Home » Artigos arquivados » 2000 – Compra de equipamentos (Perguntas e Respostas)

2000 – Compra de equipamentos (Perguntas e Respostas)

1) Uma boa placa 3D
Gostaria de saber qual a placa de video que me trará o melhor custo benéficio no meu atual pc (Pentium II 400, placa mãe asus P3B-F, e 128 MB de ram), gostaria de comprar uma boa placa 3D para substituir minha atual Trident de 1MB, a V550 seria suficiente, a minha máquina me da condições de usar e usufruir de todos os recursos da V770 32 MB, a V770 ULTRA é muito diferente da V770 comum, há alguma outra placa que se encaixaria melhor em meu sistema?

Resposta:
Já vi que você gosta muito de jogos, a V770 é uma excelente opção. A V770 Ultra utiliza uma versão mais veloz do chip gráfico e custa um pouco mais caro. Uma outra excelente opção é a 3DFx Voodoo 3000, encontrada com relativa facilidade no mercado. Além de ser bastante veloz para as APIs gráficas OpenGL e DirectX, suporta também a Glide, muito utilizada por jogos de corrida. Todas essas placas são bem adequadas ao Pentium II/400. Para obter informações adicionais sobre essas placas, dê uma olhada nos vários sites especializados em placas 3D, encontrados na área de links / informações técnicas de www.laercio.com.br.

 

2) Preciso de um novo PC
Li sua reportagem de capa do caderno de informática do dia 04/05/00 e realmente fiquei preocupado com a qualidade dos produtos de informática, principalmente dos computadores montados que são vendidos atualmente. Graças a ela, pude descobrir a desvantagem de adquirirmos uma placa mãe com “tudo on board” . Porém, como estou precisando comprar um computador, em todas que eu lojas pesquisei, não encontrei um computador com placa de fax/modem e ou vídeo que não esteja on board. Gostaria de uma orientação sobre marcas, modelos e maiores informações técnicas para que eu possa fazer uma pesquisa mais precisa. Todos os vendedores dizem que não existe mais. Este computador será usado basicamente para acesso à INTERNET e office.

Resposta:
Se o PC for usado para games, é preciso ter uma boa placa de vídeo 3D, instalada em uma placa de CPU que possua um slot AGP, como é o caso da Asus P5AB. Tome cuidado, pois muitos micros são anunciados como tendo “placa de vídeo 3D AGP”, mas na verdade é o velho chip de vídeo onboard, ligado internamente ao barramento AGP. Essas placas muitas vezes não permitem desabilitar o vídeo onboard lento, e não tendo slot AGP, não permitem a instalação de uma placa de vídeo 3D veloz baseada neste barramento, é preciso usar o barramento PCI, que é mais lento. Essas também possuem poucos slots, o que torna quase inviável fazer expansões ou usar boas placas ao invés dos periféricos onboard. Se for o caso, utilize uma placa de vídeo Diamond. Em qualquer que seja o caso (games ou office), use um modem US. Robotics ou Diamond. Se você usar o micro em games, use uma placa Sound Blaster PCI 128 ou Sound Blaster Live. Se for usar mais para Office, pode ficar com o som onboard. Note que o micro com configuração para Internet e escritórios pode ficar com vídeo e som onboard. A qualidade da placa de CPU é importante. Se quiser uma com som e vídeo onboard sugiro os modelos da Asus P5-99b (AT), P5-99vm (ATX) ou P5-SB (AT).

 

3) Especificação de um bom PC
Atualmente, possuo um Pentium MMX 233 mhz com 32MB RAM. Gosto muito de trabalhar com gráficos e por isso estou pretendendo comprar um computador potente, que possa rodar softwares pesados. Já pesquisei em vários lugares e configuração que encontrei e que apresentou a melhor relação custo/benefício foi: processador: Pentium III 600 Mhz, 128MB DIMM RAM, placa-mãe: P3B-f / ATX Asus, HD 10.2GB, Placa de vídeo Viper Diamond AGP 32MB, CD-RW Sony, Drive DVD-ROM 8x, Placa de som Creative Live. A respeito do drive de DVD-ROM, encontrei por R$ 335, mas estou com medo de ser algo de má qualidade. Gostaria que vocês fizessem comentários sobre essa configuração ou desse alguma outra sugestão.

Resposta:
A configuração que você escolheu está muito boa, mas nem pense em comprar um drive de DVD-ROM genérico. Além da confiabilidade ser um parâmetro desconhecido, você correrá o risco de adquirir um modelo que não funciona na Região 4, à qual pertence o Brasil. Assim você não poderá assistir a filmes em DVD, já encontrados com facilidade nas locadoras. O kit DVD da Creative Labs é a melhor opção, compre aquele que tem na caixa uma bandeira do Brasil, indicando que funciona na região 4. Alguém poderá dizer que existe um programa que altera a região do DVD. É verdade que existe, mas apenas alguns modelos aceitam esta reprogramação. A maioria deles são fixos em uma região.

 

4) Um bom PC de baixo custo
Após ver aquela reportagem a tempos atrás sobre pcs com tudo ” on board” acho que o melhor é pagar mais caro um pouco e ter um pc melhor. Gostaria de saber quais as placas melhores para montar um pcs com ” nada on board “.

Resposta:
Um bom PC de baixo custo com “nada onboard” poderia usar uma placa de CPU Asus P5A, um modem US Robotics PCI com DSP (é o tipo não Winmodem), uma placa de vídeo e uma placa de som. Quanto a essas placas, você poderá usar modelos simples caso vá usar o PC apenas para aplicações simples (Word, Excel, acesso à Internet), ou placas melhores se vai utilizar jogos 3D de última geração. Uma placa de som de baixo custo atende a qualquer aplicação e não compromete a qualidade do computador. Placas de vídeo Trident são baratas e de desempenho modesto. Se quiser uma placa 3D mais poderosa, você encontrará várias opções. Quanto mais avançada é a placa, mais cara será. Uma Voodoo 3 3000 é excelente para jogos, mas seu custo não justifica o uso em PCs de baixo custo. Se esta é a sua intenção, sugiro que use uma placa Asus P3B-F equipada com um processador Pentium III. Se você gosta muito de jogos e quer sons tridimensionais incrivelmente realistas, pode usar uma placa de som de última geração, como uma Sound Blaster Live. Desculpe ser pouco específico, mas a configuração ideal de um PC deve ser definida de acordo com a aplicação que terá, caso contrário podemos gastar muito sem necessidade ou economizar e ficar com um PC inadequado.

 

5) Configuração de computador de baixo custo
Gostaria de saber qual a melhor configuração com baixo custo de um computador “nada onboard” (quantidade de memória, modelo de placa, modem, etc) para os seguintes usos: Word, Access, Excel, Outlook 2000, acesso à Internet, projetos em CAD e Karaokê.

Resposta:
Você está fazendo a coisa certa. Antes de comprar, pergunte. Mas não pergunte ao vendedor, muitos entendem bem pouco sobre hardware. Configuração de baixo custo deve utilizar os processadores AMD K6-2 (melhor ainda seria o K6-III, se você encontrar) ou Intel Celeron. Sugiro que você utilize placas de CPU Asus, que são das melhores disponíveis no Brasil. Se optar pela linha AMD, sugiro a placa de CPU Asus P5A (padrão ATX) ou P5A-B (padrão AT). Na linha Intel Celeron, sugiro a Asus P3B-F, uma das melhores placas de CPU para Celeron / Pentium III. Será preciso comprar ainda uma placa adaptadora de Slot1 para Socket 370 para usar o Celeron nesta placa. Mas você tem a vantagem de poder futuramente trocar o Celeron por um Pentium III, mantendo a mesma placa de CPU, coisa que não poderá fazer com o AMD K6-2 ou K6-III. Note que a maioria das aplicações que você vai usar são aquelas que chamamos de “Office Applications”, portanto seu computador é do tipo B.O. (bom para office). Placas de vídeo simples, como as da Trident ou Cirrus Logic, serão mais que adequadas ao que você quer. Recomendo que você não economize no modem, use um de boa qualidade, como o US Robotics 5610. Seus requisitos entretanto recaem em um paradoxo. PC de baixo custo não combina com CAD. Para utilizar CAD é preciso uma boa placa 3D, uma boa quantidade de memória, um processador veloz e um disco rígido de alta capacidade. Para ter tudo isso sem exagerar muito, seria recomendável um Pentium III/500, 64 MB de RAM, HD de 10 GB. Seria preciso também uma boa placa 3D voltada para OpenGL, a API usada pelos programas 3D profissionais. Sugiro então, para não gastar muito, uma placa equipada com o chip Nvidia TNT M64 (64 bits) com 16 MB de memória de vídeo.

 

6) PC para computação gráfica
Estou pensando em comprar uma máquina visando o trabalho com computação gráfica em programas Photoshop, Corel, etc. Gostaria que você me indicasse uma configuração ideal de PC. Espero gastar cerca de R$ 3.500,00. Tenho pensando em algo como um Pentium III 600, placa-mãe ASUS P3B-F, 256 MB DIMM, HD de 20GB, placa de video Viper 770 de 32MB e um monitor de 17”. Também usarei placa de som, CD-Rom e modem.

Resposta:
A Asus P3B-F é excelente, mas existem outras opções vantajosas. Uma delas é a Asus P3V4X, que usa um chipset VIA de geração mais recente que o i440BX, usado na P3B-F. O processador Pentium III/600 deve ser do tipo “EB” (cache L2 integrada e barramento de 133 MHz) caso você pretenda usar a P3V4X. Se for usar a P3B-F, use o Pentium III/600 do tipo “E” (cache L2 integrada e barramento de 100 MHz). A Viper 770 com 32 MB é uma excelente placa, equipada com o chip gráfico Nvidia TNT2. Entretanto corra para comprá-la, pois esta placa está em vias de sair de linha. Depois que a Diamond foi comprada pela S3, as novas placas de vídeo passaram a utilizar apenas chips gráficos da S3, o que é uma pena. Não encontraremos mais modelos da Diamond com chips 3DFx e Nvidia, como encontrávamos antes da sua compra pela S3. A memória de 128 MB estaria de bom tamanho para qualquer aplicação profissional, mas não há nada de mal em optar por 256 MB. Mesmo assim pense na opção de manter 128 MB e com a diferença do custo, usar uma versão mais veloz do Pentium III. Quanto ao disco rígido, recomendo as marcas Quantum e Seagate. Use um modem US Robotics com DSP (processador de sinais digitais), como o modelo 5610. A placa de som não é um item crítico para aplicações profissionais, mas se você gosta de games, use uma Sound Blaster Live. O drive de CD-ROM pode ser o da Creative Labs, mas se você vai utilizar o PC em aplicações profissionais, aconselho o uso de um gravador de CD-R/CD-RW para backup e transporte de dados.

 

7) Configuração de PC simples
Estou pretendendo comprar um PC que será utilizado basicamente para acesso à internet e jogos novos e antigos. Gostaria de sua opinião sobre a configuração: Pentium III 600MHz, placa-mãe Intel CA810E, HD Quantum 5,1GB, memória RAM 64K, placa de vídeo Voodoo 33000 16AGP, fax/modem US Robotic 56K V90, kit multimídia 52x e placa de som Creative. Essa configuração roda jogos que usam tecnologia MMX?

Resposta:
Se fosse para acesso à Internet e jogos antigos, esta placa seria adequada. O problema são os jogos modernos. Eles exigem elevado desempenho gráfico 3D, conseguido de forma satisfatória apenas com o uso de uma placa de vídeo AGP. O vídeo AGP onboard existente nesta placa é de desempenho médio. Trata-se de uma placa adequada a aplicações de escritório, e não para gráficos profissionais ou para jogos de última geração. Há quem consiga jogar com placas deste tipo, reduzindo a resolução e a qualidade da imagem, mas para ter um bom desempenho, a melhor coisa é instalar uma placa de vídeo AGP. Sugiro que use uma placa baseada no chip gráfico Nvidia TNT2. Dependendo da versão e da quantidade de memória, o preço varia entre 150 e 350 reais. Quanto a uma boa placa de vídeo, estou muito satisfeito com a Asus P3V4X. O restante da sua configuração está bastante adequada para jogos 3D de última geração.

 

8) Especificação de um bom PC
Estou comprando uma nova máquina, mas parece que será uma tarefa difícil. Em cada loja há um argumento, um preço diferente. Preciso de um computador para trabalhar com programas como Photoshop, Corel e Quark, e estou com medo de comprar e depois ter problemas. Qual equipamento seria ideal para mim? Placa Intel ou Asus? Algumas lojas não trabalham com placas Intel, e as placas ASUS são as mais encontradas, nas versões AP2, AP3 BS. Não sei quais são as melhores. Também gostaria de saber qual a melhor marca de memória. Em uma lojas aqui em Belo Horizonte o vendedor disse que só trabalha com a memória Toshiba, que é a melhor segundo ele. Em outras lojas, me indicaram as memórias genéricas, que dizem que não atingem o desempenho desejado. Estou pensando em um Pentium III, 550 Mhz, HD de 10 GB, vídeo de 15” Samsung, placa de vídeo de 8 MB, placa de som Creative, fax 56 K US Robotics e drive CD-Rom genérico de 52 x. Pelo que tenho pesquisado, essa configuração fica entre R$ 2.200 e R$ 2.500, um preço relativamente alto em se tratando da situação que vivemos – principalmente a minha, de estudante. Gostaria de contar com a sua ajuda, uma informação precisa que possa me orientar. O que vejo hoje são vendedores loucos para vender, mas que com certeza, quando precisar deles para resolver possíveis problemas futuros, não terão a mesma atenção.

Resposta:
Este é mesmo o preço honesto para um bom PC com a configuração que você deseja. Existem duas formas de obter preços menores: sacrificar o desempenho e sacrificar a qualidade. Com esses dois métodos, é possível vender PCs por até 1200 reais, mas você estará apenas comprando problemas. Você não disse que está interessado em jogos, portanto não tem necessidade de uma placa de vídeo 3D de alto desempenho, nem de uma placa de som sofisticada. Uma boa opção para você é usar a placa D815, da Intel. Esta placa tem som onboard, modelo Sound Blaster PCI 128, e vídeo 3D com memória própria, de desempenho aceitável, sem comprometer o desempenho do processador, já que não utiliza memória compartilhada. As placas US Robotics são boas, mas isto vale apenas para os modelos com DSP. Os modelos mais baratos da US Robotics, os chamados “Winmodems”, não são tão bons quanto os demais modems deste fabricante. Você não encontrará grande diferença de qualidade entre um Winmodem US Robotics e um soft modem mais barato, como o da Lucent ou Motorola. Existem muitos problemas reclamados por leitores sobre modems Motorola e PCTel, sugiro que você use o Lucent. O desempenho é similar ao do Winmodem US Robotics e o preço é bem menor. Isso tudo deverá fazer o seu PC ter um preço um pouco mais baixo sem comprometer a qualidade, mas nunca chegará aos 1200 reais dos PCs de baixa qualidade.

 

9) Péssima compra?
Comprei recentemente um computador da Semp Toshiba (Lince), AMD K-6 II, 360 Mhz, 24 MB de RAM, HD de 8.01 GB. Algumas pessoas dizem que fiz uma péssima compra. Laércio, é verdade? Quando coloco um CD para ouvir aparece na tela “3DFSCD is not a valid date”, e a qualidade do som é distorcida. Quando o computador é ligado, aparece: o segguinte arquivo está faltando ou corrompido – C:/CD ROM/ CD ROM DRV.SYS – Existe um erro em seu arquivo CONFIG.SYS na linha 3. Como posso corrigir este erro? Me ensina passo a passo. É por isso que o som é distorcido? Como faço para o computador enviar e receber fax? Ele pode receber fax mesmo desligado? Qual escaner devo comprar?

Resposta:
Não conheço PCs Semp Toshiba, mas vejo aqui algumas coisas estranhas. O PC foi comprado recentemente, e com um processador K6-2 de 360 MHz? Não existe K6-2 de 360 MHz, e sim, de 366 MHz. Algo está obsoleto aqui. Há mais de 2 anos que o padrão para o K6-2 é o barramento de 100 MHz, mas para chegar a 366 MHz, é preciso usar um clock externo de 66 MHz, encontrado em placas de CPU obsoletas. O próprio processador K6-2/366 é obsoleto. No início do ano 2000, o modelo mais simples vendido era o de 400 MHz. Por outro lado, você pode ter comprado o PC em uma promoção, por um preço extremamente baixo, ainda assim trata-se de um PC bem fraquinho para um modelo novo. O uso de um driver para CD-ROM no modo real (CCDROMDRV.SYS, no arquivo CONFIG.SYS) é coisa que não se usa mais desde o lançamento do Windows 95. Este computador já veio assim ou foi você quem instalou este driver? É comum o usuário com pouca experiência fazer instalações e ajustes de drivers sem conhecer muito bem o assunto, resultando em anomalias como esta. Colocar um CD de áudio e surgir um erro como o indicado, não é absolutamente normal em um PC. Ou este PC foi muito mal projetado, ou você realizou muitas “mexidas” erradas na configuração. Finalmente, para transmitir e receber fax você precisa instalar o programa apropriado, que vem junto com o seu computador. Existem vários programas para este fim, como o SuperVoice, o BitWare, o RapidComm e vários outros. Você pode ainda adquirir um programa avulso, como o WinFax. Existem algumas revistas à venda em bancas, acompanhadas com diversos programas, entre os quais você poderá encontrar o WinFax. Vi o WinFax 8.0 esta semana na revista PC Expert número 18.

 

10) Indicação de placa 3D
Laércio, queria que você me indicasse uma placa 3D. Estou pensando um comprar uma Diamond Viper II V770. Qual é a sua opinião? Também gostaria que você avaliasse o conjunto AMD Atlhon 800 Mhz, com placa mãe Asus K7V, que pretendo adquirir junto com a placa.

Resposta:
O chip Nvidia TNT2 é uma excelente escolha. É o mesmo usado na Viper 770. É fundamental que a placa de vídeo use o barramento AGP, já que o barramento PCI é bem mais limitado para aplicações em 3D, apresentando desempenho menor. Também é preferível ter 32 MB de memória de vídeo ao invés de 16 MB. Levando em conta tudo isso, você verá que precisará gastar 400 reais, ao invés de 200. A família TNT2 possui vários chips, sendo que o mais veloz deles, o TNT2 Ultra, é cerca de 50% mais veloz que o mais simples deles, o Nvidia Vanta. Placas equipadas com os chips Nvidia Vanta e TNT2 M64, com 16 MB, podem ser encontradas entre 150 e 200 reais. O desempenho é muito bom, e a qualidade gráfica é idêntica à do TNT2 Ultra. Se você quiser uma placa 50% mais rápida, procure uma com o chip TNT2 Ultra, como é o caso da Diamond V770 Ultra. Para conhecer melhor a família de chips Nvidia TNT2, vá ao site www.nvidia.com.

 

11) Peças para um bom PC
Quero montar meu próprio computador. Gostaria de saber qual a melhor configuração para um computador de 500Mhz multimídia (nada On Board), quais as melhores marcas de peças e como encontrá-las.

Resposta:
Eu ficaria feliz se recebesse milhares de mensagens diárias como a sua. A maioria das pessoas simplesmente procura o menor preço e confia nos vendedores. Acabam levando um PC “lixo”, já que o mercado está cheio de peças de segunda e terceira categorias. Vou dar duas opções, uma com AMD K6-III (custo mais baixo) e outra com Pentium III. O AMD K6-III é um processador tão bom que deixou de ser fabricado. Seu desempenho rivaliza com o do Pentium III, mas a AMD não consegui produzi-lo com custo baixo, como ocorre com o K6-2. Se você encontrar ainda à venda um K6-III (só existem versões de 400 e 450 MHz) aproveite para comprá-lo. O K6-2 ainda é fabricado, mas logo deixará de ser. Para ele existem versões de 500, 533 e 550 MHz, mas mesmo assim não são tão velozes quanto o K6-III/450. Use nesse caso uma placa de CPU Asus P5-AB, um disco rígido Quantum ou Seagate, uma placa Sound Blaster (o modelo SB Live OEM pode ser encontrado por R$ 150) e um drive de CD-ROM Creative. O modem deve ser um US Robotics ou Diamond. Quanto à placa de vídeo, use uma Diamond V770 ou Voodoo 3, se gosta de jogos. Procure ainda um gabinete Microcase. As memórias devem ser padrão PC100, mas se encontrar PC133 vale a pena usá-la, pois terá maior chance de ser usada em novas placas de CPU após um futuro upgrade. Todo este material pode ser encontrado em www.cdr.com.br. Se optar pela linha Pentium III, sugiro uma placa Asus P3BF. Os demais componentes são os mesmos do modelo citado com K6-III. Note que o gabinete deve estar de acordo com o formato da placa de CPU que você usar. Placas padrão AT devem ser instaladas em um gabinete AT, placas padrão ATX devem ser instaladas em um gabinete ATX.

 

12) PC de 2000 reais
Um amigo me disse ter uma matéria sua sobre como montar um computador K 6 sem que o mesmo tenha problemas, gostaria, se possível, de saber com um processador pentium, quais as marcas de componentes de melhor rendimento e compatíveis entre si, para a montagem de um PC, em torno de R$ 2.000,00.

Resposta:
É perfeitamente possível montar PCs para aplicações de escritório (Windows, Word, Excel, Power Point, acesso à Internet, Web Design, editoração), por preços inferiores a 2000 reais. Seriam por exemplo os modelos A11 e i11, citados em www.laercio.com.br. Por outro lado, se o computador deve ser voltado para jogos 3D de última geração e aplicações profissionais, modelos bem configurados custariam entre 2500 e 3000 reais. Para que esses PCs cheguem à faixa de 2000 reais, duas coisas podem ser feitas: usar componentes de baixa qualidade (para suas futuras dores de cabeça), ou reduzir a quantidade de RAM, a capacidade do disco rígido, a velocidade do processador, abrir mão de uma boa placa de vídeo (o que torna as imagens 3D lentas) e um monitor ruim. Considero impossível produzir um PC avançado e veloz, com peças de boa qualidade, na faixa de 2000 reais. Ao escolher a configuração que case com o seu orçamento, tenha em mente o seguinte: peças baratas são peças de qualidade inferior que vão apresentar problemas – é só ler as dúvidas semanais desta coluna para ver como os problemas são comuns. Aceite reduzir o preço pela redução dos recursos (memória, HD, processador, vídeo 3D), mas nunca pelo uso de material ruim.

 

13) Dúvidas na compra de um PC
Há tempos venho pensando em comprar um micro e por isso tornei-me assinante de duas revistas especializadas, a fim de conhecer melhor o assunto. Todavia, a providência revelou-se insuficiente. Diante disse, resta-me pedir sua ajuda, que de antemão agradeço: 1) Placas-mãe Intel equipadas com seu próprio chipset tem melhor desempenho que as de outras marcas, que utilizam chipset Intel? 2) Que placas-mãe, tanto Intel quanto de outras marcas que utilizam chipset Intel você indicaria? 3) A placa-mãe Intel CA 810 traz funções on-board? Em caso negativo, é ela um boa placa? 4) Que chipset Intel devo exigir? 5) O que significam os termos OEM e BOX (referindo-se ao processador Pentium)? 6) Qual é a realidade do cache? Disseram-me que o cache de 512, por exemplo, é formado por 256 na placa e 256 no processador. Como explicar então os anúncios de máquinas com 256 de cache. 7) Ao adquirir o micro, há algum cuidado que se pode ter para garantir expansibilidade e tornar menos onerosas futuras atualizações? 8) Que componentes no micro existem nos padrões AGP e PCI, e por qual optar, considerando-se também o fator preço? 9) Que documentação relativa aos componentes do micro devo exigir? 10) Se houver mais algum esclarecimento que julgue utilizo peço que o coloque. Muito obrigado.

Resposta:
São perguntas suficientes para escrever uma matéria de capa, mesmo assim vamos lá. 1) Placas mãe Intel não têm necessariamente desempenho melhor que os de placas de outros fabricantes equipadas com o mesmo chipset. A melhor coisa a fazer é consultar os reviews de placas de CPU, encontradas em www.tomshardware.com. 2) Se quer uma placa com chipset Intel, sugiro as que usam o i815, uma versão mais nova do i810, com suporte a slot AGP e barramento de 133 MHz. Quanto a modelos, fica difícil indicar um que você encontre no Brasil, pois o nosso mercado é muito deficitário. 3/4) A CA810 traz áudio e vídeo onboard. Se você quer usar aplicações simples, com exceção de jogos 3D de última geração, este placa é uma boa escolha. 5) O termo OEM se refere a equipamentos que são vendidos para integradores de hardware. As versões “Boxed” destinam-se ao usuário final, vendidas no varejo. 6) O que disseram sobre 256+256 está errado. O Pentium II e versões antigas do Pentium III usam 512 kB operando em 64 bits, com metade da freqüência do núcleo, localizados também fora do núcleo do processador, mas ainda assim dentro do cartucho (SECC) do processador. As versões mais novas do Pentium III (Cuppermine) operam com cache L2 embutida no núcleo do processador (on-die), com apenas 256 kB mas operando com 256 bits e usando a mesma freqüência do núcleo, o que garante um desempenho melhor que o da antiga versão de 512 kB. Na área de artigos de meu site existem explicações mais detalhadas sobre este tópico. 7) O micro deve ter slots livres para a instalação de placas PCI, deve ter interfaces USB, um slot AGP para placas de vídeo 3D e soquetes para a expansão de memória. 8) Todos os micros modernos devem ter slots PCI para futuras expansões (rede, placa de som, modem, etc.), além de um slot AGP para placa de vídeo 3D. 9) Manual, CD de instalação e cabos.

 

14) Onboard x Offboard
Laércio, estou com uma dúvida a respeito de componentes on-board. As placas que possuem dispositivos on-board como por exemplo a placa de vídeo, precisam ser desabilitadas (por jumper ou setup) para poder se usar outra placa de vídeo que não seja on-board?

Resposta:
A maioria das placas de CPU que possuem dispositivos onboard não foram feitas para ter seus dispositivos desabilitados. Cada fabricante oferece vários modelos de placas: as que têm tudo (ou quase tudo onboard) e as que não possuem circuitos onboard (exceto os tradicionais, como IDE, seriais, paralela, etc.). Um usuário que adquire um computador com “tudo onboard” deve a princípio estar consciente de que não vai realizar expansões, enquanto um que quer utilizar placas melhores opta por uma placa de CPU sem “nada onboard”. Infelizmente o comércio de PCs no Brasil opera de forma inversa. Praticamente obrigam o usuário a comprar um PC com tudo onboard, só depois o usuário fica sabendo das deficiências. Pois bem, em geral é possível instalar placas de expansão sobre uma placa de CPU com tudo onboard, apesar de existirem algumas restrições. Por exemplo, muitas placas não permitem desabilitar o vídeo onboard, e sim configurá-lo como secundário, através do CMOS Setup, o que permite a instalação de uma placa de vídeo. Circuitos de som também podem ser desabilitados para a instalação de uma placa de som melhor, mas em certas placas de CPU, a desabilitação do som causa automaticamente a desabilitação do modem onboard. O usuário é então obrigado a instalar também um modem. O circuito de rede onboard também pode ser desabilitado pelo CMOS Setup para a instalação de uma placa de rede melhor. Existem infelizmente restrições em relação ao número de slots. A maioria não possui slot AGP, portanto a expansão do vídeo só pode ser feita por placas PCI. Essas placas de CPU também possuem um pequeno número de slots, o que limita severamente as expansões.

 

15) Montagem de um PC
Pretendo montar meu computador, mas estou com algumas duvidas, por exemplo: 1) Os processadores K7 Duron são uma boa alternativa para quem deseja pagar menos e ter um bom rendimento comparando ao pentium III; 2) Quais as principais diferenças entre uma placa mãe moderna para um processador pentium III e K7, e qual oferece mais vantagens; 3) Posso usar módulos de memória DRAM PC 100 em uma placa mãe de clock 133 Mhz; 4) Posso usar placas de vídeo, som e fax/modem com barramento PCI, PCI e ISA respectivamente, tendo um custo beneficio relativamente baixo em uma placa mãe de boa qualidade para baratear a montagem do micro; 5) Qualquer monitor suporta uma placa de vídeo moderna, ou devo ter cuidado na hora da compra.

Resposta:
O desempenho do processador Duron pode ser situado entre o do Celeron e o do Pentium III. Seu custo inferior ao do Athlon é resultante do uso de uma cache L2 menor, com apenas 64 kB. A princípio levaria vantagem em relação ao Celeron, que tem cache L2 de 128 kB. Ocorre que a cache L1 do Athlon é bem maior que a do Celeron (128 kB contra 32 kB). Além disso, o Celeron opera com barramento de 66 MHz, e memórias de 66 ou 100 MHz (dependendo da placa mãe), enquanto o Duron tem barramento de 200 MHz e memórias de 133 MHz, no mínimo. Tudo isso situa o Duron como uma excelente alternativa ao Celeron, e mesmo ao Pentium III. Funcionalmente não existem grandes diferenças entre uma placa de CPU moderna para o Athlon e uma para o Pentium III. Se tomarmos por exemplo as placas A7V (Athlon/Duron) e a CUV4X (Pentium III) produzidas pela Asus, praticamente não encontramos diferenças em seus recursos. Se você vai montar um computador, não esqueça que uma placa mãe mal escolhida pode colocar tudo a perder.

As memórias PC100 podem ser usadas em uma placa de CPU que opera com 133 MHz, porém o desempenho será um pouco menor. Será preciso indicar no CMOS Setup, o clock das memórias utilizadas. Quanto às placas de expansão, pode utilizar versões PCI para som e vídeo, e a versão ISA para o modem (creio que você esteja querendo aproveitar placas que já possui). Você apenas poderá perder alguma funcionalidade. Por exemplo, placas antigas não permitem que o computador utilize corretamente os recursos de gerenciamento de energia, disponíveis nos PCs modernos. Finalmente, qualquer monitor suporta qualquer placa de vídeo moderna. Basta indicar no Gerenciador de Dispositivos a marca e o modelo do monitor (nos modelos modernos, a detecção é automática). Lembro ainda que em meu site existe um roteiro completo de montagem de micros que poderá ajudar bastante.

 

16) Placa de CPU compatível com a Voodoo3
Gostaria da recomendação de uma placa de CPU que funcione bem em conjunto com a placa Voodoo3 2000 PCI sem qualquer tipo de problema, pois tenho uma placa de CPU Amptron com chipset i430TX que acho que é incompatível com a Voodoo3. Meu computador começou a dar boot por nada, a qualquer instante. Acho que o problema está na velocidade do barramento.

Resposta:
A Voodoo3 2000 PCI não deveria apresentar problemas, a menos que a sua placa de CPU use overclock. Se o barramento externo estiver configurado para 75 MHz ao invés de 66 MHz (overclock externo), o barramento PCI irá operar com 37,5 MHz, e placas PCI realmente podem apresentar problemas, já que o padrão para este barramento é 33 MHz. Em placas de CPU mais modernas, o barramento PCI continua operando a 33 MHz, mesmo que o barramento externo do processador opere com outro valor. Neste caso não é considerado overclock. Se for o seu caso, revise os jumpers da sua placa de CPU para que o barramento PCI opere a 33 MHz e os problemas cessarão. Quanto a placas de CPU mais novas, testei algumas delas com uma Voodoo 3 3000 e não tive problemas: FIC VA-503+, Asus P5-AB, Asus P2-99. Em nenhuma delas observei anomalias.

 

17) PC para uso doméstico
Estou querendo comprar um computador e estou com dúvida se compro um AMD K6-2 ou um Pentium II ou um Celeron. O computador seria para trabalhos domésticos e não tão exigido. Por isso gostaria de saber qual devo comprar? Todos esses processadores podem sofrer um upgrade mais tarde sem nenhum problema? não terei problemas de na hora de fazer um upgrade ter que trocar a placa mãe, essas coisas?

Resposta:
Se você está pensando em upgrade, opte pela linha Intel. Os processadores K6-2 em breve sairão de linha, e a placa de CPU não terá opções de processadores mais modernos. Nem mesmo os fabricantes de chipsets estão lançando novas versões para a plataforma Super 7, utilizada pelo K6-2 e K6-III. Sugiro que você compre uma placa de CPU para Pentium III, de preferência com suporte a memórias PC133. O uso doméstico dá uma idéia errada sobre a capacidade e velocidade do computador. Para o tipo de programa que chamamos de Office Applications (Word, Excel, acesso à Internet, etc.), PCs simples podem ser usados. O problema é que na maioria dos PCs domésticos, mesmo quando é dito que não serão muito exigidos, o usuário (ou os seus filhos) cairá na tentação de rodar jogos 3D de última geração. Este tipo de programa requer PCs muito rápidos. Todos os dias, milhares de usuários de PCs simples descobrem que não podem executar bom boa velocidade e boa qualidade gráfica, os jogos 3D de última geração. Se você não vai utilizar este tipo de programa, pode optar por uma placa de vídeo simples e de baixo custo, até mesmo onboard.

 

18) Configuração de um PC
Estou comprando um computador por R$ 2,660 com a configuração abaixo e gostaria da opinião de pessoas altamente competentes e qualificadas como vocês, para saber se esse equipamento vale isso.

* processador pentium lll 550 Mhz;
* hd 15 Gb;
* 128 Mb de Ram;
* placa de vídeo com 8 Mb;
* placa de som com 16 Mb;
* impressora HP 840c;
* 512 Mb de memoria cache;
* drive de 1.44;
* Cd-Rom 52X da Creative;

Outra dúvida minha é a respeito das placas de vídeo, placas de som e memória cache. Por favor me explique a função de cada uma!!! Qual o endereço da HP na internet???

Resposta:
Falar em preços é algo complicado, pois esses preços variam bastante com o passar do tempo, principalmente o dos processadores. O que custa 800 reais hoje pode custar 500 reais na semana que vem. Mesmo assim vamos comentar alguns pontos críticos desta configuração. A placa de vídeo com 8 MB é um item aceitável para programas convencionais, mas fraca para programas que usam gráficos 3D, como jogos, programas de CAD e programas que operam com imagens tridimensionais em geral. Isso porque a maioria dos PCs que anuncia “placa de vídeo com 8 MB”, tem na verdade o vídeo embutido na placa de CPU (onboard), de baixo desempenho, e usando memória compartilhada com o processador, o que acaba por tornar o processamento mais lento. Existem ainda algumas placas de vídeo de baixo custo, com chip gráfico SiS, com 8 MB, que também são de baixo desempenho, porém não atrapalham o desempenho do processador. Placa de som com 16 MB não existe, tem algo de muito errado aí. Talvez placa de som de 16 bits seja o que o vendedor quis dizer. O drive de CD-ROM da Creative Labs é considerado de boa qualidade. Apesar de não ser dos melhores do mundo, é um dos melhores à venda no Brasil (OBS: Atualmente o LG é o drive de CD-ROM de melhor reputação no Brasil, o Creative caiu no conceito devido ao grande número de problemas observados mais recentemente).

Explicar para que serve uma placa de vídeo, uma placa de som e uma memória cache pode ser feito em poucas linhas, mas provavelmente não será o suficiente. A placa de vídeo é a responsável pela geração das imagens que aparecem no monitor, a placa de som é a responsável pela geração (alto falantes) e captação de sons (microfone). A memória cache do Pentium III fica localizada no seu interior, e serve para acelerar o desempenho da memória DRAM. Bem, você encontrará explicações bem mais detalhadas em www.laercio.com.br, aqui na revista temos limitações de espaço para apresentar tutoriais longos. A HP é encontrada em www.hp.com.