Home » Artigos arquivados » 2000 – Placas de som, CDs, multimídia, DVDs (Perguntas e Respostas)

2000 – Placas de som, CDs, multimídia, DVDs (Perguntas e Respostas)

1) Programas de gravação de CDs
Tenho um gravador CD-R/CD-RW Ricoh MP7060A. Primeiramente gostaria de saber qual é a verdadeira velocidade de gravação desse drive pois no manual diz que é de 4X, mas na propriedade do Windows diz que é 6X. Uso o software WinOnCD 3.6, que veio junto com o gravador. Estou com um problema quando gravo CDs de áudio, a partir de arquivos MP3. Quando seleciono os arquivos e tento move-los para a janela de gravação, às vezes alguns arquivos não entram. Tento clicando 2 vezes em um arquivo e vou adicionando um a um. Só que ao chegar no mesmo arquivo, ele não é reconhecido. E se tento clicar duas vezes nesse arquivo, aparece a mensagen de erro e o programa é fechado. Outra dúvida é quanto a formatação de CDs. Li em sua home page, que formatando um CD-R posso copiar arquivos para dentro dele como se fosse um HD. Mas não é necessário fechar o CD como na gravação normal? Gostaria de saber qual é a diferença entre a opção Track at Once e Disc at Once e como é o procedimento de gravação sem fechar o CD? Ele é reconhecido sem o fechamento? E como é a criação de multisseção? E o programa CD-R Win é um bom programa?
Resposta:
Não, o que vale é a velocidade especificada no manual. Os gravadores de CD-R possuem duas velocidades, uma para leitura e outra para gravação de CD-Rs (por exemplo, 8×4 lê CD-ROM em 8x e grava CD-R em 2x). Já os gravadores modernos, que também gravam CD-R, possuem uma indicação de velocidade com 3 números. Por exemplo, 24x4x2 indica que lê CDs de qualquer tipo em 24x, grava CD-R em até 4x e grava CD-RW em até 2x. As anomalias no WinOnCD 3.6 podem ser decorrentes de outros problemas no seu computador. Utilizo quase diariamente este software e nunca vi tal problema. Experimente deixar suas músicas MP3 em um diretório e mover o diretório inteiro de uma só vez, ao invés de mover os arquivos. O uso de um CD-R ou CD-RW como se fosse um HD (note que no caso do CD-R, arquivos apagados não irão recuperar o espaço liberado) é feito através de um processo chamado Packet Write. O disco é inicialmente “formatado” pela divisão em trilhas de 64 kB. As gravações irão utilizar essas trilhas. Não é necessário fazer o fechamento. Você encontrará artigos técnicos com informações detalhadas sobre gravação de CDs em www.adaptec.com. Quanto o programa CD-R Win, não o conheço. Tenho utilizado o WinOnCD, o Adaptec Easy CD e o CD Creator. Todos são mais ou menos semelhantes.

2) Drive de CD-ROM no modo MS-DOS
Aproveitando a resposta dada pelo Laércio na edição de 31/jan à leitora Sarah Beatriz, quero mais algumas informações. Realmente quando você ativa no Windows o Modo MSDOS para jogos com extensão EMS e XMS, você consegue uma quantidade de memoria convencional muito maior, pois não são carregados vários arquivos do Windows. Entretanto se você quer jogar um jogo em DOS em CDROM, não vai poder jogar, pois os arquivos referentes ao CDROM não são carregados e o drive de CD não fica válido. Como resolver?
Resposta:
Para relembrar a história, falamos do ícone “Modo MS-DOS para jogos com suporte a memória EMS e XMS”, encontrado no diretório C:\WINDOWS. Ao usarmos este comando, o computador realiza um boot no modo MS-DOS, disponibilizando uma boa quantidade de memória convencional, além de memória EMS e XMS. Para que seja possível acessar o drive de CD-ROM, temos que usar no AUTOEXEC.BAT, o driver MSCDEX.EXE, e no CONFIG.SYS, o driver ATAPI_CD.SYS ou equivalente. O MSCDEX.EXE é fornecido junto com o Windows, e está no diretório C:\WINDOWS\COMMAND. O ATAPI_CD.SYS ou similar é fornecido em um disquete que acompanha o seu drive de CD-ROM. Você pode também utilizar o OAKCDROM.SYS, que é fornecido junto com o Windows. Ele está no disquete que é gerado pelo comando Painel de Controle / Instalar e remover programas / Disco de inicialização. Uma vez gerado este disquete, copie o arquivo OAKCDROM.SYS (cuidado, é um arquivo de sistema, portanto habilite a exibição de arquivos ocultos e arquivos de sistema) para o diretório C:\WINDOWS\COMMAND. Clique no ícone “Modo MS-DOS para jogos com suporte a memória EMS e XMS” com o botão direito do mouse e escolha a opção Propriedades. Selecione a guia Programa e clique sobre o botão Avançadas. Você verá dois quadros, um com o arquivo AUTOEXEC.BAT e outro com o CONFIG.SYS. Esses dois arquivos já possuem os comandos OAKCDROM.SYS e MSCDEX.EXE, basta retirar o “REM” no início das suas linhas de comando. É preciso também copiar o OAKCDROM.SYS para C:\WINDOWS\COMMAND, como explicamos. Feitas essas alterações, este modo MS-DOS passará a dar também acesso ao drive de CD-ROM.
Você verá agora que o drive de CD-ROM está funcionando, mas placas de som Plug and Play não funcionarão. É preciso usar também no CONFIG.SYS ou AUTOEXEC.BAT (podem ser os obtidos da forma explicada acima), um driver de modo real que faz a placa de som PnP funcionar no modo MS-DOS. Consulte o manual da sua placa de som para saber que driver é este. Por exemplo, placas de som Sound Blaster 16 / 32 / 64 usam o driver CTCM.EXE para este fim. Cada placa de som é acompanhada de um driver como este, que a faz funcionar sob o modo MS-DOS.

3) MP3 Joint Stereo
Nos aqruivos MP3, qual a diferença entre o Joint Stereo e o Stereo? Qual é o melhor formato, já que o tamanho do arquivo nos dois formatos é o mesmo?
Resposta:
A diferença está no modo como os canais são agrupados para a compressão. No modo stereo, são comprimidos independentemente o canal direito e o esquerdo. Metade dos bytes do arquivo MP3 resultante são dedicados ao canal esquerdo, a outra metade é dedicada ao canal direito. Lembre-se que a compressão MP3 resulta em perda de qualidade, mesmo que imperceptível. Menor perda, pelo menos teoricamente, é obtida quando usamos o método joint stereo. Como os canais esquerdo e direito possuem muita redundância (sons semelhantes), é mais eficiente codificar inicialmente a soma dos dois canais, e depois a diferença entre os dois canais. Sendo assim, metade dos bytes do arquivo MP3 é dedicado à soma dos canais e a outra metade à diferença. Ao reproduzir um arquivo MP3 codificado desta forma, os dois canais são recuperados facilmente (esquerdo = (soma+diferença)/2, direito = (soma – diferença)/2). Utilize os dois métodos, eles resultarão realmente no mesmo tamanho. Quando a música tiver sons muito agudos, será melhor a qualidade se você usar o método joint stereo.

4) Problema com CDs de áudio
Estou procurando um gravador de CDs durável e que fosse para uso pessoal. Quais as marcas e/ou modelos de gravador que você me indicaria? Mudando de assunto, gostaria que vc me ajudasse a resolver um problema. É o seguinte: Tenho a placa de som Creative Sound Blaster AWE64 que funciona muito bem mas quando eu vou tocar um cd pelo computador, o som não sai pela caixa (apenas pelo fone de ouvido do cd-rom).já tentei de tudo mas não obtive êxito. O que devo fazer para solucionar esse problema?
Resposta:
Procure meu amigo Renato Simoni, aí mesmo em BH (www.gravador.com.br). Sua empresa é especializada em gravadores de CD-R, CD-RW, DVD-RAM de várias marcas e modelos. Eu tenho periodicamente testado seus modelos e os considero de boa qualidade e desempenho. O modelo QPS padrão USB, por exemplo, utiliza internamente um gravador Mitsumi, um dos já instalados em meu laboratório. Para resolver o problema dos CDs de áudio, verifique primeiro se o cabo de áudio está instalado, ligando a saída de áudio analógico do seu drive de CD-ROM (fica ao lado do conector para o cabo flat) à entrada CD-IN da placa de som. Sem esta conexão o som dos CDs musicais não pode ser reproduzido. A seguir clique no alto falante da barra de tarefas, ao lado do relógio. Regule o controle indicado como “Áudio de CD” e desmarque a opção “sem áudio”.

5) Jumpers de um drive de CD-ROM antigo
Por favor gostaria de saber o que significa a identificação (ID 0123), com jumpers, que tem na parte traseira de drives de CD-ROM Creative antigos 2x, 4x etc… o que esta configuração altera na instalação?
Resposta:
Drives de CD-ROM antigos utilizavam interfaces proprietárias, ou então interfaces SCSI. Os jumpers ID=0, ID=1, ID=2 … ID=7 podem ser de um drive SCSI. Se o cabo flat do drive possuir 50 pinos, provavelmente é um modelo SCSI. Inclusive a Creative Labs produziu há alguns anos a placa Sound Blaster 16 SCSI, igual a uma SB16 comum, mas com uma interface SCSI ao invés de outras. Se o cabo flat do drive possuir 40 pinos, não pode ser IDE, já que drives IDE tem apenas os jumpers Master/Slave/Cable Select, e não ID=0, etc. Deve ser no caso, um drive de interface proprietária, ou seja, só pode ser ligado na placa que o acompanha. Esses jumpers servem para possibilitar a ligação de dois ou mais drives na mesma interface, utilizando um cabo flat com conectores suficientes. Como você não tem outro drive do mesmo tipo, o seu vai funcionar sozinho, portanto deixe-o com ID=0. Não recomendo que você faça alterações nesses jumpers, já que não possui manual de hardware do drive.

6) Problemas com instalação de placa de som PCI
Tenho um computador marca Digital com sistema de CPU 80486/5X86 133MHz com processador AMD com 3 slots PCI LB. A controladora IDE PCI suporta PIO modo 0 a modo 4, com taxa de transferência máxima 16,77 MB por segundo. Adquiri uma placa Sound Blaster PCI – 128 modelo CT 4700 com entrada TAD, CD, DV, microfone, entrada de linha, 2 saídas de áudio e conexão para joystick. Não consegui colocá-la em funcionamento. O Windows reconhece a placa e pede o driver. Instalo o driver e não consigo fazê-la funcionar. No Painel de Controle/Sistemas/Guia Gerenciador de Dispositivos, a descrição da placa é precedida de um ponto de exclamação com a seguinte mensagem: “Esse dispositivo não está funcionando corretamente ou não possui todos os drivers instalados. Consulte a documentação do seu hardware (Code 10).” Pergunto-lhe: o que fazer?
Resposta:
Procure o driver mais recente para esta placa, no site da Creative Labs (www.soundblaster.com). Muitas dessas placas ainda são acompanhadas de drivers antigos. De um modo geral, devemos sempre procurar os drivers mais recentes no site do fabricante, caso encontremos problemas com os drivers do Windows e os fornecidos com o CD-ROM ou disquete que acompanha o produto. Pode ainda ser preciso fazer um pequeno ajuste no CMOS Setup. Na seção PCI/PnP Configuration, procure o item “PnP OS Installed” e programe-o com YES. Se ao invés dele encontrar o item “Resources managed by (BIOS/OS)”, programe-o com a opção OS. Isto fará com que o gerenciamento dos recursos das placas Plug and Play sejam gerenciadas pelo Windows, e não pelo BIOS.

7) Ligações com DVD
Por sugestao da PC Expert 13, eu comprei o kit DVD Creative Labs PC DVD Encore 8x. Só que eu não estou sabendo como conectar a saida de som da placa decodificadora Dxr3 em meu Mini System AIWA modelo NSX-AV90 Dolby Pro logic.
Resposta:
A saída sonora da placa DXR3 deve ser ligada na entrada CD-in da sua placa de som. Na DXR3 existem conexões para você ligar os cabos de áudio do drive de CD-ROM e do drive de DVD-ROM. Na decodificadora os sons de CDs provenientes de ambos os drives (caso você utilize os dois) são somados e enviados à entrada CD-In da placa de som. Desta forma você ouvirá os sons de DVD da mesma forma como ouve sons de qualquer outro programa. A saída Line Out da placa de som será usada para levar os canais sonoros esquerdo e direito para o Mini System Aiwa. Não existe problema em usar um cabo muito longo, mas para não ocorrer perda de qualidade, ambos devem ser de boa qualidade, com blindagem. Lojas especializadas em som comercializam este tipo de cabo.

8) Problemas com a Sound Blaster Live
Possuo um Pentium III 550, placa mãe ASUS, placa de vídeo 3DFx Voodoo. Há pouco tempo comprei uma placa de som da Sound Blaster Live PCI 1024 bits. A placa simplesmente não funciona no Win 98. Na reprodução do som, aparece a famosa tela azul do Windows. Já troquei a placa e dá o mesmo erro.
Resposta:
Você está com sorte. Na semana passada passei pelo mesmo problema, e a solução é utilizar os drivers mais novos disponíveis no site da Creative (www.soundblaster.com). O driver é na verdade uma atualização, contida no arquivo SBLW9XUP.EXE. Você precisará inicialmente instalar os drivers que acompanham a placa, mesmo que ocorram as mensagens de erro com tela azul. Reinicie o computador e a seguir instale por cima o SBLW9XUP.EXE. Vai funcionar às mil maravilhas depois da instalação deste novo driver. É preciso sempre tomar cuidado, pois os produtos encontrados no nosso mercado muitas vezes são acompanhados de CDs ou disquetes com drivers atualizados. É sempre bom instalar o driver encontrado no site do fabricante, ao invés de usar o driver que acompanha o produto. Aproveito para lembrar que não existem placas de som de 1024 bits, nem de 512, nem de 256, nem de 128, nem de 64 bits. Algumas, como a Sound Blaster Live, operam internamente com 32 bits e “externamente” com 16 bits. O número mágico anunciado com as placas de som não é o número de bits, e sim, o número de notas musicais simultâneas que podem ser reproduzidas (número de canais polifônicos) em arquivos MIDI.

9) FAKECD – Usando o disco rígido no lugar de CDs
Baixei da internet os arquivos Fakecd.exe e fakedr, versões 1,3 e 0,9 respectivamente, mas não consegui fazer nenhum dos dois funcionar. Possuo um Pentium 100, com 32MB de memória, HD de 1,2 GB, Windows 95 e drive CD-Rom de 8x. Não sei se fiz a edição correta do Autoexec.bat e Configi.sys para que o fakecd funcione junto com Windows 95. Você pode me esclarecer essa dúvida?
Resposta:
Imagine poder gravar o conteúdo de um CD-ROM em diretório do disco rígido, guardar o CD e utilizar o software que está no disco rígido, seu utilizar o CD-ROM. Vários programas permitem fazer isso, instalar o software e guardar o CD, mas a maioria dos jogos exige que o CD-ROM esteja presente no drive, uma forma de dificultar as cópias ilegais. Se fosse possível executar pelo disco rígido esses programas protegidos, seria uma boa coisa. A leitora de dados do HD é muito mais rápida que a de um CD. O CD original ficaria guardado em local seguro e protegido de arranhões. Você não teria o trabalho de guardar um CD, pegar o CD que você deseja e colocar no drive. Jogos para o MS-DOS poderiam ser executado sem precisar do MSCDEX.EXE e do ATAPI.SYS, deixando mais memória convencional livre. Realmente são muitas as vantagens, mas obviamente só vale a pena fazer isso com os CD que você usa mais e se tiver espaço suficiente no disco rígido. Isto pode ser feito com o programa FAKECD (FAKE=fingir). Basta adicionar no arquivo AUTOEXEC.BAT o comando:

LH FAKECD C:\DIRET /L:E

Neste exemplo, C:\DIRET é um diretório qualquer para o qual deve ser copiado o conteúdo do CD-ROM original. O parâmetro L:E faz com que o drive de CD-ROM virtual use a letra E, mas você pode escolher outra qualquer. O FAKECD ocupa apenas 8 kB de memória. Feita a instalação, aparecerá na janela Meu Computador o novo “drive” de CD-ROM. O Windows e o MS-DOS realmente pensam que é um drive de CD-ROM. O programa FAKECD é um freeware que pode ser obtido em vários sites de programas grátis. Na área de programas de www.laercio.com.br você encontra também o FAKECD, acompanhado de um manual em português.

10) Erro ao formatar CD-RW
Tenho o gravador HP 8200 serie cd-writer plus, uso o software que vem com o gravador (adaptec) e estou tendo problemas para formar 2 cd-rw da marca DISC (eu acho, só aparece esse nome na capa dos CDs). Ao formatar no modo rápido, quando passa de 2 minutos de 30 segundos, o software diz que não é possível formatá-lo. Isso acontece nos 2 cds-rw. No modo mais lento, a formatação também não funciona. Tenho 1 cd-rw que veio com o gravador e ele formata certinho.
Resposta:
Se você está conseguindo formatar corretamente o CD que veio com o gravador, então está utilizando os comandos corretos. Ao usar esses mesmos comandos com ou CDs de marca duvidosa, a formatação é abortada. Isto pode ocorrer com muitos CDs, por serem inadequados ao gravador, ou por serem de baixa qualidade. Nem todos os CDs são totalmente compatíveis com todos os gravadores. Você pode até conseguir alguma marca de CDs de baixo custo que funcionem bem com o seu gravador, não significa que todos os discos de baixo custo apresentarão problemas no seu gravador. Ao identificar uma marca que funcione bem, passe a utilizá-la. Verifique no manual que acompanha o seu gravador, quais são as marcas de discos compatíveis.

11) DVD + gravador
Pretendo adquirir um computador e gostaria de informações sobre um leitor de DVD-Rom capaz de gravar CD-RW? Gostaria de mais informações sobre esse tipo de gravador?
Resposta:
Até pouco tempo atrás o usuário tinha que escolher entre um drive de DVD-ROM ou um gravador de CD-R/RW (ambos lêem CDs de áudio e CD-ROM), ou então precisava instalar ambos. Dentro de pouco tempo todos esses gravadores serão também capazes de ler DVD. Um modelo com esta caracteróstica é o Ricoh MP9060A (www.ricoh.com), que custa cerca de 270 dólares no exterior. Logo todos os fabricantes estarão unificando esses produtos, e o usuário poderá obter por baixo custo este tipo de gravador/leitor de múltiplas mídias. O usuário realmente não precisa mais de um leitor capaz de operar em velocidades incríveis e que na prática não são atingidas. Preciso sim é ter maior flexibilidade e mais opções de mídias para leitura, e principalmente para gravação.

12) Cabo SPDIF
Recentementye descobri que meu CD-Rom possui uma saída de áudio digital e experimentei utiliza-la conectando o cabo SPDIF da minha placa-mãe ao meu CD-Rom. Descobri também que o Windows é capaz de reconhecer o sistema dentro da seção “Música de CD” que fica dentro de “Multimídia” no painel de controle. O problema é que, mesmo usando o cabo digital, essa opção do Windows continua apagada e sem a possibilidade de ativá-la. Além disso, depois que instalei o novo cabo e removi o antigo cabo analógico, meu Windows parou de tocar Cds de música. Será que preciso instalar algum drive? O que estou fazendo de errado?
Resposta:
Talvez você não esteja fazendo nada de errado, e talvez o fabricante da sua placa de CPU é que não tenha fornecido os drivers corretos. Muitas placas de CPU possuem dispositivos de hardware que não têm drivers correspondentes. A entrada SPDIF é um exemplo típico. Se você instalar os drivers de uma placa de som ou placa de CPU com esta entrada, o mixer do Windows (controle de volume) deverá exibir o item “Entrada de SPDIF”. Se este controle não estiver presente, use o comando Opções / Propriedades e na lista de dispositivos marque esta entrada. Além de poder usar o mixer do Windows, você também pode utilizar outro que normalmente é encontrado entre os utilitários que acompanham a placa de som. Se com o comando Opções / Propriedades você não encontrou o item “Entrada SPDIF”, significa que os drivers que acompanham a sua placa de som não são completos. Você deve contactar o fabricante para obter um driver mais recente. Lembro aos leitores que é sempre importante que forneçam junto com a pergunta, a marca e o modelo das placas de CPU, som, vídeo, enfim, todas as envolvidas no problema relatado.

13) Drive de CD-ROM não faz mais Autorun
Meu CD-Rom funcionava normalmente, mas de um mês para cá ele não roda mais os autoruns de qualquer CD que seja. Assim, ao colocar um CD no drive, para executá-lo é necessário entrar no Windows Explorer e ir até a unidade D: e procurar os arquivos do setup, o que está se tornando muito incômodo. Para esclarecer um pouco mais, meu drive de CD-Rom é ligado na mesma IDE do HD, pois a minha outra IDE está muito ruim. O equipamento é da marca Acer 32x, e, tirando esse problema, tem funcionado normalmente. Qual a solução para esse problema?
Resposta:
Antes de mais nada, lembre-se que nem todo CD-ROM é executado automaticamente, mesmo alguns de lançamento recente. Apenas aqueles que possuem no seu diretório raiz um arquivo AUTORUN.INF utilizam este recurso. Quase todos os CDs atuais usam o Autorun, mas existem alguns novos, bem como todos os antigos lançados antes do Windows 95 não são executados automaticamente. Para habilitar a execução automática, entre no Gerenciador de Dispositivos, Clique no CD-ROM e na guia Configurações marque a opção “Inserir notificação automaticamente” (Quem foi o cara que traduziu isso? É uma das piores traduções que já vi! A idéia da Microsoft era “Notificar automaticamente a inserção”). Isso faz com que CD-ROMs com AUTORUN sejam executados automaticamente, mas não faz com que os CDs de áudio toquem automaticamente. Para que os CDs de áudio toquem, é preciso que as faixas de áudio de CD sejam associadas a um programa Player para CDs. Normalmente quando instalamos esses programas esta configuração é feita automaticamente. Desinstale e instale novamente o CD Player do Windows através do Painel de Controle. Esta é a forma mais fácil de habilitar a execução automática de CDs de áudio.
Em certos casos o “modo de compatibilidade” do CD-ROM pode impedir a execução automática de CD-ROMs. Este modo é ativado quando o usuário instale indevidamente os drivers de CD-ROM para modo MS-DOS, encontrados no disquete que acompanha o drive. Retire do CONFIG.SYS o comando que ativa este driver (algo como DECVICE=XXXXX.SYS /D:MSCD000”), e retire do AUTOEXEC.BAT o comando MSCDEX.

14) Gravador HP
Comprei um gravador de CD HP 9100i e instalei em meu PC. Mais tarde vim a ter problemas com vírus e tive que formatar meu computador e instalar o Windows novamente, só que a partir daí comecei a ter problemas com meu o gravador: a tela do Easy Creator fica piscando como se tivesse atualizando. Formatei novamente o PC e instalei outro Windows diferente e o problema só vem piorando. Agora o CD de instalação não instala completamente e a tela fica piscando, mas eu reparei que ela só fica piscando quando tem um CD virgem na unidade gravadora. Já cansei de ligar para a assistência técnica e já fiz vários testes que eles me orientaram, mas de nada adiantou. O que pode ser o problema? Onde poderei solucioná-lo?
Resposta:
Da primeira vez que você instalou o gravador, ele funcionou perfeitamente. Tudo estava funcionando perfeitamente, então não existiam problemas de hardware. Devido ao vírus você precisou instalar o Windows novamente, e ao repetir a instalação do gravador, desta vez ele não funcionou. Ou foi feito algo de errado na instalação do Windows, ou algo de errado na instalação do gravador. A instalação do Windows não é uma operação descomplicada como a maioria pensa. Além de instalar o Windows, muitas vezes é preciso instalar também alguns drivers relativos à placa de CPU, contidos no CD-ROM que acompanha esta placa. Muitos desses drivers são necessários para o Windows 98 / 98SE e desnecessários para o Windows ME. O ideal seria se cada produtor de PCs indicasse ao usuário quais drivers precisam ser instalados para cada versão do Windows. Se não conseguir esta informação, procure no site do fabricante da placa de CPU, onde esses drivers sempre estão disponíveis. Quanto ao gravador, procure utilizar os drivers mais novos. Você não tem que usar o Easy Creator, pode utilizar outros softwares de gravação, por exemplo, algum fornecido com o gravador de CDs de um amigo. Esses softwares são universais e a princípio funcionam com qualquer modelo de gravador.

15) Boot por CD
Tenho um Hp Cd-Writer Plus 8100i Series e um CD-RW da Hp que vem com o copiador. Eu o formatei com o Assistente do DirectCD da Adaptec. Gostaria de saber se existe uma maneira de dar boot no computador pelo drive de cd? Se tiver, como fazê-lo?
Resposta:
Você não pode “formatar” o CD e usa-lo para dar boot no computador. O DirectCD utiliza um método de gravação chamado Packet Write. Ele faz com que o CD-RW aceite operações usuais de leitura e gravação, como se fosse um disquete de alta capacidade. Esses discos podem ser lidos no Windows 98, Windows 2000 e Windows ME, mas não podem ser lidos no modo MS-DOS, nem em PCs com versões mais antigas do Windows. Também não podem ser usados para dar boot. Se você quiser dar partida através de um CD, a primeira coisa a fazer é checar no Advanced CMOS Setup do seu computador se esta opção de boot é permitida. Normalmente o item “Boot sequence” aceita as opções “A: C:” (tenta primeiro dar boot pelo A, se não tiver disquete, dá boot pelo C) e “C: A:” (tenta primeiro C, depois A). Se existirem opções envolvendo CD-ROM (ex: “A, CD-ROM, C:”), significa que é possível executar boot através de um CD. A outra providência a ser tomada é gerar um CD “bootável”, o que pode ser feito pelo seu programa gravador de CDs. Além do DirectCD, você deve ter recebido um outro programa, provavelmente o Adaptec Easy CD. Com este programa podemos criar vários tipos de CDs, entre os quais, o “bootable CD”. Como você já formatou o CD-RW com o DirectCD, terá antes que usar o comando Erase CD, para então comandar a criação de um CD de boot.

16) Conflito de som entre programas
Tenho um computador Pentium III 450 Mhz, 64 Mb de RAM, placa mãe PcChips M748 LMRT, vídeo onboard e placa de som onboard da C-media (CMI 8738/ C3DX). Recentemente, descobri algo que está me tirando o sono: fui executar uma mídia no Windows Media Player, e pouco tempo depois, executei o jogo F22 Raptor, da Novalogic. A mídia foi executada sem problemas, mas quando abri o jogo, apareceu uma janela escrita da seguinte forma : “Audio Error – Could not open audio device”. Iniciei o jogo, mas ele não apresentava som, apenas imagem. Fiz alguns testes e constatei que quando executo dois aplicativos que utilizam recursos de som, o último aplicativo aparece com a imagem acima, e sem com. O que está ocorrendo? A instalação da placa está errada? Tenho que instalar os drivers de modo DOS para esta placa? Ou minha placa não permite rodar dois aplicativos simultâneos?
Resposta:
Nem todas as placas de som permitem reproduzir sons de vários programas ao mesmo tempo. Existem placas que possuem diversos canais, como a Sound Blaster Live, que permitem esta mistura de sons. Outras placas mais simples, e sobretudo os chips de som “onboard”, possuem restrições relativas ao uso de sons de vários programas simultâneos. Mesmo nas placas mais simples existem circuitos independentes para os sons MIDI, WAV, CD-Audio e Line IN. Você poderá então, por exemplo, ouvir um CD musical ao mesmo tempo em que o Windows utiliza esquemas de sons (WAV). Por outro lado, em geral não poderá usar os esquemas de som do Windows ao mesmo tempo em que ouve músicas em MP3, já que ambos estariam tentando usar o conversor digital-analógico (DAC). Para evitar problemas, muitos jogos utilizam trilha sonora MIDI ou a partir de faixas de áudio, de modo que não interferem com os efeitos sonoros do jogo, mesmo nas placas de som mais simples. O seu problema portanto não é um problema, trata-se de uma limitação dos seus circuitos de áudio.

17) Gravador SCSI
Laércio, gostaria de saber qual o melhor gravador SCSI e qual o melhor gravador IDE para que eu possa fazer uma boa compra. Tenho um CDR CW7502 SCSI Panasonic, ele é um ótimo equipamento mas só lê em 8x e grava em 4X apenas. Por isso quero trocar por outro e quero a sua opinião.
Resposta:
Tenho utilizado há algumas semanas o gravador Creative 8432 (grava CD-R em 8x, grava CD-RW em 4x e lê em 32x). Fiz diversos testes e gravações de muitos CDs e não observei problema algum. Por outro lado, tenho encontrado referências muito boas ao gravador LG, encontrado com relativa facilidade no mercado, porém ainda não testei. É que eu preciso comprar tudo para testar, os fabricantes são muito desinteressados (com raras exceções) em enviar produtos para avaliação. Mas tudo indica que é um bom gravador, e em breve deverei comprar um para testes. Quanto aos modelos SCSI, talvez você não consiga comprar o melhor, e sim, o disponível no mercado nacional. Muitas marcas e modelos bons estão ausentes no nosso mercado, como por exemplo, os da TEAC, considerados os melhores. Sugiro que você dê uma olhada na pesquisa de marcas e modelo encontrada em:
http://sysopt.earthweb.com/userreviews/
Lá você poderá saber as notas que os usuários dão para os seus produtos, e levar isto em conta na escolha do seu novo gravador. Posso ainda recomendar a empresa Escori Informática, e Belo Horizonte (www.gravador.com.br), especializada em gravadores de CDs, onde você certamente será bem atendido e poderá adquirir um bom gravador.

18) Problemas com Direct Sound
Tenho um K6-2/350 com 32 MB de RAM, drive de CD-ROM e HD de 4.3 GB, com Windows 98. Quando vou utilizar um software infantil para meu filho, aparece a mensagem:

Erro na inicialização do Dircet Sound. Reinicie seu sistema.
Resposta:
Inicialmente cheque a instalação da placa de som. Ela deve estar funcionando corretamente para demais programas sonoros (use para testar os programas sonoros que acompanham o Windows, como o Gravador de Som e o Mídia Player. Tente então usar o programa que apresenta problema. Se persistir significa que existe algo errado com o Direct Sound, um dos componentes do DirectX. Faça o download da versão mais recente do DirectX, em www.microsoft.com/directx/. Se mesmo com tudo OK o software continuar apresentando problemas, sugiro que você contacte o fabricante do software.

19) Problema de instalação de placa de som ESS
Ternho uma placa de som ESS1868 e quando instalei o Windows 98, ele a reconheceu mas a mesma não funciona. Não são reportados conflitos no Painel de Controle, mas no item Multimídia, a parte de áudio está inacessível. No site do fabricante só existem drivers para o Windows 95. Enviei e-mail para o fornecedor mas não consegui ajuda.
Resposta:
Recomendo que em casos como este, a placa de som seja retirada do computador para depois ser feita a instalação do Windows 98 (o mesmo se aplica a modems). Quando o Windows 98 estiver instalado, coloque a placa de som no slot apropriado e faça a sua instalação. No CMOS Setup, procure o item “PnP OS Installed”, e programe como YES, para que o gerenciamento de dispositivos Plug and Play seja feita pelo Windows, e não pelo BIOS. Ao invés de instalar os drivers que acompanham a placa, use os drivers mais atualizados obtidos diretamente no site do fabricante, www.esstech.com. Se lá só existirem drivers para Windows 95, pode usá-los, pois do ponto de vista da estrutura de gerenciamento de hardware, o Windows 98 é equivalente ao Windows 95.
Se ainda assim você encontrar dificuldades no processo de instalação (veja se está fazendo corretamente), consulte meu artigo sobre instalação de placas de som em www.laercio.com.br.

20) Problemas com som Onboard e MP3
Tenho um K6-2 400, 64 MB de RAM e placa mãe PCchips modelo M585LMR, com tudo Onboard. Estou com uns problemas e acho que são por causa da placa mãe. Meu microfone, na maioria das vezes não funciona. Entro no painel de controle, e depois em multimídia, e na opção gravação, tem um botão do lado esquerdo fica desligado. Quando isso acontece, meu microfone não funciona e quando ele está disponível, o microfone funciona. Não sei o porque disso, já que eu não mexo na configuração em nenhum dos casos. Outro problema é que quando tento criar arquivos MP3 a partir de CDs, o som fica abafado. Na configuração, eu deixo como gravação analógica, ao invés de digital, porque quando tento digital não funciona. Falei com um amigo e este atribuiu o problema a placa de som onboard. essa placa só tem 2 slots livres, impedindo expansões. No caso de trocar essa placa mãe, quais placas de som, vídeo, modem e mãe você me recomendaria? Penso em já colocar uma placa 2D e 3D.
Resposta:
Não é pelo fato do som ser onboard que o seu microfone deva apresentar tais anomalias. Em geral os chips de som onboard funcionam bem, apenas não oferecem os recursos avançados encontrados nas modernas placas de som. Tente instalar os drivers de som mais recentes para a sua placa. Suponho que seja uma placa com chipset da PCChips (www.pcchips.com). No site deste fabricante você encontrará a versão mais atual dos drivers de áudio. Procure também alterar a IRQ, canal de DMA e endereços de E/S usados pelos circuitos de som, através do Gerenciador de Dispositivos. Pode ser que esteja ocorrendo algum conflito de hardware.
Caso queira comprar uma nova placa de CPU, sugiro os modelos Asus P5AB, FIC VA-503A, Tyan S1590S. Entre as placas de som recomendo a Sound Blaster AWE64 (mais barata), Sound Blaster PCI 128 e Sound Blaster Live (mais cara). Entre as placas de vídeo 3D indico a Diamond Viper V770 e 3DFx Voodoo3 3000. São combinadas 2D/3D.
A gravação de trilhas de áudio a partir de CDs deve ser feita pelo método digital. O método analógico realmente oferece qualidade sonora pior, o som pode ser distorcido ou abafado. É possível fazer ajustes para melhorar a qualidade, mas o som digital sempre será melhor. Se você não consegue extrair áudio pelo método digital, tente utilizar outro programa extrator. Você encontrará vários programas que extraem áudio em www.mp3.com. Eu utilizo o WINDAC32, que funciona muito bem com todos os drives de CD-ROM que testei. Para fazer a conversão entre WAV e MP3 sugiro o CDEx, e para tocar os sons MP3 sugiro o WinAMP.

21) Problemas com CD-R
Recentemente gravei um CD na casa de um amigo, a velocidade de gravação foi 4x em um CD kodak mídia dourada, acontece que quando tento copiar o arquivo de uma pasta para meu HD, o cpu diz n ser possível copiar pq diz terem sidos movidos ou apagados sendo que eles estão dentro do CD. Porque isso ocorre? Outra dúvida, pq um determinado CD pode rodar em um CD-ROM e em outros não? O que são as ondas nas mídias dos CDs?
Resposta:
Pode ter ocorrido erro na gravação do CD. Experimente repetir a gravação em uma velocidade mais baixa. Note ainda que alguns CDs, tipicamente de jogos, possuem esquemas de proteção contra cópias, fazendo com que as cópias não funcionem ou apresentem problemas. Existem muitos problemas de compatibilidade entre mídias graváveis e drives de CD-ROM. A maioria dos modelos inferiores a 32x, por exemplo, não conseguem ler mídias CD-RW. Para ler este tipo de mídia é preciso que o drive seja “Multiread”. Praticamente todos os modelos a partir de 32x são “Multiread”. Mídias de qualidade inferior (uma pista: são as mais baratas) também apresentam muitos problemas de compatibilidade. Para evitar problemas, faça a gravação em velocidades menores (2x, por exemplo), use mídia preferencialmente dourada e de boa marca.

22) Drive de CD-ROM opera em modo de compatibilidade MS-DOS
Estou com problema ao tentar rodar um CD-ROM no meu computador. No painel de controle na pasta sistema tem uma mensagem que diz “a unidade D está utilizando o sistema de arquivo no modo de compatibilidade do MS-DOS.
Resposta:
Este problema pode ocorrer quando um drive de CD-ROM está instalado “à moda antiga”, através de drivers de modo real (16 bits) nos arquivos CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT. Antes do Windows 95, era usado no AUTOEXEC.BAT o driver MSCDEX.EXE e no CONFIG.SYS um driver que variava de um fabricante para outro (por exemplo, ATAPI.SYS). Esses drivers são necessários quando é preciso usar o drive de CD-ROM no modo MS-DOS. Podem ser usados sob o Windows, mas duas situações podem ocorrer: 1) O Windows 9x desativa provisoriamente os drivers de modo real e usa seus próprios drivers de modo protegido (32 bits); e 2) O Windows 9x não consegue desativar os drivers de modo real e passa então a utilizá-los. Este é o chamado Modo de compatibilidade DOS, que tem algumas desvantagens. O desempenho é um pouco menor, além de ocupar espaço na memória convencional e superior, o que pode ser ruim para programas do MS-DOS. Você deve retirar os drivers de modo real dos arquivos de inicialização e instalar o drive usando os drivers do Windows. Se o seu drive de CD-ROM é IDE (praticamente todos os modelos de 4x em diante), pode ser ligado diretamente na interface IDE secundária da placa de CPU, ou mesmo na primária, junto com o disco rígido, no caso de placas de CPU antigas (486). O Windows o detectará automaticamente e instalará os drivers de modo protegido, acabando com o modo de compatibilidade. Em caso de dúvida consulte meu artigo sobre instalação de drives de CD-ROM, em www.laercio.com.br.

23) Problemas com placa Sound Blaster PCI 128
Instalei no meu micro uma placa de som Soundblaster PCI 128. Desde então, o computador sempre trava na inicialização do Windows. A única forma de iniciar o micro sem problemas é desabilitar a placa de som no Painel de Controle quando desligo o micro, e somente habilitá-la quando o Windows é carregado.
Se por acaso esqueço de realizar essa operação, tenho que ligar o micro, esperar que ele trave e dar RESET, quando então recebo a mensagem de que o Windows não foi inicializado corretamente, devendo eu selecionar as várias opções de inicialização. Usando a opção de inicialização normal e se nada der errado, o Windows carrega normalmente. Senão, é preciso repetir a operação. Recentemente atualizei os drivers, mas o problema continua. Gostaria de saber como resolver o problema. O meu micro é um Pentium II 300 MHz, com placa M715v30 da PCChips e o drive de CD-ROM é o Creative CD3203e PC103, com 64 Mb de RAM.
Resposta:
Existem várias possibilidades. Placas podem ser danificadas por eletricidade estática quando os vendedores, técnicos e usuários não tomam cuidado ao manuseá-las (veja meu artigo sobre cuidados com a eletricidade estática em www.laercio.com.br). Portanto sua placa de som pode estar com defeito, para tirar a dúvida seria necessário instalá-la em outro computador. A placa de CPU também pode ter sido danificada, mas isto é menos provável, caso contrário existiriam outros problemas. Isso pode ser mais um dos problemas das placas PC Chips, que apesar de baratas e preferidas de 90% dos comerciantes de PCs, não são das melhores. Placas boas são as da Intel, Asus, Supermicro e Soyo, um pouco mais caras, mas lembre-se que a placa de CPU é a alma do computador. Supondo que não é defeito na placa de som, nem defeito ou bug na placa de CPU, o próximo ponto a ser checado são os drivers. Faça a instalação dos drivers mais recentes, obtidos não no site da Microsoft, mas no do fabricante da placa de som (www.soundblaster.com). Finalmente cheque o Gerenciador de Dispositivos para verificar se existem conflitos de hardware (IRQ, E/S e DMA com outros dispositivos). Para uma investigação mais detalhada, use o Gerenciador de Dispositivos para desabilitar interfaces suspeitas de estarem interferindo com a placa de som. Às vezes, mesmo sem serem reportados conflitos, uma placa de modem ou rede pode interferir com a placa de som. No CMOS Setup, procure o item PnP configuration e marque a opção “PnP aware Operating System”. Tenho aqui duas placas como a sua e as instalei em três computadores Pentium II (nenhum com placa de CPU igual à sua) e tudo funcionou perfeitamente.

24) Problemas com som onboard
Possuo um micro BLASTER PC AMD 400Mhz com 32mb de memória SDRAM, HD 4.3, Multimídia Creative Labs e uma placa de som on-board da marca “C-media” modelo CMI 8338. Eu não acho ela de boa qualidade pois para escutar música em formato rmi, mid até mesmo para rodar jogos de Snes pelo emulador Zsnes. O problema é não obter som no DOS com nenhum jogo. Os jogos falam que a placa não está presente. Eu já instalei o programa que veio com ela e não adianta nada. Fui no site do fabricante ( www.cmedia.com.tw ) e peguei um driver para DOS mas não adianta muita coisa, as vezes funciona e fica com problemas (o volume fica muito alto, chiando, e dando soquinhos ) ou trava o micro. Até mesmo no Windows 98 alguns jogos não funcionam como QUAKE, S. WARIOR, WARCRAFT II (O DOS), FIFA99, age of Empire (Microsoft) e os melhores jogos. Eu fui novamente no site do fabricante e peguei outro driver para Windows 98 (este driver deveria corrigir o problema) e está funcionando normalmente no Windows 98. (mas não posso colocar Surround). E também no site do fabricante está dizendo que ela é compatível com Sound Blaster 16, mas eu não estou tenho sorte. Por favor existe alguma solução para isso? Ou uma placa de som de baixo custo mas de boa qualidade que seja compatível com SB. E outra dúvida a placa de Som Opti 933 é uma boa placa?
Resposta:
Isso é lamentável. Seria de se esperar que os usuários deste PC pudessem contar com um site de suporte técnico, contendo os drivers mais recentes. Ao invés disso precisam recorrer aos sites dos fabricantes das peças do computador, assim como ocorre com os PCs sem nome. Afinal, sendo micros padronizados, usando hardware semelhante, seria perfeitamente viável que um site de suporte técnico para seus usuários tivesse esses recursos. Você fez a coisa certa, instalou o driver mais recente do chip CMI8338 (também fabricado com os nomes HT1869 ou Sound Pro). Ocorre que este chip, apesar de compatível com a Sound Blaster após a instalação do driver, não é considerado dos melhores. Já foram reportados bugs em drivers deste chip, o mais recente deveria ser o menos problemático. Note ainda que este chip é muito usado em placas de CPU de baixo custo, que normalmente deixam a desejar em qualidade. Não sei qual é a placa de CPU usada neste PC, portanto não posso afirmar se este é mesmo o caso. Se você gosta de jogos sugiro que instale uma placa Sound Blaster original. Existem modelos a preços acessíveis no comércio. Finalmente, não deixe de pedir ajuda ao suporte técnico via telefone da Blaster.

25) Mixer não é instalado
Minha placa de som ESS ES 1868 funcionava normalmente no meu pentium133 MHZ 32 mb de memória e windows 95. Instalei o Windows 98 e a placa de som continua funcionando porém o controle de volume não funciona apesar de ter reinstalado diversas vezes inclusive com o CD de instalação original da placa. Parece que o mix não foi instalado. Como posso resolver esse problema?
Resposta:
Instalar uma nova versão do Windows, ou mesmo reinstalar a versão já existente, tornou-se uma operação problemática de uns tempos para cá. Freqüentemente os drivers que são fornecidos junto com as placas são desatualizados e apresentam problemas, ou então requerem macetes especiais para instalação. Por exemplo, o modem onboard de uma certa placa de CPU só aceita discagem por pulsos se configurarmos o país como México, ao invés de Brasil. Isso é apenas o exemplo de macetes mirabolantes que muitas placas exigem para que funcionem corretamente. Como regra geral, não confie nos drivers que acompanham as placas. Procure sempre as versões mais atuais desses drivers no site do fabricante. Outro exemplo: o driver que está sendo fornecido com a placa Sound Blaster Live pode causar erros de “tela azul” (operação ilegal). Basta instalar o driver mais novo encontrado no site da Creative Labs e o problema fica resolvido. No seu caso, instale o driver mais novo encontrado no site da ESS (www.esstech.com). Se este driver não resolver o problema, procure no site do fabricante da placa de som, ou no da placa de CPU, caso o seu som seja “onboard”.
faq18_03
O Mixer do Windows 98

26) Gravador de CDs lento
Possuo um Pentium MMX 233 MHz, 64 MbRAM , HD ATA EIDE e uma controladora SCSI Adaptec 2940 AU. Instalei um gravador CDRW Yamaha 8X4X24 SCSI nesta placa, com ID5 (livre). O drive foi reconhecido normalmente pelo Windows (98SE), e todos os drivers foram instalados sem nenhum problema. Entretanto, durante o primeiro teste que fiz, as taxas de transferência desse drive foram muito baixas (229 Kb/s com small files e 1536 Kb/s com large files). Desabilitei todos os TSR que poderiam estar “consumindo” recursos do micro, mas a situação não melhorou. Como a velocidade de leitura do drive é 24X, eu esperava taxas de aproximadamente 3600 Kb/s. Consultei os manuais das placas, instalei os drivers mais recentes, mas nada disso adiantou. O que pode estar havendo?
Resposta:
Um drive de CD-ROM 24X não apresenta taxa de 24 vezes 150. Este cálculo era válido para os drives de CD-ROM antigos, que usavam o método de rotação CLV (velocidade linear constante). Os drives atuais (e todos a partir de 16x) usam o modo CAV (velocidade angular constante). Nesses drives a taxa de transferência nas trilhas internas é aproximadamente a metade da verificada nas trilhas externas. Alguns fabricantes indicam um valor médio, por exemplo, 24x quando dá 30x nas externas e 15x nas internas, ou então usam o termo “MAX” (24x Max) para indicar que trata-se da máxima taxa, a verificada nas trilhas externas, outros omitem este “Max”, e este pode ser o seu caso. Seu drive deveria estar lendo, teoricamente, em torno de 18x (2700 kB/s) em média, e não 3600. Ainda assim o valor de 1536 kB/s está muito baixo. Repita a medida usando outros CDs, de preferência do tipo CD-ROM, e não CD-R (muitos drives reduzem a velocidade de rotação para ler mídias de CD-R que apresentam dificuldade de leitura). Use também para o teste um CD-ROM que tenha muitos dados gravados, você terá uma medida mais próxima da realidade. Lembro ainda que ao verificar a taxa de transferência de um drive de CD-ROM, muitos programas de gravação levam em conta o pior caso, ou seja, a velocidade menor.
2000_02
Programas de gravação de CDs medem a velocidade de todos os drives

27) Uso do microfone
Olá! Eu gostaria de saber como eu faço para poder utilizar meu microfone. Já o conectei na saída “MIC”, mas quando vou testá-lo na janela “Áudio” em “Propriedades de Multimídia” do “Painel de Controle”, não consigo ativar a função de gravação. Além disso, quando eu tento realizar ligações telefônicas a partir do meu PC (através de alguns sites da internet), invariavelmente aparece a mensagem de que não é possível efetuar a ligação porque a minha placa de som é half-duplex, sendo que para tanto seria necessário uma placa full-duplex. Isso pode ser corrigido na configuração ou preciso trocar a minha placa de som?
Resposta:
Indique sempre na pergunta, informações técnicas sobre os equipamentos com problemas. Você não indicou o modelo da placa de som, o que dificulta uma resposta direta. Este tipo de informação pode ser obtido no Gerenciador de Dispositivos (clique em Meu Computador com o botão direito do mouse, escolha Propriedades e selecione a guia Gerenciador de Dispositivos). Lembro também que estando o micro na garantia, a resolução de eventuais problemas é de responsabilidade do produtor. Sua placa de som pode estar com defeito, ou pode estar incorretamente instalada, ou o microfone pode não estar configurado. Para configurar o microfone, clique no alto falante da barra de tarefas (Controle de Volume), ao lado do relógio, e use Opções / Propriedades / Gravação. Marque a opção Microfone e clique em OK. O quadro passará a ter a indicação “Controle de gravação” na sua barra de título. Marque o quadro “selecionar” sob o controle do microfone e ajuste o seu volume pelo controle deslizante, em torno de 80% (evite usar o máximo para evitar distorção). Use agora o programa Gravador de Som para testar o microfone. Se não funcionar, sua placa não está com os drivers corretamente instalados ou então está defeituosa. Também pode estar com conflitos de IRQ, DMA ou E/S. Se você não tem experiência com instalações, é melhor pedir ajuda a um técnico. Placas de som mais simples são half duplex, e não podem se tornar full duplex mediante simples configuração, seria mesmo preciso instalar uma outra placa.
2000_03
Controle de gravação do Windows

28) Microfone não funciona
Estive lendo sua coluna no Caderno de Informática do jornal O Estado de São Paulo desta data, na qual um leitor solicita-lhe ajuda para que seu microfone entre em funcionamento. Estou com o mesmo problema. Adquiri um microcomputador de ITAUTEC Transglobe AMD K-6 II 333 MHZ, há um ano e seis meses. Fiz o teste do Microfone com o Gravador de Som Microsoft e este não funcionou. Levei o micro até uma assistência técnica autorizada ITAUTEC, e trocaram a placa de sistema, uma vez que a placa de som está contida nesta. Novamente, fiz o teste com o microfone e este não funcionou: Desisti! Ao ler sua coluna no Caderno de Informática do “Estado” de hoje, reacenderam-se minhas esperanças para tentar fazer o microfone funcionar.
Resposta:
Veja bem, o seu computador está com um problema e está na garantia. O teste do microfone não tem que ser feito por você, e sim pelo técnico que o atendeu, afinal o não funcionamento do microfone foi o motivo da troca da sua placa de CPU. Este modelo da Itautec utiliza uma placa Asus da família P599. São várias placas similares, como a P5SB, P5S-VM, P599-B e P599-VM. Confirme o modelo exato, normalmente aparece indicado na tela quando o PC é ligado. A checagem da marca e modelo de uma placa de CPU também pode ser feita através do programa CTBIOS, encontrado na área de download do meu site. Uma vez tendo confirmado o modelo, entre no site da Asus (www.asus.com) e faça o download dos drivers de som desta placa. Instale esses drivers e tudo deverá funcionar. Note ainda que a ligação da placa de CPU ao microfone é feita através de uma pequena placa de extensão. Se esta placa estiver mal conectada, o microfone e outros dispositivos poderão realmente apresentar problemas. Peça novamente ajuda ao fabricante, aproveite a sua garantia. Evite abrir o computador por conta própria, pois muitos fabricantes invalidam a garantia quando o usuário abre o PC.

29) Áudio onboard não suporta dois canais
Tenho um computador Pentium III 450 Mhz, 64 Mb Ram, placa mãe PcChips M748 LMRT, vídeo onboard e placa de som onboard da C-Media (CMI 8738/ C3DX). Recentemente, descobri algo que está me tirando o sono. Fui executar uma mídia no Windows Mídia Player, e pouco tempo depois, executei um jogo também, o F22 Raptor, da Novalogic. A mídia estava sendo executada sem problemas. Quando abri o jogo, apareceu uma janela escrita desta forma: “AUDIO ERROR” com a seguinte mensagem: “Could not open audio device”. Iniciei o jogo, mas ele não apresentava som, apenas imagem. Fiz alguns testes e constatei que quando executo dois aplicativos que utilizam recursos de som, o último aplicativo aparece sempre a mensagem acima, e sem som. O que está acontecendo? A instalação da placa está errada? Tenho que instalar os drivers de modo DOS para esta placa? Minha placa não possibilita rodar dois aplicativos simultâneos?
Resposta:
Placas de som mais sofisticadas, como a Sound Blaster Live, possuem múltiplos canais de áudio e permitem o funcionamento de vários sons de forma independente. É possível por exemplo executar um arquivo MP3 e ao mesmo tempo ouvir os sons de jogos. Já a Sound Blaster AWE64, um modelo mais antigo, não permite isso. O chip CMI 8738, encontrado na sua placa de CPU, é dos mais simples do mercado, construído de forma similar aos circuitos da placa Sound Blaster 16. Ele não permite o uso de múltiplos canais de áudio. Se você estiver reproduzindo um arquivo de mídia (WAV, MP3, por exemplo), não poderá ouvir sons de outros programas. Será preciso fechar o primeiro programa para utilizar o segundo, caso contrário você verá a mensagem de erro indicando que os circuitos de áudio estão ocupados.
2000_04
Chip de som “onboard”

30) Dificuldade com CD-RW
Estou com dificuldade em operar um CD Regravavel. Nao estamos conseguindo gravar o cd backup. Os processos anteriores como formatar o cd virgem ( optamos por um gravavel – R ), inserir o cd fonte, criar o diretorio temporario ( ja vem no proprio diretorio just!burn) enviar o conteudo do cd fonte para o diretorio temporario e absolutamente normal. As configuracoes de gravacao self e ate mesmo a selecao Emulate only, sao executadas normalmente. O problema ocorre quando ele termina de enviar os dados do cd fonte para o diretorio temporario. Nesse momento ele abre automaticamente o compartimento do CD Rom e um aviso pede que se insira o cd destino. Voce faz isso, fecha o compartimento e ele nao detecta o cd destino. Pode dar “enter” espaco, f1, etc, nao adianta. Ele nao consegue ver que o cd destino esta em posicao de gravacao. Gostaria de sua ajuda para saber onde estamos errando.
Resposta:
Você está misturando dois métodos diferentes de gravação. O chamado Packet Write é aquele em que “formatamos” o CD-RW para depois copiar dados normalmente, da mesma forma como copiamos para um disquete. Quando um CD-RW é formatado por este método, podemos criar diretórios, copiar e apagar arquivos, tudo como se fosse um disquete de altíssima capacidade. CDs gravados por este processo armazenam até 511 MB. Para utilizar os 650 MB, não devemos usar o processo Packet Write. Ao invés disso devemos usar um programa de gravação. Esses programas permitem fazer cópias de CDs de dados e áudio, gravar CDs a partir de diretórios do disco rígido e várias outras funções. Para gravar um CD-RW com este tipo de programa, o CD não pode ter sido anteriormente “formatado” como você fez, pelo método Packet Write. Se você já fez esta formatação, terá que usar o comando ERASE do seu programa de gravação. Apagar não é a mesma coisa que formatar. O seu programa está reclamando porque o CD-RW que você está colocando não está apagado (como se fosse um CD virgem), e sim formatado, dividido em setores para uso com Packet Write. Use o comando ERASE nos seus CD-RWs, depois faça a gravação exatamente da mesma forma como você tem feito. O programa aceitará o CD-RW e fará a gravação corretamente.

31) Dificuldades para gravar sons
Comprei uma placa de som sound blaster live!value, e gostei muito, mais tem um problema eu não consigo gravar nenhum som, quando eu coloco uma fita para tocar no meu toca fita e coloco a saida do toca fita na entrada de som desta placa, o som entra no computador e sai nas caixas, mas eu nao consigo gravar a musica com wave em meu computador. Observaçao: eu anteriormente usava uma placa de som sound blaster 64 e eu consegui gravar o som como wave e ficava otimo. Eu penso que com esta placa deva ficar melhor, mas não estou conseguindo fazer isso. Uso o programa para gravar o som : sound force 4.5.
Resposta:
Você realmente comprou uma excelente placa de som. Apenas não acho tão vantajosa a compra de versões mais sofisticadas desta placa, como a Extreme, MP3 e X-Gamer. A versão Value tem preço competitivo e praticamente todos os recursos existentes nas versões mais caras. Ao gravar sons nesta placa, não ficarão melhores que os da SB AWE64. Na digitalização de sons, ambas trabalham no máximo em 16 bits, estéreo e 44 kHz, o som de melhor fidelidade que o ouvido humano consegue captar. As vantagens da SB Live são outras: é quadrifônica, possui mais canais polifônicos (maior número de notas musicais simultâneas) e utiliza efeitos ambientais e tridimensionais.
Quanto ao seu problema, instale antes de mais nada, os drivers mais recentes, encontrados no site www.soundblaster.com. É preciso instalar primeiro os drivers que acompanham a placa, para depois instalar os drivers encontrados no site. Já observei algumas anomalias, até travamentos, ao serem usados os drivers antigos (depende da placa de CPU utilizada). A gravação a partir de um tape deck deve utilizar a entrada LINE IN da placa. A entrada MIC deve ser usada apenas para microfones, as impedâncias de entrada são diferentes. Além disso, é preciso usar o Mixer do Windows ou o da placa para habilitar a entrada LINE IN. Note que por default, esta entrada fica desabilitada. Ao usar o mixer do Windows, por exemplo, você verá que a entrada LINE IN está com a indicação SEM ÁUDIO. Desmarque isto para permitir a gravação por esta entrada.
2000_05
Mixer do Windows após a instalação dos drivers da SB Live

32) De MP3 para o CD player do carro
Tenho um K6-3 de 400 Mhz, e como todo mundo hoje em dia na internet, gosto muito de copiar músicas no formato MP3, e por isso, gostaria de saber como posso fazer para poder tocar essas músicas no meu toca-cds do carro? Se eu comprar um gravador de cd´s é possível gravar e depois tocar em um aparelho normal de tocar cd´s, ou só vou poder ouvir no meu computador? É possível eu instalar um gravador de CDs em meu micro K6-3? Qual a quantidade de memória e espaço em HD ideais?
Resposta:
Os CD Players convencionais podem apenas reconhecer faixas de áudio de CDs musicais convencionais (CD-DA). Não podem ler arquivos e realizar descompressão MP3, pelo menos por enquanto. Para ouvir as músicas MP3 que você obteve pela Internet em um CD Player convencional, será preciso inicialmente converter cada uma delas para um arquivo AVI, e depois criar um CD de áudio utilizando esses arquivos. Você encontrará em www.mp3.com, vários utilitários que o ajudarão nesta tarefa. A conversão de arquivos MP3 para AVI pode ser feita, por exemplo, com o programa CDEX. Quando você instalar um gravador de CDs, receberá junto com ele um programa para gravação, que entre suas várias funções, permite criar um CD de áudio a partir de arquivos AVI. Esses arquivos devem ter o seguinte formato: 44 kHz, 16 bits, estéreo. Infelizmente o espaço ocupado por essas faixas de áudio é muito grande, já que não usam compressão. Você poderá armazenar no máximo 75 minutos em cada CD, mas pelo menos poderá ouvi-los no carro ou em qualquer CD Player.
2000_2
Convertendo arquivos MP3 para AVI com o CDEX
Existem programas que fazem a conversão direta de MP3 para CDs de áudio, como o MusicMatch Jukebox, encontrado em www.mp3.com, entretanto esses programas são normalmente não gratuitos. Uma outra opção é instalar no seu carro, um CD Player capaz de ler arquivos MP3.

33) Como conectar o gravador de CDs
Tenho um Pentium II 300MHZ, placa mãe com chipset Intel, 64MB Ram, HD 8.4 Fujitsu, CD-ROM 44X Delta e um Gravador CD Creative 8432. Goostaria de saber a melhor forma de instalar o gravador. Li em um sites que a melhor forma é deixá-lo sozinho na IDE secundária como MASTER. em outros sites li que posso deixá-lo na secundária como SLAVE junto com o CD-ROM. Fiz essa ultima sugestão e ao tentar gravar um CD-R, o software (Nero 5.0) mostrou uma tela de advertencia explicando que não devo instalar o gravador com nenhum outro dispositivo no mesmo cabo, caso contrário, estarei sujeito ao erro de buffer. Qual seria esse erro de buffer? Por outro lado, se eu deixar ele como MASTER ou SLAVE na secundária e o CD-ROM como Slave do HD na primária, meu HD vai perder em desempenho? Ele utiliza Ultra DMA 4 e o CD-ROM Ultra DMA 2.
Resposta:
Você pode instalar o gravador e o drive de CD-ROM no mesmo cabo, tanto faz o gravador como Master e o drive de CD-ROM como slave, ou vice-versa. O erro que pode ocorrer quando o gravador não tem uma interface exclusiva para ele é o chamado buffer underrun. Ele ocorre quando o computador não é capaz de transmitir dados para o gravador na velocidade necessária. Se você tomar os cuidados recomendáveis para quem utiliza um gravador de CDs, não terá problemas. Quando comandar a gravação de um CD, não utilize outros programas. Deixe o computador totalmente dedicado à operação de gravação. Quando utilizamos outros programas ao mesmo tempo em que ocorre uma gravação de CD, o buffer underrun pode ocorrer, mesmo que o gravador esteja ligado sozinho em uma interface IDE. Também devemos evitar a gravação direta de um CD para o gravador (cópia de CD). O método ideal para fazer isso é criar uma imagem do CD origem no disco rígido, para só então transferir esta imagem para o gravador. Isto não se aplica apenas a cópia de CDs. Qualquer gravação deve preferencialmente ser feita com a criação da imagem no disco rígido daquilo a ser gravado, e não transferir os dados diretamente (gravação “on the fly”). Os programas de gravação de CDs sempre oferecem as opções de gravação “on the fly” ou com criação de imagem.

34) Mudando o código de área de um drive de DVD
Como mudar o código, de área 1 para área 4, do PC-DVD Creative Labs 2x?
Resposta:
Nem todo drive de DVD permite que esta alteração seja feita. Os modelos da Creative Labs são dos raros que a permitem. Para isto você precisará usar o programa Remote Selector, que pode ser obtido em:

www.visualdomain.net/.

35) Rede de três micros
Tenho dois micros ligados em rede por um cabo RJ-45, um com Windows 95 e outro com Windows 98, funcionando perfeitamente. Precisei ligar um terceiro micro na rede, então comprei um HUB Intel de 5 portas. No servidor, não consigo enxergar as estações, e vice-versa. Cada um deles enxerga apenas a si mesmo. Voltei à forma como estava antes, os dois micros originais ligados um no outro, e estão funcionando. Como fazer os três funcionarem através do HUB?
Resposta:
Você fez tudo certo. Apenas deve lembrar que o cabo usado para ligar diretamente os dois micros não pode ser usado na ligação com o hub. A ligação entre dois micros usa um cabo “crossed”, com ligações invertidas entre TX e RX. Para ligar os micros através do hub, devem ser usados cabos RJ-45 normais, e não “crossed”. Suas placas de rede devem ser acompanhadas de algum programa de diagnóstico. Use-o para testar o funcionamento básico dos três operando em conjunto com o HUB. Faça testes sem HUB, usando o cabo crossed, primeiro A com B, depois B com C e finalmente A com C. Mais um detalhe importante: se um desses micros é usado para compartilhamento de conexão com a Internet, este deve ser ligado antes dos demais. Nos outros micros, no quadro de propriedades de rede, deve estar configurado o protocolo TCP/IP com a opção “Obter IP automaticamente”.

36) Poupando o gravador de CDs
Gostaria de saber qual a implicação de usar o meu gravador de CD SCSI, como leitor de CD para os jogos, Enciclopédias e instalação de programas, se poderia diminuir o tempo de vida útil do gravador.
Resposta:
Certamente diminui o tempo de vida útil. Quanto mais intenso é o uso de qualquer equipamento eletrônico, principalmente os que possuem partes móveis, maior será o seu desgaste. Como este gravador é relativamente caro, sugiro que você instale no seu PC um drive de CD-ROM IDE para ser usado na leitura de CD-ROMs, deixando o gravador apenas para as operações de gravação. Os gravadores que possuo funcionam assim há alguns anos (o primeiro foi comprado em 1995), enquanto vários drives de CD-ROM já foram se estragando ao longo do tempo. Faça isso para poupar o seu gravador.

37) Drive não reconhece CD pirata
Tenho um CD pirata de um software, mas o meu Drive de CD ROM não aceita esse CD. Meus amigos também tem PC, mas eles conseguiram instalar o CD nos PCs deles, porém no meu não é possível. Meu PC é um 486 e tem o CD ROM é de 8X, mas funciona bem. Um detalhe que me intriga é que o meu Drive é Japonês e os dos meus colegas são Americanos (como a maioria). A marca do meu drive é JCD. Gostaria de saber o que realmente está acontecendo ??? Se posso mudar alguma configuração pra que finalmente o CD pirata rode no PC.
Resposta:
Pois bem, o problema que está ocorrendo é que drives de CD-ROM antigos, principalmente os que vão de 6x a 16x, podem ter dificuldades para ler mídias de CD-R. Drives mais modernos não têm este tipo de problema. Seu drive é 8x, portanto dependendo da mídia utilizada encontrará dificuldades para a leitura. Procure comprar CD-Rs de mídia dourada, eles apresentam menos problemas de compatibilidade com drives antigos. Se isso não resolver, compre um drive novo.

38) Winamp x 486
Tenho um 486DX4/100MHz AMD e 16MB de memória. Windows 95 – Com os programas Winamp V2.24 ou Sonique V1.50 – Quando estou reproduzindo arquivos MP3 de até 56 Kbps e 22 kHz o sistema funciona perfeitamente. Mas com valores de 128 Kbps e 44 kHz e acima, o som fica entrecortado. O que seria isso?
Resposta:
O processador 486DX4-100 não tem velocidade suficiente para descomprimir em tempo real músicas MP3 com 128k bps. É fácil comprovar isso. Basta usar o programa Monitor do Sistema (instale-o a partir do Painel de Controle, fica no menu de ferramentas do sistema) e configure-o para exibir o gráfico da taxa de utilização do processador. As músicas no formato que você quer utilizariam mais de 100% do tempo do processador. Como isso não é possível, as músicas apresentam pausas. Deixe o WinAMP configurado para exibir sons de forma mais simples. Existem inclusive configurações indicadas para processadores 486. Clique no ícone About Winamp (fica abaixo do botão Playlist Editor) e na janela apresentada selecione a guia Tips. Lá existem sugestões para resolver problemas e fazer o programa funcionar melhor (com sons simplificados) em PCs 486.

39) Winamp x 486 II
A respeito da pergunta sobre ouvir arquivos MP3 em um 486… Pois sei como fazer pra tocar músicas, em MP3, num computador 486, pelo player Winamp. Basta diminuir a qualidade de reprodução das músicas. Isso pode ser feito facilmente pelas configurações do seu player. Configure o player para reproduzir as músicas em mono, no lugar de stereo e diminua a freqüência e se necessário diminua o Bitrate.
Resposta:
Certo, isso pode ser feito, porém a qualidade dos sons é prejudicada. Outro problema é que não poderemos nesse caso realizar outras tarefas enquanto o 486 toca os arquivos MP3. No Help do WinAMP você encontrará as instruções para simplificar a qualidade sonora para que um 486 consiga reproduzir esses sons.

40) Configurando o microfone
Comprei um microfone da marca Clone. E não sei como instalá-lo no computador. Vcs poderiam ensinar-me, passo a passo, como se faz a instalação?
Resposta:
Na parte traseira da sua placa de som você encontrará três ou quatro conectores. Um deles é a entrada para o microfone. O manual da placa de som traz um diagrama que indica qual é esta entrada. Conecte nela o microfone e a seguir dê um clique duplo no alto falante da barra de tarefas, ao lado do relógio. Clique em Opções / Propriedades. No quadro apresentado, marque a opção Gravação, depois marque a opção Microfone depois em OK. O quadro indicado como “controle de gravação” terá entre outros botões, um relativo ao microfone. Marque o quadro “selecionar” e regule o potenciômetro de ajuste deste quadro relativo ao microfone. Você poderá agora utilizar o programa Gravador de Som do Windows para fazer gravações de arquivos WAV.

41) Instalacao da placa Sound Blaster Platinum
Comprei a placa Blaster Platinum mas não estou conseguindo instalar os programas. Quando vou rodar o disco de “installation cd – drivers” sai a seguinte mensagem:”The minimum system requirements for Sound Blaste Live are pentium class 133 mhz processor and 16 MB Ram.Make sure that your computer meets the minimum processor speed and amount of ram before your run the installation again. The installation will quit now”. Acontece que meu computador e um Aptiva serie 595,processador Athlon 600 Mhz, 128MB de Ram, rodando Windows 98(segunda) em ingles. Sera que a placa nao reconhece o processador Athlon? ou sera que tem algum outro problema mais grave? Conto com a sua ajuda, pois aqui no Japao nao consegui resolve. Um abraco…
Resposta:
Os produtos da Sound Blaster são de excelente qualidade, mas às vezes eles tropeçam em problemas com drivers. Não tenho aqui a SB Platinum, mas tenho a SB Live original, a Value e a X-Gamer, todas elas funcionaram sem problemas em PCs baseados no Athlon. Já tive problemas para instalar uma dessas placas em uma placa Asus P3BF. Sempre ocorriam travamentos (tela azul) depois da instalação dos drivers. A solução para o problema foi instalar por cima desses drivers, a nova versão encontrada no site da Creative (www.soundblaster.com). Tive notícias de outras pessoas que tiveram problemas diversos, que foram resolvidos com a instalação dos drivers mais recentes. Esta é a minha recomendação. O programa de instalação que acompanha a sua placa não está reconhecendo o Athlon, está pensando que é um Pentium antigo.

42) Autorun
Como faço para habilitar o Autorun no micro, ou seja, ele executar automaticamente quando eu o coloco no drive. Antes isso acontecia, de repente parou.
Resposta:
Entre no Gerenciador de Dispositivos (Painel de Controle / Sistema / Gerenciador de Dispositivos), dê um clique duplo no item CD-ROM e no quadro de propriedades apresentado, selecione a guia Configurações, marque a opção “Inserir notificação automaticamente” (não repare, isso é uma tradução mal feita mesmo). Isto fará com que os CDs de áudio sejam executados automaticamente pelo CD Player (Windows 98) ou pelo Windows Media Player (Windows ME).

43) Ligando corretamente o cabo de áudio do drive de CD-ROM
Instalei um CD-R HP-8200 em meu computador AMD K6-2 de 450 MHz, 3D, 128 MB de RAM, HD de 8.6 GB, com todas as placas onboard. Coloquei o CD-R na IDE secundária e deixei o CD-ROM na IDE primária junto com o HD. O problema é que o CD-ROM não reproduz som de nenhum tipo de CD e os sons são normalmente reproduzidos no CD-R. Liguei o cabo de som do CD-R normalmente na placa mãe (o cabo do CD-ROM e CD-R ficam paralelos na placa mãe) Gostaria de saber onde errei.
Resposta:
Um drive de CD-ROM ou CD-R possui duas conexões, sendo uma para dados e outro para áudio. A conexão de dados consiste no cabo flat IDE, que pode ser ligado em qualquer uma das interfaces IDE disponíveis. O cabo de áudio transmite para a placa de som (ou para a placa de CPU, no caso das que têm “som onboard”) os sons provenientes de CDs de áudio. Ocorre que a sua placa de CPU possui uma única entrada CD-IN. Você tem que escolher se vai ouvir CDs de áudio a partir do drive de CD-ROM ou do drive de CD-R. Escolher o drive de CD-ROM tem a vantagem de poupar o drive de CD-R. Escolher o drive de CD-R permitirá que você ouça músicas enquanto utiliza programas a partir do drive de CD-ROM. Se você quiser ouvir músicas a partir do drive de CD-ROM, basta conectar o cabo de áudio na saída Audio Out localizada na sua parte traseira. Também será preciso usar o comando Multimídia no Painel de Controle para indicar o drive que será usado na reprodução de CDs de áudio. Selecione a guia Música de CD e indique a letra do drive desejado.

44) Volume baixo
No Controle de Volume o controle deslizante do Som WAVE, embora eu o empurre para o máximo, está freqüentemente retornando ao mínimo, suprimindo, assim, todo e qualquer som no computador. Contando com sua ajuda para solução do problema, agradeço antecipadamente.
Resposta:
Isto pode ocorrer quando existe algum outro programa que está controlando diretamente o volume, sem levar em conta os ajustes feitos pelo usuário no Controle de Volume. Verifique quais programas sonoros você está utilizando e se o volume é abaixado após o uso de algum desses programas. Ao encontrar o programa problemático, programe-o com um novo nível de volume para que não abaixe mais.

45) Gravando sons do Real Player
Possuo uma placa Sound Blaster PCI 128 em um micro PIII-550 e quero gravar sons do Media Player ou do Realplayer. Para tanto, utilizei um cabo ligando a saída de caixas passivas da minha placa na entrada Auxiliar. No windows 98 estava dando certo com o dispositivo AUX ligado no volume quase mínimo. Depois de uma resposta inusitada a um aviso menosprezado do programa (Realplayer) começou a aparecer a seguinte mensagem ao tentar gravar o som: “O dispositivo já está em uso. Aguarde que esteja livre e tente novamente.”. Já no Windows 2000 (mesma máquina), para se gravar um som não é necessário que o AUX esteja ligado (???), mas o problema do bloqueio continua. O que posso fazer e onde encontrar informações para melhor domínio do assunto?
Resposta:
A gravação de sons do Real Player está explicada na área de DICAS deste site. Problemas como este podem realmente ocorrer. Sugiro que você experimente ajustar o seu gravador de som para outros formatos. Experimente alterar o número de bits e a taxa de amostragem para que fique compatível com o som reproduzido pelo Real Player. Se você ainda assim tiver dificuldades, existe uma solução que em muitos casos pode ser empregada. Se você possui dois computadores próximos pode ligar a entrada Line In de um na saída Line Out do outro. Faça isso apenas se os dois computadores estiverem ligados no mesmo estabilizador ou no mesmo filtro de linha. Se estiverem ligados em tomadas diferentes e se o aterramento não estiver correto, pode ocorrer um curto circuito de 110 volts para o neutro através dos terras dos seus PCs, queimando-os totalmente. Note que este perigo é raro, não vai acontecer se estiverem todas as tomadas ligadas no mesmo estabilizador ou no mesmo filtro de linha, o que garantirá que não existirão inversões de polaridade na rede elétrica. Usando dois computadores, não haverá restrição alguma para a gravação dos sons do Real Player.

46) Ligando corretamente o cabo de áudio do drive de CD-ROM
Instalei um CD-R HP-8200 em meu computador AMD K6-2 de 450 MHz, 3D, 128 MB de RAM, HD de 8.6 GB, com todas as placas onboard. Coloquei o CD-R na IDE secundária e deixei o CD-ROM na IDE primária junto com o HD. O problema é que o CD-ROM não reproduz som de nenhum tipo de CD e os sons são normalmente reproduzidos no CD-R. Liguei o cabo de som do CD-R normalmente na placa mãe (o cabo do CD-ROM e CD-R ficam paralelos na placa mãe) Gostaria de saber onde errei.
Resposta:
Um drive de CD-ROM ou CD-R possui duas conexões, sendo uma para dados e outro para áudio. A conexão de dados consiste no cabo flat IDE, que pode ser ligado em qualquer uma das interfaces IDE disponíveis. O cabo de áudio transmite para a placa de som (ou para a placa de CPU, no caso das que têm “som onboard”) os sons provenientes de CDs de áudio. Ocorre que a sua placa de CPU possui uma única entrada CD-IN. Você tem que escolher se vai ouvir CDs de áudio a partir do drive de CD-ROM ou do drive de CD-R. Escolher o drive de CD-ROM tem a vantagem de poupar o drive de CD-R. Escolher o drive de CD-R permitirá que você ouça músicas enquanto utiliza programas a partir do drive de CD-ROM. Se você quiser ouvir músicas a partir do drive de CD-ROM, basta conectar o cabo de áudio na saída Audio Out localizada na sua parte traseira. Também será preciso usar o comando Multimídia no Painel de Controle para indicar o drive que será usado na reprodução de CDs de áudio. Selecione a guia Música de CD e indique a letra do drive desejado.

47) Para reinstalar o drive de CD-ROM
Fui na lixeira do computador e excluí alguns arquivos. Com eles, excluí o drive de CD-ROM. Já fui até o Painel de Controle, mas não sei como reinstalar, pois pede o CD do Windows 95, mas não sei que CD seria este. Gostaria que me ajudasse a resolver este problema.
Resposta:
Você deve ter na verdade removido alguns drivers do Windows, impedindo o acesso ao drive de CD-ROM, já que não é possível enviá-lo para a lixeira. Com o comando Adicionar Novo Hardware do Painel de Controle, os drivers são reinstalados, mas é preciso fornecer o CD (ou disquetes) de instalação do Windows 95 para que os drivers sejam lidos. Todo usuário deve ter em mãos este CD de instalação para a resolução de eventuais problemas e também para ser usado quando forem instalados novos dispositivos de hardware (por exemplo, uma impressora). Se você não tem o CD ou disquetes de instalação (a versão original do Windows 95 em português era vendida em disquetes, a partir daí passou a ser utilizado apenas o CD), providencie. Como outros arquivos podem também ter sido acidentalmente removidos, sugiro que você reinstale o Windows, o que fará com que todos os arquivos em falta sejam regravados no disco rígido. Não é preciso formatar o disco rígido, apenas use o programa INSTALAR.EXE (no caso da versão em disquetes, está no disco 1, na versão em CD está no diretório \WIN95) e ao ser perguntado o diretório de instalação, forneça C:\WINDOWS. Todos os seus aplicativos e configurações serão mantidos.

48) Dificuldades para instalar o drive de CD-ROM
Não sei o que fiz e sumi com minha unidade de CD ROM do explorer, tentei instalá-lo através do disquete e não deu em nada, porém quando início meu computador aparece na janela do MSDOS
C:\> REM ****** CD ROM****** e
C:\> REM C:\WINDOWS\COMMAND\MSCDEX.EXE ARTCD001″
ambos aparecem duas vezes cada, além do CD não iniciar automaticamente quando o insiro, pergunto se pode me ajudar em alguma coisa.
Resposta:
O comando REM (remark, que significa “comentário”) faz com que o conteúdo da sua linha seja ignorado. As linhas que usam REM não têm efeito algum. Usamos isto quando queremos apagar uma linha do AUTOEXEC.BAT e do CONFIG.SYS e ter a possibilidade de reverter a alteração posteriormente, sem ter que digitar toda a linha novamente – basta retirar o REM e tudo volta ao normal. Se você quiser pode apagar essas linhas, elas não têm efeito algum. Não use o disquete de instalação que acompanha o seu drive de CD-ROM. Ele serve apenas para habilitar o funcionamento do drive no modo MS-DOS. O Windows possui drivers mais eficientes para habilitar o funcionamento do drive de CD-ROM. Se você fez algo que causou o sumiço da unidade de CD-ROM, deve repetir a sua instalação. Consulte meu artigo sobre este tipo de instalação, em www.laercio.com.br.

49) Travamentos com som no Windows 98
Tenho um PC Pentium/166 MHz, com 64 Mb de memória, placa de vídeo com 2Mb e HD de 4.3 Gb. Depois que instalei nele o Windows 98 (Full), o micro passou a travar. Às vezes, isso ocorre na inicialização, quando o som está habilitado, ou quando desligo o micro, ou ainda quando utilizo algum aplicativo com som (como jogos e até o próprio Windows 98, bem como os sons que indicam erro, ou interrogação e também algumas proteções de tela do Windows com som de oceano, por exemplo). Como resolver o problema? Já tentei quase tudo: levei o micro em alguns técnicos, troquei a placa de som (agora é da Creative SNB 32 PNP) e até substitui o disco, que era da marca Quantum, por um Fujitsu.
Resposta:
Este tipo de erro é comum quando existem conflitos de hardware (IRQ, DMA e E/S). Verifique se existem conflitos reportados, através do Gerenciador de Dispositivos do Windows. Identificar e remover conflitos é uma tarefa para técnicos ou usuários experientes, o caminho das pedras está no artigo “Instalações sem conflitos de hardware”, em www.laercio.com.br. Além de conflito de hardware, o problema pode também ser causado por defeito na placa de som. A instalação do Windows 98 o colocou sob suspeita. Para tirar a dúvida, experimente instalar novamente o Windows 95 e verifique se os problemas cessam. Se não cessarem existe um defeito de hardware, se cessarem está relacionado com software. Neste caso instale o Service Pack para o Windows 98 SE, isto é um procedimento padrão. Finalmente, procure os drivers mais novos para a sua placa de som no site do fabricante (www.soundblaster.com). A Creative Labs recomenda que o Windows deve ser instalado sem a placa de som. Depois da instalação do Windows, conecte a placa de som a faça a sua instalação.