Home » Artigos arquivados » 1999 – Impressoras (Perguntas e Respostas)

1999 – Impressoras (Perguntas e Respostas)

1) Epson LX-300 x Windows 95.
Possuo um 486DX2-66 com 16 MB de RAM, 256 kB de cache, disco rígido de 540 MB, kit multimídia 2X e impressora Epson LX-300. Apaguei tudo que tinha no disco rígido e instalei o Windows 95 e os aplicativos. Meu problema é com a impressora, que agora só imprime normalmente no DOS. Quando uso qualquer outro programa a partir do Windows 95, a impressora trava e uma mensagem surge, dizendo que a mesma não está configurada corretamente. Se eu desligar a impressora e ligá-la novamente, sem alterar nada, a impressão é atendida. O Windows 95 afirma, pelo Painel de Controle, que a impressora está conectada e sem conflitos.
Resposta:
Para funcionar corretamente com o Windows 95, a impressora Epson LX300 requer a substituição do seu “BIOS”. Falando de forma tecnicamente correta, trata-se de uma memória tipo ROM, na qual está gravado o “firmware” da impressora, ou seja, o software que define todo o seu funcionamento. No Rio de Janeiro, você pode procurar a Epson para fazer esta troca (tel 021-286-1644), que sai em média por 30 reais. Para leitores de outros estados que tiverem problemas semelhantes, sugiro contactar a SISCO (tel 011-574-8877) ou a própria EPSON (tel 011-5506-0300), onde podem ser informados sobre a central de atendimento mais próxima.
No seu caso específico, é possível que o problema possa ser resolvido sem a necessidade de troca da ROM. Experimente ligar primeiro a impressora e depois o computador, e vice-versa, e descubra qual é a forma de funcionamento adequado.

2) Usando impressoras a laser no lugar de matriciais
Tenho alguns computadores ligados em rede, e anteriormente todos eles estavam ligados em impressoras Epson LX300. Todos os meus programas são feitos em Clipper e agora tenho uma impressora a Laser XEROX 4515 e outra HP 680C. Quando mando imprimir, elas não aceitam os comandos antigos de impressão (de compressão, de largura, etc). Gostaria de saber quais os comandos em Clipper que devo utilizar para essas impressoras.
Resposta:
Você poderá resolver parcialmente o problema usando o programa DMPLAS. Trata-se de um utilitário para MS-DOS que fica residente e converte comandos de impressoras matriciais para comandos de impressora Laser padrão HP. Já usei este programa há alguns anos atrás, e tive bons resultados. Na ocasião, era também um programa em Clipper, usando códigos de impressoras matriciais, que precisavam ser impressos em uma Laser. Você poderá encontrar o DMPLAS na Internet, mediante um site de busca. Usei o Altavista (http://altavista.digital.com) e encontrei-o em vários endereços, entre eles, o http://garbo.uwasa.fi/pc/printer.html.

3) Epson Stylus Color II não imprime o amarelo
Possuo uma impressora Epson Stylus Color II que não imprime o amarelo. Já troquei o cartucho, já limpei usando o aquela opção do painel da impressora, mas nada dá resultado. O que fazer?
Resposta:
Também tenho uma Epson Stylus Color II e tive exatamente o mesmo problema. Troquei o cartucho, fiz a limpeza como recomenda o manual e nada. Acho que ocorreu algum tipo de entupimento. Para solucionar o problema, dexei a impressora durante mais de uma hora executando o auto-teste. A cada folha impressa, melhorava a qualidade do amarelo. Finalmente o problema ficou resolvido, e pude inclusive colocar de volta o cartucho antigo. Meses depois, voltou a aparecer o mesmo problema, mas ao invés de fazer o auto-teste, usei um método mais eficiente. Criei um arquivo com o Corel Draw, no qual a folha de papel inteira era preenchida por um grande retângulo amarelo. Quando começou a impressão, o amarelo estava falhado, mas quando chegou mais ou menos na metade da folha, a impressão já estava perfeita. Depois desses dois episódios, passei a ligar a impressora todas as manhãs e relizar o auto teste com a impressão de uma página. Muitos meses se passaram e o problema ainda não voltou a ocorrer. O próprio manual do fabricante recomenda que a impressora não deve ficar muito tempo sem uso, sob pena de entupimento.

4) Instalando uma impressora matricial antiga
Tenho uma impressora matricial Elebra/Diana mas não possuo o disco de instalação do seu driver. Estou usando um driver genérico que só imprime texto. Gostaria imprimir gráficos e as planilhas do Excel.
Resposta:
As impressoras matriciais nacionais vendidas durante os anos 80 tinham duas características comuns: usavam nomes de mulheres (Emília, Diana, Carla, Mônica, etc) e eram compatíveis com os modelos produzidos pela Epson. Para fazer uma dessas antigas impressoras funcionar no Windows 95, tente fazer a sua instalação como um dos modelos:
• Epson FX-80
• Epson LX-80
• Epson MX-80
Apesar de antigas, são gráficas e podem ser controladas pelos drivers que o Windows 95 apresenta para os antigos modelos da Epson.

5) Alterando a fonte default da impressora
Tenho o hábito de imprimir os arquivos CONFIG.SYS, AUTOEXEC.BAT, WIN.INI e SYSTEM.INI a cada alteração, para tornar mais fácil compará-los com a versão atual. Esses arquivos eram copiados para um disquete e impressos em uma HP600 que uso no trabalho. Pois bem, adquiri recentemente uma Epson Stylus Color II e pude notar que esses arquivos, ao serem impressos, apresentam letras maiores que nas impressões feitas pela HP600. Gostaria de saber se existe alguma forma de alterar o tamanho da fonte de impressão, como na Stylus Color Pro e na XL. Como devo proceder?
Resposta:
Praticamente todas as impressoras possuem no seu painel frontal, algum botão que ativa o modo de impressão condensado, no qual os caracteres são impressos em menor tamanho. Algumas permitem até mesmo escolher uma entre diversas fontes de caracteres disponíveis. Se você não estiver conseguindo fazer isto, pode contar com a ajuda do Windows. Usando um editor de textos como o Word ou o WordPad, abra o arquivo CONFIG.SYS, selecione o texto inteiro, e mude a fonte de caracteres para Courier New, e escolha o tamanho desejado. Você pode usar outra fonte de seu agrado. Não salve o arquivo. Faça a sua impressão através deste editor. Faça o mesmo com o AUTOEXEC.BAT e demais arquivos a serem listados.

6) Problemas de impressão no modo MS-DOS do Windows 95
Comandei a impressão de alguns arquivos, e durante a impressão tive que sair para o DOS, de onde mandei imprimir um outro arquivo. O computador travou. Por que? Será que o Windows 95 não consegue gerenciar seu spool e o DOS ao mesmo tempo?
Resposta:
Não deve ocorrer problema algum se você utilizar o MS-DOS através do comando “Prompt do MS-DOS”. Clique no botão Inciar, depois em Programas e em Prompt do MS-DOS. Entretanto, você certamente terá problemas se usar o “modo MS-DOS”, já que todo o Windows 95 e seus programas em andamento são finalizados e removidos da memória. O “modo MS-DOS” é aquele obtido a partir de um boot com a opção “Somente Promot”, ou então clicando em Iniciar / Desligar, e escolhendo a opção “Reiniciar o computador em modo MS-DOS”.
Quando é feita a instalação de uma impressora no Windows 95, é perguntado se a impressora será usada a partir do MS-DOS. Responda SIM para que este tipo de trabalho funcione.

7) Impressora Canon não funciona no Windows 95
Tenho uma impressora Canon BJ-200e que funcionava perfeitamente no Windows 3.11, mas depois que instalei o Windows 95 em meu computador, deixou de funcionar. Já tentei usar o driver que a acompanhava (para Windows 3.x), depois instalei o seu driver que acompanha o Windows 95, e ainda o driver mais recente, obtido de um download do site da Canon na Internet. Não funcionou. O que devo fazer?
Resposta:
É difícil dizer exatamente o que está acontecendo, sem uma investigação ao vivo. Vou dar um tiro no escuro que pode acertar no seu problema, pois já observei outros usuários com problemas semelhantes, sendo resolvidos por este método. Comece desinstalando o driver de impressora, removendo o ítem Canon BJ200 da pasta de impressoras. A seguir, através do Gerenciador de Dispositivos, selecione o ítem “Porta de Impressora” e use o botão Remover. Feche o Windows 95, execute um boot e entre no CMOS Setup. No Peripheral Configuration Setup, procure onde está declarado o modo de operção da porta paralela. Existem 3 opções: SPP (Standard), ECP e EPP. Em alguns casos, existe ainda a opção Bidirecional. Escolha a opção SPP. Execute um boot, e você verá que o Windows 95 detectará a sua porta de impressora. Faça agora a instalação da impressora. O motivo disto é que o Windows 95 pode estar usando a porta paralela nos modos EPP ou ECP, que podem não ser suportados pela sua impressora. Se este for o caso, ao usar o modo SPP, o problema será resolvido.
Experimente ainda trocar o cabo, instalando em seu lugar, um “cabo bidirecional para impressora”, encontrado com facilidade nas revendas de informática. É comum a ocorrência de problemas como este quando é usado um cabo paralelo comum, do tipo “não bidirecional”.

8) Impressão de camisetas
Tenho uma impressora Citizen Printiva 600c (transferência térmica), na qual trabalho com estampas personalizadas em camisetas. Existe outro fabricante desse tipo de impressora, que atende as mesmas qualidades de impressão, pois já procurei me informar com vários colegas e ninguém soube responder.
Resposta:
A Canon foi um dos primeiros fabricantes a anunciar a impressão em papel Transfer, próprio para estamparia. Já fiz alguns testes com uma Canon BJC-620, usando papel Transfer Canon, e obtive bons resultados (depois de estragar algumas camisetas nas primeiras tentativas). Atualmente são comercializados diversos tipos de papel transfer, próprios para outros modelos de impressora. Não testei os resultados, mas com a Canon 620, garanto que são bons.

9) Incompatibilidade entre ZIP Drive e impressora HP 820
Tenho um Pentium-200 com 48 MB de RAM. Meu ZIP Drive funcionava bem, ligado na mesma porta paralela que minha impressora HP 560C. Comprei e instalei no seu lugar uma HP 820Cxi, e o micro passou a travar sempre que eu ia imprimir algo. Consultando o manual do meu ZIP Drive, descobri que as impressoras HP série 820 apresentam incompatibilidades com o ZIP Drive, e a sugestão é instalar uma segunda porta paralela. O problema é que meus slots já estão tomados por uma placa fax/modem, uma placa de som e uma interface de scanner. O que faço agora?
Resposta:
Você tem algumas soluções para o problema, e pode pesquisar a mais adequada. A mais econômica é adquirir um comutador de impressora, no qual o ZIP Drive e a impressora HP 820 podem ser ligados. Apenas será mais incômodo lembrar de chavear sempre que for usar um desses dispositivos. Você não poderá também listar arquivos que estejam em um ZIP Disk. Melhor solução será procurar uma placa IDEPLUS PCI (custa cerca de 30 reais), na qual existem várias interfaces, entre elas, uma paralela. Seus slots ISA estão ocupados, mas provavelmente você ainda tem slots PCI livres. Desabilite todas as interfaces desta placa, e deixe apenas a paralela. Escolha para ela, através dos seus jumpers, um endereço e uma IRQ que não estejam sendo usados pelo sistema. Pode não ser o caso da sua impressora, mas vários modelos são dotados de uma interface serial e uma paralela. Ligando a impressora através da COM2 (se existir esta interface disponível na impressora), a porta paralela ficará livre para ligar o ZIP Drive.

10) Quero uma impressora
Tenho um Pentium-133 com 16 MB de RAM, HD de 2 GB EIDE, monitor SVGA color de 14″ e placa de vídeo PCI com 2 MB, drive de CD-ROM 6X, placa Sound Blaster 16 e fax/modem de 28.800 bps. Estou cursando faculdade de arquitetura, e gostaria de saber se este equipamento (comprado em 1996) ainda é considerado de bom tamanho para trabalhar com CAD. Esta configuração é boa ou terei que melhorar minha máquina? Gostaria de uma sugestão de uma impressora para este equipamento. Devo comprar uma a laser ou jato de tinta? Pretendo usar softwares como AutoCAD e Corel Draw.
Resposta:
Seu equipamento possui uma boa configuração, com a qual você poderá utilizar com eficiência todos os tipos de programas dedicados à sua área de atuação. Apenas considero oportuna (mas não indispensável) a instalação de mais 16 MB de RAM.
Quanto à impressora, o primeiro ponto a considerar é se você pretende utilizar impressões coloridas. Se for o caso, você deve adquirir uma impressora a jato de tinta. Procure por um modelo com resolução de 600 ou 720 DPI. Existem ainda modelos de 1440 DPI, com bons preços. Você encontrará no mercado excelentes modelos produzidos pela HP, Epson e Canon. Também é importante que esta impressora possua 4 cartuchos de tinta (preto, amarelo, cian e magenta). Algumas impressoras de menor custo possuem apenas 3 cartuchos, e formam a cor preta a partir da mistura das outras três, e o resultado mais parece um marrom escuro que um genuíno preto.
Se você trabalhar exclusivamente com impressões em preto e branco, existe ainda a opção a laser. Existem impressoras a laser coloridas, mas custam alguns milhares de reais. As impressoras a laser monocromáticas são mais caras que as coloridas a jato de tinta, mas são bem mais velozes.
Você poderá começar com uma impressora de baixo custo, capaz de operar com papel tamanho carta, ofício e A4. É comum entretanto, em aplicações de arquitetura, o uso de impressoras capazes de usar papel de maior tamanho, como o A3, por exemplo. Os três fabricantes citados produzem modelos adequados. Aconselho a aquisição apenas depois que você estiver bastante familiarizado com os recursos do computador na produção de projetos. Os preços dessas impressoras que aceitam papel de maior tamanho vão de 1500 a 3000 reais.

11) Cores erradas
Adquiri há poucos dias, uma impressora HP660C. Após a instalação, com o seu respectivo software, notei que não apresentava qualidade nas cores amarelo e vermelho. Formatei células no Excel na cor vermelha, e foi impresso em vinho, células amarelas eram impressas como dourado.
Resposta:
Seu problema pode ter diversas origens. Você deve fazer investigações mais profundas. Nem todos os programas têm a preocupação de apresentar na impressora, cores exatamente iguais às que vemos na tela. O Excel não tem como preocupação principal manter total fidelidade na impressão de cores. Você deverá tentar fazer a impressão de uma foto colorida, e a seguir checar os resultados. Pode ser que a impressão seja perfeita, e a infidelidade de cores seja uma característica do próprio Excel. Se mesmo ao imprimir uma foto por outro programa, você observar uma distorção nas cores, pode ser possível corrigir o problema, atuando sobre o driver de impressão. Nos controles dos drivers de impressão (ou Setup ou ainda Opções da impressora) existem configurações específicas para fotos, texto de alta qualidade, gráficos de alta qualidade, etc.

12) Impressora para Auto CAD
Sou engenheiro civil e gostaria de saber qual a impressora mais indicada para imprimir projetos de Engenharia e Arquitetura no AutoCAD R13 (não quero usar plotter).
Resposta:
As impressoras de primeira linha encontradas à venda com facilidade no Brasil são as fabricadas pela Epson, Canon e HP. O problema é que os modelos mais baratos permitem utilizar apenas papel tamanho ofício ou menor. Os fabricantes oferecem modelos que suportam papéis de maior tamanho, e são ditas como adequadas para trabalhos de engenharia e arquitetura. São elas a Canon BJC 4550 (papel de no máximo 11×17 polegadas), Epson Stylus Color 3000 (13×19 polegadas) e HP Designjet 450C (24 polegadas de largura, tipo plotter). Você certamente encontrará revendas em sua cidade, mas em caso de dúvida, pode contactar os escritórios centrais dessas empresas:
Canon 0800-126999, 011-857-0133
HP 011-829-6612, 0800-15-7751 0800-554555 011-7296-8066
Epson 0800-551441 011-5506-0300

13) Problemas de impressão no Print Artist
Possuo uma impressora HP Laserjet 4L e estou encontrando problemas em imprimir usando o programa Print Artist 4.0 da SIERRA. Às vezes imprime uma pequena parte do arquivo, outras não imprime nada. A impressora só apresenta problemas com este programa. O mesmo programa funciona bem com uma HP Deskjet 692C.
Resposta:
Este problema pode ocorrer quando não é usado um cabo de impressão com 24 fios (em geral vendido como “cabo bidirecional”). A maioria das impressoras utilizam apenas alguns dos 24 fios do cabo paralelo, e por isso existem cabos incompletos. Também pode ser causado pelo uso de dispositivos comutadores (caixas de comutação). Experimente ligar a impressora diretamente à saída paralela através do cabo de 24 fios, sem caixa de comutação (dessas para ligar 2 micros em uma impressora). Recomendo ainda que você verifique se o driver da sua impressora (acesse pela Internet, http://www.hp.com ) é o de versão mais recente.

14) Impressoras Diana e Epson Stylus Color II
Quais são os drivers compatíveis com a impressora matricial Diana, fabricada pela Elebra? Na impressora Epson Stylus Color II, é necessário fazer limpeza das cabeças sempre que em imprimir?
Resposta:
As impressoras matriciais fabricadas no Brasil, nos anos 80 (Diana, Mônica, Rima, Carla, Ita, Emília, etc…) são compatíveis com os antigos modelos da Epson, fabricados naquele época. O Windows 95 possui drivers para praticamente todos esses modelos: Epson FX80, Epson MX80, Epson LX80, etc. Não posso entretanto, testar cada um desses drivers (já que não possuo uma impressora Diana), porém asseguro a sua compatibilidade, pois presenciei a época em que os fabricantes nacionais faziam engenharia reversa nos modelos da Epson.
Quanto à limpeza de cabeças da Epson Stylus Color (e de qualquer impressora a jato de tinta), é necessário fazê-la apenas quando surgem problemas de entupimento, ou então com certa periodicidade (uma vez por mês é suficiente), como manutenção preventiva. O que não deve ser feito de forma alguma é deixar a impressora sem trabalhar durante muito tempo. Se ficar sem uso por mais de uma semana, ligue-a e faça uma impressão colorida qualquer. Isto tornará mais difícil o entupimento causado por endurecimento da tinta.

15) Impressão de arquivos PRN
Como faço para imprimir arquivos de impressão (PRN) no Windows 95?
Resposta:
No modo MS-DOS, use o comando:
COPY ARQUIVO.PRN LPT1
Onde ARQUIVO.PRN é o arquivo que você quer imprimir.

16) Impressão falha depois de 10 páginas
Possuo uma impressora HP Deskjet 660C com disco de instalação, tirado da Internet, versão 9.02 em inglês e sou usuário do Windows 95. O problema é que a impressora ultimamente tem apresentado algumas falhas quando mando imprimir mais de 10 páginas. A impressão é interrompida, geralmente na nona folha, continuando a impressão com borragem de tinta. Levei à assistência técnica autorizada HP e deram a sugestão de que meu software está com problema. Vocês têm alguma opinião diferente? Verifiquei no meu Setup que a impressora utiliza a porta LPT1 com 378 e não sei o que significa a opção em modo SPP, ECP, EPP e Bi-Direcional.
Resposta:
Softwares podem apresentar problemas e causarem anomalias como a que você citou. Verifique se o problema ocorre com outros softwares. Leve a impressora a um outro computador e cheque se também estão ocorrendo os mesmos problemas. Se os problemas ocorrem com vários softwares e em outro computador, fica provado que a impressora é a culpada. Outro teste valioso para tirar a dúvida é usar o auto-teste da impressora. Se o problema aparecer depois de 9 páginas impressas no auto-teste, fica provado que não existe nada de errado com o software, e sim com a impressora.
Você levou a impressora a uma assistência HP realmente autorizada? Talvez estejam querendo tirar o corpo fora, não que seja o caso, mas colocar a culpa no software é muito comum quando a assistência não consegue resolver o problema.
Os modos de impressão SPP, EPP, ECP e Bi-Direcional dizem respeito à taxa de transmissão e ao protocolo de hardware usado na transmissão de dados para a impressora. O modo SPP (Standard Parallel Port, também chamado de Compatible), funciona com qualquer impressora. Como desencargo de consciência, você pode tentar configurar a sua porta paralela desta forma, e verificar se o problema da impressora é resolvido, mas acho muito difícil. Não acho que configuração da transmissão de dados para a impressora possa resultar em imagem borrada.

17) Limpeza da Canon BJC-240
Estou tendo problemas ao imprimir qualquer coisa que seja, em minha impressora Canon BJC 240. Ao imprimir, os gráficos saem cheios de linhas brancas verticais ou horizontais. Segundo seu livro “500 dicas e macetes para PC” este é um típico problema de entupimento da cabeça de impressão. Sendo assim, gostaria de saber como limpar a cabeça de impressão da minha impressora.
Resposta:
A regra geral é procurar as instruções para limpeza de cabeças (Print head Cleaning) indicadas no manual da impressora. Em geral isto pode ser feito pelo pressionamento de uma seqüência de botões, mas em certos casos, pode ser feito também através de um utilitário que envia para a impressora, um comando para que faça a limpeza. Não tenho por aqui uma impressora igual à sua, mas encontrei no site da Canon ( http://www.ccsi.canon.com ) as instruções para a limpeza:
1- Clique em Iniciar, escolha Configurações e Impressoras
2- Na pasta de impressoras, aplique um clique duplo sobre a BJC-240
3- No menu apresentado escolha a opção Propriedades
4- Selecione a guia Control
5- Selecione a opção Clean Ink Head e espere terminar a limpeza
6- Selecione a opção Nozzle Test
7- Selecione a opção PRINT
8- Repita as etapas 5 a 7 outras vezes, até eliminar as faixas

18) Scanner x impressora
Tenho um scanner Genius Color Page EP, e no scanner está ligado uma impressora HP 680C. Quando mando escanear, aparece uma mensagem de erro dizendo haver um problema no SCSI. Quando desconecto a impressora, o scanner funciona. Como resolvo este problema?
Resposta:
O Scanner Genius Color Page EP é conectado em uma porta paralela, que é compartilhada entre ele e a impressora. É o mesmo sistema usado pelo ZIP Drive. Antes deste recurso se tornar comum, os scanners eram ligados a interfaces SCSI. O funcionamento do scanner em uma porta paralela é garantido, pois o driver SCSI que é instalado, faz acessos à porta paralela, ao invés de acessar uma verdadeira interface SCSI. Em outras palavaras, o computador pensa que o scanner está ligado em uma interface SCSI, mas na verdade os comandos SCSI são direcionados para uma porta paralela. Este método é muito bom para os fabricantes, pois não precisam tornar seus produtos caros, devido à inclusão de uma placa de interface SCSI. Para o usuário, este sistema é a princípio bom, pois a conexão em uma porta paralela é muito mais fácil que instalar uma placa de interface SCSI. Na grande maioria dos casos, este sistema funciona muito bem. Existem entretanto alguns casos de anomalias e incompatibilidades. Por exemplo, impressoras HP da série 820 apresentam incompatibilidades com o ZIP Drive paralelo. No seu caso, está ocorrendo conflito similar entre a impressora e o scanner. Uma solução simples para o problema é adquirir uma caixa comutadora de impressoras, do tipo para ligar 2 impressoras em um PC. Você atuará sobre uma chave seletora quando quiser comutar entre a impressora e o scanner.

19) Erro no fusor do motor
Tenho uma impressora HP-4L com apenas dois anos de uso. Recentemente parou de imprimir em decorrência de um atolamento de uma folha de papel. Quando eu mando imprimir, aparece a seguinte frase no monitor: erro no fusor do motor. Gostaria de saber se esse tipo de defeito tem solução e qual o preço, em média, cobrado por este tipo de serviço.
Resposta:
Sua impressora é de excelente qualidade, e felizmente temos aqui no Brasil, representação oficial da HP. Não têm a mesma sorte, possuidores de impressoras Okidata, Texas, Kyocera e outras. Por isso sempre recomendo as marcas HP, Epson, Canon e Xerox. Não entregue sua impressora a uma assistência técnica genérica, contacte apenas a HP ou uma empresa credenciada. Aqui vão alguns telefones da Edisa/HP que ajudarão: 011-829-6612, 0800-15-7751, 0800-55-4555, 011-7296-8066. Eles poderão indicar uma assistência técnica credenciada na sua cidade.
Agora, antes de chamar a assistência técnica, observe o seguinte: será que a mensagem de erro está correta? Já vi em outras impressoras a Laser, mensagens como Motor Fuse Error, e Fuse não é Fusor, e sim, Fusível. A simples troca de um fusível, de acordo com as instruções do manual, resolve o problema. Não significa que este seja o seu caso, as impressoras a Laser realmente possuem um elemento chamado Fusor, responsável pela fixação do toner no papel. Não deixe de consultar o manual da impressora, pois este defeito pode ser de simples solução.

20) Impressora em conflito
Tenho há cerca de 2 anos uma impressora HP Deskjet 680C, que sempre funcionou normalmente. Coincidentemente ou não, depois que troquei meu modem de 14.400 (antes instalado em COM 4) por um de 33.600 (instalado em COM 3) passei a não mais conseguir imprimir com ela. Desinstalei a impressora para voltar a instalá-la: crasso erro. Tentei primeiramente com os seus disquetes originais de instalação: aceitou normalmente os três primeiros disquetes ( total de 4) até 100% de instalação, mas ao fim do 3º disquete ela apresenta o aviso de erro Hpfst104 pede para fechar ou ignorar e trava o computador. Pensei pode tratar-se de problema do disquete, puxei programa de instalação pela Internet, nada. Pedi disquetes emprestados a amigos. Mesmo problema persiste. O que devo fazer?
Resposta:
Normalmente a porta paralela LPT1, na qual é ligada a impressora, utiliza a interrupção 7 (IRQ7). Quando você instalou o novo modem, a impressora deixou de funcionar. Este tipo de problema pode ter ocorrido por conflito de endereços ou conflito de interrupções. Dos endereços que as portas seriais podem ocupar, nenhum deles entra em conflito com os endereços reservados para as portas paralelas. Portanto, este conflito só pode ser de interrupção. Você terá que repetir a instalação do novo modem, de modo que não ocorra conflito de interrupção com a LPT1. Existem muitas formas para fazer isso. A mais simples de todas é desabilitar a COM2, e instalar o novo modem usando a COM2 e a IRQ3. Isto quase sempre pode ser feito, pois na maioria das vezes não temos nenhum dispositivo ligado na COM2. Nas atuais placas de CPU, a desabilitação da COM2 é feita através do CMOS Setup. Em PCs equipados com placas de CPU um pouco mais antigas (486 produzidos até aproximadamente 1995), as portas seriais eram localizadas na placa IDEPLUS, e a desabilitação era feita através de jumpers. Uma vez com a COM2 desabilitada, automaticamente a IRQ3 estará livre. Instale então o seu novo modem. Ele ocupará a COM2 e a IRQ3, e não entrará em conflito com a porta de impressora. Você poderá agora instalar o driver para a sua impressora, sem a ocorrência de problemas.

21) Impressão dá boot
Venho enfrentando alguns problemas com um micro ACER Pentium 75 Mhz – 16 MB RAM, todas as vezes em que tento imprimir um arquivo no Word 6.0 ele dá um boot. Já verifiquei o cooler, reinstalei o Windows 95, configuração das portas, e nada, o que pode está acontecendo?
Resposta:
Pelo que entendi o problema só ocorre no Word 6.0. Se não ocorre com outros programas (Excel, WordPad, Paint, etc), então existe algum problema relacionado com o Word. A primeira coisa a fazer é a reinstalar o Word 6.0. Se isto não resolver, tente reinstalar o driver da impressora. Você também pode entrar no CMOS Setup e verificar se a porta LPT1 está configurada como SPP (Standard Parallel Port) ou como Compatible. As demais configurações (EPP e ECP) podem causar problemas de hardware com maior probabilidade que o modo SPP. Por exemplo, se configurada como ECP, a porta paralela usará um canal de DMA, que poderá ser o canal 1 ou o canal 3. A escolha é feita em geral através do CMOS Setup, mas em algumas placas de CPU, selecionamos esta opção através de um jumper da placa de CPU. Se o canal de DMA utilizado pela LPT1 em modo ECP estiver em uso por outra interface do computador, causará um conflito de hardware, o que pode resultar em um RESET. Uma outra investigação a fazer é dividir o processo de impressão em duas etapas. Na primeira etapa, o arquivo a ser impresso não seria enviado diretamente para a impressora, e sim, para um arquivo. Para isto, use o comando IMPRIMIR do Word 6.0 e no quadro apresentado, marque a opção Imprimir em um arquivo. O Word perguntará então o nome do arquivo a ser gerado, usando a extensão PRN. Nesta etapa, se o problema se manifestar, poderá estar sendo causado por erros de software, algo errado na instalação do Word ou do Windows. Pode ainda ser um problema no driver da impressora. Tente obter uma versão mais recente deste driver, no site Internet do fabricante da sua impressora. Na área de LINKS deste site, você encontrará os endereços de cerca de 200 fabricantes de diversos equipamentos, inclusive impressoras. O arquivo PRN gerado é listado na impressora, através do comando
COPY /B ARQUIVO.PRN LPT1
É claro, estamos supondo que o nome que você usou para o arquivo gerado pelo Word foi ARQUIVO.PRN. Se o problema se manifestar nesta etapa, são maiores as chances de estar sendo causado por um problema de hardware, como um conflito de DMA. Aqui também podem ocorrer problemas devido ao driver da impressora.
Por outro lado, se o problema ocorre com outros programas além do Word, pode estar sendo causado por outros tipos de conflito, por exemplo, um conflito de IRQ. Use o Gerenciador de Dispositivos para checar se a porta paralela está apresentando conflito com outros dispositivos. Para isto, use a sua guia Recursos, na qual eventuais problemas são relatados.

22) Impressora com problemas no DOS
Gostaria de saber porque não consigo fazer impressão DOS através de uma impressora HP 870cxi. Uso o software DJCP para fazê-lo, só que não está saindo comprimida. Já tentei com diversas versões (os que vêm com a HP540, 660C, 692C). Já tentei com os drivers baixados da Internet (870cxi). Existe algum DJCP específico para esta impressora, como é o caso da 692C?
Resposta:
A HP avisa que é necessário usar o DJCP (Desk Jet Control Panel) que é fornecido junto com a impressora, no seu disco 3. Note entretanto que a impressão em modo MS-DOS é bastante problemática, um verdadeiro “samba do crioulo doido”. Softwares para DOS em geral não reconhecem a maioria das impressoras modernas. A sua impressora reconhece a linguagem PCL level 3. Será preciso configurar o seu software, indicando o modelo de impressora a ser usado. Muitos softwares oferecem opções simples, como Laser/Epson/Matricial. Em geral, usar a opção Laser faz com que seja usado o protocolo PCL para comunicação com a sua impressora, que deverá então funcionar corretamente, mas não espere ter acesso a todos os recursos da impressora. O problema do texto comprimido também pode ser insolúvel. Você ativa o modo comprimido usando o programa DJCP, mas o software para MS-DOS que você utiliza pode estar enviando um comando para a impressora que ativa o modo normal, e a sua impressão comprimida não é feita. Para comprovar que o problema é realmente este, ative o modo comprimido pelo DJCP, e depois comande a impressão de um texto qualquer (por exemplo, DIR > PRN). Você verá que a impressão sairá comprimida, o que indica que a impressora obedeceu o comando. Use agora o seu software e veja como sai a impressão. Se não for comprimida, significa que o software desligou esta opção, fazendo a impressora voltar ao modo normal. Será preciso procurar no software, um comando que habilita a compressão. Caso você esteja imprimindo apenas texto, configure o seu software para Generic Printer ou algo similar. Não serão enviados caracteres de controle, e a sua impressora permanecerá no modo comprimido ativado pelo DJCP.

23) Programa de instalação para a impressora
Quando recebi minha impressora HP Laserjet 6L, instalei o seu driver e tudo funcionou corretamente. Recentemente tive que trocar o disco rígido e quando fui reinstalar os programas da impressora, o seu driver não pôde mais ser instalado, sendo apresentada a mensagem de erro:
Esta impressora não pode ser instalada agora porque seu driver (you_must_use_the_supplied_setup_program_to_install_this_printer!) não pode ser carregado. O driver ou o arquivo INF pode estar danificado. Reinicie o Windows e tente novamente.
Já reiniciei e refiz a instalação inúmeras vezes mas não funcionou. Uso os disquetes originais que vieram com a impressora.
Resposta:
Existem dois processos para instalação de impressoras. Um deles consiste em usar o comando Adicionar Impressora, localizado na pasta de impressoras. É apresentada uma lista com fabricantes e modelos para que seja selecionada a sua impressora. Isto fará com que seja instalado o driver que acompanha o Windows para esta impressora. Para usar o driver fornecido pelo fabricante, em um disquete ou CD, basta clicar sobre o botão Com Disco. O outro processo de instalação consiste em utilizar um programa (SETUP.EXE, CONFIG.EXE, etc) fornecido pelo fabricante. Este programa realiza a instalação do driver, seu passar pelas etapas do comando Adicionar Impressora. A mensagem (you_must_use_the_supplied_setup_program_to_install_this_printer!) significa que você deve executar o programa de instalação que acompanha a impressora, um um disquete ou CD. Ou seja, não use o comando Adicionar Impressoras, e sim, execute o programa de instalação que a acompanha. Caso você tenha perdido este programa de instalação (você pode ter o disquete, mas este pode estar apresentando erro de leitura), pode obtê-lo novamente no site da HP ( http://www.hp.com ).

24) Impressão pela metade
Estou com um problema para imprimir através do word quando estou utilizando o wordart. A impressão sai pela metade. Quando estava utilizando Windows 3.1 a impressão ficava completa. Imprimindo na HP692C o documento sai completo. A impressora 4L tem somente 1 Mega de memória. Como resolver esse problema?
Resposta:
A quantidade de memória da sua impressora é suficiente para imprimir os gráficos, já que funcionava perfeitamente no Windows 3.1. Entretanto, é possível que o modo como o Windows 95 manipula a impressora cause problemas que não ocorriam no Windows 3.1. Para confirmar se uma eventual expansão da memória da impressora pode resolver o problema, experimente imprimir figuras menores. Se o problema persistir, provavelmente não poderá ser resolvido com a expansão de memória. Experimente instalar o Service Pack 1, encontrado em:
http://www.microsoft.com/windows/software/localize/brz.htm
Esta atualização do Windows 95 corrige diversos bugs, inclusive alguns relacionados com o funcionamento dos drivers de impressora. Finalmente, tente instalar um driver mais recente para esta impressora, é possível que este problema tenha sido detectado e corrigido pelo seu fabricante. Se mesmo assim você não tiver sucesso, envie-nos outra carta.

25) Impressora não funciona no Windows 95
Eu tenho uma impressora HP Deskjet 500c. Quando eu tinha no computador o Windows 3.11, o drive colorido funcionava normalmente. Mas, com a instalação do Windows 95, o drive colorido mesmo instalado, não imprime e nem acusar erros. O que pode ser feito neste caso?
Resposta:
Uma coisa que pode ser feita é trocar o driver. Se você instalou o driver que acompanha o Windows 95 para esta impressora, faça a instalação do driver fornecido pelo seu fabricante, que pode ser obtido em http://www.hp.com. Entretanto, acho que é grande a chance do problema não ser este, e sim, o não reconhecimento da porta paralela por parte do Windows 95. Remova a porta paralela através do Gerenciador de Dispositivos, e depois disso, use o comando Adicionar Novo Hardware no Painel de Controle. A nova porta deverá ser detectada e habilitada. Feito isto, repita a instalação do driver da impressora.

26) Drivers para HP e Calcomp
Preciso atualizar alguns drives de impressoras como Calcomp e HPs. Solicito a indicação de endereços na internet onde eu possa fazer download de drives de impressoras. Obs. Ja tentei através dos sites do fabricante, mas nada.
Resposta:
Para impressoras HP, acesse http://www.hp.com . Clique em Service&Support e a seguir em Print Drivers. Selecione na lista apresentada, Print e clique em Next. Escolha o tipo de impressora (por exemplo, HP Deskjet Printers) e clique em Next. Selecione o modelo da impressora e clique em Next. Na tela seguinte, selecione a linguagem e o sistema operacional e clique em Go para fazer o download. Quando não existir driver para Windows 95, você poderá usar o driver para Windows 3.x, já que em geral esses drivers antigos também funcionam.
Para impressoras Calcomp, acesse http://www.calcomp.com . Clique em Technical Help, depois em Support for Printer and Plotters. Selecione a família de produtos, e será apresentada uma tabela com os modelos e os drivers disponíveis.

27) Códigos de impressão
Somos usuários de uma impressora HP 692C e necessitamos dos códigos para compactação de textos e relatórios. Já tentamos vários mas sem qualquer resultado. Informamos que outros códigos (negrito, itálico, etc) conseguimos fazer funcionar, mas não estamos conseguindo ativar a impressão condensada.
Resposta:
Esta impressora obedece à linguagem PCL 3. O código para imprimir em modo condensado é
ESC (s16.66H
Experimente fazer um programa de uma linha usando a linguagem BASIC (por exemplo, o velho QBASIC que acompanhava o MS-DOS):
LPRINT CHR$(27);”(s16.66H”
Você verá que a impressão a partir daí será condensada em 16.66 caracteres por polegada (CPI). Existem também códigos para 10 CPI e 12 CPI, que são respectivamente:
ESC (s10H
ESC (s12H
Você não terá dificuldades em encontrar na sua linguagem de programação, os comandos para enviar códigos diretamente para a impressora, da mesma forma como fez para os códigos para ativação de caracteres em negrito e itálico. Se você quiser uma tabela completa de códigos de controle desta impressora, basta consultar o manual de qualquer impressora que use a linguagem PCL 3, e provavelmente você encontrará em um dos apêndices esta tabela de códigos.

28) UNIDRV.DLL
Tenho um Pentium-166 com Windows 95 e impressora Seikosha SP-2415. Quando acesso o Word e tento imprimir, aparece a seguinte mensagem: “Está instalada no seu sistema uma versão antiga do UNIDRV.DLL. Sua impressora requer uma versão mais recente. Instale o arquivo atualizado de UNIDRV.DLL para o diretório System do Windows”. O que devo fazer e como fazer?
Resposta:
Este arquivo é uma espécie de driver universal para diversos modelos de impressora. Muitas vezes quando fazemos a instalação de uma nova impressora é instalada também uma versão do UNIDRV. Esta versão pode ser muito antiga, e você precisa substituí-la pela versão mais recente, encontrada no Windows. Se você tiver outro computador por perto, que utilize a mesma versão do Windows que o seu computador, você pode simplesmente copiar este arquivo para o seu computador. Fica localizado no diretório C:\WINDOWS\SYSTEM.
Se você não tem acesso a outro computador, poderá encontrar o UNIDRV.DLL dentro do arquivo WIN95_10.CAB (na versão em disquetes, está no disco 10). No Windows 98, o UNIDRV.DLL está localizado dentro do arquivo WIN98_13.CAB. Se você não estiver encontrando este arquivo, use o comando:
for %a in (*.CAB) do extract /A /D %a >> allfiles.txt
É claro que para usar este comando você precisará estar em um diretório no qual estão o programa EXTRACT.EXE (o disquete 1 do Windows 95, ou o diretório \WIN98 do CD de instalação do Windows 98). Se você estiver no CD-ROM, ao invés de allfiles.txt, use C:\allfiles.txt para que o arquivo seja gerado no diretório raiz do drive C. Você pode agora abrir esta arquivo e procurar pela palavra UNIDRV. Saberá então em qual CAB este arquivo está localizado. Suponha que está no WIN98_13.CAB. Usamos então o comando:
EXTRACT /E WIN98_13.CAB UNIDRV.DLL
Uma vez tendo sido extraído este arquivo, pode copiá-lo para o diretório C:\WINDOWS\SYSTEM. Execute um novo boot e o seu problema estará resolvido.

29) Acelerando a impressora matricial no Windows
Tenho uma impressora Panasonic KX-P2123, matricial de 24 agulhas que imprime muito bem. Entretanto dentro do Windows, ela só imprime em qualidade carta, caindo muito a velocidade. Estou precisando imprimir muito material e ela não está dando conta de imprimir. Existe alguma forma de conseguir a impressão a 220 cps, que é o máximo de acordo com o manual?
Resposta:
Abra a pasta de impressoras, clique a sua impressora com o botão direito do mouse e no menu apresentado escolha a opção Propriedades. Será apresentado um quadro com diversas guias. Na guia Opções do Dispositivo você poderá escolher entre rascunho e qualidade carta. Selecione a opção rascunho. Agora converta as fontes dos seus documentos para uma outra fonte que não seja True Type. Na maioria dos programas no qual é possível escolher a fonte, existe ao lado de cada nome de fonte, um símbolo que parece “TT” para as fonte True Type, e o símbolo de uma impressora para as fontes que não são desenhadas pelo Windows em modo gráfico, e sim enviadas diretamente à impressora. Essas são as chamadas fontes de impressora. Escolha uma dessas fontes e a impressão será feita de forma tão rápida como ocorre no MS-DOS.

30) Porta paralela danificada
Tenho um micro Pentium/133 MHz e uma impressora HP Deskjet 820Cxi. Há pouco tempo, a porta paralela LPT1 da placa mãe do micro pifou – o que fez a comunicação com a impressora parar. Improvisei uma das antigas placas IDE para solucionar o problema. A máquina vem funcionando, porém com prejuízo na velocidade de processamento. O que devo fazer para que a impressora volte a imprimir pela porta serial COM2, sem o auxílio da IDE? Assim, eu não precisaria investir em uma nova placa mãe, já que o restante dela está em perfeito funcionamento. Nesse caso, que tipo de cabo, ou conversor serial/paralelo, devo utilizar?
Resposta:
A transmissão de dados pela porta serial é muito lenta, pior que uma porta paralela operando no modo SPP. A máxima velocidade que uma porta serial moderna pode chegar é 115.000 bits por segundo, ou seja, cerca de 10 kB/s. Já uma porta paralela transmite no mínimo 150 kB/s. A solução para o problema é realmente a instalação de uma placa de interface dotada de porta paralela. Você deverá desabilitar a porta paralela no item Peripheral Configuration no CMOS Setup, deixando a nova porta paralela operar livremente. Também precisará desabilitar, através de jumpers, as demais interfaces existentes na placa que você instalou (provavelmente uma IDEPLUS). Desabilite então a sua interface para drives de disquete, a interface IDE, a interface para joystick e as duas seriais. Portanto, a IDEPLUS ficará apenas com a porta paralela habilitada.

31) Impressora ficou mais lenta depois de upgrade do processador
Fizemos um upgrade em nosso micro: de 166 MHz, com 32 MB de memória, disco de 1.2 GB e Windows 3.1, passamos para Pentium/200 MMX, 32 MB de RAM, HD de 1.6 GB e Windows 95. Também trocamos a rede Novell por uma gerenciada pelo Windows 95. O problema está na velocidade da impressora, que era mais rápida no sistema antigo – agora, ela está bem mais lenta. O modelo é a LaserJet 4 MV Postscript com 12 MB. O que será que está acontecendo?
Resposta:
Abra a pasta de impressoras, aplique um clique duplo sobre o ícone da sua impressora e selecione a guia Detalhes. Nesta guia clique no botão Configurações do Spool. Selecione as opções “Iniciar após a primeira página impressa”, formata EMF e “ativar suporte bidirecional para esta impressora”. Configure a sua porta paralela para operar no modo ECP, caso não esteja operando assim. Para fazer isto, entre no Gerenciador de Dispositivos, abra o item Portas COM/LPT e veja como a porta paralela está representada. Se estiver configurada como “Porta de impressora ECP”, a configuração já está pronta. Se estiver indicada como “Porta de impressora”, clique no botão Remover e reinicie o computador. Antes de entrar no Windows, pressione DEL para executar o CMOS Setup. Na seção Peripheral Configuration, programe o item “Parallel Port” como ECP. Salve o Setup e deixe o Windows reiniciar. A porta de impressora será agora detectada como ECP. Se não for detectada, use o comando Adicionar Novo Hardware do Painel de Controle e comande a detecção automática. A porta paralela operando no modo ECP oferece uma taxa de transmissão muito maior, resultando em maior desempenho da impressora.

32) Impressora matricial não traciona papel
Tenho uma impressora Rima-XT-180 ( normatizada para Itautec – C ) e gostaria de saber qual é o driver de impressora compatível com ela, para instalação no Windows 95. Selecionei o modelo Epson-FX80, mas o problema é que a impressora não está tracionando o papel. O que devo fazer?
Resposta:
Drivers de impressoras antigas da Epson (FX-80, LX-80, MX-80, etc.) em geral funcionam com impressoras nacionais antigas, como é o caso da Rima XT, lançada por volta de 1985. Naquele tempo os fabricantes nacionais não criavam novas impressoras, e sim faziam a “nacionalização” de modelos importados. Daí vem a compatibilidade dessas impressoras com os drivers antigos da Epson. Sua impressora deverá funcionar com a maioria desses drivers, e o problema de tracionamento do papel não está relacionado com o driver. Pode ser um defeito mecânico da própria impressora. Um técnico em impressoras é capaz de resolver este problema. Procure também entre as chaves de configuração desta impressora, uma que programa a ação do caracter CR. Existem duas opções, CR=CR e CR=CR+LF. Utilize esta última, pois a impressora pode não estar executando o comando LF (line feed, ou avanço de linha) devido a programação errada.

33) Problemas de impressão no modo MS-DOS
Tenho um Pentium/100, com 32 MB de RAM e o programa Home Banking do Itaú (que funciona em DOS) instalado. O software do banco funciona normalmente, mas, se tento imprimir um extrato ou comprovante de pagamento, ele exibe uma mensagem de erro “PRN ou impressora desligada”. Com os outros programas, a impressora funciona normalmente. Na verdade, tenho duas impressoras – uma matricial Epson LX-810L , com driver da FX-80, e uma HP DeskJet 310 – e o problema ocorre em ambas. O interessante é que, até algum tempo atrás, elas funcionavam perfeitamente com o software do Itau. Cheguei a desinstalar o programa e instalar uma versão mais recente, mas não adiantou. Como resolver o problema?
Resposta:
Um software para MS-DOS pode operar no próprio modo MS-DOS (execute um boot, tecle F8 e escolha a opção “Somente Prompt do MS-DOS”) ou a partir do prompt do MS-DOS sob o Windows (use Iniciar / Programas / Prompt do MS-DOS). Nesta primeira modalidade a impressora funcionará, desde que tenha sido corretamente declarada no seu aplicativo. Na segunda modalidade, a impressora deve ser instalada sob o Windows porém sendo disponibilizada para aplicativos do MS-DOS. Para isto, abra a pasta de impressoras, clique o ícone da sua impressora com o botão direito do mouse e no menu apresentado escolha a opção Propriedades. Selecione a guia Detalhes e clique no botão Configuração da Porta. Marque então a opção “Spool de trabalhos de impressão do MS-DOS”.
Se você estiver usando uma chave comutadora para selecionar a impressora a ser usada, experimente ligar a impressora diretamente à porta paralela, pois a mesma pode estar com problemas. Se o seu PC possui duas portas paralelas, cada uma com uma impressora, use o Setup do seu aplicativo para indicar qual a porta a ser usada (LPT1 ou LPT2).

34) Impressão com erros em uma Canon BJC 240L
Tenho dois computadores: um Pentium MMX/166 MHz, com 16 MB de RAM, e 1 um 486 DX2/ 66, com 12 MB. Os dois têm o sistema operacional Windows 95, mas não estão ligados em rede. Também tenho uma impressora Canon BJC 240 L, que serve aos dois computadores. Recentemente, comprei um scanner Genius Color Page EP, que ficou conectado ao 486, pela saída para impressora — e nele a impressora. Fiz a configuração necessária e a impressora e o scanner estão funcionando adequadamente. O problema é quando ligo a impressora ao micro Pentium: ela imprime com erros, caracteres estranhos bips e ainda pula várias paginas. Como resolver o problema?
Resposta:
Seu PC 486 está ligado ao scanner e à impressora, e tudo funciona perfeitamente. A impressora está portanto em perfeitas condições, assim como o seu cabo. Use este mesmo cabo para conectá-la diretamente ao PC Pentium e reinstale o seu driver. Configure a porta paralela para operar no modo SPP. Se o problema persistir, é provável que a porta paralela do seu PC Pentium esteja danificada. Isto pode ocorrer quando são feitas conexões e desconexões com a impressora e/ou o computador ligados, situação comum nos casos de dois PCs ligados a uma única impressora. A forma correta de fazer esta ligação é usando uma caixa comutadora. A comutação é feita com segurança, evitando riscos para o PC e para a impressora. Se a porta paralela do seu PC estiver danificada, existem duas soluções por hardware: ligar os dois PCs em rede, usando placas de rede e cabo apropriado para compartilhar a impressora, ou instalar uma placa de expansão (IDEPLUS ISA) no PC Pentium para usar a sua porta paralela. Ambas as soluções, principalmente a segunda, exigem conhecimentos específicos de hardware, e devem ser implementadas por um técnico.

35) Problemas com margens na impressão de etiquetas
Tenho problemas quando eu tento imprimir etiquetas em meu computador. Se a margem estipulada no programa é 2 cm, por exemplo, a impressão real sai com margem de 0,5 cm ou menos. Eu tenho que fazer testes alterando o valor da margem no programa até conseguir uma margem que funciona na impressão. Muitas vezes a folha possui margens de 1 ou 2 cm (ate o inicio da etiqueta) e no Word eu tenho que definir essa mesma distância com 4 ou 5 cm (utilizando a opção personalizar) para a impressão sair correta.
Resposta:
Pode estar ocorrendo discrepância entre os tamanhos de papel definidos no Word e no Setup da impressora. Os tamanhos mais usados são o A4 (210×297 mm) e o Carta (216×279 mm). O tamanho carta é realmente cerca de 0,6 cm mais largo que o A4, e a diferença pode estar surgindo daí. Verifique se o tamanho das etiquetas utilizadas estão de acordo com o modelo do Word. Confira esta medida usando o comando Arquivo/Configurar página. Use o Setup da impressora para programar o mesmo tamanho de papel.

36) Impressão borrada em uma HP660C
Tenho uma impressora HP660C e atualmente ela vem imprimindo meio borrado, as letras não estão bem definidas. O que fazer? O que pode ser isso?
Resposta:
Normalmente isto ocorre quando o papel está contaminado por umidade. Deixe o papel guardado dentro da sua embalagem, e coloque-o na impressora apenas quando for imprimir. As folhas que sobrarem devem ser guardadas na embalagem. Também é preciso utilizar papel apropriado. Muitos modelos de impressora exigem papéis especiais e borram quando é usado papel comum. Outros modelos podem imprimir em papel comum, mas com limitações na qualidade. Também é importante fazer o Setup da impressora antes de dar início à impressão, em função do tipo de papel a ser utilizado. A quantidade de tinta e o método de impressão a ser usado irá depender do tipo de papel empregado, e o driver de impressão precisa desta informação para imprimir com melhor qualidade. É preciso tomar cuidado também com a tinta a ser usada. Cartuchos que não são originais e cartuchos falsificados, bem como aqueles reaproveitados com “refil” não darão a mesma qualidade de impressão que os cartuchos originais.

37) Impressora HP 680C não está funcionando em rede
Tenho dois computadores: um deles é o K6 233 MHz e o outro K6 2 300 MHz. O primeiro com Windows 95 e o segundo com Windows 98. Eles estão ligados em rede ponto a ponto. Tenho uma impressora jato de tinta HP 680 C e quando a instalo localmente no micro de 300 MHz, tudo bem – imprimo em rede, sem problemas. Quando a instalo localmente no 233 MHz, ocorre um erro entre o computador e a impressora, não conseguindo estabelecer a conexão entre os mesmos. O programa de instalação é, então, abortado e nada imprime. Já tentei de tudo: verificar firmeza dos cabos nos conectores, troquei conectores de saída, cabos, verifiquei setup alterando IRQ, verifiquei a pinagem para ver se tinha algum quebrado. Pelo Windows, mostra-se que está tudo ok, sem conflitos e funcionando perfeitamente. A placa mãe deste computador é Intel i430TX PCI chipset. Será que a porta paralela está com defeito? Devo instalar uma placa controladora? O que pode ser? Diga o que posso fazer para sanar este problema, pois esta impressora precisar estar instalada localmente no K6 233 e imprimindo em rede no K6 2 300 MHz.

Resposta:
Este problema é comum quando trocamos a placa mãe de um PC, sem reinstalar o Windows. Entre no Gerenciador de Dispositivos e selecione a seção Dispositivos do Sistema. Remova todos os itens desta lista. Terminada a remoção reinicie o Windows. Todos os dispositivos da nova placa mãe serão detectados corretamente. Existem diferenças entre os dispositivos de placas de CPU diferentes, mesmo quando os chipsets são iguais. Você pode ter duas placas que utilizam por exemplo o chipset i430TX, mas existe um outro chip, chamado informalmente de Super I/O, no qual estão as interfaces seriais, a paralela e a interface para drives de disquetes. Estando preparado para controlar um tipo de interface diferente, o Windows poderá apresentar erro neste acesso.
Mesmo que você não tenha trocado a placa mãe, vale a pena desinstalar e instalar a porta paralela, o que normalmente resolve problemas de configuração que impedem o seu funcionamento. Entre no Gerenciador de Dispositivos, marque a porta paralela e uso o botão Remover. Reinicie o computador, entre no CMOS Setup e na seção Peripheral Configuration. Indique então o tipo de porta paralela. Experimente o tipo SPP (ou Normal, ou Standard, ou Compatible). Salve o Setup e entre no Windows. A porta paralela deverá ser detectada como Porta de impressora. Se não for detectada, faça isto através do comando Adicionar Novo Hardware do Painel de Controle. Experimente agora fazer a instalação da sua impressora.
Muitas impressoras atualmente apresentam problemas devido ao tipo de cabo utilizado. Os cabos disponíveis no mercado são o “Paralelo comum”, que é o mais simples de todos, o “Paralelo Bidirecional”, que possui características elétricas um pouco maiores, permitindo atingir, mesmo que sem completa confiabilidade, velocidades maiores, e o cabo IEEE 1284, indicado para as altas velocidades dos modos ECP e EPP. Quando uma porta paralela é configurada no CMOS Setup como ECP ou EPP, o Windows usará o driver ECP. Interrogará a impressora para determinar o máximo modo de transferência suportado e passará a usá-lo. Se a impressora suportar ECP (como é o caso das impressoras modernas), este será o modo utilizado. Ocorre que o cabo paralelo comum não é adequado para este tipo de transferência, e assim várias anomalias poderão ocorrer. O ideal neste caso é procurar por um cabo IEEE 1284 (normalmente as impressoras são fornecidas com este cabo). Na ausência deste cabo, podemos tentar fazer a impressora operar em modo ECP, mas usando um cabo “paralelo bidirecional”, que muitas vezes dá bons resultados. Se mesmo este cabo não suportar o modo EPP, a solução é fazer a impressora operar no modo SPP. Mude então o tipo de porta paralela no CMOS Setup e faça a sua declaração no Windows como “Porta de impressora”, ao invés de “Porta de impressora ECP”.

38) Comutação de impressoras
O senhor informa que devemos desligar a impressora e o PC para conexão ou desconexão de um com o outro. O que diz sobre estas chaves manuais e automáticas que fazem a conexão de vários PCs a uma ou mais impressoras? Temos que desligar todos os dois que participam da conexão? Se sim, por que não somos informados, quando compramos o produto? Podemos desligar somente a impressora? Qual o dano causado nos equipamentos?
Resposta:
Os problemas ocorrem quando os equipamentos não usam aterramento, ou então quando estão ligados a uma instalação elétrica feita de forma errada (por exemplo, fase e neutro em posições invertidas). O perigo é menor quando ambos os equipamentos estão ligados na mesma régua (este dispositivo que muitos chamam de “filtro de linha”). Sendo feita a ligação desta forma, tanto o computador como a impressora estão no mesmo potencial elétrico, o que reduz bastante eventuais descargas eletrostáticas no momento em que é feita a conexão. As caixas comutadoras também reduzem o perigo, já que, apesar de serem comutados os fios que transmitem sinais digitais, todos os terras (do PC e das duas impressoras) são mantidos conectados, independentes da posição da chave. Não é portanto necessário desligar equipamentos para fazer a comutação através dessas caixas comutadoras.

39) Impressora com comunicação bidirecional
Minha impressora funcionava bem, até que ocorreu um atolamento de papel e daí por diante o Windows passou a exibir a mensagem “O cabo atual da sua impressora não suporta comunicação bidirecional. O que fazer?
Resposta:
É possível que sua impressora funcione no modo bidirecional, que sua porta paralela e o driver da sua impressora estejam configurados para operar no modo bidirecional, e que seu cabo bidirecional esteja partido. Neste caso você precisará comprar outro cabo de impressora bidirecional. Esses cabos são encontrados em lojas de suprimentos e possuem na sua embalagem, a indicação “bidirecional”. Por outro lado, é possível que sua impressora não suporte o modo bidirecional e a porta paralela esteja configurada neste modo. Para resolver o problema é preciso configurá-la corretamente. Entre no CMOS Setup e a seguir na seção Peripheral Configuration ou Integrated Peripherals. Programe a porta paralela para o modo SPP, ou Compatible, ou Standard. Execute um boot no Windows e no Gerenciador de Dispositivos, remova a porta paralela. Use a seguir o botão Atualizar para que a porta paralela seja novamente detectada, mas desta vez no modo SPP. Finalmente, caso o driver da sua impressora possua algum comando para definição do modo de comunicação (SPP, Bidirecional, EPP e ECP), programe o modo SPP, Standard ou Compatible. Feito isso, sua impressora voltará a funcionar normalmente.

40) Falhas na comumicação com a impressora
Tenho um Pentium-166 com 16 MB de RAM, Windows 95, impressora HP 680C e scanner TCE S440. De uns dias para cá a impressora está travando. Após o papel subir um pouco, com a mensagem “Instalação incorreta”, é pedido para substituir o cartucho (ora o preto, ora o colorido). Fazendo isso a mensagem muda para “O computador perdeu a comunicação com a impressora”, e às vezes sugere para trocar o cabo. Já limpei os cartuchos, desinstalei e reinstalei a impressora, troquei o cabo, apertei parafusos mas o problema continua. A primeira vez que aconteceu foi com minha sobrinha, que por falta de experiência, desligou o computador. O que devo fazer?
Resposta:
Desconfio que o problema possa estar na ligação em conjunto entre a impressora e o scanner, ou então na configuração da porta paralela. Além de reinstalar a impressora, você deve também reinstalar a porta paralela. Para fazer isso, remova a impressora, através da pasta de impressoras. Depois entre no Gerenciador de Dispositivos e remova a porta de impressora. Saia do Windows e entre no CMOS Setup. Na seção Peripheral Configuration, confira a configuração da sua porta paralela. Como você está ligando uma impressora e um scanner simultaneamente, é preciso que a porta paralela esteja configurada como ECP, mas para isto é preciso utilizar um cabo apropriado. Cabos paralelos comuns não têm confiabilidade para as elevadas taxas de transferência oferecidas por uma porta ECP. Você deve utilizar o cabo ECP que acompanha a sua impressora (também chamado de cabo IEEE-1284) para operar neste modo. Mesmo não dispondo deste cabo, seria possível usar um cabo comum, mas a porta de impressora deveria estar configurada como SPP (também chamada de Standard ou Compatible), mas desta forma não seria permitido ligar o scanner e a impressora juntos. Se não dispuser de cabo IEEE-1284, você pode tentar fazer a porta ECP funcionar usando um cabo conhecido como bidirecional. Este cabo possui as mesmas ligações de um cabo IEEE-1284, porém não usa blindagem e suas características elétricas são inferiores, mas mesmo assim melhores que as de um cabo paralelo comum.
Entre agora no Windows e use o comando Adicionar Novo Hardware do Painel de Controle para instalar a porta paralela. Terminada a instalação, faça a instalação da impressora.
É possível que o não funcionamento da impressora seja devido à incompatibilidade entre ela e o scanner. Este tipo de conexão na mesma porta nem sempre funciona. Tente fazer a impressora funcionar sozinha, sem o scanner. Se a impressora funcionar ficará comprovada a incompatibilidade. A solução mais simples para o problema será ligar ambos os equipamentos na mesma porta, mas usando uma caixa comutadora do tipo “bidirecional” para 1 PC e duas impressoras. Lojas de suprimentos para informática normalmente comercializam este comutador.

41) Problemas de impressão de tabelas do Word 97 em impressoras matriciais
Tenho observado em vários computadores em minha cidade que o Word 97 não está imprimindo corretamente arquivos que contenham tabelas criadas no próprio Word, quando a impressora utilizada é do tipo matricial. Com impressoras a jato de tinta tudo ocorre perfeitamente. Só se consegue fazer a impressão quando o arquivo é criado em uma versão anterior do Word. Já chequei a configuração da impressora e não é aí o problema. Gostaria que fizesse o teste e caso seja configurado o bug, me informasse se existe alguma atualização do Office 97 para corrigir este problema.
Resposta:
Entre no menu Ferramentas/Opções do Word 97. Selecione a guia Compatibilidade. No campo “Opções recomendadas para”, selecione Microsoft Word 97. A seguir marque a opção “Usar a métrica da impressora para formatar o documento”. Isto fará com que as tabelas do Word sejam impressas corretamente em impressoras matriciais.

42) Códigos de impressão para controlar impressora por programa em Clipper
Dúvida 1) Sou programador Clipper e estou tendo problemas para imprimir relatórios com caracteres condensados nos meus aplicativos, usando uma impressora HP692C. Antes usava uma impressora Canon, e os controles CHR(15) e CHR(18) funcionavam para controlar a impressão normal e comprimida. Com a HP692C esses comandos não funcionam, e os relatórios estão todos saindo com letras grandes. Como imprimir condensado nesta impressora?
Dúvida 2, de outro leitor) Gostaria de saber como utilizar o recurso de impressão a cores em uma impressora a jato de tinta, a partir de uma aplicação DOS e utilizando a linguagem PCL3 da impressora.
Resposta:
Este problema é típico de aplicativos do MS-DOS. Como você criou o aplicativo, precisa fazer também um programa de configuração para que o usuário indique o modelo da impressora. As impressoras HP692C, assim como a maioria dos modelos da HP, utilizam o protocolo PCL. Você pode encontrar tabelas com os caracteres de controle deste protocolo, bastando procurar no Altavista pela string “PCL Printer Commands”. Um endereço no qual esses códigos estão descritos é:
http://whp-web1.extweb.hp.com/cposupport/printers/support_doc/bpd02925.html
Lá estão os comandos para controlar o uso de cores, a resolução, o número de linhas e colunas, as fontes de caracteres, etc. Note que ao compatibilizar seu programa com a linguagem PCL, você possibilitará seu uso com uma grande variedade de impressoras que utilizam esta linguagem.

43) Impressora de rede não funciona em modo local
Tenho um computador que fazia a impressão de arquivos pela rede. Agora estou conectando a impressora diretamente na LPT1 deste computador, porém não está funcionando.
Resposta:
Se você simplesmente conectar a impressora na LPT1, o Windows continuará pensando que a impressora é acessada através da rede. Você precisa mudar as propriedades da impressora, indicando a conexão local. Para isto abra a pasta de impressoras, clique o ícone da impressora com o botão direito do mouse e escolha a opção Propriedades. Selecione a guia Detalhes e no campo “Imprimir para a seguinte Porta”, escolha a opção LPT1. A partir daí o Windows deixará de procurar esta impressora na rede e a usará como local.

44) Impressão paralisa o PC
A impressora Epson Stylus Color 500 foi instalada com os drives de configuração originais num computador Pentium II 266 MHz de memória RAM, placa de vídeo Trident com 4 MB e sistema operacional Windows 98. Quando peço para imprimir um arquivo no Word, por exemplo, acontecem duas coisas anormais. Primeiro, durante a tarefa de impressão, a janela de spool de impressão é aberta e o sistema fica temporariamente travado não permitindo que se volte a execução do aplicativo em que se estava trabalhando ou qualquer outro, apesar do sistema operacional ser multitarefa. Depois, mesmo com a tarefa de impressão já encerrada, a janela de spool permanece aberta e o sistema continua travado por mais alguns terríveis minutos. Já refiz a instalação da impressora com os disquetes fornecidos pelo fabricante, mas o problema perdurou. Também já tentei conseguir um drive mais atualizado no site da Epson, mas também não consegui. Como pode uma impressora travar o funcionamento de um computador com processador Pentium II ao imprimir um arquivo de alguns míseros Kbytes?
Resposta:
Realmente isto não deveria acontecer. Provavelmente o problema poderá ser resolvido por ajustes na configuração do spool. O seu computador deve estar configurado para dar prioridade máxima à tarefa de impressão, o que não deixa tempo livre para a execução de outras tarefas simultâneas. Abra a pasta de impressoras, clique o ícone da sua impressora com o botão direito do mouse e escolha no menu a opção Propriedades. No quadro apresentado, selecione a guia Detalhes e clique no botão Configurações de spool. Marque as opções “Colocar os trabalhos em spool para que a impressão termine mais rapidamente” e “iniciar a impressão após a primeira página ser colocada no spool”. Essas opções terão efeito sobre a taxa de ocupação do processador durante o uso da impressora.

45) Deskjet 500C x Windows 98
Tenho uma impressora HP Deskjet 500c com drivers apenas para Windows 3.11. Não consegui encontrar no site da HP, driver desta impressora para Windows 9x. O Windows 98 irá reconhecê-la?
Resposta:
Sim, entre os diversos drivers de impressora que acompanham o Windows 98, você encontrará um para a HP Deskjet 500c. Pode então instalar o Windows 98 sem susto.

46) Descarga elétrica danifica a impressora
Tenho uma impressora Epson LX-300 e há poucos dias ela sofreu uma descarga elétrica, e não ligava mais. Quando a desmontei percebi que na primeira placa por onde entra a energia elétrica, o fusível tinha queimado, quando o troquei, a impressora voltou a funcionar normalmente. Só que quando mando imprimir alguma coisa o Windows informa que a impressora está sem papel, o que pode estar acontecendo ?
Resposta:
O fusível protegeu apenas parcialmente a sua impressora. Não conseguiu evitar a queima dos circuitos que informam a presença/ausência de papel. Pode estar danificado o sensor ótico que informa a presença do papel, ou então o chip que envia esta informação ao computador. Pode até mesmo ter sido queimado o circuito do seu computador (na interface paralela) que recebe esta informação. Teste a impressora em outro computador, e teste outra impressora no seu computador. Acho que é grande a chance de estar queimado o chip que envia as informações de status da impressora para o computador. Um técnico especializado no conserto de impressoras poderá resolver facilmente o problema.