Home » Artigos arquivados » 2000 – DOS e Windows 3.x (Perguntas e Respostas)

2000 – DOS e Windows 3.x (Perguntas e Respostas)

1) Drive de CD-ROM no modo MS-DOS
Como configurar o meu DOS para que ele reconheça o meu drive de CD-ROM G:?

Resposta:
A melhor forma para leigos é usar um disquete que normalmente é fornecido com o seu drive de CD-ROM, com a indicação “CD-ROM Installation Disk”. O que este programa de instalação faz na verdade é adicionar duas linhas de comando nos arquivos CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT. No CONFIG.SYS utiliza algo como:

DEVICE=CDROM.SYS /D:MSCD000

No arquivo AUTOEXEC.BAT é usado um comando como:

C:\WINDOWS\COMMAND\MSCDEX.EXE /D:MSCD000

O MSCDEX.EXE faz parte do Windows, enquanto o CDROM.SYS (o nome pode variar, de acordo com o fabricante do drive de CD-ROM) é fornecido no disquete que acompanha o seu drive de CD-ROM. Se você não encontrar este arquivo, pode usar o OAKCDROM.SYS, existente no disquete de inicialização que acompanha o Windows 98. Caso também não tenha este disquete, gere-o com o comando Painel de Controle / Instalar e remover programas / Disco de Inicialização.

Para quem deseja conhecer melhor o funcionamento de drives de CD-ROM no modo MS-DOS, sugiro a leitura do meu artigo a respeito, encontrado em www.laercio.com.br.

 

2) Acentuação ABNT
Tenho um computador Itautec Transglobe, só que o teclado está precisando configurar e eu não consigo. Gostaria que você me ensinasse como configurar pois a letra Ç e as acentuações aparecem todas ao contrário. Favor indicar também algum livro seu onde eu possa consultar para resolver esses pequenos problemas.

Resposta:
Você tem um teclado ABNT, e para configurá-lo sob o Windows é preciso usar o comando Teclado no Painel de Controle. Selecione a guia Idioma. O quadro deverá apresentar Português, se não apresentar, use o botão Adicionar para selecionar nosso Idioma. Depois use o botão Propriedades e selecione a opção Português ABNT2. Isto fará a acentuação funcionar corretamente no ambiente Windows.

A configuração do teclado ABNT2 para o modo MS-DOS requer o uso de certos comandos nos arquivos CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT. São eles:

No CONFIG.SYS:
device=c:\windows\command\display.sys com=(ega,,1)
country=055,850,c:\windows\command\country.sys

No AUTOEXEC.BAT:
mode con codepage prepare=((850) c:\windows\command\ega.cpi
mode com codepage select=850
KEYB ,,C:\WINDOWS\COMMAND\KEYBRD2.SYS /ID:275

 

3) Voltando do DOS para o Windows
Venho pedir um esclarecimento de um problema que aconteceu no meu computador. Ao entrar na pasta Windows ativei o ícone MODO MS-DOS PARA JOGOS COM SUPORTE A EMS E XMS. O computador reiniciou no sistema DOS aparecendo a seguinte mensagem: MS-DOS MODE C:\ WINDOWS. Tentei sair para retornar no sistema Windows 98 mas não deu certo nem mesmo pelo modo de segurança . O que devo fazer para reiniciar o Windows 98?

Resposta:
Este comando coloca o computador em modo MS-DOS, com uma configuração de memória EMS e XMS adequada à maioria dos jogos que operam sob o modo MS-DOS. Neste modalidade o Windows fica desativado, sendo apenas carregados na memória os arquivos que formam o núcleo do MS-DOS. Os gerenciadores de memória estarão configurados de modo a disponibilizar a maior quantidade possível de memória convencional. Ao desligarmos o computador, o Windows não será mais carregado, e sim este modo MS-DOS. Para fazer tudo voltar ao normal, basta usar o comando EXIT.

 

4) Som onboard no MS-DOS
Tenho um K6-2 450 com 32MB RAM com modem e som onboard. Uso o Windows 98 e gostaria de saber se existe uma maneira de fazer o som funcionar no MS-DOS quando reinicio o computador em modo MS-DOS, tendo em vista que possuo vários jogos para DOS, os quais estão rodando sem som. Já tentei configurar o som dos jogos manualmente, mas não funciona.

Resposta:
A maioria dos jogos para MS-DOS funcionam apenas em placas Sound Blaster. Outros permitem funcionar com outros modelos de placas de som. Por outro lado, a maioria das placas de som atuais funciona apenas no ambiente Windows. Algumas delas entretanto podem funcionar no MS-DOS, mas requerem o uso de um driver no CONFIG.SYS, AUTOEXEC.BAT ou DOSSTART.BAT. Os programas de instalação de algumas placas de som adicionam automaticamente no arquivo DOSSTART.BAT os comandos que ativam a placa no modo DOS quando usamos o comando Desligar / Reiniciar em modo MS-DOS. Em outras placas este programa deve ser instalado manualmente pelo usuário (consulte a documentação da sua placa de som ou placa de CPU com som onboard). Em outras placas, este programa simplesmente não existe, ou seja, o fabricante não implementou a possibilidade de usá-las sob o MS-DOS.

 

5) Acentuação em modo DOS
Estou com uma impressora matricial EPSON LX-810, que imprime normalmente os caracteres “ç” e “ã” quando mando imprimir arquivos que estão dentro do Windows, porem quando em DOS, estes caracteres não saem e em seu lugar é impresso algo como barras ou letras que não existem no alfabeto. Tentei mudar a programação das 03 microchaves, que controlam o “Country”, porém em nenhuma das possibilidades existe o “Portugal” ou “Brasil”. Será que não é possível imprimir os caracteres da lingua portuguesa quando em DOS, nesta impressora, mesmo que dentro do Windows estes caracteres sejam impressos.

Resposta:
O programa de instalação do Windows configura o CONFIG.SYS e o AUTOEXEC.BAT de modo que os aplicativos para DOS funcionem com a página de código internacional (850). Para que os caracteres acentuados gerados pelos aplicativos de MS-DOS sejam reproduzidos corretamente na impressora, é preciso configurar suas microchaves para que a impressora use também a página de código (CODE PAGE) 850. Você encontrará no manual da impressora as instruções para esta configuração.

 

6) Aplicativo DOS trava o Windows
Tenho um K6-2/400 com 32 MB de RAM, HD 4.3 GB, video, fax 56K e placa de som on-board. Tenho um programa de gerenciamento em DOS e sempre que utilizo este programa ao fechar o DOS me aparece uma tela, verde ou negra. Neste momento o meu micro Trava, pressionando as teclas ctrl+alt+del ele fala que o Windows esta esperando um tela de enceramento, mas esta tela nunca parece, recentemente o BIOS da máquina passou a registrar meu processador com K6-2/200, o que pode estar acontecendo com meu micro? Aproveito a oportunidade para parabeniza-los pelo ótimo trabalho que desenvolvem nesta seção.

Resposta:
O Prompt do MS-DOS sob o Windows 9x foi criado para ser compatível com a maioria dos programas do MS-DOS. Entretanto esta compatibilidade não é total. Alguns jogos e aplicativos podem realmente apresentar problemas. Sugiro que você use este programa no modo MS-DOS, e não no Prompt do MS-DOS sob o Windows. Para isto reinicie o computador, tecle F8 e no menu de inicialização escolha a opção Somente Prompt de Comando. Outro método é usar no Windows o comando Desligar / Reiniciar em modo MS-DOS. Tome ainda cuidado com a quantidade de memória convencional livre. No Windows 95 OSR2 e no Windows 98 original, um bug no arquivo IO.SYS impede que sejam obtidos mais de 570 kB de memória convencional, e por isso alguns aplicativos para MS-DOS podem não funcionar, ou simplesmente apresentar problemas. Se você estiver usando o Windows 98, a melhor coisa a fazer é acessar o site da Microsoft e obter o Service Pack para fazer o upgrade para o Windows 98 SE. Se você estiver usando o Windows 95 OSR2, a melhor coisa a fazer é passar direto para o Windows 98 SE. A indicação do clock errado durante o boot é em geral causado por erro na rotina de detecção do clock do seu BIOS. Para confirmar isto, use um programa medidor de clock independente. Você encontra o comando de medição do clock, por exemplo, no programa PC Check, obtido em www.eurosoft-uk.com. Se o BIOS indicar o clock como 200 MHz mas o PC-Check indicar 400 MHz, fique tranqüilo, o seu PC está em 400 MHz e o BIOS está informando errado.

 

7) Falta uma linha
Estou tendo problemas com meu computador no que se refere à visualização de programas em ambiente DOS. Acontece que a configuração do meu micro esta habilitada para mostrar, no Ms-Dos, 25 linhas. Mas a vigésima quinta linha não aparece.

Resposta:
Este problema é bastante comum, mas há alguns meses não vejo alguém passando por ele. Ocorre em algumas placas de CPU com vídeo onboard. A solução mais simples é retirar do AUTOEXEC.BAT o comando MODE. Você perderá a acentuação em português quando estiver no modo MS-DOS (no Prompt do MS-DOS sob o Windows não ocorrerá este problema), mas assim todas as 25 linhas serão mostradas. Existe outra solução, que é obter no site do fabricante da placa de CPU, um driver do modo MS-DOS que corrige o problema (é um remendo). A solução definitiva é a atualização do BIOS da placa de CPU.

 

8) Sem som no modo MS-DOS
Como fazer para que todo som emitido pelo computador saia pelas minhas caixas acústicas multimídia? Atualmente os sons de jogos em MS-DOS e os sons característicos originados na ligação telefônica para conexão à Internet são emitidos pelo auto falante que tem dentro da CPU, se não me engano na placa de fax-modem.

Resposta:
Os sons relativos à Internet são emitidos pelo pequeno alto falante existente no modem, os dos programas no modo MS-DOS estão sendo emitidos pelo PC Speaker, que é um pequeno alto falante existente na parte frontal do gabinete do PC, no seu lado interno. Para que os sons de programas no modo MS-DOS sejam reproduzidos pelas caixas acústicas (ou seja, pela sua placa de som), é preciso que a placa de som seja configurada para funcionar no modo MS-DOS. Além disso é preciso configurar cada programa do MS-DOS que utilize sons, para que os envie para a placa de som, e não mais para o PC Speaker. Isto nem sempre pode ser feito. Placas de som compatíveis com a Sound Blaster em geral possuem um utilitário que as configuram para funcionar no modo MS-DOS. Este utilitário é adicionado automaticamente quando é feita a instalação da placa de som. Para saber se este utilitário está instalado (caso exista), use o comando Desligar / Reiniciar em modo MS-DOS. Será executado o arquivo DOSSTART.BAT, onde em geral é feita a ativação da placa de som no modo MS-DOS. Use o comando SET. Se entre as informações apresentadas existir uma iniciando com “BLASTER”, então a sua placa de som está disponível para o modo MS-DOS. Bastará agora configurar os programas com as informações ao lado da variável BLASTER. Você encontrará exemplos de configurações como esta no meu artigo “Configurando sons para jogos no modo MS-DOS”, em www.laercio.com.br.

 

9) Som da SB PCI128 no MS-DOS
Tenho uma placa de som – SB PCI 128 – não consigo configurá-la para poder usar em jogos de DOS. Como posso fazer?

Resposta:
Depois de instalar a placa, instale o CD de utilitários que a acompanha. Além da instalação dos utilitários, será também feita a configuração para o MS-DOS. Será adicionado no arquivo AUTOEXEC.BAT o programa SBINIT. Ele realiza a emulação da placa SB16 no ambiente DOS. Para usar os jogos no MS-DOS, a melhor coisa a fazer é executar o Prompt do MS-DOS com suporte a memória XMS e EMS, encontrado na pasta C:\WINDOWS. Este procedimento se aplica a outras placas da família Sound Blaster, como a SB Live, por exemplo. Se alguns jogos não aceitarem a placa no modo MS-DOS, use o Gerenciador de Dispositovos do Windows para mudar os recursos da placa para endereço 220, IRQ5, DMA1 e DMA5.

 

10) Som da SiS530 no modo MS-DOS
Tenho uma placa mãe PC100 SiS 530, K6 II/350, na qual o som é onboard e tenho jogos para DOS que funcionam bem, exceto o som. O que devo fazer?

Resposta:
O chip SiS530, que opera em conjunto com o SiS5595, não possui som integrado. Portanto as placas de CPU que possuem este chipset normalmente utilizam um outro chip de som, como o CMI8330 (também aparece com as indicações Sound Pro e HT1869). Este chip é totalmente compatível com o padrão Sound Blaster, e se está funcionando no Windows, funcionará também em uma sessão de MS-DOS sob o Windows. Use o comando Prompt do MS-DOS e digite o comando SET. Será apresentada uma lista de variáveis de ambiente, na qual deve existir uma de nome BLASTER, da seguinte forma:

BLASTER=A220 I5 D1 H5 T4

Os parâmetros A (Endereço), I (IRQ), D (DMA LOW e DMA HIGH) podem ser obtidos no Gerenciador de dispositivos, nas propriedades da “placa de som” onboard. O parâmetro T indica o modelo de placa de som. T6 indica Sound Blaster 16, T4 indica Sound Blaster Pro. Se a variável BLASTER não estiver declarada, ou se estiver com os parâmetros errados, os jogos não funcionarão. Você pode declarar a variável usando um comando como:

SET BLASTER=A220 I5 D1 H5 T4

Use este comando assim que entrar no Prompt do MS-DOS. Você também pode alterar as propriedades do Prompt do MS-DOS para que este comando seja automaticamente executado, ou então usá-lo diretamente no arquivo AUTOEXEC.BAT. Lembre-se também que a maioria dos jogos para MS-DOS exigem que o som seja configurado, sendo informado o modelo de placa de som, endereço, IRQ e DMA.

 

11) Teclado ABNT
Tenho um AMD K6-II com 64mb de RAM e HD de 10 G, o meu teclado é ABNT2 e não consigo configurá-lo para funcionar no MS-DOS. Editei o config.sys e o autoexec.bat e mesmo assim ele não funciona no ms-dos, no Windows98 está tudo ok. Devo comprar outro teclado?

Resposta:
Este problema já deu o que falar. Não está descrito no site da Microsoft e nem nos manuais do Windows, talvez por ser uma informação que só interessa aos Brasileiros. Depois de muito procurar resolvi pedir ajuda aos leitores deste caderno, já que muitos possuem PCs de grife equipados com este tipo de teclado. Dezenas de leitores enviaram prontamente a resposta para o problema. Você deve usar os seguintes comandos:

No CONFIG.SYS:
device=c:\windows\command\display.sys com=(ega,,1)
country=055,850,c:\windows\command\country.sys

No AUTOEXEC.BAT:
mode con codepage prepare=((850) c:\windows\command\ega.cpi)
mode con codepage select=850
KEYB ,,C:\WINDOWS\COMMAND\KEYBRD2.SYS /ID:275

A chave da solução está no comando KEYB, que ao invés de utilizar o KEYBOARD.SYS, deve usar o KEYBRD2.SYS com o parâmetro ID:275. Agora ficou fácil.

 

12) Drive de CD-ROM no modo MS-DOS
Como configurar o meu DOS para que ele reconheça o meu drive de CD-ROM G:?

Resposta:
A melhor forma para leigos é usar um disquete que normalmente é fornecido com o seu drive de CD-ROM, com a indicação “CD-ROM Installation Disk”. O que este programa de instalação faz na verdade é adicionar duas linhas de comando nos arquivos CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT. No CONFIG.SYS utiliza algo como:

DEVICE=CDROM.SYS /D:MSCD000

No arquivo AUTOEXEC.BAT é usado um comando como:

C:\WINDOWS\COMMAND\MSCDEX.EXE /D:MSCD000

O MSCDEX.EXE faz parte do Windows, enquanto o CDROM.SYS (o nome pode variar, de acordo com o fabricante do drive de CD-ROM) é fornecido no disquete que acompanha o seu drive de CD-ROM. Se você não encontrar este arquivo, pode usar o OAKCDROM.SYS, existente no disquete de inicialização que acompanha o Windows 98. Caso também não tenha este disquete, gere-o com o comando Painel de Controle / Instalar e remover programas / Disco de Inicialização.

Para quem deseja conhecer melhor o funcionamento de drives de CD-ROM no modo MS-DOS, sugiro a leitura do meu artigo a respeito, encontrado em www.laercio.com.br.

 

13) Acentuação no MS-DOS do Windows ME
A acentuação do meu teclado não está funcionando quando uso o modo MS-DOS do Windows ME. Existe algum macete para fazer isso?

Resposta:
Vários usuários precisam utilizar programas antigos que operam sob o MS-DOS. Um dos problemas desses usuários é o uso da acentuação pelo teclado, tanto nos de layout padrão internacional como nos de versão brasileira (ABNT2). Mesmo utilizando as configurações regionais do Windows ME em português, não é feita a configuração automática para o teclado nas janelas do MS-DOS. A primeira coisa a fazer é configurar o teclado para o ambiente Windows. Para isto, use Painel de Controle / Teclado / Idioma, e selecione a opção “Português Brasileiro”. Clique em Propriedades e defina o Layout de teclado. Para o teclado ABNT2, aquele que tem uma tecla “Ç”, use o layout Português ABNT2. Para o teclado internacional, aquele que não tem a tecla “Ç”, use o layout “Estados Unidos Internacional”. Reinicie o computador. Depois disso o teclado acentuará corretamente no Windows.

O próximo passo é configurar o teclado para as janelas do MS-DOS. Para isto será preciso encontrar o programa KEYB.COM. Ele está no disquete que acompanha o Windows ME (disco de inicialização). Não pode ser encontrado no disco de inicialização gerado pelo Painel de Controle, e não está nos arquivos CAB de instalação do Windows ME (se alguém encontrar este arquivo em outra parte, por favor me avise). Copie o KEYB.COM para o diretório C:\WINDOWS\COMMAND. Crie no diretório raiz do drive C, um arquivo de nome AUTO2.BAT (ou qualquer outro nome com extensão BAT) com o seguinte comando:

KEYB BR,,C:\WINDOWS\COMMAND\KEYBRD2.SYS /ID:275 > null

Este comando é usado para o teclado ABNT2. Se o teclado for comum, use no seu lugar, o comando:

KEYB BR,,C:\WINDOWS\COMMAND\KEYBOARD.SYS >null

Faça uma cópia do ícone “Prompt do MS-DOS”, clique-o com o botão direito do mouse e escolha a opção Propriedades. Na guia Programas, preencha o campo “arquivo de lote” com C:\AUTO2.BAT.

O prompt do MS-DOS executado a partir deste ícone terá toda a acentuação normal, tanto no teclado como no vídeo. Não só a acentuação funcionará, como também os caracteres acentuados serão exibidos corretamente na tela, tanto em tela cheia (modo texto) quanto em uma janela do Windows.

 

14) Som trava no modo MS-DOS
Tenho computador com a MotherBoard M585LMR da PC Chips, Processador AMD K6-II 400 MHz, 64 MB SDRAM (PC100), S.O. Windows 98 Segunda edição. O problema é o seguinte: Meus jogos para ambiente DOS “travam” ao executar o teste da placa de som (CMI8738/C3DX, da C-Media). Porém, com jogos para a interface Windows, isso não acontece! Existe solução para o Windows? Grato pela atenção.

Resposta:
Mais um exemplo de barato que sai caro. Talvez tenha solução. O problema é que muitos produtores de PCs sabem apenas encaixar e aparafusar as peças, depois instalar o Windows. Isso não é o bastante, em geral é preciso fazer uma série de ajustes. Um caso típico é a emulação Sound Blaster para o modo MS-DOS. Muitas placas de som atuais foram produzidas para funcionar no Windows, mas são acompanhadas de um programa que faz a placa funcionar no modo MS-DOS como se fosse uma Sound Blaster. Infelizmente muitos pequenos produtores não fazem corretamente esta configuração, e nem verificam o seu funcionamento. Já estive testando uma placa como esta para um colega, configurei o som e tudo funcionou. Antes de instalar o driver de som, use o comando Reservar Recursos do Gerenciador de Dispositivos. Reserve IRQ5, DMA1 e DMA5. Feito isso, instale os drivers do chip de som. No Gerenciador de Dispositivos, procure o item Emulação de Sound Blaster. Na guia Recursos, desmarque a opção “Usar configurações automáticas” e altere os recursos para: endereços 220, 330 e 388, IRQ5, DMA1 e DMA5. Esta é a configuração default da Sound Blaster 16, e é aceita por praticamente todos os jogos para o modo MS-DOS. No seu AUTOEXEC.BAT existirá a chamada a um driver relativo à placa de som, que habilita o funcionamento no modo MS-DOS. Alguns programas de instalação fazem esta alteração automaticamente, outros precisam que seja feita manualmente. Seja como for, você pode também contar com a ajuda do seu revendedor para fazer este ajuste.

 

15) Opções para o Prompt do MS-DOS
a) O que fazer quando a inicialização ocorre sempre pelo Menu de inicialização do Windows 95 com a opção Normal previamente selecionada? 2) Como se desabilita a execução automática do Scandisk numa reinicialização após um aborto? É sempre necessário usar o Scandisk nesses casos? 3) Como “colorir” o prompt do MS-DOS?

Resposta:
Será preciso editar o arquivo MSDOS.SYS. Retire a linhas BOOTMENU=1 ou troque por BOOTMENU=0 se quiser que o menu de inicialização não seja mais mostrado. Se quiser que o menu seja exibido mas com outro valor default, use BOOTMENUDEFAULT=1, 2, 3 e assim por diante para cada uma das opções do menu. Existe ainda uma opção que altera o funcionamento do Scandisk em caso de um desligamento incorreto, ela está descrita em um dos arquivos TXT que acompanham o Windows, entretanto não recomendo o seu uso. O Scandisk deve realmente ser utilizado em casos de desligamento incorreto, o que faz com que erros na estrutura lógica do disco sejam detectados enquanto não são graves.

Quanto ao Prompt do MS-DOS colorido, é possível sim fazê-lo. Antes de mais nada o driver ANSI.SYS deve ser carregado pelo CONFIG.SYS, através do comando:

DEVICEHIGH=C:\WINDOWS\COMMAND\ANSI.SYS

Para “colorir” o Prompt do MS-DOS, use no arquivo AUTOEXEC.BAT o comando:

Prompt $e[1;37;44m$p$g

Use as letras minúsculas como indicado. Este comando fará com que a tela do prompt seja azul com letras brancas, ao invés do tradicional preto com letras cinzas. O número 37 pode ser substituído por outro valor entre 30 e 37 para selecionar outras cores para os caracteres, e o número 44 pode ser substituído por outros valores entre 40 e 47 para definir a cor de fundo. O número 1 faz com que os caracteres sejam exibidos em alta intensidade, mas podem ser usados outros valores entre 0 e 8, experimente os resultados.

 

16) Editando o CONFIG.SYS
A mudança do comando Device para Devicehigh no config.sys e o acrecimo LH no autoexec.bat deve ser feito usando o bloco de notas, modificando pelo utilitário de configuração (msconfig) ou diretamente pelo prompt do DOS? Qual o melhor caminho e aquele que trará o melhor resultado prático?

Resposta:
Arquivos CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT são em geral chamados de texto simples, texto DOS, texto ASCII, texto sem formatação ou simplesmente texto. Podem ser editados por qualquer editor de textos, ou mesmo processadores de texto como o Word, mas nesse caso tome cuidado na hora da gravação: não deixe que o arquivo seja convertido para o formato do Word (se você fizer isso as marcas de formatação do Word serão interpretadas como comandos inválidos), deixe-o na opção “somente texto”. O Edit do MS-DOS e o Bloco de Notas (Notepad) do Windows são exemplos de editores que operam exclusivamente com este tipo de texto. Também é o caso do MSCONFIG (Windows 98) e do SYSEDIT, esses dois porém tornam o trabalho de edição um pouco mais fácil. O SYSEDIT abre automaticamente esses arquivos, sem que você precise indicar o drive e diretório. O MSCONFIG também faz isso, mas permite simplesmente “desmarcar” os comandos não desejados, além de adicionar novos comandos e alterar os já existentes. Tudo é uma questão de gosto, já que os resultados são exatamente os mesmos.