Home » Artigos arquivados » 2000 – Interfaces (Perguntas e Respostas)

2000 – Interfaces (Perguntas e Respostas)

1) Tipos de SCSI
Gostaria de saber qual é a diferença entre HD SCSI 1,2,3 e Wide Scsi. E se eu usar um alojamento externo para HD SCSI a performance dele diminui?

Resposta:
Não, o desempenho não diminui quando o HD é instalado em uma gaveta removível (desligue o computador para remover o HD!) ou quando é instalado do lado externo do PC. Você pode encontrar todas as informações sobre SCSI em meu livro “Como fazer expansões de hardware no seu PC”. Entretanto vamos ver quais são as diferenças entre SCSI 1, 2, e 3, e Wide SCSI. Os atuais modelos SCSI operam com transferências de dados em grupos de 8 e 16 bits. Dispositivos capazes de operar com 16 bits são chamados Wide SCSI. Existe previsão para um novo barramento SCSI de 32 bits, mas ainda não se tornou um padrão de mercado. As versões 1, 2 e 3 do SCSI possuem diferenças em relação ao número de bits e o clock de transferência de dados. O SCSI (ou SCSI-1) opera com 8 bits e 5 MHz, transferindo no máximo 5 MB/s. O SCSI-2 opera com 8 ou 16 bits e clock de até 10 MHz, transferindo no máximo 20 MB/s. O SCSI-3 opera com 8 ou 16 bits e clock de até 80 MHz, transferindo até 160 MB/s. Dentro desses padrões existem diversas categorias, como Fast SCSI, Wide SCSI, Ultra SCSI, Ultra2 SCSI, Ultra3 SCSI, etc. Por exemplo, o Wide Ultra2 SCSI transfere 16 bits com o clock de 40 MHz, resultando na taxa de 80 MB/s. Em geral os fabricantes definem seus dispositivos através dessas categorias, e não pelos padrões SCSI 1, 2 e 3.

2) Instalação de interface USB
Tenho um micro Pentium 233 MMX, com processador Intel de 1997. Gostaria de saber se é possível e o que é preciso para fazer um upgrade para utilizar ou até mesmo criar uma saída USB serial para conectar uma câmera de vídeo. No setup da minha máquina existe a opção Enable/Disable para USB. Coloquei Enable e ao iniciar o Windows 95, foi pedido para instalar “Bus CPI” com disquete e eu não tinha…Não sei se tem alguma correlação. Também não sei qual o modelo de placa mãe que possuo e gostaria que você me orientasse como descobrir, uma vez que também não tenho mais o manual dela (sei que também é Intel)

Resposta:
Para descobrir a marca e o modelo de uma placa de CPU, use o programa CTBIOS, encontrado na área de download de www.laercio.com.br. Assim você poderá chegar ao manual da placa de CPU, em geral disponível para download no formato PDF (Adobe Acrobat Reader). As placas de CPU vendidas entre 1996 e 1997, em sua maioria, possuíam interfaces USB no chipset (característica comum dos chipsets Intel i430FX, HX, VX e TX usados nessa época), mas a maioria dos fabricantes não colocava nas suas placas, os conectores que davam acesso às interfaces USB. Essas interfaces ficavam portanto inacessíveis, inúteis. Para usar dispositivos USB, você precisará desabilitar as interfaces USB da placa de CPU, através do CMOS Setup, e instalar uma placa de expansão com interfaces USB. Não é fácil encontrar essas placas no mercado, pois são poucas as lojas que as comercializam. Já vi essas placas à venda em algumas lojas do Rio de Janeiro e São Paulo. Em Belo Horizonte, sei que a Escori Informática (www.gravador.com.br) comercializa essas placas e as vende para todo o Brasil. Recomento também que você troque o Windows 95 pelo Windows 98SE ou pelo Windows ME, pois possuem melhor suporte a USB que o encontrado no Windows 95.

3) Aproveitamento de placa SCSI
Possuo um Pentium 100 com 32 MB trabalhando com uma controladora SCSI “Adaptec AHA 294X/AIC-78XX PCI”. Estou pensando em fazer um Upgrade para uma Placa e processador mais potentes. A minha dúvida é: posso aproveitar esta controladora e seus componentes caso opte por uma placa PIII 550 MHz ou similar?

Resposta:
Sim, você pode aproveitar a placa e todos os dispositivos SCSI que estiverem ligados nela, apenas precisará reinstalá-los. Sendo uma placa PCI, ela funcionará em qualquer computador novo que tenha slots PCI. Eu tenho uma placa similar a esta. Quando a comprei, instalei-a em um 486DX4-100. Já liguei e utilizei essa placa em vários computadores, de 5×86-133 até Pentium III/500 (na verdade não depende do processador, e sim da placa de CPU) e em nenhuma das placas de CPU testadas ocorreram problemas de funcionamento. Liguei vários periféricos SCSI: disco rígido, scanner, unidades de fita de vários tipos, ZIP Drive SCSI, JAZ Drive SCSI, gravador de CD e DVD-RAM. Sua placa terá bastante utilidade ainda, vai demorar muito a ficar obsoleta. Poderá deixar a desejar se você quiser usar um disco rígido SCSI de última geração, mas para todos os demais periféricos SCSI ela será adequada.

4) Não tenho interface USB
Comprei um scanner HP 3300C e um mouse Logitech. Não consigo liga-los ao meu computador pelo fato de serem conectados pelo padrão universal (USB). Meu computador possui as entradas em paralelo. Gostaria de saber, se não há algum conector que faz esta conversão? Meu computador é um AuthenticAMD AMD-K6(tm) 3D processor, com 64MB RAM. Utilizo windows 98.

Resposta:
Muitas placas de CPU atuais já são acompanhadas de conectores USB (Universal Serial Bus). Todas as que usam o padrão ATX possuem duas portas USB, e várias das que usam o padrão AT possuem uma lâmina de conectores (do tipo onde ficam os conectores das portas seriais e paralelas) contendo conectores USB. Quando o PC não possui portas USB, o usuário deve providenciar a instalação de uma placa de interface USB. Normalmente as empresas que vendem periféricos USB oferecem também as placas de interface apropriadas. Acho difícil que o revendedor do mouse venda este tipo de interface, já que não se justifica comprar uma placa só para instalar um mouse. Já o scanner é outro assunto. Procure portanto o revendedor do scanner e peça que consiga esta placa de interface. Cada interface USB permite ligar até 128 dispositivos através de um hub. Como você vai ligar um scanner e um mouse, a princípio precisaria de um hub, mas como as interfaces USB normalmente possuem dois conectores, você pode usar um para o mouse e outro para o scanner.

5) Controladoras SCSI e portas paralelas
Tenho um PC com processador Pentium II 350 mhz, um scanner HP 4c, uma impressora HP 4M, uma impressora Epson Stylus color 600 e um Zip drive Iomega externo. O Zip drive está conectado na porta paralela do micro e a impressora Epson está conectada no Zip. Quando eu preciso usar a HP 4M, tenho que desconectar a epson do Zip e conectar a HP. Como o scanner tem uma placa SCSI, e existe a possibilidade de se conectar até 7 periféricos nela, eu pergunto: Existe uma maneira de se conectar o Zip no Scanner ou vice-versa, ficando os dois ligados na mesma placa e uma impressora no Zip, deixando a porta paralela do micro para a outra impressora? Desse modo não haveria necessidade de ficar desconectando e conectando as impressoras.

Resposta:
Placas controladoras SCSI-1 realmente permitem a conexão de até 7 dispositivos, mas eles precisam obrigatoriamente ser do tipo SCSI. Você não poderá ligar seu Zip Drive paralelo, nem as impressoras, por intermédio da controladora SCSI. Eles só podem ser ligados na porta paralela. Além disso, a maioria das controladoras SCSI fornecidas junto com scanners são simplificadas e não possuem todas as funções do padrão SCSI. Não possuem BIOS, portanto não podem ser usadas por dispositivos que precisam estar ativos durante o boot, como um disco rígido SCSI, por exemplo. Portanto, mesmo que você compre um ZIP Drive SCSI e utilize a sua atual interface SCSI para ligar o ZIP e o scanner, não é totalmente garantido que esta ligação funcione. Existem dois caminhos para resolver o seu problema. O primeiro é comprar uma caixa comutadora (1 PC + 2 impressoras), assim você poderá selecionar manualmente a impressora que pretende usar. A segunda forma é instalar uma segunda porta paralela. Compre uma placa IDEPLUS de 16 bits e desabilite por jumpers, todas as suas interfaces, exceto a paralela. Você terá então uma LPT2 para usar.

OBS: Você pode encontrar placas com portas paralelas no padrão PCI, em www.naxos.com.br.

6) Programação das portas seriais
Sou técnico eletrônico do setor de engenharia de uma empresa do ramo de automação bancária, e estou começando a programar em Visual Basic versão 6.0. Há pouco tempo atrás precisei fazer um programa que utilizasse corretamente a porta de comunicação serial do microcomputador, fiz algumas consultas e pesquisas a respeito, porem não achei material que me auxiliasse muito (internet e o help do VB). Por favor, gostaria que vocês me indicassem algum livro, apostila, tutorial ou um exemplo mais completo de como devo utilizar corretamente a porta serial.

Resposta:
Isto está explicado no livro “The Peter Norton Programmer’s Guide to IBM PC” (guia do programador do IBM PC), publicado pela Editora Campus. Este livro está esgotado, mas muitas bibliotecas o têm. Sugiro também o livro “Guia prático de hardware e interfaceamento”, escrito pelos meus amigos Ricardo Zelenovsky e Alexandre Mendonça. Esses livros explicam como utilizar comandos do BIOS para controlar todas as funções das interfaces seriais, paralelas e outras existentes no PC. Uma outra fonte de consulta, procure no Altavista pela expressão:

+”interrupt list”+”INT 10h”

Serão apresentados vários links de sites que explicam como usar as interrupções de software do BIOS.

7) Informações sobre USB
Informações sobre usb, Definições de USB, o que há de novo no mercado, aceitação do suporte, preços, economia na utilização de portais usb!

Resposta:
Você vai fazer uma festa ao chegar nos sites www.allusb.com e www.usb.org. Lá existe um mundo de informações sobre o assunto, exatamente o que você procura. Especificações técnicas, white papers, links de fabricantes de produtos USB, etc.