2015 – Certificações Cisco: Como demonstrar seus conhecimentos de Redes em um ambiente Cisco

Certificações Cisco: Como demonstrar seus conhecimentos de Redes em um ambiente Cisco.

Autor: Marcelo Vasconcelos

O Mercado de Informática no Brasil possui algumas características únicas em relação a outras carreiras, não existe regulamentação. Muitos profissionais da área reclamam da concorrência desleal praticada por curiosos, que não possuem formação específica, e cobram valores muito baixos por seus serviços, acarretando em uma desvalorização dos profissionais que investiram em uma formação mais especializada.

Especificamente na área de redes de computadores, esses curiosos não tem espaço devido a valorização das certificações.

Todos os profissionais de informática já ouviram falar do termo “certificação”, mesmo que não façam a menor ideia de como obter uma.

Este texto tem por objetivo apresentar a gama de certificações adotada por um dos maiores fabricantes de equipamentos de redes do mundo a Cisco (Cisco Systems, Inc).

As certificações Cisco estão divididas em cinco níveis: Entry, Associate, Professional, Expert e Architect. A figura abaixo representa os níveis e a estrutura em pirâmide é bastante adequada pois o número de profissionais certificados diminui conforme aumenta o nível da certificação.

Há alguns anos atrás as certificações da Cisco eram dividicas em CCNA (Cisco Certified Network Associated), CCNP (Cisco Certified Network Professional) e CCIE (Cisco Certified Internetwork Expert), porém atualmente essas certificações ficaram mais específicas e estão organizadas de acordo com tecnologias e áreas específicas.

Continue lendo

2014 – Eletrônica básica

Autor: Laércio Vasconcelos

Ter noções de eletrônica e eletricidade será muito útil na manutenção de computadores. Aprenda a dar os primeiros passos nessa interessante área.

Um bom curso de hardware começa com eletricidade básica, a mesma que é estudada no segundo grau. São aprendidas noções sobre tensão, corrente, resistência, baterias. De posse dessas noções, são estudados os semicondutores, como transistores e diodos. Outros componentes eletrônicos são também estudados, como os capacitores e bobinas. O aluno aprende a construir e consertar fontes de alimentação, amplificadores, rádios transmissores e receptores. Finalmente chega a vez dos circuitos integrados (chips), entrando assim na etapa de eletrônica digital. Aprendemos a construir cuircuitos digitais simples, como contadores, displays, somadores, multiplexadores, decodificadores, etc. Um técnico formado assim está apto a consertar equipamentos digitais em geral, e não apenas computadores. Continue lendo