. O Time Commando deverá funcionar bem, eu já o “utilizei” em PCs com versões novas do DirectX. Se precisar reinstalar o Time Commando, quando for perguntado se deseja instalar o DirectX 2.0, responda que não. Se quiser saber previamente qual é a versão do DirectX existente no seu computado, use Iniciar / Executar / DXDIAG. No quadro apresentado estará indicada a versão, além de outras informações. E mais uma coisa: quando estiver no futuro, na base espacial, encontre o traje de astronauta, senão você morre no final da fase!

29) Placa Sound Blaster Live x Asus P3B-F
Possuo um PC com placa mãe Asus P3B-F, 256 MB de RAM, 450 Mhz, HD 20 GB, placa de vídeo Voodoo 3 3000 e placa de som Blaster Live. Para melhorar o desempenho dos jogos simuladores de vôo, pedi ao técnico para trocar o processador para um Intel 800 Mhz. Depois da troca, a placa de som não conseguiu ser configurada. A tela ficava azul. Troquei a placa de som por outra inferior, a SB 16VXD da Creative, e funcionou perfeitamente. Gostaria da sua ajuda para voltar com a placa de som antiga, já que ela é melhor que a atual.

Resposta:
Existe uma incompatibilidade entre a placa de som Sound Blaster Live e a placa de CPU Asus modelo P3B-F. O problema: tela azul. É exatamente o que ocorreu em meu laboratório há alguns meses atrás. A solução para o problema é simples. Vejamos o que fazer no caso do Windows 98/98SE.
a) Ao ligar o computador, o Windows detectará “PCI Multimedia Audio Device”. Clique em Avançar e escolha a opção “Exiba uma lista de todos os drivers em um determinado local”. Selecione “Controladores de som, vídeo e jogo” e clique em Avançar. No quadro seguinte clique no botão “Com Disco”. Selecione do CD-ROM que acompanha a placa de som, o diretório \AUDIO\BRAZIL\WIN95DRV.
b) Será apresentado um quadro com os drivers encontrados (no caso, apenas o Creative SB Live! Value”. Selecione e clique em OK.
c) O Windows vai fazer a instalação dos drivers usando as informações do arquivo CTOM10K1.INF. Os arquivos serão copiados para o HD. Durante a cópia serão detectadas versões mais novas já instaladas dos arquivos MSJSTICK.DRV e VJOYD.VXD. Para ambos escolha a opçõa “Manter o arquivo existente”.
d) Terminada a cópia dos arquivos será apresentada a mensagem “Compilando banco de dados de informações sobre drivers”. Finalmente será apresentado um quadro com o nome da placa (Creative SB Live! Value), e dizendo que “O Windows terminou de instalar o software para o seu novo dispositivo de hardware”. Clique em Concluir.
e) A seguir serão detectados automaticamente outros dispositivos da placa de som:
PCI Input Controller / Interface de multimídia da Creative / Emulação do Creative SB16 / Creative Gameport Joystick
Neste momento ocorrerá um erro (tela azul), no arquivo EMU10K1. Tecle ENTER. Este problema será corrigido com a instalação do upgrade dos drivers (SBLW9XUP.EXE). Este arquivo de upgrade é obtido no site www.soundblaster.com.
f) Reinicie o computador. Se aparecer a tela azul, tecle ENTER. Se o PC travar, use RESET. Depois de carregar o Windows poderá aparecer novamente a tela azul, tecle ENTER. Ao acessar um drive pela primeira vez (disco rígido ou CD-ROM), também poderá aparecer a tela azul e você deve teclar ENTER. Este é um bug incômodo mas será totalmente eliminado com a instalação do SBLW9XUP.EXE.
g) Clique no arquivo SBLW9XUP.EXE, que será descompactado no diretório temporário do Windows, será apresentado um contrato de licença, clique em YES e NEXT. Será apresentada a mensagem “Updating Windows Drivers – this will take a few minutes…”. Terminada a instalação será apresentado um quadro no qual você deve escolher a opção “Yes, I want to restart my computer now” e clicar em FINISH.
h) A partir de agora não ocorrerão mais travamentos (tela azul). Você pode testar rapidamente a reprodução de sons MIDI e WAV. Existem vários deles no diretório C:\WINDOWS\MEDIA. Coloque também um CD de áudio, ele tocará automaticamente.
Se você estiver usando o Windows ME, a coisa é mais simples. Basta usar os drivers mais novos para esta placa, próprios para o Windows ME, também obtidos no site da Creative Labs, e não use os drivers do CD-ROM que acompanha a placa.

30) CD com apenas 511 MB
Possuo um gravador de CD Creative 8x4x32x. Ao fazer a formatação dos CDR e CDRW que comprei, somente consigo obter 511 MB, nunca 640 MB ou 650 MB, como a capa do CD descreve. Já utilizei diversas mídias diferentes. Utilizo os programas Nero-Burning Rom 5.5 e Prassi 1.5 para formatar os CDs, programas esses que vieram junto com o gravador. Além disso, todas as vezes que inicio o programa, aparece a mensagem “Warning: Nero could not disable your UDF packet wrinting software”. Que devo fazer para resolver o problema? Possuo um Pentium III 600MHz, 128MB RAM e Win98.
Resposta:
Existem duas formas de gravar CDs. A primeira é usando programas como o Nero, o WinonCD, o Easy CD Creator e similares. Esses programas apresentam uma árvore de diretórios, e devemos indicar quais deles devem ser transferidos para o CD. É criada uma imagem do CD no disco rígido, que a seguir é transferida para a mídia. Também é possível fazer cópias de CDs. Nesta modalidade, a capacidade do CD é 650 MB. A outra forma de gravar CDs é usando um driver UDF, como é o caso do Prassi. Com esses drivers instalados, é possível formatar o CD com 511 MB e usá-lo como se fosse um disquete de alta capacidade. O uso torna-se mais fácil, mas a capacidade é menor. Programas como o Nero e Prassi convivem bem. Se você conseguir usar o Nero para gravar um CD (não é preciso formatar, se você já formatou use o comando Erase Disk do Nero), simplesmente ignore a mensagem apresentada.

31) Microfone Não Funciona.
Como faço para instalar um microfone? Já coloquei o pino no lugar correspondente no gabinete e em seguida fui em “entretenimento” e selecionei “microfone”, mas não deu resultado (nem na gravação quanto para testar se saía). É como se não tivesse microfone nenhum. Meu sistema operacional é o Windows 98.
Resposta:
O primeiro requisito é que os drivers da placa de som precisam estar instalados. Se o computador está reproduzindo sons, significa que esses drivers estão instalados, o que permitirá o funcionamento do microfone. A segunda providência é habilitar o microfone no Mixer (controlador de volume). Para isso aplique um clique duplo no alto falante da barra de tarefas, ao lado do relógio. Se este alto falante não estiver aparecendo, use o Painel de Controle, clique em Multimídia e selecione a guia Áudio. Marque a opção “Mostrar o controle de volume na barra de tarefas”. Depois de clicar no alto falante, use Opções / Propriedades. Marque a opção Gravação e na lista de dispositivos, marque “Microfone”. O quadro “Controle de Volume” a aparecerá agora com o nome “Controle de gravação”. Sob o item “Microfone”, marque o quadro “Selecionar” e regule o volume do potenciômetro para cerca de 70% do valor máximo, o que resulta em som de bom volume e com pouca distorção. Você pode agora conectar o microfone na entrada apropriada e experimentar fazer uma gravação, utilizando o programa Gravador de som ou outro similar.

32) Filmes em DVD
Possuo um AMD K6 II 500 MHz, 128 MB de Ram, 13 GB, placa-mãe Asus P599VM, vídeo AGP compartilhada (8MB) e gravador de CD 8x4x32. Gostaria de transformar minhas fitas de vídeo cassete (VHS) em CD´s que possam ser usados no computador e também em um aparelho de DVD. Busquei algumas informações e a que me pareceu melhor, sem custo muito alto, foi um equipamento da Creative (Video Blaster Movie Maker), pois os arquivos gravados são no formato MPEG 1 e MPEG 2. Com este equipamento eu realmente gravarei CD´s que possam ser lidos por aparelho de DVD? Conseguirei imagens com boa nitidez? Ao comprar um DVD player, quais características preciso verificar para saber se ele lê CD´s de música e gravados no formato MP3?
Resposta:
Sobre a qualidade dos filmes gerados, você pode assistir a alguns exemplos em www.creative.com. Este produto pode fazer digitalizações nos formatos MPEG-1 e MPEG-2. A questão é que para digitalizar uma fita com 30 minutos e gravar o resultado em um CD-RW, você precisará limitar a taxa para 350 kB/s. Esta taxa é muito baixa para o padrão MPEG-2, que dá a melhor qualidade, mas exige mais espaço para armazenamento. Em MPEG-1 será possível usar taxas tão baixas quanto 200 kB/s, então será possível regular a taxa de compressão e a frame rate para que um vídeo de 30 minutos caiba em um CD-RW. O CD resultante poderá ser visualizado em um CD-ROM ou em um drive de DVD, porém a qualidade de imagem não é a mesma de um DVD. Já existem gravadores de DVDs que permitem produzir filmes em DVD, a partir de arquivos gigantescos que você pode criar com este produto da Creative, mas seu preço ainda é muito elevado. Quanto a ouvir músicas em MP3, os arquivos gerados para este tipo de CD são compatíveis com qualquer drive de CD-ROM, CD-RW ou DVD, portanto você não precisa se preocupar com isso. Qualquer drive de DVD (por exemplo, o mais recente Creative 12x) será capaz de ler CDs gravados com MP3.

33) Vídeo CD
Tenho um Pentium III 450 MHz, 128 RAM, placa de vídeo Voodoo 3 3000, placa Asus P2-99 e CDRW Acer 32x8x4 e gostaria de saber como faço para gravar VCDs. Por favor, me indique um bom programa e fácil de usar. Qual é a qualidade de vídeo? E de som? Posso usá-lo em aparelhos DVD?
Resposta:
Você encontrará excelentes referências sobre o assunto em www.vcdhelper.com e www.doom9.org. Lá existem links para a obtenção dos principais programas e explicações passo a passo sobre a sua utilização. A qualidade do vídeo e do som é inferior à dos DVDs, lembra um pouco a qualidade das fitas VHS, bastante aceitável.

34) Auto-Run
Meu CD-Rom não está lendo mas sozinho (auto-run). Como faço para arrumar este problema?
Resposta:
Clique em Meu computador com o botão direito do mouse e escolha no menu a opção Propriedades. Clique em Gerenciador de Dispositivos, a seguir no CD-ROM para abrir seu quadro de propriedades. Na guia Configurações, marque a opção “Inserir notificação automaticamente”. Não ligue para a tradução mal feita, deveria ser “Notificar inserção automaticamente”, mas funciona do mesmo jeito. Esta configuração ativa tanto o Auto Run (executa automaticamente CD-ROMs) quanto o AutoPlay (toca automaticamente CDs de áudio).

35) Volume de CDs de áudio
Estou com problemas de volume final proveniente das gravações e conversões nos formatos de áudio .MP3 para .CDA. Utilizo o Easy CD Creator 4 para conversão e durante a execução do CD algumas músicas ficam com volume diferenciado (algumas com volume bem baixo). Por que ocorre isso? Será que é a qualidade da MP3? Existe algum problema para corrigir isso ou tenho que selecionar melhor minhas .MP3? Utilizo o CD´n´Go! Suite para conversão, mas nem sempre coloco todas reduzidas por ele.
Resposta:
Este problema ocorre porque não existe padronização no nível do sinal de áudio dos arquivos em CDs, da mesma forma como não existe padrão nas emissoras de TV. Ao mudar de canais na TV, você observará que algumas emissoras têm som mais alto que outras, e é preciso regular o volume. Quando estamos ouvindo um CD, basta ajustar o volume para uma música e todas as demais terão níveis de volume similares, mas quando ouvimos músicas provenientes de CDs diferentes, os volumes não seguem um padrão. Para resolver este problema é preciso fazer uma normalização. Use algum programa que permita controlar volume de arquivos MP3. Você encontrará vários programas para MP3 em www.mp3.com. Também é possível fazer o ajuste no formato WAV, usando o programa Gravador de Som do Windows, no qual existe um comando para aumentar o volume. Quando faço a extração de faixas de áudio de CDs, uso o software WINDAC, a seguir checo o volume do arquivo WAV resultante com o Gravador de Som, e faço os ajustes necessários. Só então faço a conversão para MP3, usando o programa CDEX.

36) Problemas com gravação de CDs
Possuo um computador Pentium 750 com 128MB de memória, placa Asus CUV4X-C, HD Quantum Plus AS 40G, CD-Rom 52x e CD-RW 12x8x32. Não consigo gravar CD´s utilizando a velocidade máxima do CD-RW (12x). O buffer vai se esvaziando até chegar a zero. Notei que tanto o gravador quanto o HD não estão demarcados como Ultra DMA no Windows 98. Posso acionar o DMA nos dois sem acarretar problemas? Isso resolveria a situação ou melhoria a performance? Com relação ao uso dos IDEs, qual o melhor modo de instalação para minha configuração? Uso o HD sozinho em uma delas e os outros drives juntos na outra. Como minha placa Asus suporta somente até o ATA 66, penso em adquirir uma placa controladora para usufruir da capacidade total de transferência do HD (ATA 100). Até que ponto isso poderia incrementar a performance do meu PC?
Resposta:
Antes de mais nada, não deixe de ler meu artigo sobre problemas com gravadores de CDs, em www.laércio.com.br. O seu computador pode não ser suficientemente veloz para gravar CDs em 12x. Isso depende mais do disco rígido que do processador. Habilite a opção DMA, tanto para o gravador como para o disco rígido, isto poderá resolver o problema. Recomendo ainda que você não use a gravação “on the fly”. Com esta desabilitação, o programa de gravação fará a montagem de um arquivo de imagem com o conteúdo a ser gravado, o que normalmente evita problemas de buffer underrun, que é o que está ocorrendo no seu gravador. Não é necessário usar um disco ATA-100. Um modelo ATA-66 será suficiente para as gravações. Levando em conta a taxa de transferência interna, esses discos operam entre 10 MB/s e 30 MB/s, dependendo do modelo. A gravação em 12x exige 1,8 MB/s, portanto o seu HD operando em ATA-66 será bem veloz para permitir esta gravação sem problemas.

37) Reconhecimento de DVDs
Comprei um notebook (zero) Armada M700 com a seguinte configuração: Pentium II de 450 MHz, 128 MB de memória, HD de 10 GB, fax/modem de 56 K tela de 14″ e matriz ativa, CD Rom de 24x com DVD. O problema é que nem todos os DVD’s são aceitos pelo software da Compaq. Sei (e já tentei) que existem os mais variados tipos de discos, que são produzidos para funcionarem em determinados locais, tipo região 1,4 e livre. O que pode estar acontecendo? Por que alguns são aceitos e outros não? Existe algum software que possa instalar para que tenha mais opções na hora de locar?
Resposta:
É preciso identificar o problema de forma mais precisa. Ao invés de “nem todos os DVDs são aceitos”, é preciso descobrir se o problema é algo como “DVDs de zona 4 são aceitos mas não os de zona 1”. Para isso é preciso que você obtenha um disco DVD que seja exclusivo para zona 4, outro exclusivo para zona 1 e fazer o teste. Assim você descobrirá se o problema é um dos dois prováveis: 1) Seu drive só aceita CDs de zona 1; 2) Seu drive só aceita CDs de zona 4. Seja qual for o caso, aceitará normalmente os CDs de zona livre. Muitos drives de DVD são fixos em uma determinada zona, mas muitos podem ser reprogramados. Você deve tentar usar para isso, o programa Remote Selector, encontrado em www.visualdomain.net. Você também pode experimentar usar o DVD Player que acompanha algumas placas de vídeo 3D atuais. Já utilizei o PowerDVD, fornecido com placas de marca Jaton (chip TNT2) e funcionou bem com os drives da Creative, mas só testei com CDs de zona 4.

38) Backup em CD-RW
Adquiri um CD-RW da Creative, modelo 12.10.32x. Necessito de um software para backup que reconheça o drive de CD-RW, onde seja possível a execução de backups incrementais, preferencialmente em português e grátis. O software que acompanha o produto é o NTI DriveBackup, porém só faz o backup de todo o disco rígido. Dá para ajudar?
Resposta:
Você pode fazer isso usando o programa de Backup do Windows. No Windows 98 e 98SE, podia ser instalado diretamente durante a instalação do Windows, ou com o comando Adicionar/Remover programas, no Painel de Controle. No Windows ME, o programa está no CD-ROM de instalação. É um excelente programa, em português e faz backup incremental. Entretanto para que reconheça o gravador, é preciso que o disco esteja formatado com o sistema UDF, ou seja, que utilize a gravação em modo Packet Write.
Todos os gravadores são acompanhados de dois softwares de gravação. Um deles permite selecionar arquivos e diretórios, e grava CDs com até 650 MB. O outro programa é um pequeno driver que faz com que a mídia seja reconhecida como um disquete de alta capacidade (511 MB). Neste modo é possível gravar arquivos normalmente, criar pastas, apagar dados (em CD-RW) e demais operações. Um CD-R também pode ser usado, mas dados apagados não causarão a liberação do espaço, já que esta mídia não pode ser regravada. Quando um gravador de CDs opera neste modo, qualquer programa de backup irá reconhece-lo. Até pouco tempo os gravadores da Creative eram acompanhados do programa Nero para gravações em 650 MB e do Prassi ABCD para Packet Write.

39) DMA e gravador de CDs
Comprei uma gravadora e no seu manual tem algo sobre selecionar o modo DMA no sistema e o HDD com a finalidade de melhorar a transmissão dos dados. Porém, quando clico nesta opção, abre uma janela me alertando que, se não tiver certeza, é melhor não selecionar. Para que serve a opção DMA? Posso fazer alguma coisa para melhorar a transmissão de dados do meu HD para a gravadora? E do meu CD-Rom para minha gravadora?
Resposta:
O modo DMA é o mais eficiente para transferência de dados entre a memória e periféricos rápidos, como discos rígidos e drives de CD-ROM. O modo anteriormente utilizado era o PIO Mode 4 (PIO = Programmed I/O). Neste modo a taxa de transferência máxima é 16,6 MB/s, e tem como maior desvantagem o fato de manter o processador ocupado realizando a transferência. No modo DMA, as taxas de transferência são mais elevadas (33 MB/s, 66 MB/s ou 100 MB/s, dependendo do disco rígido e da interface), e o processador não perde tempo com a transferência, já que ela é feita diretamente entre a interface e a memória. Assim o processador fica com a maior parte do tempo livre para outros processamentos. Para permitir a gravação de CDs em altas velocidades sem ocorrer o famigerado problema do “buffer underrun”, pode ser necessário habilitar a opção DMA. Ocorre que em algumas placas de CPU antigas existem bugs que impedem o correto funcionamento do DMA. Por isso o Windows sempre apresenta este alerta quando tentamos ativar esta opção. A habilitação do DMA, bem como seus testes de compatibilidade, deveria ser feito por qualquer fabricante que se preocupasse em fornecer ao usuário um PC com bom desempenho, mas para evitar dores de cabeça e mesmo por desconhecimento, a maioria dos fabricantes não ativa o DMA. Se o seu PC foi produzido depois de 1998, eu diria que ele tem 99% de chance de ser compatível com o DMA. Habilite-o e a seguir tente acessar um CD-ROM. Use o programa SCANDISK e deixe-o trabalhando por alguns minutos. Execute alguns dos programas que você mais usa. Se não ocorrerem problemas, pode deixar o DMA ativado. Se ocorrerem problemas (o que raramente ocorre), faça um boot no modo MS-DOS e execute o programa SCANREG. Use o comando Exibir backups, selecione o último backup do registro e use o comando Restaurar. Isto desativará o DMA e eliminará eventuais problemas, mas reduzirá o desempenho do disco rígido e do gravador (ficará como está hoje).

40) Mídias incompatíveis
Comprei um gravador de CD, modelo HP 9150i. O meu problema é que alguns CDs que comprei para gravar, não funcionam no meu gravador e funcionam em pelo menos outros três gravadores que testei, inclusive em um da mesma marca que o meu. O problema pode estar na midia ou no próprio aparelho?
Resposta:
Existem muitas mídias de má qualidade no mercado, principalmente as de menor preço. Não existe compatibilidade de 100% entre mídias e gravadores, ou seja, não é qualquer mídia que um gravador irá aceitar. Os fabricantes de gravadores indicam marcas de mídias certificadas para uso, outros não. Quando não temos referência, é melhor tomar 4 providências: 1) Prefira as mídias de melhores marcas, como BASF, Kodak, Sony, Imation (antiga 3M) e Mitsui (a inventora do CD-R); 2) Prefira as mídias douradas, pois apresentam menos problemas de compatibilidade; 3) Prefira as mídias com velocidade de gravação mais elevada, já que muitas não funcionam bem em velocidades acima de 8x; 4) Antes de comprar mídias em grande quantidade, teste-as no seu gravador.

41) Instalação de gravador de CDs
Gostaria de receber informações de como proceder para instalar uma unidade CD-RW sem ter que desativar a unidade de CD existente. Isso de forma a não comprometer o rendimento de nenhuma das unidades.

Placa Mãe: Intel SR440BX
Unidade de CD genérica 52X
CDR-W: SONY CRX-140EB
Resposta:
É perfeitamente possível e fácil fazer este tipo de instalação, mas não existe problema de comprometimento de rendimento. A vantagem em usar duas unidades é uma operação um pouco mais simples quando for feita a duplicação de CDs, e também o fato do gravador, bem mais caro que o leitor, ser poupado. Para fazer esta instalação será preciso programar os jumpers existentes na parte traseira do drive de CD-ROM e do gravador. Deixe um deles como Master (MA) e o outro como Slave (SL). Conecte ambos no mesmo cabo flat, ligado preferencialmente na interface IDE secundária. Ao ligar o computador, o Windows reconhecerá automaticamente a instalação, e ambas as unidades constarão na seção “CD-ROM” no Gerenciador de Dispositivos. Teste se ambos estão funcionando para leitura de CDs. A seguir você deve fazer a instalação do software de gravação de CDs. Este software encontrará automaticamente os dois drives e selecionará o gravador para uso.

42) Como gravar CDs
Gostaria de saber onde posso obter um manual , ou ajuda sobre CD-RW , ganhei um e não sei usar ! Veio com um programa chamado NERO , que tbem nada sei !
Resposta:
Existem vários programas para gravação de CDs, e a utilização deles é mais ou menos padronizada. Quem consegue usar, por exemplo, o Nero Burning Room, conseguirá usar sem problemas o Adaptec Easy CD. Junto com um gravador de CDs você receberá dois pacotes de software. O primeiro é o mais completo, e serve para fazer gravações e cópias de vários tipos de CDs, como CD-ROM e CD-Audio. Se você comprar um jogo ou outro software em CD-ROM e quiser protege-lo de arranhões durante o manuseio, pode fazer uma cópia e guardar o original. Muitos fabricantes de programas usam mecanismos de proteção que impedem este tipo de cópia. O outro software que acompanha os gravadores é usado para ativar o recurso Packet Write. Ele faz com que um disco CD-RW possa ser usado como se fosse um disquete de 500 MB, aceitando operações normais de leitura e gravação, sem o uso de softwares adicionais. Este método de gravação não é o mais eficiente, pois não aproveita a total capacidade do disco e não pode ser lido em sistemas operacionais antigos, mas é de uso extremamente fácil. Para aprender a utilizar softwares de gravação, sugiro que você leia meu artigo “Gravando CD-R e CD-RW”, em www.laercio.com.br.

43) Velocidade do drive de CD-ROM
Instalei um CD-ROM genérico de 56x em meu PC e percebi que ele não estava tendo o desempenho esperado, além de esquentar muito, então rodei um software de diagnóstico que faz uma série de testes na unidade de CD e o resultado foi que o a minha unidade de CD não ultrapassa os 28x. Pergunto: é defeito do equipamento ou má instalação.
Resposta:
Todos os drives de CD-ROM atuais operam com o sistema CAV (velocidade angular constante). A principal característica deste sistema é que a taxa de transferência é maior nas trilhas externas. Um drive dito de 56x pode operar com esta taxa nas trilhas externas, mas nas internas ter uma taxa duas vezes menor. O teste que você está utilizando pode estar operando apenas nas trilhas internas, daí a velocidade indicada ser de apenas 28x. Uma outra questão importante é que os drives de CD-ROM modernos precisam operar em modo Ultra DMA para chegarem à taxa indicada pelo fabricante. No modo MS-DOS, ficam limitados ao chamado PIO Mode 4, ficando portanto com uma taxa de transferência ainda menor. Seu drive de CD-ROM não está com defeito nem mal instalado. O valor lido está coerente.

44) Velocidade de gravação
Tenho um gravador de cd Hp 9100 …as velocidades sao de 8x write 4x rewrite e 32x read!! Na hora em que quero gravar eu consigo perfeitamente…já usei varias midias de cds diferentes mas em nenhuma eu consigo utilizar o seu desempenho maximo que é de 8×1200 kb/s!!! So consigo gravar com 4x600kb/s!! Podem me ajudar?
Resposta:
Atenção para a diferença entre kb/s e kB/s. Quando usamos o “b” minúsculo, estamos nos referindo a bits por segundo, e com o maiúsculo, estamos falando em bytes por segundo. Seu gravador opera no máximo em 8x, o que corresponde a 8 x 150 kB/s, ou seja, 1200 kB/s. Esta velocidade só pode ser suportada se o seu computador for suficientemente veloz para manter um fluxo de dados com esta velocidade. O programa de gravação de CDs normalmente testa a velocidade do computador e do disco rígido, determinando então qual é a máxima velocidade de gravação suportada de forma segura. No seu caso a gravação deve estar sendo feita em 4x (ou 600 kB/s), possivelmente pelo fato do seu sistema não suportar operar em 8x, ou então por você estar usando uma mídia regravável (CD-RW), para a qual prevalece a gravação em 4x. Para tornar o seu sistema mais rápido, ative as transferências por DMA para o disco rígido e para o gravador. Esta ativação é feita através do Gerenciador de Dispositivos. Nos itens CD-ROM e Unidade de Disco, selecione a guia Configuração e ative a opção DMA.

45) De MP3 para CD de áudio
Minha Dúvida: Tenho um Cdr/w há pouco tempo. (LG 8x 4x 32x)Gostaria de saber como montar um CD com músicas da Internet, as quais, posteriormente venha a ouví-las no cd player do meu carro. Se isto for possível, quais os programas que deverei usar. (Posso ouvir normalmente mP3 gravadas no cd, em meu carro?? )
Resposta:
Os programas para gravação de CDs são capazes de criar CDs de áudio, nos quais cada faixa é um arquivo WAV, em modo estéreo, 16 bits e 44 kHz. Este é o único tipo de CD que poderá ser ouvido no CD Player do seu carro. Ele não tem condições de ler arquivos MP3. Seus arquivos MP3 precisam ser convertidos para WAV, para só então serem gravados. Em www.mp3.com você encontrará diversos programas que fazem a conversão de WAV para MP3 e vice-versa. Posso citar por exemplo o CDEX, que funciona muito bem, mas existem inúmeros outros. Resumindo, use o CDEX ou outro conversor para transformar cada arquivo MP3 em um arquivo WAV com as características de um CD de áudio: estéreo, 16 bits e 44 kHz. De posse desses arquivos, use o seu programa de gravação de CDs para criar um CD de áudio, indicando como faixas, os arquivos WAV que você criou a partir dos arquivos MP3.
OBS: Existem programas que fazem tudo em uma só etapa. O Musicmatch Jukebox, encontrado em www.mp3.com, permite gravar CDs de áudio com músicas lidas de arquivos MP3. Realiza portanto automaticamente a conversão para WAV e a gravação dos CDs.

46) Ícone do alto falante
Como faço para fazer com que o ícone do “alto falante” (controle de volume) apareça na barra de tarefas, próximo ao relógio?
Resposta:
No Painel de Controle, use Sons e Multimídia. Selecione a guia Sons e marque a opção “Mostrar controle de volume na barra de tarefas”. Aproveito ainda para mostrar mais dois truques em relação ao alto falante. Use Control-Alt-Del e na lista de programas apresentados, clique em SYSTRAY e em Finalizar Tarefa. O alto falante irá desaparecer, mas aparecerá novamente quando o Windows for reiniciado. Se quiser que o alto falante volte imediatamente, use Iniciar / Executar / SYSTRAY, e lá estará ele de volta.

47) Marcas de gravadores
Por quê gravadores de cd como o 8080B da LG são “tão baratos”, em torno de R$ 350,00? Gostaria de comprar um gravador de cds para atender necessidades tais como ouvir meus arquivos MP3 no aparelho de som, copiar cds de áudio, transformar cds de áudio em arquivos MP3 e fazer back up. Equipamentos como o supracitado e/ ou equivalente da HP são recomendáveis?
Resposta:
Sim, todos os gravadores de CDs são capazes de fazer todos esses tipos de gravação, e são acompanhados de programas apropriados. Diferenças de preços sempre existem. As diferenças podem começar com os preços dos próprios fabricantes. Dependendo do caminho que o produto faz para chegar do fabricante até a loja (fabricante, atacadista, exportação, frete, alfândega, impostos, distribuidor, mais impostos, revendedor, mais impostos), diferenças bem grandes podem ser encontradas. Tanto o gravador da HP como o da LG têm boa reputação, mas dependendo do local da compra, diferentes prazos de garantia podem ser oferecidos. Os canais de venda oficiais da HP, por exemplo, oferecem a maior garantia. Já uma loja que importou diretamente o drive do exterior (tanto HP como LG) podem oferecer garantias menores. Informe-se na loja antes de decidir pela compra. Consulte o certificado de garantia.

48) Som baixo no microfone
Comprei recentemente um micro muito potente, mas não consigo gravar a minha voz pelo microfone. O som sai imperceptível e o modem não tem som de discagem e conexão. Já verifiquei no gerenciador de dispositivos no modem e no programa mixer e fiz o teste de voz e o som sai muito baixo e o volume está no máximo.
Resposta:
Antes de mais nada é preciso ter certeza sobre as entradas sonoras da sua placa de som. Normalmente existem duas: Line IN e MIC. A entrada Line IN serve para receber sons de VCRs e aparelhos de som. A entrada MIC é usada exclusivamente para microfones, mas é preciso utilizar um microfone específico para PCs. Microfones não específicos (por exemplo, um que você já tenha, usado com o seu aparelho de som) pode ter uma impedância incompatível com a entrada da placa de som. Também é preciso confirmar se o microfone está funcionando bem, testando-o em outro micro. O fato do som do microfone funcionar, apesar de baixo, indica que a placa de som está corretamente instalada e seus drivers estão corretos. Se você usou o mixer do Windows para ajustar o volume do microfone e dos alto falantes e mesmo assim o som está muito baixo, e se o microfone já foi testado com sucesso em outro micro, então a sua placa de som pode estar com defeito, pode ser o caso de usar a garantia do fabricante. Provavelmente seu micro está na garantia, já que foi comprado recentemente.

49) Estragando mídias
Estou tendo problemas na gravação de CDs, pois estou queimando muitas mídias seguidas. Tenho um CD Rom da Creative de 24 X e uma gravadora da HP 9310. Quando vou fazer cópias, lendo do Creative e Gravando direto para a HP, muitos CDs são queimados. Já usei midias Dr. Hank e Acer e ambas estão queimando. Será a qualidade da mídia ou essa forma de gravação de CD pra CD não é muito aconselhavel. Sempre que gravo por imagem (CD => HD => CD Virgem) sempre concluo com sucesso. Nunca queimou nenhuma midia.
Resposta:
Conforme já explicamos nesta coluna, a gravação direta de CD para CD gravável não é recomendável. Devemos sempre desativar a gravação “on the fly”. Isto faz com que o CD matriz seja lido para o disco rígido, e a partir desta imagem é feita a gravação final. A gravação direta de um CD para um CD gravável, apesar de estar disponível em praticamente todos os programas de gravação, normalmente resulta em perda de CDs, já que um drive de CD-ROM pode fazer várias pausas durante seu funcionamento normal. Uma pausa de 1 segundo pode ser suficiente para causar o buffer underrun, ou seja, o CD que está sendo gravado para de receber seu fluxo de dados e a gravação é perdida.

50) Cabo para gravações com a placa de som
Eu Gostaria de saber qual cabo é necessário para gravar som do rádio para o computador, e também se podem ser gravados sons em formato .WAV no CD para escutar em rádio.
Resposta:
Você deve usar algum rádio que tenha saída Audio Out. Trata-se de uma saída sonora não amplificada, que normalmente é enviada a amplificadores de áudio. Este sinal pode ser ligado na entrada LINE-IN da placa de som. Normalmente os aparelhos de som usam plugues tipo RCA, enquanto a entrada da LINE-IN da placa de som usa um plugue P2 estéreo. Será preciso usar um cabo P2-RCA estéreo, encontrado com facilidade em lojas de eletrônica e som em geral. A placa de som poderá então captar os sons da mesma forma como os capta do microfone. Quanto aos sons WAV para escutar no “rádio”, é possível criar CDs de áudio utilizando os programas que acompanham os gravadores de CDs. Esses CDs possuem faixas de áudio, e podem ser ouvidos em qualquer CD Player.

51) Gravador e drive de CD-ROM
Gostaria de saber se os drives de Cd-Rw são adequados para serem utilizados apenas para leitura de cds ou se é melhor adquirir um drive só para leitura de cd e outro para gravar?
Resposta:
Os gavadores de CDs podem ser usados perfeitamente para todas as funções de leitura disponíveis nos drives de CD-ROM. Desta forma não é necessário utilizar um drive de CD-ROM em conjunto com o gravador. Entretanto muitos usuários optam por instalar um drive de CD-ROM para poupar o gravador, que seria utilizado apenas nas gravações. Isto faz sentido, pois um drive de CD-ROM ou CD-RW, quando apresenta defeito, normalmente o faz depois de muito uso, e tem menor chance de apresentar defeitos quando é pouco usado.

52) Boot por CD-ROM
Como eu faço para conseguir dar boot pelo CDROM? Na BIOS existe a opção de inicialização pelo CDROM e está ativada mas quando eu tentei instalar o Windows 2000 com o computador totalmente zerado, não consegui dar boot pelo CD. Tive que instalar utilizando os discos de inicialização. Meu sistema operacional é o Windows 2000. Tenho dois drives de CD um Creative (slave) e um HP CDRW 9510 (master). Também tenho dois HD cada um com duas partições. Somente uma está sendo usada (NFTS), as outras (FAT32) estão vazias ainda. É possível rodar jogos baseados em DOS no Windows 2000? Ou eu teria que instalar o Windows 98 como opção na inicialização para poder rodá-los?
Resposta:
Normalmente o boot pelo CD-ROM é conseguindo quando programamos a seqüência de boot no CMOS Setup como “CD-ROM ;C”. Dependendo do caso pode ser necessário utilizar outras opções, como “CD-ROM only” ou usar uma outra forma de desativar o boot pelo disco rígido. Muitos jogos baseados no DOS podem rodar sob o Windows 2000, mas a melhor coisa a fazer neste caso é utilizar o boot com um disquete de DOS, com arquivos CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT configurados para ativar a memória estendida, a placa de som e o acesso ao drive de CD-ROM. Os programas para DOS deverão neste caso ser instalados na partição formatada com FAT32.

53) DVD-RAM
Tenho um pentium III e 256mega com uma placa de captura de vídeo dc10 plus da pinacle, gostaria de saber como faço para que a imagem do meu dvd saia na placa de captura, já que ela possui entrada e saida? E onde posso achar um cartucho de dvd-ram type 2? O meu dvd-ram é panasonic 520-s, se não tiver para esse modelo quais são os compativeis? Já que ele grava quero saber onde posso encontrar dvd virgem também….obrigado.
Resposta:
Se você se refere a um DVD Player, a conexão é simples. Use um cabo RCA ou S-Video para ligar a saída do seu DVD Player na entrada da placa de captura. Você poderá desta forma digitalizar o vídeo proveniente do DVD, ou então assistir diretamente na tela. Se você está falando de drive de DVD, a situação é diferente. Através de software, é possível ler filmes em DVD para exibição no monitor. Entretanto a maioria das placas de vídeo não possui saída para ligar a uma TV, só ao monitor SVGA. A placa DC10 também não foi feita para decodificar imagens de DVD, não é a sua função. Seria preciso nesse caso utilizar uma decodificadora MPEG-2 (como a Creative DXR3) para exibir as imagens do DVD, e ligar a sua saída de vídeo composto ou S-Video na entrada de vídeo da placa DC10. Quanto à mídia para DVD-ROM, experimente em www.gravador.com.br.
2001_2
Mídia de DVD-ROM

54) Desativando o gravador de CDs
Possuo um computador com um drive de cd-rom e com um drive de cd-rw. Como faço para desativar o cd-rw e como reativá-lo a fim de restringir o seu uso?
Resposta:
Você pode entrar no Gerenciador de Dispositivos, aplicar um clique duplo no drive e no seu quadro de propriedades (parte interior) marcar a opção “Não usar este dispositivo”. Com esta mudança o drive não poderá ser usado para qualquer que seja o tipo de CD. O problema é que as pessoas que você quer que não usem o drive podem conhecer o uso do Gerenciador de Dispositivos e ativar o drive novamente. No Windows XP não existe este problema, pois os usuários com contas limitadas (só podem ter acesso à execução de programas e aos arquivos da sua pasta de documentos) não podem fazer modificações no Gerenciador de Dispositivos.
2001_02
Desativando o drive de DVD no Windows XP

55) Gravador Creative não é reconhecido
Eu tenho um Pentium II 64 MB RAM 300 MHz e tenho um gravador de CD Creative IDE 8x4x32 e para gravar o CD eu uso o programa Nero 5.0. O problema é que após eu abrir o Nero, ele nao reconhece o CD, dizendo que nenhum gravador está selecionado. Quando eu vou em Gravador CD/Escolher gravador ou aperto Ctrl + R, a única coisa que aparece é uma faixa chamada Image Recorder. Mas na hora de instalar o Nero, ele reconhece o CD. E quando entro em auto detecçao de CD-Rom, ele reconhece o gravador, mas nada faz pois diz que o E: não é suportado como leitor de CD-Rom. Como eu faço para poder reconhcer o CD-Rom?
Resposta:
Antes de utilizar o programa de gravação, é preciso que a instalação de hardware do gravador esteja correta. Se o seu PC não tem um drive de CD-ROM, tem apenas o gravador, este deve ser configurado como Master, ligado preferencialmente na interface IDE secundária. Se você utilizar um drive de CD-ROM além do gravador, é recomendável instalar ambos na interface IDE secundária, sendo que um deles deve estar configurado como Master e o outro como Slave. Esta configuração é feita através dos jumpers (MA / SL) existentes na parte traseira de ambos os drives. Ambos devem aparecer corretamente na janela Meu Computador e no Gerenciador de Dispositivos, na seção “CD-ROM”. Se não existir drive de CD-ROM, apenas o gravador, ele também deverá constar corretamente no Gerenciador de Dispositivos e na janela Meu Computador. Teste se o gravador está funcionando como leitor, ou seja, acesse um CD-ROM e verifique se funciona. Somente depois desta instalação correta você deverá instalar o programa de gravação, no caso o Nero 5.0.
2001_03
O Nero reconhece o modelo do gravador

56) Sons estranhos na partida do Windows
Tenho um micro com processador AMD K6 II com 64 MB de memória Ram e HD de 6.4 GB. Na semana passada fiz a formatação do meu HD e a reinstalação do sistema operacional Windows 98 SE. Bem, após eu fazer a instalação com sucesso, percebi que toda vez que o Windows está sendo iniciado, o alto falante que fica ligado na placa mãe faz um estranho barulho. É como se eu estivesse dando quatro tapinhas em um microfone para ver se está funcionando. Gostaria de saber o que pode ser este barulho e qual a solução para acabar com tal incomodo?
Resposta:
Pelo que vejo este é apenas um efeito que ocorre durante a inicialização do Windows, não trazendo maiores conseqüências para a funcionalidade do computador. O problema não ocorria antes de você formatar o disco rígido e reinstalar o Windows, portanto alguma coisa que você fez diferente neste processo pode estar causando o problema. Uma configuração que a maioria das pessoas esquece de fazer, ou não sabe que ela é preciso ser feita, é a instalação dos drivers da placa de CPU. No CD-ROM que acompanha a sua placa de CPU, existem drivers que permitem ao Windows reconhecer e utilizar corretamente os seus recursos. Normalmente o computador funciona, mesmo quando esses drivers não são instalados, mas pequenas anomalias podem ocorrer, como redução do desempenho do disco rígido, anomalias nas imagens 3D geradas por placas AGP, conflitos de interrupções, problemas no gerenciamento de energia. Procure e instale esses drivers, e provavelmente os problemas serão resolvidos. Se ainda assim tiver dificuldades, utilize os drivers novos, disponíveis no site do fabricante da sua placa de CPU. Se você não encontrar este fabricante, use o programa CTBIOS (encontrado em www.laercio.com.br) para detectar a marca e o modelo da sua placa de CPU, bem como o site do seu fabricante.
2001_04
Instalação dos drivers da placa de CPU

57) Falsificação de placa de som?
Gostaria de pedir um help, no sentido de saber se é possível falsificar placas de som, uma vez que já tive 2 máquinas com SB 128 PCI, porém eram diferentes, inclusive o cd de instalação, um cd era Ensonic e outro Sound Blaster. Percebi que uma das placas tinha um line out e a outra não, isso é normal?
Resposta:
A Creative Labs tem mesmo o hábito de lançar várias versões da mesma placa. A SB 128 PCI que tenho em meu laboratório, por exemplo, tem o código “Model CT4700” indicado na sua parte superior, de forma bem visível. Também podem ocorrer diferenças nos conectores. Esta placa tem duas saídas estéreo, permitindo utilizar 4 alto falantes, e duas entradas de áudio (microfone e line-in) na sua parte traseira, além dos demais conectores internos. Se você tem modelos diferentes, provavelmente não se trata de falsificação, são versões diferentes da mesma placa. Confira a inscrição CREATIVE nos chips da placa. A Ensoniq é uma empresa ligada à Creative Labs e também opera na produção de placas, além de softwares de multimídia. Não tenho notícias de falsificações de placas da Creative, mas tudo é possível, apesar de ser mais provável que sejam modelos diferentes da mesma placa.
2001_05
Placa SB PCI 128, versão CT4700

58) Programas para gravação de CDs
Tenho um computador PIII de 128 de ram, com gravadora HP 9100, e disco rígido de 20 GB. Quando comprei veio a gravadora da Creative a qual so aceita o Nero, que por sinal é muito complicado de mexer. Daí troquei a gravadora pela HP 9100 que veio com seu próprio programa HP Writer que é bom mas não aceita gravar músicas simultaneamente direto de cds e do disco, ou um ou outro… Então consegui o Easy Creator versão 3.01 que é excelente e a HP aceita. Só que o programa não reconhece a gravadora dizendo que ela pode estar com os cabos desconectados, desligada ou com o SCSI bus indevidamente terminado.
Resposta:
Todos os gravadores de CDs são acompanhados de programas para gravação, mas muitas vezes esses programas são modificados pelos seus fabricantes, de tal forma que só funcionem com o gravador que acompanham, recusando-se a funcionar com outros modelos. Isto impede por exemplo que o Nero que acompanha o gravador Creative funcione com gravadores da HP. Por outro lado, programas que foram criados para funcionar com qualquer gravador podem apresentar problemas quando o gravador é muito novo, de um modelo não suportado. O Windows não possui drivers para gravadores. Os drivers acompanham o próprio programa de gravação, por isso quando o programa é antigo pode não reconhecer gravadores novos. Já tive problemas com o Easy CD Creator versão 3.5, que não reconheceu um certo gravador que eu estava testando. Troquei pela versão 4.0 e o gravador foi reconhecido. Você está utilizando a versão 3.01, que é muito antiga. Sugiro que você também adote a versão 4, e provavelmente seu gravador vai funcionar bem.
2001_06
O programa Easy CD Creator 4

59) Configuração do som
Tenho um micro com processador AMD K6 II com 32MB de memória RAM, e HD de 6,4GB, com placa-mãe PC 100 (Super Socket 7 – M598LMR) com som/vídeo/modem on-board. Não consigo configurar o som corretamente, mesmo instalando através do CD-ROM que configura o som, quando ouço alguma música seja ela qual for (MP3, audio normal) percebe-se um chiado de fundo ao som ouvido. Gostaria de saber o porque e qual a solução para acabar com tal barulho?
Resposta:
O chip sonoro existente nesta placa de CPU apresenta uma relação sinal/ruído bastante ruim para quem quer sons de alta qualidade. O resultado é um pequeno chiado de fundo, pode ser que este seja o seu problema. Por outro lado, placas de som podem apresentar chiados mais altos quando existem entradas sonoras habilitadas e sem uso. Quando for ouvir músicas de CDs ou MP3, desabilite as entradas de microfone e Line In. Ruídos elétricos captados por essas entradas podem ser amplificados, resultando em chiados indesejáveis. Para desativar essas entradas, clique no alto falante da barra de tarefas, ao lado do relógio, e nos itens “Entrada de linha” e “Microfone”, marque os quadros indicados como “Sem áudio”.
2001_07
Desativando as entradas sonoras sem uso

60) Instalação de drive de DVD
Estou para adiquirir um Pc-Dvd de preferência da Creative, pelo seguinte motivo. Tenho um gravador, Cdrw 8432 da Creative e simplesmente faço muita coisa com ele. Nunca tive problemas, tenho desde novembro de 2000 e uso muito. Não perco cds como acontece com meus colegas que utilizam aparelhos de outras marcas. Então eu queria formar um conjunto, Pc-dvd encore e o meu Cdrw 8432 creative. Hoje eu possuo um drive de cd de 52x da creative também. Então o que quero saber é se meu sistema aceitaria o dvd. Pouco consegui saber consultanto técnicos. Eu tenho um Pc, equipado com Processador Pentium III, de 650mhz, com 192 MB de ram e 10 GB de HD. Tenho também um placa de vídeo voodoo 3 (3000). O que seria necessário para instalar o Pc-dvd creative encore de 12x? Preciso retirar o CD de 52x? Eu teria que adiquirir algo? Meu sistema aceitaria bem? A instalação é fácil como a do Cdrw?
Resposta:
Sim, você pode instalar um DVD no seu computador, e recomendo que seja um modelo da Creative Labs, vendido em um kit, juntamente com a placa decodificadora MPEG-2. Esta placa permite visualizar filmes de DVD no monitor e tem uma saída de vídeo composto NTSC, que pode ser usada para a conexão de um aparelho de TV. Se a sua TV tiver apenas entrada de vídeo composto PAL-M, será preciso comprar um transcodificador externo. Você encontrará este aparelho com facilidade nas lojas de material eletrônico, e peças para som, rádio e TV. Teoricamente você pode manter no mesmo PC, o disco rígido, o gravador, o drive de CD-ROM e o drive de DVD. Suas duas interfaces IDE permitem instalar ao todo 4 dispostitivos, então ainda existe vaga para um. Caso ocorra alguma incompatibilidade, você poderá remover o driver de CD-ROM, e instalar no seu lugar (ou seja, com a mesma configuração de jumpers) o drive de DVD. O drive de CD-ROM não fará falta, pois os outros dois drives suprem também as suas funções de leitura. É importante comprar um drive de DVD certificado para a região 4, à qual o Brasil pertence. Se você não tomar este cuidado não poderá assistir aos filmes em DVD disponíveis nas locadoras de vídeo.
2001_01
Drive de DVD-ROM da Creative, modelo 6X

61) Problemas de áudio com a instalação do DirectX 8.0
Tenho um micro Pentium III – 450 MHz (Metron), 128 Mb, cd-rom 56x, modem U.S.Robotics 56K Win Int, SIS 530 (Sansung SyncMaster 550s), som CMI8738/C3DX PCI Audio (Legacy) Device, Windows 98 SE (OEM), etc. O problema é que ao instalar o Directx 8.0 os cd’s de games não rodam, o áudio não sai, etc. Uso o Directx 7.0, pois não posso atualizá-lo devido a esse problema. Não sei como atualizar a minha placa de som via Internet, já que não sei direito a marca e o modelo. O que devo fazer, continuar utilizando o Directx 7.0 ??
Resposta:
Possivelmente o problema será resolvido quando você atualizar os drivers da placa de som. O fabricante do chip sonoro CMI8738 é a C-Media, e seu site tem como endereço www.cmedia.com.tw. Sempre devemos, em caso de dificuldades na obtenção dos drivers, entrar no site do fabricante, ou então buscar este site através de sites especializados em drivers, como o www.drivershq.com. Existem ainda alguns macetes que podem ajudar. Um deles é checar o nome do chip sonoro, no Gerenciador de Dispositivos e usar este nome para fazer uma busca na Internet. Fatalmente você acabará chegando no site do fabricante. O nome do chip sonoro também pode ser encontrado impresso no próprio chip, mas para isso é preciso abrir o computador e procurá-lo. Além do CMI8738, outros chips sonoros da C-Media bastante comuns em placas com “som onboard” são o CMI8338 e o CMI8330. Depois que seus drivers estiverem atualizados e funcionando, faça a instalação do DirectX 8.
2001_09
Chip sonoro Sound Pro

62) Sincronismo entre áudio e vídeo em DVDs
Possuo um micro PC, com processador K6 de 350 mhz, 64 de memória RAM, placa de áudio Sound Blaster 16, placa de video vodoo 4.500, e um DVD Creative Encore, ocorre que, com certa freqüência, durante os filmes o áudio fica fora de sincronismo com o vídeo, ou o mesmo acontece com as legendas. O que está acontecendo, seria algum problema de placas, pouca memória ou o do processador? Poderia ser imcompatibilidade entre esses periféricos?
Resposta:
Pelo que entendi você parece estar utilizando apenas o drive de DVD, sem a placa decodificadora MPEG. O drive e a placa (Creative DXR3) são fornecidos em um único kit, mas o drive também é vendido separadamente, bem como a placa decodificadora. Quando não é usada placa decodificadora, a própria placa de vídeo, atuando com seu driver apropriado, pode fazer parte do trabalho de descompressão, mas este trabalho depende também do processador. O K6 de 350 MHz provavelmente não está sendo suficiente para fazer todo o trabalho de descomprimir o vídeo e o áudio e ainda sincronizar tudo isso com as legendas. Se o drive de DVD operar no modo DMA, o processador terá mais tempo livre e poderá conseguir dar conta do trabalho. No Gerenciador de Dispositivos, clique no item DVD Creative e na guia Configurações, marque a opção DMA. Quando um drive de CD-ROM, gravador ou DVD opera sem DMA, o processador fica muito ocupado fazendo as transferências de dados, sobrando pouco tempo para o processamento. Se isto não resolver o problema, experimente usar um K6-2/550. Não é muito mais rápido que o K6/350 para processamento normal, mas é veloz para operações de ponto flutuante, necessárias na decodificação MPEG. O último recurso seria instalar uma placa decodificadora para DVD, da própria Creative.
2001_010
Placa decodificadora para DVD

63) Conversão de fitas K7 em CD
Tenho um gravador de CD (Lg 32x 8x 4x) e gostaria de saber se eu posso transformar fitas k7 em CD. Se possível, como posso fazê-lo?
Resposta:
Ligue a saída de áudio de baixa potência do seu tape-deck (aquela que normalmente é ligada ao amplificador) na entrada Line IN da sua placa de som. Será preciso providenciar o cabo apropriado. O plugue usado pela placa de som é do tipo P2 estéreo, mas o usado pelo tape deck pode ser RCA, DIN ou outro tipo. Se for RCA, melhor ainda. É fácil encontrar no comércio, plugues estéreo com um P2 em uma extremidade e dois RCA na outra. Use o controle de gravação do Windows (clique no alto falante da barra de tarefaz e use Opções / Propriedades / Gravação). Regule então o nível da entrada Line IN e faça uma gravação usando um programa apropriado, como o Gravador de Som do Windows ou outro programa que acompanhe sua placa de som. Escolha o modo estéreo, 16 bits e 44 kHz, o mesmo usado pelos CDs de áudio. Você deverá ter então vários arquivos WAV, sendo cada um deles correspondente a uma faixa musical. Se você quiser pode editar os arquivos de áudio, fazendo cortes e passando filtros para remoção de ruídos. Um programa fácil de conseguir é o Wave Studio, encontrado nos CDs e disquetes que acompanham as placas Sound Blaster. Várias placas de som são acompanhadas de programas semelhantes, e você ainda poderá encontrar vários freewares deste tipo de programa na Internet. Procure no Altavista por +free+”wave editor”.
OBS: Será preciso usar também softwares para filtragem dos chiados da fita. Existem alguns programas de shareware e freeware na Internet que fazem esta conversão. Um deles é o Diamond Cut32, encontrado em www.enhancedaudio.com. Outro é o Dart Pro 32, (www.dartpro.com), mas a versão DEMO tem limitações na duração das músicas. Posso ainda citar um programa brasileiro, o DePopper, encontrado em (www.download.com). Se você tem o Sound Forge, pode usá-lo nesta conversão, mas é preciso fazer ajustes nos filtros para que não atenuem demais os agudos. A remoção de cliques e arranhões é baseada na filtragem de agudos, e deve ser feita apenas na intensidade mínima para melhorar a música, pois se usada em excesso, a filtragem afeta a qualidade sonora dos sons agudos.
2001_011
Exemplo de programa editor de sons

64) Placa de som com volume baixo
Tenho o seguinte problema: recentemente adquiri uma placa de som Creative Sound Blaster Live! MP3 + Studio… uma ótima placa de som, mas não sei porque, o som emitido por ela não está amplificado (como na Creative Sound Blaster AWE 32). Tenho a seguinte configuração: Processador AMD Duron 750MHz, placa-mãe Asus A7Pro com chipset VIA VT8363 (VIA Apollo KT 133), 256MBs de memória RAM, Caixas de som embutidas no monitor LG StudioWorks 57M e Sistema Operacional MS-Windows 98 Segunda Edição. Quando possuía as SB AWE 32, a amplificação era muito boa (utilziando as mesmas caixas de som embutidas ao monitor LG StudioWorks 57M) e quando adquiri essa nova placa, o som sai lá embaixo, precisando levantar o som no Controlador de Volume… gostaria de saber se realmente a LIVE MP3 não é amplificada, ou é alguma configuração que estou deixando de realizar… A SB Live utiliza um Pedido de Interrupção 10 e as Propriedades de Emulação do Creative SB 16 utiliza um Pedido de Interrupção 05.
Resposta:
As placas de som antigas possuíam duas saídas sonoras, uma Line Out e outra Speaker Out. O som das duas era idêntico, a diferença é que a versão em Speaker Out era amplificada, permitindo a ligação em caixas de som sem amplificação própria. Placas de som atuais são quadrifônicas, e ao invés de possuírem duas saídas idênticas, uma amplificada e outra não, possuem essas duas saídas para conectar o par dianteiro e o par traseiro. Alguns modelos, como a Sound Blaster PCI128, possuem dois jumpers que permitem escolher se essas saídas são amplificadas ou não. A Sound Blaster Live não tem esta opção, suas duas saídas não são amplificadas. É necessário ligá-la em alto falantes com amplificação própria, caso contrário o som será mesmo muito baixo.
2001_012
placa Sound Blaster Live

65) Criação de CD de boot
Tenho um Pentium III, 128 MB Ram, HD 20 GB e gravador de CD HP. Gostaria de saber como montar um CD que seja capaz de realizar a operação de boot da máquina. Tentei copiar o disquete de boot de Windows Me para o CD, escolhi o a rota de boot no setup através do CD, mas não funcionou.
Resposta:
A geração de um CD-ROM “bootável” não é feita desta forma. É preciso usar um programa de gravação de CDs que apresente entre as suas opções, a “bootable CD”. Nem todos os programas de gravação apresentam esta característica. Você pode consultar colegas que possuam gravadores de CDs e perguntar se os programas que eles usam possuem esta opção. Poderá então instalar o novo programa de gravação no seu computador. Este novo programa funcionará com o seu gravador caso seja compatível (normalmente é) e caso o programa do seu colega não seja protegido. Alguns programas possuem proteção para que funcionem apenas com o gravador que acompanham, mas esses programas podem ser comprados em versão completa, compatíveis com qualquer gravador.
2001_013
Um programa de gravação com a opção “Bootable CD”

66) Gravação de MP3 em CD-R
Gostaria de receber ajuda com relação a gravação de cdr com músicas mp3. quando gravo mp3 em um cdr utilizando a função audio, ao chegar na marcação de 70 minutos, o gravador que é lg com o soft easycdcreator já bloqueia novas músicas. Como fazer para introduzir, por exemplo, 200 músicas em um único cd e depois reproduzí-lo nos aparelhos de som. Por acaso devo colocar as músicas como arquivos normais formatando o disco como faço normalmente. em meu carro possuo um aparelho de som pioneer 4150.
Resposta:
Um CD-R armazena cerca de 70 minutos no formato “Áudio CD”. Este é o formato utilizado pelos CD Players. Quando você comanda a gravação de MP3 com a função Áudio, cada arquivo MP3 é convertido para uma faixa de áudio, ocupando um espaço muito maior, já que este formato não usa compressão de dados. O limite de gravação é dado pelo tempo total, de 70 minutos. Já os arquivos MP3 utilizam métodos de compressão, nos quais a maioria das músicas ocupa entre 2 MB e 4 MB. É realmente possível gravar cerca de 200 músicas MP3, entretanto essas músicas não podem ser ouvidas em um CD Player comum. Ou usamos um computador para reproduzir os arquivos, ou um aparelho de som com CD Player que também seja MP3 Player. Existem inclusive muitos CD Players portáteis que aceitam discos gravados com arquivos MP3. Se for o caso, basta gravar os seus 200 arquivos MP3 como se fossem arquivos comuns (formato Joliet) de dados, sem utilizar a função de áudio.

67) Compra de gravador de CDs
Estou interessado em comprar um gravador de cd p/ o meu micro, gostaria de receber todas as informações possiveis deste produto.
Resposta:
Existem diversas marcas de gravadores, mas as encontradas no Brasil com mais facilidade são as da Creative Labs, LG e Mitsumi. Tive oportunidade de trabalhar com todas elas, e as considero como boas escolhas. Os modelos mais comuns utilizam a interface IDE, e podem ser ligados na mesma interface que o drive de CD-ROM, ou então ser instadas sem CD-ROM, já que os gravadores desempenham também as funções de leitura. As gravações podem ser feitas em dois tipos de CDs: o CD-R, que é bastante barato e pode ser gravado apenas uma vez, e o CD-RW, que é um pouco mais caro mas pode ser gravado e apagado no mínimo 1000 vezes. Com ambos os tipos de mídia podemos gerar CDs que podem ser posteriormente lidos no próprio gravador, ou então em um drive de CD-ROM. São acompanhados de programas que realizam a gravação, como Nero Burning Room e Adaptec Easy CD Creator. Podem gravar CDs contendo dados ou faixas de áudio. Podem fazer cópias de arquivos do disco rígido ou uma cópia idêntica (duplicação) de CDs, sejam eles de dados ou de música.